como fazer minha esposa sair da religião : Apresentações - Page 5
Seja Bem-Vindo Testemunhas de Jeová - Ex Testemunhas de Jeová. Clique aqui e cadastre-se para participar


como fazer minha esposa sair da religião

Espaço para os foristas se apresentarem e mostrarem suas expectativas e depoimentos.

Apresente-se aqui e receba as boas vindas!

Re: como fazer minha esposa sair da religião

Nova mensagempor Debora em 22 Out 2015 20:15

joquan escreveu:Como você nunca foi tj, todos os argumentos que você usar para dissuadir tua esposa da religião, ela talvez encare como uma questão de ser o marido um opositor, por desconhecer a "verdade". E como existem inúmeros relatos de esposas que tiveram maridos opositores, mas pelo fato de elas permanecerem firme na religião, acabou mais tarde o marido virando tj também. Como a tua esposa, ouve esses relatos, talvez ela tenha esperanças de um dia você ser mais um desses.


Marcelo,
Endosso ipsis litteris a fala do Joquan.

Já contei aqui como o fanatismo destruiu o casamento dos meus pais e o sufoco que fomos submetidos em decorrência disto.
Por experiência posso dizer que tudo caminha para três situações:
1) você vir um dia a se tornar uma tj
2) permanecerem juntos mas cada um na sua em nome da família
3) cada um toma seu rumo
Testemunhas de Jeová
O que será que elas não te contam?
http://www.pontosdefe.blogspot.com.br
Avatar de usuário
Debora
Moderadora
Moderadora
 
Mensagens: 5786
Data de registro: 21 Dez 2010 10:07
Localização: Santana
Localidade: São Paulo

Re: como fazer minha esposa sair da religião

Nova mensagempor The Lord em 23 Out 2015 00:53

Marcelo Navarro escreveu:Eu penso que vc precisa amar mais sua esposa (não que vc não faça isso) refutar mesmo com argumentos lógicos e bem elaborado (ou a maneira como vc está fazendo) de nada adiantará. Sua esposa e a Torre encara isso como perseguição de Satanás (por vc não ser menbro não tem direito de opinar) é mais ou menos assim que pensam.
Meu conselho: tenta ser um marido melhor, sair mais com sua esposa (coisas simples como tomar um sorvete etc...) Testemunhas de Jeová foram treinadas com a mentalidade de que não existe segurança fora dos muros da torre. Faça ela sentir segurança em vc! Quanto mais vc insistir com tais argumentos mais ela vai encarar como perseguição de Satanás.
Marque um compromisso num dia reunião com ela e faça ela as perder aos poucos...
Se associe mais com pessoas de fora da religião, convide pessoas que ela gosta para frequentar sua casa que não seje testemunhas de Jeová. Ela vai aos poucos vendo que existe sim vida fora da torre.
Sua esposa é uma vítima desse sistema da torre mas com muito amor vc consegue regata-la!
Me solidarizo por vc. Mantenha a calma e ame a sua esposa acima de tudo, ela precisa desse amor.
Ela não tem culpa desse véu que a cega.
Abraços e nos mantenha informados!


Endosso esse conselho, mas acrescento conselhos com outras estrategias. (VC JÁ JOGOU XADREZ?)

1 - Sua sogra é esperta, nunca gostou de voce e aproveitou a parte emocional da filha com a perda do pai e se vitimou perante a filha e te ataca usando a filha e a neta. (Fique esperto, quanto mais vc se irritar, mas sua sogra vai vencer)

2 - Dê um voto de confiança a sua esposa (senão o seu casamento já era e seu acesso a sua filha ficará pior) MUDE SUA ESTRATEGIA, PERMITA QUE SUA ESPOSA FAÇA O QUE QUISER... A SUA SOGRA VAI FICAR COM A PULGA ATRAS DA ORELHA...

