Por que os católicos honram Maria - Uma resposta às TJ's : Religiões, Crenças & Teologia
Seja Bem-Vindo Testemunhas de Jeová - Ex Testemunhas de Jeová. Clique aqui e cadastre-se para participar


Por que os católicos honram Maria - Uma resposta às TJ's

Espaço ideal para discussões sobre qualquer religião, crença e teologia.

Por que os católicos honram Maria - Uma resposta às TJ's

Nova mensagempor shurelambers em 26 Dez 2008 10:51

POR QUE OS CATÓLICOS HONRAM MARIA - UMA RESPOSTAS ÀS TESTEMUNHAS DE JEOVÁ

Por Claude Kenneson

Tradução: Edigar Limeira

Fonte: http://www.catholicxjw.com/honormary.html
Da idade de 14 até os 21 anos, eu pertencia a um grupo religioso chamado Testemunhas de Jeová. Outrora, em 1965, minha irmã que havia permanecido na fé Católica, fez uma novena a Nossa Senhora do Perpétuo Socorro para meu retorno a Igreja. Suas orações foram respondidas.

As Testemunhas de Jeová acusam os católicos de adorar a Maria,o que segundo eles é condenado em Exodo 20:3: "Não terás outros deuses diante de minha face". A Igreja em resposta nega a alegação. O ensino oficial Católico sempre foi que a adoração pertence somente a Deus. Nenhuma criatura (incluindo Maria) merece adoração. O Credo de Nicéia ensina que "Cremos em um só Deus". A doutrina do politeísmo é repudiada. Maria não é uma deusa. Qualquer católico que coloca Maria no mesmo nível que Deus é culpado de violar o Primeiro Mandamento e de pecar.


A próxima acusação levantada pelas Testemunhas é de que os católicos violam Êxodo 20.4: "Não farás para ti ídolo, nem figura alguma do que está em cima, nos céus, ou embaixo, sobre a terra, ou nas águas, debaixo da terra."


Novamente as Testemunhas não entendem a visão da Igreja Católica que categoricamente rejeita a adoração de estátuas ou imagens de Maria, dos santos ou mesmo Cristo como idolatria e superstição. Esses objetos não têm poder nem divindade intrínseca a si próprios.


Obviamente, as Testemunhas não seguem esse mandamento literalmente. A sua literatura está cheia de desenhos ou imagens de Cristo, figuras bíblicas, etc.

Auxílios visuais em devoção ou entendimento bíblico não servem a outro propósito que não o de chamar a mente os personagens que são lembrados. Qualquer um que atribui divindade a estas imagens ou estátuas é culpado do pecado da idolatria.


Então o que os católicos realmente dizem sobre Maria? Isto. Maria deve ser venerada da mesma maneira que Deus a honrou. Lembre-se que o próprio Deus enviou o anjo Gabriel para anunciar que o Senhor estava com ela e que ela havia sido grandemente abençoada e que Deus havia sido benevolente com ela. (Veja Lucas 1:28, 30)


Deus a escolheu para ser a mãe de Seu Filho. As Testemunhas de Jeová deveriam entender que Deus não criou Jesus como humano independentemente e o enviou diretamente a terra. Não, Jesus nasceu da mulher Maria.


Nenhuma mulher antes ou desde então, foi tão privilegiada de carregar o Filho de Deus. (Veja Gálatas 4.45) Maria não é uma simples mulher como as Testemunhas admitem. Carregar o Filho de Deus a colocou totalmente em outra categoria.


Os católicos também são ensinados a respeitar e estimar Maria por causa de sua fé e obediência. Maria, no verdadeiro sentido da palavra, foi a primeira crente, a primeira Cristã. Em Lucas 1.38 ela respondeu ao anjo que "Eis aqui a serva do Senhor. Faça-se em mim segundo a tua palavra." Maria disse "sim" a Deus por começar a carregar a Cristo para o mundo. Se Maria não acreditava no Pai, no Filho e no Espírito Santo, quem acreditaria? (Veja Lucas 1.31-33, 35).


Na mensagem do anjo, ela recebeu a Palavra de Deus em seu coração e em seu útero, e deu a Vida (Jesus), para o mundo através do Espírito Santo. Lucas 2.19 e 51 indicam que Maria fielmente ouviu a palavra de Deus e a manteve em seu coração.

Contraste sua resposta as do incrédulo Zacarias em Lucas 1.20.



O próprio Jesus declarou abençoados aqueles que ouvem a Palavra de Deus e a guardam. (Marcos 3.35; Lucas 11.27-28). Jesus certamente não estava rebaixando sua mãe nesta passagem, como as Testemunhas de Jeová certa vez sugeriram para mim.

