Eu não aguento mais ser TJ e não sei o que fazer. : Apresentações - Page 3
Seja Bem-Vindo Testemunhas de Jeová - Ex Testemunhas de Jeová. Clique aqui e cadastre-se para participar


Eu não aguento mais ser TJ e não sei o que fazer.

Espaço para os foristas se apresentarem e mostrarem suas expectativas e depoimentos.

Apresente-se aqui e receba as boas vindas!

Re: Eu não aguento mais ser TJ e não sei o que fazer.

Nova mensagempor Debora em 01 Fev 2017 19:08

Ola Cappuccina,

Um prazer enorme receber você aqui e com a colaboração de nossos foristas poder proporcionar algum alento.

Embora muito jovem, você se expressa de modo claro e excelente, demonstra saber exatamente quem é e o que deseja.

Inicialmente quero sugerir que você evite embates com sua mãe. Criar um ambiente hostil abre caminho para as agressões. Óbvio que sua mãe está errada ao agredi-lo pois este modelo de correção já está em desuso a muito tempo e hoje é considerado como crime ( http://www.conjur.com.br/2006-fev-07/ag ... me_tortura). Talvez sua mãe necessite até de ajuda para compreender isto.

Procure ter paciência, conte até 1000 lentamente quando pensar em algo extremo. Compreenda que muitas coisas somente são solucionadas com o auxilio do TEMPO. Mantenha foco nos estudos mirando a sua independência. Se achar que a "barra" tá pesada demais, busque auxílio de um profissional.

:w3lcome:
Testemunhas de Jeová
O que será que elas não te contam?
http://www.pontosdefe.blogspot.com.br
Avatar de usuário
Debora
Moderadora
Moderadora
 
Mensagens: 6390
Data de registro: 21 Dez 2010 10:07
Localização: Santana
Localidade: São Paulo

Re: Eu não aguento mais ser TJ e não sei o que fazer.

Nova mensagempor Cappuccina em 01 Fev 2017 20:41

Debora escreveu:Ola Cappuccina,

Um prazer enorme receber você aqui e com a colaboração de nossos foristas poder proporcionar algum alento.

Embora muito jovem, você se expressa de modo claro e excelente, demonstra saber exatamente quem é e o que deseja.

Inicialmente quero sugerir que você evite embates com sua mãe. Criar um ambiente hostil abre caminho para as agressões. Óbvio que sua mãe está errada ao agredi-lo pois este modelo de correção já está em desuso a muito tempo e hoje é considerado como crime ( http://www.conjur.com.br/2006-fev-07/ag ... me_tortura). Talvez sua mãe necessite até de ajuda para compreender isto.

Procure ter paciência, conte até 1000 lentamente quando pensar em algo extremo. Compreenda que muitas coisas somente são solucionadas com o auxilio do TEMPO. Mantenha foco nos estudos mirando a sua independência. Se achar que a "barra" tá pesada demais, busque auxílio de um profissional.

:w3lcome:

Obrigada, Débora. Fico lisonjeada quando falam que me expresso bem, haha~ ><

Já confirmei que irei buscar auxílio profissional. Mas eu só não sei como, visto que pra eu sair de casa é muito muito difícil.
"Nada é mais importante que sua felicidade. Se você consegue fazer o que ama e ser quem você é, você é feliz."
Avatar de usuário
Cappuccina
Forista
Forista
 
Mensagens: 650
Data de registro: 27 Jan 2017 18:46
Localização: Com o Boli'
Localidade: Não quero responder

Re: Eu não aguento mais ser TJ e não sei o que fazer.

Nova mensagempor Agnostico Reverente em 01 Fev 2017 20:49

Olha Cappuccina, tem um filme maravilhoso que indicaram aqui no fórum dia desses, me emocionou muito e tem tudo a ver contigo. Se sua mãe assistir o filme então, quem sabe ela te entenda melhor. O filme se chama ORAÇÕES PARA BOBBY e conta a história de uma menino gay criado numa família evangélica. Quando a mãe fanática descobre a homossexualidade do filho, quer curá-lo por meio de textos bíblicos e orações, mas o resultado é uma tragédia. Acho que todo parente de homossexuais deveria assistir esse filme, ainda mais pessoas pertencentes a religiões fundamentalistas como as TJs
Avatar de usuário
Agnostico Reverente
Forista
Forista
 
Mensagens: 312
Data de registro: 19 Ago 2016 17:08
Localidade: São Paulo

Re: Eu não aguento mais ser TJ e não sei o que fazer.