Maria fez o que Deus queria que ela fizesse; ela ouviu a Palavra de Deus, a entesourou em seu coração e a obedeceu. (Ver Lucas 1.45) Jesus está realmente dizendo a seus ouvintes para imitar a sua mãe porque ela guardou a Palavra de Deus. Jesus também ensinou a necessidade de desprendimento da família pelo amor de Deus. Mas, por colocar a Deus acima de sua família não pretende ser um sinal de desrespeito. O mesmo Jesus também disse: "Honra a teu pai e a tua mãe." (Veja Mateus 15.4)


Através da intercessão de Maria, Jesus realizou o seu primeiro milagre em Caná (João 2.1-11). As palavras de Maria aos servos aplicam-se a nós até hoje: "Fazei o que Ele (Jesus) vos disser". Aliás, ao abordar Sua mãe como "mulher, isto compete a nós?" não significa "isto não é da sua conta", como asTestemunhas disseram-me, mas "não se preocupe, tudo vai dar certo". Isto é o que certamente significava para Jesus para que ele imediatamente fizesse o milagre da transformação de água em vinho a pedido de sua Mãe!

A utilização da palavra "mulher" na antiguidade num grau mais baixo não implicava em qualquer desrespeito - equivale hoje em dia ao termo "Senhora", muito distante do que as Testemunhas de Jeová gostariam que acreditássemos que a expressão significa.


Em vez de sempre tentar desvirtuar o papel de Maria e o devido respeito dela, as Testemunhas de Jeová fariam bem em seguir o exemplo da Igreja Católica, que ao longo de séculos tem cumprido as palavras da própria Maria nas Escrituras: "Por isto, desde agora, me proclamarão bem-aventurada todas as gerações". "(Veja Lucas 1.48)

É por isso que nós lhe chamamos de Virgem Maria Abençoada (ver também Lucas 1.30, 35).

Uma vez que Deus foi a primeiro a honrar Maria, por que seria errado para os cristãos a fazer o mesmo?

Todos os artigos disponíveis neste sítio são de livre cópia e difusão deste que sempre sejam citados a fonte e o(s) autor(es).

Para citar este artigo:

KENNESON, Claude. Apostolado Veritatis Splendor: POR QUE OS CATÓLICOS HONRAM MARIA - UMA RESPOSTAS ÀS TESTEMUNHAS DE JEOVÁ. Disponível em http://www.veritatis.com.br/article/5527. Desde 24/12/2008.
Avatar de usuário
shurelambers
Forista
Forista
 
Mensagens: 1717
Data de registro: 03 Nov 2008 09:18
Localização: São Paulo - Capital

Re: POR QUE OS CATÓLICOS HONRAM MARIA - UMA RESPOSTAS ÀS TJs

Nova mensagempor Vitor Nascimento Sá em 26 Dez 2008 11:02

Interessante argumentação.
Nada pode perturbar mais do que "olhar para fora e aguardar de fora respostas a perguntas a que talvez somente seu sentimento mais íntimo possa responder na hora mais silenciosa." Rainer Maria Rilke
Avatar de usuário
Vitor Nascimento Sá
Forista
Forista
 
Mensagens: 566
Data de registro: 21 Nov 2008 20:56

Re: POR QUE OS CATÓLICOS HONRAM MARIA - UMA RESPOSTAS ÀS TJs

Nova mensagempor leandro em 26 Dez 2008 18:48

É interessante a matéria,

Mas apenas interessante, pois tem muita besteira.


Apostolakis o Portuga :4
A felicidade é o Supremo Bem e o propósito da vida, o completo desígnio e finalidade da existência humana.

**Aristóteles**
Avatar de usuário
leandro
Desativado a pedido do usuário
 
Mensagens: 934
Data de registro: 01 Nov 2008 07:01
Localização: Na Terra lololol

Re: POR QUE OS CATÓLICOS HONRAM MARIA - UMA RESPOSTAS ÀS TJs

Nova mensagempor Kali em 26 Dez 2008 22:37

Eu acho qu as tjs desvirtuam tudo o que as outras religiões acreditam...
Gostei disso:
Auxílios visuais em devoção ou entendimento bíblico não servem a outro propósito que não o de chamar a mente os personagens que são lembrados. Qualquer um que atribui divindade a estas imagens ou estátuas é culpado do pecado da idolatria.

Meus pais católicos praticantes , nunca me ensinaram ou me permitiram adorar a imagem, e sim usar dela pra lembrar de quem foi tal santa ou tal pessoa. Quando eu me tornei tj ouvia muitas besteiras mesmo principalmente da boca de tjs que nunca foram de outras religião q n fosse a Torre, xingando os católicos de idólatras de imagem...um dia eu comentei isso p uma irmã que me disse que eu estava errada pq católicos adoravam sim...pq eles n podiam fazer imagem por exemplo de cristo sem nunca ter visto a cara dele...Ai quando abri um livro tj, vi uma imagem de Cristo lá tb, e juro que n entendi nada do que ela quis me dizer...kkkk
Eu sempre tive as imagens católicas da mesma maneira que tenho fotos de pessoas queridas...quando sinto saudades destas pessoas que eu n vejo faz tempo, eu pego a foto e relembro dela, nada me impede que eu beije a foto...que eu até chore olhando aquela foto...mas é tudo por carinho, nunca significa que estou adorando meus entes queridos...Com as imagens católicas nunca foi diferente.
Avatar de usuário
Kali
Forista
Forista
 
Mensagens: 998
Data de registro: 01 Nov 2008 20:06

Re: POR QUE OS CATÓLICOS HONRAM MARIA - UMA RESPOSTAS ÀS TJs

Nova mensagempor quiqui em 26 Dez 2008 22:44

Maria afinal é virgem ou não?
quiqui
Perfil Desativado
Perfil Desativado
 
Mensagens: 508
Data de registro: 01 Nov 2008 17:39

Re: POR QUE OS CATÓLICOS HONRAM MARIA - UMA RESPOSTAS ÀS TJs

Nova mensagempor Pássaro em 26 Dez 2008 22:53

Sempre achei estranho montes de imagens ou lembretes nas igrejas católicas. Acho que no fundo é apenas mais uma colagem das civilizações, onde eram dificeis a penetração da religião cristã, onde muitos lugares adoravam um monte deuses, isto segumdo historiadores e não tjtinhas de plantão! mas sei lá quando faz o que quer!
O barco da torre tá afundando?
Avatar de usuário
Pássaro
Forista
Forista
 
Mensagens: 10600
Data de registro: 01 Nov 2008 07:45
Localização: bahia

Re: POR QUE OS CATÓLICOS HONRAM MARIA - UMA RESPOSTAS ÀS TJs

Nova mensagempor Brother A em 27 Dez 2008 06:51


Bem, há várias ponderações a se levantar do artigo básico deste tópico. Primeiro, que realmente devemos a Maria o maior respeito como uma santa mulher de Israel que teve essa missão especialíssima de trazer ao mundo o prometido Messias. Agora, temos que saber traçar os limites na atitude de honras a ela.

Os católicos podem não adorar Maria. Mas há uma tremenda distorção de seu papel na vida religiosa, em que a apresentam até como Co-Redentora (e há campanhas no meio católico para oficializar o dogma da Co-Redenção) e intermediária entre o homem e Cristo ou o homem e Deus. "Peça à mãe, que ela pede ao Filho" é um slogan bem conhecido que se vê em decalques de carros de católicos pelo Brasil.

Primeiro, que Jesus disse que devemos ir DIRETAMENTE A ELE, ao orarmos. Paulo acentua que o cristão pode ir "diretamente ao trono da graça" (Heb. 4:16). Não há essa "burocracia celestial" para termos nossas orações atendidas e alcançarmos as graças divinas, pelo que deduzimos da leitura dos evangelhos e epístolas.

Por falar em epístolas, o apóstolo Paulo é o grande sistematizador da fé cristã. Ele interpreta o sentido do evangelho em maior profundidade e exorta a comunidade cristã em vários aspectos da vida material e espiritual, detalhando elementos de sua liturgia também. Contudo, não é estranho que em suas 13 ou 14 epístolas (dependendo da definição de Hebreus ter mesmo sida escrita por ele) JAMAIS dê esse destaque que dão os católicos à figura de Maria? Aliás, o contrário de tal ênfase é que se deduz de seus escritos, pois quando teve oportunidade de falar da Encarnação, em Gál. 4:4, ele apenas diz que o Cristo foi "nascido de mulher". Não seria a ocasião de exaltar o papel de Maria como "rainha do céu", "mãe de Deus", "segunda Eva", "virgem imaculada", assunta ao céu, etc., etc.? Nesse ponto o apóstolo Paulo não se parece nem um pouco com qualquer dos líderes católicos que ouvimos expressando sua fé na "Virgem".

Por outro lado, há informações de historiadores que só podem nos deixar muito preocupados com essa mariolatria típica do catolicismo. Um deles acentua que os soldados romanos trouxeram de suas campanhas no Egito (lembram-se de Marco Antônio e Cleópatra?) a devoção à deusa do Nilo, Ísis, que sempre era retratada com um bebê ao colo, que seria o Faraó a quem protegia. Segundo certos dados históricos, eles até a chamavam carinhosamente de Nostra Domina (Nossa Senhora).