Nova mensagempor Cappuccina em 01 Fev 2017 21:03

Agnostico Reverente escreveu:Olha Cappuccina, tem um filme maravilhoso que indicaram aqui no fórum dia desses, me emocionou muito e tem tudo a ver contigo. Se sua mãe assistir o filme então, quem sabe ela te entenda melhor. O filme se chama ORAÇÕES PARA BOBBY e conta a história de uma menino gay criado numa família evangélica. Quando a mãe fanática descobre a homossexualidade do filho, quer curá-lo por meio de textos bíblicos e orações, mas o resultado é uma tragédia. Acho que todo parente de homossexuais deveria assistir esse filme, ainda mais pessoas pertencentes a religiões fundamentalistas como as TJs

Obrigada a recomendação! Esse nome não me é nada estranho, mas são sabia que se tratava disso~
"Nada é mais importante que sua felicidade. Se você consegue fazer o que ama e ser quem você é, você é feliz."
Avatar de usuário
Cappuccina
Forista
Forista
 
Mensagens: 650
Data de registro: 27 Jan 2017 18:46
Localização: Com o Boli'
Localidade: Não quero responder

Re: Eu não aguento mais ser TJ e não sei o que fazer.

Nova mensagempor Dr. Urubu em 01 Fev 2017 22:06

Muita calma, calma, calma e mais calma.

Leia as recomendações que lhe são feitas, pense pondere, não se precipite tenha mais um poco de paciência, você é jovem e tudo vai se resolver.

O mundo e as nossas vidas as vezes são bem malucos. Ter a capacidade de perceber essas maluquices e sendo tão jovem é um grande privilégio.

Mais uma vez, muita calma, use a sua inteligência!!!
Dr. Urubu
Forista
Forista
 
Mensagens: 406
Data de registro: 15 Mar 2009 11:19

Re: Eu não aguento mais ser TJ e não sei o que fazer.

Nova mensagempor NEO MATRIX em 02 Fev 2017 09:15

Olá!

Sua situação é aflitiva há muitos anos. Tenho empatia por você e sei que cada dia é uma luta.
Mas seu destino já está traçado. Vai ter que resolver sua vida. Vai ser uma transexual, trabalhar, se relacionar com alguém e viver a vida.
A questão é QUANDO e COMO vc vai fazer isso.
Tem que analisar sua faculdade, sua dependência financeira, um lugar para morar e assim por diante.
Com respeito a sua mãe e família, a escolha não é sua, a escolha é deles!!! Se acontecer algo com sua mãe a culpa não poderá ser sua. Desgosto, decepções, crises, brigas e desentendimentos são parte da vida, e temos de aprender que muitas vezes as pessoas (inclusive quem amamos) usam estas emoções para nos chantagear ou obter controle sobre nós.

Boa sorte! Estamos torcendo por vc!
Dica: Mantenha a mente limpa. Controle suas emoções. O que nos afeta não é o quem vem contra nós, mas COMO encaramos o que vem contra nós!
" a verdade está inseparavelmente ligada à liberdade " - Raymond Franz (ex-membro do Corpo Governante)
Avatar de usuário
NEO MATRIX
Forista
Forista
 
Mensagens: 775
Data de registro: 07 Jan 2016 14:31
Localização: Desassociado com muito orgulho
Localidade: Santa Catarina

Re: Eu não aguento mais ser TJ e não sei o que fazer.

Nova mensagempor Girlboss em 02 Fev 2017 14:45

Mesmo não te conhecendo já sinto uma admiração por ti, e pela tua história.Às palavras usadas em sua apresentação, me passou uma idéia de uma garota doce, amável. É bonito ver que você é uma filha preocupada. Mais fiquei mt triste ao tentar imaginar o que você passa. O primeiro passo p essa decisão vc já tomou, que é um emprego, isso já facilita a parte da independência financeira. Procure uma ajuda profissional, sentir em sua palavras muita dor, angústia, sofrimento. Uma ajuda profissional vai te direcionar para o caminho que deves seguir. (Vc disse que não sabe como procurar essa ajuda, já que sua mãe não te deixa sair. Já pensou em marcar essas consultas no horário de almoço do trabalho, ou quem sabe tentar fazer algum curso, assim teria uma desculpa para sair de casa.) Espero que você consiga sair dessa situação, e consiga curar as feridas causadas pela Torre. Um forte abraço, e sucesso em seu caminho, estou torcendo por ti. :fr1end: FORÇA
"Aprender sem pensar é tempo perdido. "
(Confúcio )
Girlboss
Forista
Forista
 
Mensagens: 56
Data de registro: 20 Jan 2017 21:04
Localidade: Não quero responder

Re: Eu não aguento mais ser TJ e não sei o que fazer.