Ora, sabe-se que os romanos, e outros povos, não tinham dogmatismos sobre suas religiões, e a incorporação de novas crendices e divindades era prática comum e corriqueira. Assim, não seria estranho que essa nova "deusa" ganhasse as simpatias do populacho, quem sabe uma santa mais "poderosa" a dedicar devoção?!

Quando Constantino "converteu-se" à fé cristã, fez com que seus soldados fossem batizados em massa para a fé que adotara. Naqueles tempos, e mesmo mais recentemente, ao tempo da Reforma Protestante, era mentalidade comum de que a religião do rei devia ser a do seu povo. Até hoje, em algumas nações, quem nasce em certos países é considerado automaticamente "luterano", por exemplo. Pode até mudar mais tarde de religião, mas até que assim se decida, é considerado membro da religião oficial nacional. . .

Então, essa leva de soldados veio para o seio da Igreja sem nenhuma "classe de catecúmenos" para orientá-los sobre as doutrinas e práticas da nova religião. Não é de admirar que tenham trazido consigo toda essa bagagem de crenças e práticas em que se sincretizaram elementos do paganismo com as novas "luzes" do cristianismo. Isso foi profetizado por Paulo, Pedro e João em Atos 20:29, 30; 2a. Ped. 2:1-3 e João nos caps. 2 e 3 do Apocalipse (Revelação).

Finalmente, a contradição das "testemunhas de Jeová" em condenar os católicos à base de Êxo. 20:4, 5 é óbvia. Primeiro, porque dizem que os 10 Mandamentos não são mais regra de conduta cristã, já que a lei foi toda "abolida" na "estaca de tortura". Mas é inescapável que tenham que recorrer a essa suposta "lei abolida" para condenar o uso das imagens, porque, A RIGOR, no Novo Testamento não ocorre qualquer proibição quanto ao uso de imagens de personagens bíblicos. Só há condenação a "ídolos", e esses se aplicam APENAS a divindades pagãs, nunca a santos da Igreja. Não ocorria entre os crentes primitivos tal prática, que é característica de tempos pós-apostólicos. Assim, nem havia necessidade de instrução aos crentes da época contra uso de imagens de santos e devoção de tais personagens, pois não se conhecia tal costume.

Então, a única base para negar a prática de culto às imagens fica sendo o referencial da lei dos 10 Mandamentos, na sua 2a. disposição. Mas aí se dá o fato de que tal lei é tida por não mais vigente para a comunidade cristã!

É mais um dilema de "testemunhas de Jeová" e outros crentes na Bíblia que adotaram a visão neo-antinomista dispensacionalista que domina a cristandade protestante desde fins do século XIX e início do século XX.

Mas essa já é outra discussão. . .

Brother A
Forista
Forista
 
Mensagens: 407
Data de registro: 16 Dez 2008 12:54

Re: POR QUE OS CATÓLICOS HONRAM MARIA - UMA RESPOSTAS ÀS TJs

Nova mensagempor Gustavo em 27 Dez 2008 20:41

Bem, é a mesma argumentação do catolicismo em relação à Maria... Mas é uma pena que a prática é bem diferente da teoria...
Meu site sobre religião: http://www.e-cristianismo.com.br
Meu blog de eletrônica e games: http://eletronicaegames.blogspot.com/
Gustavo
Forista
Forista
 
Mensagens: 962
Data de registro: 05 Nov 2008 17:05

Re: POR QUE OS CATÓLICOS HONRAM MARIA - UMA RESPOSTAS ÀS TJs

Nova mensagempor Evandro_RJ em 27 Dez 2008 23:40

Gustavo escreveu:Bem, é a mesma argumentação do catolicismo em relação à Maria... Mas é uma pena que a prática é bem diferente da teoria...

Isso é uma verdade pelo menos com os católicos que conheço. Muitos deles só oram pra Maria, sem falar no trecho de uma das oraçãoes que diz: "ave Maria, mãe de D'us" Ser mãe de D'us é um pouco difícil, né...

Mas cada um na sua...

Abs!
Avatar de usuário
Evandro_RJ
Forista
Forista
 
Mensagens: 157
Data de registro: 18 Dez 2008 08:26
Localização: Rio de Janeiro / RJ

Re: POR QUE OS CATÓLICOS HONRAM MARIA - UMA RESPOSTAS ÀS TJs

Nova mensagempor Edmilson em 28 Dez 2008 01:37

Por que se deve honrar Maria?

Por que segundo a bíblia ela é a mulher mais honrada por Deus. Como afirma o Anjo Gabriel, "O Senhor é convosco, Bendita sois vós entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre". E tambem "Doravante, todas as gerações me chamaram bem aventurada". Maria é o exemplo de humildade e de se submeter a vontade de Deus. "Eis a seva do Senhor. Faça-se em mim segundo a tua palavra."
Maria é tida pela igreja como mãe de Deus, pois Jesus, seu filho, é Deus. A bíblia afirma que o verbo é Deus e o verbo se fez carne, por meio de Maria. Afirmar que Maria é mãe de Deus é apenas uma outra forma de afirmar a divindade de Cristo.
É triste ver muitos protestantes e tambem as TJs falarem de Maria de maneira desrespeitosa.

Abs
Avatar de usuário
Edmilson
Forista
Forista
 
Mensagens: 507
Data de registro: 02 Nov 2008 18:35

Re: POR QUE OS CATÓLICOS HONRAM MARIA - UMA RESPOSTAS ÀS TJs

Nova mensagempor Edmilson em 28 Dez 2008 02:50

Hilquias escreveu:Maria afinal é virgem ou não?


Existem três doutrinas sobre Maria que são compartilhadas tanto pelaa igreja católica romana como pelaa igreja ortodoxa, igrejas orientais e tambem em menor grau pela igreja anglicana, ou seja por todas as igrejas que afirmam uma continuidade desde o primeiro século; estas doutrinas são:

1) Que Maria é "Toda Santa", no sentido de ter levado uma vida de santidade e não ter cometido pecados durante sua vida, apesar de não estar livre do pecado original (exceto os católicos romanos, que acreditam que Maria tambem estava livre do pecado original)

2) Que ela é a mãe de Deus, pois Jesus é Deus

3) Que ela foi sempre virgem;

Que os evangelhos mencionem em certos trechos os “irmãos de Jesus” pode explicar-se pelo uso do termo “irmãos” em hebraico com o sentido de parentes próximos (Gen 13, 8; etc). É preciso entender que as Sagradas Escrituras chamam de irmãos não somente os filhos de um mesmo pai, ou de uma mesma mãe, mas quaisquer parentes próximos. Os povos antigos tinham uma noção de família patriarcal, bastante diversa, em certos aspectos, da nossa moderna noção de família nuclear (pai, mãe, filhos). Na grande família patriarcal, todos os que se encontravam ligados por laços de parentesco eram considerados membros de uma mesma família e, portanto, podiam chamar-se de irmãos.

Ló, por exemplo, não era senão o sobrinho de Abraão (cf. Gen 12,5), mas a Escritura o chama de irmão, nesta passagem: ?E Abrão, tendo ouvido que Lot, seu irmão, ficara prisioneiro...? (Gen 14,14). Jacó era sobrinho de Labão (Gên 28,2), mas este lhe chama de irmão em Gên 29,15: ?Acaso, porque és meu irmão, me servirás de graça?? Jacó, também, quando encontrou a bela Raquel, filha de Labão, ?declarou que era irmão de seu pai? (Gên 29,12) ? quando era de fato seu sobrinho.

No Levítico, depois que Nadab e Abiu, filhos de Aarão, foram mortos por castigo, Moisés chamando os primos dos que faleceram, ?Misael e Elisafan, filhos de Oziel, tio de Aarão, disse-lhes: ?Ide, tirai vossos irmãos de diante do santuário?? (Lev 10,4).

Outra hipótese seria supor que José tivesse filhos de um matrimônio anterior. Também podemos considerar que o termo “irmãos” foi usado no sentido de membro do grupo de crentes, tal como é comum no Novo Testamento (cf. At 1, 15). Mas o que vários textos mostram é que deveriam ser primos de Jesus.

Vejamos: "Não é este o carpinteiro, filho de Maria, irmão de tiago, de José, de judas e de simao? Não vivem aqui entre nos também suas irmãs ? (Marcos, 6:3). "Porventura não é este o filho do carpinteiro ? Não se chama sua mãe Maria, e seus irmãos tiago, josé, simao e judas? E suas irmãs não vivem elas todas entre nós? (Mateus, 13:55 e 56).

Pois bem, este tiago que encabeça a lista é um Apóstolo, pois diz S. Paulo na Epístola aos Gálatas: "E dos outros apóstolos não vi a nenhum, senão a tiago, irmão do SENHOR (Gálatas, 1:19).

Temos 2 Apóstolos com o nome de Tiago: Tiago Maior, e Tiago Menor. Vamos ver se algum deles era filho de José com Maria.
S. Tiago Maior era irmão de S. João Evangelista, e ambos FILHOS DE ZEBEDEU: "Da mesma sorte havia deixado atônitos a tiago e a. João, filhos db zebedeu (Lucas 5:IO).

S. Tiago Menor, que era irmão de Judas, era filho de ALFEU. Entre os Apóstolos, que são enumerados pôr S. Mateus, estão: Tiago FILHO DE ZEBEDEU, e Tiago filho de ALFEU (Mateus 10:3). Que tem a ver Maria Santíssima com este Alfeu ou com este Zebedeu? Logo, este Tiago, IRMÃO DO SENHOR, não é seu filho.