Nova mensagempor Cappuccina em 02 Fev 2017 15:20

Girlboss escreveu:Mesmo não te conhecendo já sinto uma admiração por ti, e pela tua história.Às palavras usadas em sua apresentação, me passou uma idéia de uma garota doce, amável. É bonito ver que você é uma filha preocupada. Mais fiquei mt triste ao tentar imaginar o que você passa. O primeiro passo p essa decisão vc já tomou, que é um emprego, isso já facilita a parte da independência financeira. Procure uma ajuda profissional, sentir em sua palavras muita dor, angústia, sofrimento. Uma ajuda profissional vai te direcionar para o caminho que deves seguir. (Vc disse que não sabe como procurar essa ajuda, já que sua mãe não te deixa sair. Já pensou em marcar essas consultas no horário de almoço do trabalho, ou quem sabe tentar fazer algum curso, assim teria uma desculpa para sair de casa.) Espero que você consiga sair dessa situação, e consiga curar as feridas causadas pela Torre. Um forte abraço, e sucesso em seu caminho, estou torcendo por ti. :fr1end: FORÇA

Obrigada, querida. <3

Essa é uma boa ideia, eu irei aplicá-la. ^^
"Nada é mais importante que sua felicidade. Se você consegue fazer o que ama e ser quem você é, você é feliz."
Avatar de usuário
Cappuccina
Forista
Forista
 
Mensagens: 650
Data de registro: 27 Jan 2017 18:46
Localização: Com o Boli'
Localidade: Não quero responder

Re: Eu não aguento mais ser TJ e não sei o que fazer.

Nova mensagempor Wiwo em 03 Fev 2017 19:46

:w3lcome: Cappuccina,

Antes de tudo- livre se das TJ e do Mundo TJ tanto quanto possível!
UMA vez esse assunto resolvido, TUDO se torna mais fácil, mais acessivel, mais claro! Força amig@ :fr1end:
" A confiança do Ingênuo é a Arma mais Útil do Mentiroso!"
" O Maior Enganado é aquele que engana a si próprio!"
" As Dúvidas são mais cruéis do que as duras Verdades!"
Avatar de usuário
Wiwo
Forista
Forista
 
Mensagens: 756
Data de registro: 05 Mar 2016 15:14
Localidade: Não quero responder

Re: Eu não aguento mais ser TJ e não sei o que fazer.

Nova mensagempor Celso Fernandes em 07 Fev 2017 13:57

Cappuccina, que om que encontrou aqui pessoas com quem pode falar e se sentir bem!

Sou bem mais velho que você e o tempo me ensinou algumas coisas que no passado poderiam ter me ajudado muito. Vou compartilhar com você e quem sabe possam ajudá-la.
1° Cada um de nós é responsável por si mesmo. Você por você sua mãe por ela. As pessoas egoístas querem nos fazer crer que a culpa de tudo é nossa e para isso não se envergonham nem mesmo de se fazer de coitados. Quando na verdade são nossos algozes. Sua mãe na verdade descobriu seu ponto franco e se aproveita dele. Você deve respeitá-la, mas não se submeter a ela. Se sua mãe viver 100 anos vc será sua refém por 100 anos? Chega uma hora na vida que temos de tomar decisões difíceis ( e claro assumir as consequências). Tudo é uma questão do que vale mais a pena.
2 ° Descobri que todos os monstros que me metiam medo, não eram tão feios assim quando resolvi enfrentá-los. No começo foi duro, muita porrada de todos os lados, difamação cruel e persistente. Quando eu passei a levantar a cabeça olhar nos olhos de quem me intimidava e encarar, a partir de então não tiveram mais coragem de me confrontar.
3 ° Chega uma hora na vida que é necessário deixar de agir como vítima e se impor. Se as pessoas não te respeitam que pelo menos temam você. Não que devam temer você por você ser violenta ou coisas do tipo, mas temer por saber que não podem te intimidar, por saber que você esta preparada para responder a altura e que não farão você sentir vergonha do que você é.
4° Pare de carregar o mundo nas costas. As projeções de sua mãe são um problema dela. Você não pode viver a vida dela você tem a sua. Sempre deixe claro que a ama e que sempre fara tudo por ela mas que você também se ama e que também fara tudo por você mesma.
5° Eu sempre digo... A PESSOA NO MUNDO QUE EU MAIS AMO SOU EU MESMO. Isso me da alto estima e força para cuidar das outras que eu também amo.