Além disto, comparando-se os Evangelhos, se vê claramente que este Tiago e este José que encabeçam a lista são PRIMOS de Jesus, e o Tiago é o Apóstolo Tiago Menor. Junto a cruz haviam pelo menos 4 mulheres. Enumerando as mulheres que estavam juntamente com Maria ao pé da cruz, Mateus, Marcos e João as identificam da seguinte maneira:

Mateus 27:56 Maria, mãe de Tiago e de José; Maria Madalena; e a mãe dos filhos de Zebedeu

Marcos 15:40 Maria, mãe de Tiago Menor e de José; Maria Madalena; e Salomé

João 19:25 A irmã da sua mãe, Maria, mulher de Cleopas; Maria Madalena; Maria, sua mãe

Por aí se vê que a mesma Maria que é apresentada por São João como tia de Jesus (Irmã de sua mãe) é apresentada por São Mateus e S. Marcos como mãe de TIAGO MENOR E de José. E é claro que não se trata de Maria Salomé, que é a mãe dos filhos de Zebedeu e, portanto, é mãe de Tiago Maior.

Tiago Menor e José são, portanto, PRIMOS de Jesus e são os primeiros que. encabeçam aquela lista: TIAGO, JOSÉ, JUDAS E SIMÃO
E de fato o Apóstolo S. Judas Tadeu era irmão de S. Tiago Menor, pois ele diz no começo de sua Epístola: "Judas, servo de Jesus Cristo e IRMÃO de Tiago (vers. l.). Tanto o Evangelho de S. Lucas (VI-16) como os Atos dos Apóstolos (1-13) para diferenciarem Judas Tadeu de Judas Iscariotes, chamam a Judas Tadeu: Judas, irmão de Tiago.

E assim cai por terra fragorosamente a alegação dos protestantes de que Maria teve outros filhos além do Divino Salvador, alegação baseada em que o Evangelho fala em irmãos de jesus. Não só provamos que entre os hebreus se chamavam IRMÃOS os parentes próximos, mas também mostramos que a lista dos nomes apresentados como sendo destes IRMÃOS é logo encabeçada pôr dois PRIMOS, filhos da irmã da mãe de Jesus. Logo, não tem nenhum valor a alegação.

A única dificuldade, esta agora já sem importância, que pode fazer o protestante é que Tiago Menor é filho de ALFEU, e sua mãe é apresentada COMO MULHER DE CLEOFAS.

Sem precisar recorrer a nenhum argumento de tradição (porque talvez os protestantes não gostem disto) temos que observar o seguinte:

l.0 — o texto original não diz MULHER DE CLEOFAS, mas diz simplesmente: a irmã de sua mãe, Miaria, a do Cleofas (texto grego de João XIX-25); podia chamar-se Maria, a do Cleofas, pôr causa do pai ou pôr outro qualquer motivo;

20 — não repugna que a mesma Maria se tenha casado com Alfeu e dele tenha tido S. Tiago Menor, e depois se tenha casado com Cleofas e tido outros filhos ou mesmo deixado de ter. Tiago é o único que é apontado nos Evangelhos como filho deste Alfeu, pois o Alfeu, pai de S. Mateus (Marcos 11-14) já deve ser outro;

3.° — não repugna que o próprio Alfeu seja o mesmo Cleofas. É muito comum nas Escrituras uma pessoa ser conhecida pôr 2 nomes diversos: O sogro de Moisés é chamado Raguel (Êxodo 11-18 a 21) e logo depois é chamado Jetro (Êxodo, III - l). Gedeão, depois de ter derribado o altar de Baal é chamado também Jerobaal (Juizes, VI-32). Osias, rei de Judá, é chamado também Azarias (4 Reis, XV-32; I Paralipômenos, III-12). E no Novo Testamento o mesmo Mateus é chamado Levi: "Viu um homem, que estava assentado no telônio, chamado Mateus (Mateus, IX-9) . "Viu a Levi, filho de Alfeu, assentado no telônio (Marcos, 11-14). O mesmo que é chamado José é chamado Barsabas (Atos, I, 23).

Ainda hoje mesmo, entre nós, nas nossas localidades do interior principalmente, é multo comum esta duplicidade de nomes.

Seja Alfeu o mesmo Cleofas ou não seja. Isto pouco importa. 0 que é fato é que Maria de Cleofas é Irmã de Maria, mãe.de Jesus e é ao mesmo tempo mãe de Tiago e de José, que são chamados IRMÃOS do Senhor" (Lúcio Navarro, Legítima Interpretação da Bíblia, Campanha de Instrução religiosa, Brasil- Portugal, Recife, 1958 n0 400, pp.590 a 592 inclusive).

Existem tambem outros pontos que sugerem que Maria não tinha outros filhos. Por exemplo como provar para um descrente que Jesus nasceu de um virgem se sua mãe apos tivesse tido vários filhos? Tambem o fato de Jesus na Cruz entregar sua Mãe aos cuidados de São João supõe que a Virgem não tinha outros filhos. A igreja sempre acreditou na virgindade de Maria, e a chama de “sempre virgem”. A expressão Virgem maria desde o inicio fazia parte dos credos, como o credo apostólico.

Abs
Avatar de usuário
Edmilson
Forista
Forista
 
Mensagens: 507
Data de registro: 02 Nov 2008 18:35

Re: POR QUE OS CATÓLICOS HONRAM MARIA - UMA RESPOSTAS ÀS TJs

Nova mensagempor leandro em 28 Dez 2008 15:56

Edmilson escreveu:Por que se deve honrar Maria?

Por que segundo a bíblia ela é a mulher mais honrada por Deus. Como afirma o Anjo Gabriel, "O Senhor é convosco, Bendita sois vós entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre". E tambem "Doravante, todas as gerações me chamaram bem aventurada". Maria é o exemplo de humildade e de se submeter a vontade de Deus. "Eis a seva do Senhor. Faça-se em mim segundo a tua palavra."
Maria é tida pela igreja como mãe de Deus, pois Jesus, seu filho, é Deus. A bíblia afirma que o verbo é Deus e o verbo se fez carne, por meio de Maria. Afirmar que Maria é mãe de Deus é apenas uma outra forma de afirmar a divindade de Cristo.
É triste ver muitos protestantes e tambem as TJs falarem de Maria de maneira desrespeitosa.

Abs


O que é que você chama falar de maneira dearespeitosa de Maria com respeito ás TJ's e protestantes?

Apostolakis o Portuga :?:
A felicidade é o Supremo Bem e o propósito da vida, o completo desígnio e finalidade da existência humana.

**Aristóteles**
Avatar de usuário
leandro
Desativado a pedido do usuário
 
Mensagens: 934
Data de registro: 01 Nov 2008 07:01
Localização: Na Terra lololol

Re: POR QUE OS CATÓLICOS HONRAM MARIA - UMA RESPOSTAS ÀS TJs

Nova mensagempor shurelambers em 29 Dez 2008 09:26

Evandro_RJ escreveu:
Gustavo escreveu:Bem, é a mesma argumentação do catolicismo em relação à Maria... Mas é uma pena que a prática é bem diferente da teoria...

Isso é uma verdade pelo menos com os católicos que conheço. Muitos deles só oram pra Maria, sem falar no trecho de uma das oraçãoes que diz: "ave Maria, mãe de D'us" Ser mãe de D'us é um pouco difícil, né...

Mas cada um na sua...

Abs!


Apenas uma breve correção:

A oração da Ave Maria é baseada no Evangelho de Lucas

Primeira parte - Evangelho de Lucas 1, 27-38
Extraído do Evangelho de Lucas capítulo I.

26. ....., o anjo Gabriel foi enviado por Deus a uma cidade da Galiléia, chamada Nazaré,
27. a uma virgem desposada com um homem que se chamava José, da casa de Davi e o nome da virgem era Maria.
28. Entrando, o anjo disse-lhe: Ave, cheia de graça, o Senhor é contigo.
29. Perturbou-se ela com estas palavras e pôs-se a pensar no que significaria semelhante saudação.
30. O anjo disse-lhe: Não temas, Maria, pois encontraste graça diante de Deus.
31. Eis que conceberás e darás à luz um filho, e lhe porás o nome de Jesus.
32. Ele será grande e chamar-se-á Filho do Altíssimo, e o Senhor Deus lhe dará o trono de seu pai Davi; e reinará eternamente na casa de Jacó,
33. e o seu reino não terá fim.
34. Maria perguntou ao anjo: Como se fará isso, pois não conheço homem?
35. Respondeu-lhe o anjo: O Espírito Santo descerá sobre ti, e a força do Altíssimo te envolverá com a sua sombra. Por isso o ente santo que nascer de ti será chamado Filho de Deus.
36. Também Isabel, tua parenta, até ela concebeu um filho na sua velhice; e já está no sexto mês aquela que é tida por estéril,
37. porque a Deus nenhuma coisa é impossível.
38. Então disse Maria: Eis aqui a serva do Senhor. Faça-se em mim segundo a tua palavra. E o anjo afastou-se dela.
39. Naqueles dias, Maria se levantou e foi às pressas às montanhas, a uma cidade de Judá.
40. Entrou em casa de Zacarias e saudou Isabel.
41. Ora, apenas Isabel ouviu a saudação de Maria, a criança estremeceu no seu seio; e Isabel ficou cheia do Espírito Santo.
Segunda parte - Evangelho de Lucas 1, 39- 42.