Beijão fique em paz.
Celso Fernandes
Forista
Forista
 
Mensagens: 89
Data de registro: 29 Nov 2010 15:09

Re: Eu não aguento mais ser TJ e não sei o que fazer.

Nova mensagempor Piloto em 08 Fev 2017 06:09

O que tenho a dizer é:

1 - Sua mãe não vai morrer por sua causa.
2 - Vc não vai morrer por ser disassociado
3 - Vivendo oprimida assim, vc está morrendo aos poucos, dia-a-dia
4 - Sua vida está só começando...mesmo que vc sofra, passa...

Se entende um pouco de inglês, gosto bastante de uma frase:

"if you feel like a trash,
and ended up in trashcan,
remember: It's a trash CAN
not a trash CANNOT"
" Aquele momento em que você leva um soco no estômago, e abre os olhos..."
" O maior ato de coragem ainda é pensar com sua própria cabeça..."
“Não quer pensar: fanático; Não pode pensar: cretino; Não ousa pensar: covarde”
Avatar de usuário
Piloto
Forista
Forista
 
Mensagens: 445
Data de registro: 31 Ago 2013 11:42
Localidade: São Paulo

Re: Eu não aguento mais ser TJ e não sei o que fazer.

Nova mensagempor Lehh em 25 Fev 2017 08:32

Bom dia,


O fato de você ser jovem é muito importante. Você pode ir traçando planos e metas e ir saindo devagar. Terá independência, e com isso, poderá ser livre e assumir quem você realmente é.
Claro que é difícil para todos nós lidar com a família, mas, com o tempo as coisas vão se acertando.


Você vai conseguir ser feliz.
"Pensei o quanto desconfortável é ser trancado do lado de fora; e pensei o quanto é pior, talvez, ser trancado no lado de dentro"-
Virginia Woolf
Avatar de usuário
Lehh
Forista
Forista
 
Mensagens: 1067
Data de registro: 09 Fev 2017 14:03
Localidade: Não quero responder

Re: Eu não aguento mais ser TJ e não sei o que fazer.

Nova mensagempor Deusmeodeia em 27 Jul 2017 21:58

Cappuccina escreveu:Oi, me chamem de Vi e eu não aguento mais sequer frequentar a organização das Testemunhas de Jeová.

Eu praticamente nasci na "verdade". Eu acreditava naquilo como se fosse a verdade absoluta e eu gostava daquilo. Então eu me batizei aos 13 anos.

Dos 12 aos 15 anos eu era uma pessoa muito muito muito fanática, seguindo os passos da minha mãe e de todos os da congregação. Ou boa parte deles. Vivia julgando, tentando enfiar "a verdade" goela abaixo dos meus coleguinhas.

Mas um pouco depois de eu me batizar, eu comecei a gostar de uma pessoa, e estávamos quase namorando. Não tinha nada demais. Meus pais descobriram e foram bem desrespeitosos com a pessoinha.

Eu fui perdendo os poucos amigos que tinha. Na época eu não estava muito aí, pois "Jeová é mais importante." Virei fanático. Ou, um exemplo na congregação.

Só que tem um problema: meu gênero. Alguns podem desde fórum podem não respeitar, mas meh.

Eu nasci um garoto. Porém desde uns 4, 5 anos, eu achava que era uma garota. Andava na ponta dos pés querendo imitar os balés, colocava shorts na cabeça para fingir ter um cabelão e usava tiara.

Quando meus pais começaram a ser TJs, eles me "educaram" rigidamente.

Somente quando eu comecei a gostar de ir às reuniões que eu acabei esquecendo mais isso. Mas ainda martelava no meu subconsciente. No fundo eu nunca me senti bem vestindo aquelas roupas, tentando ser "homenzinho." Mas eu fazia de tudo pra ser mais masculino.

Hoje, quem é visitante, visita a congregação, estranha muito uma pessoa como eu vestir ternos e fazer leitura na tribuna. Meu rosto não é nada másculo, minha voz também não é, meu corpo e rosto hoje em dia remete muito a de uma garota. Por isso me forçam a ter um cabelo hiper curto (o que me faz sentir muito mal), pois se ele for maior, eu seria uma autêntica menina. E mesmo assim, na rua, já me acostumei a ser parada e me perguntarem "você é uma garota que se veste de garoto?"

Aí eu ouvia a organização sendo super homofóbica, condenando muito a homossexualidade. Isso me afetava porque, por dentro, eu me sentia uma garota lésbica. (Isso parece estranho, mas é.)