39. Naqueles dias, Maria se levantou e foi às pressas às montanhas, a uma cidade de Judá.
40. Entrou em casa de Zacarias e saudou Isabel.
41. Ora, apenas Isabel ouviu a saudação de Maria, a criança estremeceu no seu seio; e Isabel ficou cheia do Espírito Santo.
42. E exclamou em alta voz: Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre.

A orientação expressa da ICAR é que Maria não deve ser adorada e sim honrada e venerada. Isso não impede porém que muitos católicos desinformados e mesmo ignorantes prestem "adoração" a Maria, contrariando os ensinos da Igreja.

Na última paróquia que frequentei antes de mudar de endereço, o padre retirou o genuflexório diante da imagem de Maria e passou um belo esporro em todos dizendo que não se deve ajoelhar em frente a imagem de Maria prestando adoração.
Adiantou? Não. Os mais velhos migraram para a praça em frente a Igreja que também tem uma imagem de Maria e continuam se ajoelhando perante ela.

Creio que devemos tomar muito cuidado com aquilo que "ouvimos", daquilo que realmente "é ensinado".

Quanto eu era TJ, acreditava piamente que os católicos eram adoradores de imagem, até ler o Catecismo da Igreja e ver que isso é proibido.
Quando eu era TJ, acreditava piamente que os católicos eram proibidos de ler a Bíblia, até ouvir dezenas de vezes os padres e bispos chamando a atenção das comunidades pelo fato delas não darem a devida atenção a leitura da Bíblia.

Quando somos TJ´s somos programados mentalmente a crer que todas as outras religiões só praticam o que é errado e são pertencentes a Satanás.

Creio que um bom exemplo sobre isso é sobre o tagarelismo. Você vai encontrar centenas de referências de matérias na Sentinela proibindo o tagarelismo e mostrando como ele pode ser prejucial as pessoas e as congregações. Porém existe povo mais fofoqueiro que as Tj´s? Que gostam tanto de cuidar da vida dos outros e vigiar os nossos atos como as Tj´s? Pois é. Todas são admoestadas a não serem tagarelas mas não é o que se vê na prática.
O ensino é claro ao proibir isso, mas os membros da congregação não colocam isso em prática.

Não devemos confundir o que é ensinado, com o que é praticado pelas pessoas.

Abs
Avatar de usuário
shurelambers
Forista
Forista
 
Mensagens: 1717
Data de registro: 03 Nov 2008 09:18
Localização: São Paulo - Capital

Re: POR QUE OS CATÓLICOS HONRAM MARIA - UMA RESPOSTAS ÀS TJs

Nova mensagempor Gustavo em 29 Dez 2008 09:35

Evandro_RJ escreveu:Isso é uma verdade pelo menos com os católicos que conheço. Muitos deles só oram pra Maria, sem falar no trecho de uma das oraçãoes que diz: "ave Maria, mãe de D'us" Ser mãe de D'us é um pouco difícil, né...

Olá, Evandro.

A questão da mãe de Deus é uma questão bem especial. Debati a expressão um bom tempo em outro fórum, e depois fiz um resumo sobre ela no blog que participo. Ela é perfeitamente ortodoxa, e na verdade ela é Cristocêntrica: revela a divindade de Cristo.
Talvez você não concorde com seu uso, mas possa pelo menos entendê-la:

http://ocontornodasombra.blogspot.com/2 ... ttica.html
Meu site sobre religião: http://www.e-cristianismo.com.br
Meu blog de eletrônica e games: http://eletronicaegames.blogspot.com/
Gustavo
Forista
Forista
 
Mensagens: 962
Data de registro: 05 Nov 2008 17:05

Re: POR QUE OS CATÓLICOS HONRAM MARIA - UMA RESPOSTAS ÀS TJs

Nova mensagempor André Felix em 29 Dez 2008 09:46

Porque os sacerdotes católicos são um bando de homens, a maioria gays, que adoram um "deusa-mãe". Se a Igreja Católica fosse fundada hoje eles seriam "fans" da cantora Madonna.
Vamos encurtar a discussão, vai...
O pensamento é o ensaio da ação.
Sigmund Freud
André Felix
Desativado a pedido do usuário
 
Mensagens: 3909
Data de registro: 01 Nov 2008 08:42

Próximo

Retornar para Religiões, Crenças & Teologia

Quem está online

Usuários vendo este fórum: Nenhum usuário registrado online e 39 visitantes