A gota d'água chegou ano passado. Eu tinha um primo que era espírita. Descobriu um câncer tarde demais e veio a falecer. A notícia se espalhou por lá, já que era parente nosso. Me perguntava se ele seria ressussitado, e me falaram que "não. Ele era espírita. Ele conheceu a Jeová, mas preferiu a religião falsa." Falei que orei para ele resistir, falaram que Deus não salva quem não "está debaixo das suas asas".

Eu fiquei devastada. Daquele dia, minha percepção com a Organização foi mudando bastante.

Eu por mim mesma consegui enxergar muitas falhas e controvérsias, as quais vocês aqui conhecem. E o lance do meu gênero confuso foi mudando, eu me sentia cada vez mais mal tentando ser um homem.

Só visitei os tais "sites apóstatas" pra confirmar mesmo. Tudo o que eu tinha enxergado estava escrito lá. O que foi novidade pra mim foi apenas os abusos de menores.

Depois, só depois que comecei a ter "amizades mundanas". Que sinceramente, são excelentes pessoas. Pena que moram longe.

Eu não quero mais seguir essa organização que escraviza seus fiéis. Eu quero sair, mas tem uma coisa que me impede.

Minha mãe. Ela é extremamente fanática e já tá percebendo que não quero mais. Por isso ela força, me proíbe de sair, me bate bastante...

E ela vem com aquele discurso de "eu não vou aguentar uma desassociação. Prefiro ver um filho morto que fora da organização de Jeová, sendo viado, porque nem ser homem consegue. Você quer me ver dura no chão?" Além do "você não vai sair de casa, morar só, se não você sai da organização. Prefiro ver você morto".

Eu poderia ignorar, pois ela não me apoia em nada, nem mesmo na própria religião. Só dizendo "poderia fazer mais" pra tudo. Mas ela quase morreu duas ou três vezes quando eu era criança, e isso me traumatizou. Parece que ela vai morrer e a culpa é minha.

Fora que, eu seria expulsa de casa como quase aconteceu uma vez, e eu não teria onde ficar. Tenho 17 anos, faço 18 no meio do ano, e comecei a trabalhar agora agora.

Se não fosse essa fortíssima chantagem de mãe, o que temo que ela possa morrer por minha culpa, eu sairia na cara de pau. Não me dou com meus parentes, ainda mais os TJs que são bem próximos, e não tenho amizades lá.

Não aguento mais uma família e uma seita me oprimindo e impedindo de ser quem eu sou, com toda essa pressão psicológica. Até com coisas bestas me oprimem, como uma depilação. E obrigando a eu cortar o cabelo, pois ele é meio cacheado. Pelo amor! Por que?!

O que eu faço? Como sair daquele inferno que quase arruína minha vida com essa situação, com essa "ameaça", por assim dizer?
Com sua inteligência vc deve saber que não e nenhuma organização que condena o homossexualismo, mas a própria BÍBLIA. Tem todo o direito de não querer seguir. Mas pelo amor né, não sejamos hipócritas parciais.
Deusmeodeia
Troll desativado
 
Mensagens: 106
Data de registro: 26 Jun 2017 19:48
Localidade: Paraná

Re: Eu não aguento mais ser TJ e não sei o que fazer.

Nova mensagempor BrunoBernardes em 27 Jul 2017 22:10

Deus te Odeia, pelo visto não é só a bíblia que condena o homossexualismo, não é?
Resposta padrão para agradar a todos: "Talvez" sim "talvez" não.
O que esta oculto cria um certo interesse, o que é revelado apaga o brilho (não se iluda comigo).
Não me iludo, tudo permanecerá do jeito que tem sido (Gilberto Gil).
Avatar de usuário
BrunoBernardes
Forista
Forista
 
Mensagens: 1740
Data de registro: 29 Jul 2016 17:21
Localidade: Não quero responder

Re: Eu não aguento mais ser TJ e não sei o que fazer.

Nova mensagempor Sra Winchester em 27 Jul 2017 22:15

E Deus amou tanto o mundo que deu seu filho para que TODO aquele que nele crê, não morra, mas tenha vida eterna.

TODOS, menos os homossexuais?! Não entendi. Será que esse livro mencionado é confiável?!
Avatar de usuário
Sra Winchester
Forista
Forista
 
Mensagens: 167
Data de registro: 06 Fev 2017 09:53
Localidade: Paraná

AnteriorPróximo

Retornar para Apresentações

Quem está online

Usuários vendo este fórum: Nenhum usuário registrado online e 12 visitantes