3 - A sua preocupação é com a sua filha (pois sua esposa sempre foi tj, só se afastou por brigas com a mãe ( ponto fraco da sua esposa BRIGA COM A MAE) ou seja vc permitindo a esposa de seguir o rumo, a sua sogra que não gosta de voce, te atacará de outras formas (A ESPOSA VERÁ QUE OS ATAQUES SÃO INJUSTOS, POIS VC PERMITE AGORA QUE ELA SEJA TJ) É NESSA HORA QUE VC VIRA O JOGO. (de tempo ao tempo),

4 - A sua esposa tem toda a liberdade de seguir a fé dela, VOCE NÃO TERÁ AUTORIDADE PARA IMPEDIR ISSO, ELA SÓ SAIRÁ, SE ELA QUISER, MESMO QUE ELA SAIBA DE TODA A VERDADE,

5 - Quanto a criação da sua filha, JÁ QUE VC NÃO INTERFERIRÁ MAIS NO CAMINHO DA MAE, ela com certeza interferirá, mostrando os ensinamentos biblicos a filha, etc... Vc não deverá ficar preocupado com isso, pois ESTANDO CASADO, ou seja MORANDO JUNTOS, vc terá mais acesso a filha, podendo leva-la a aniversários, brincando de coelhinho da pascoa, mostrando a alegria do natal com seus parentes, ou seja mostrando que na pratica e sua filha vai perceber a chatice de ser TJ. Agora seria importante VC FAZER UM ACORDO DESDE JÁ SOBRE A CRIAÇÃO DA FILHA, PEDINDO QUE A CRIAÇÃO DELA SEJA LIVRE DE FÉ E QUE ESSA ESCOLHA SEJA DA FILHA QUANDO TIVER MAIS IDADE.

6 - Caso vc se separe (a sua sogra que não gosta de voce, se sentirá vencedora) Caso vc brigue por causa da fé (sua sogra ficará mais forte em relação a esposa) Caso vc entre em acordo com sua esposa, nao interferindo na fé dela, mas que ela aceita a livre criação da filha, em relação a fé, que para não haver mais brigas, (assim como sua esposa brigou com a sogra por insistir na fé), a filha de voces decidirá quando estiver mais amadurecida com tudo isso. A sua esposa terá liberdade de leva-la ao salão, assim como voce tera liberdade de leva-la aos aniversarios, festas juninas, festas da familia e natal (E COM CERTEZA SUA FILHA, PERCEBERÁ A DIFRENÇA DE ALEGRIA, DE FALO DE CARTERINHA.... NENHUMA CRIANÇA GOSTA DE SALÃO OU CAMPO... NEM A SUA ESPOSA GOSTAVA...ENTÃO NAÕ SE PREOCUPE.)

7 - Por ultimo, siga o exemplo de Salamão e diga pra sua esposa que não partirá a filha ao meio, por isso vc cede... a esposa de seguir a fé dela, mas a filha terá a liberdade de escolha. E AME MAIS SUA ESPOSA, PARA DE BRIGAR, DE FALAR MAL DA SOGRA, OLHE MAIS PRA SUA FILHA... BRINGUE MAIS COM SUA FILHA, MOSTRE O AMIGO QUE VOCE É PRA PEQUENA... ESQUEÇA A SOGRA... VC VAI VENCE-LA, POR MOSTRAR PRA SUA ESPOSA QUE VC É UM OTIMO MARIDO E PAI, NÃO SENDO UM TJ, VC VAI DESMASCARAR A SOGRA E MOSTRAR QUE O INTERESSE DA SOGRA O TEMPO TODO ERA SEPARAR, MAS NÃO CONSEGUIU...

Palavras de um jogador de xadrez.. Fique com Deus e relaxa...
" Porque nada há encoberto que não haja de revelar-se, nem oculto que não haja de saber-se." Mateus 10.26
Avatar de usuário
The Lord
Forista
Forista
 
Mensagens: 121
Data de registro: 06 Out 2015 01:03
Localidade: Rio de Janeiro

Re: como fazer minha esposa sair da religião

Nova mensagempor Lourisvaldo Santana em 23 Out 2015 06:50

Debora escreveu:
joquan escreveu:Como você nunca foi tj, todos os argumentos que você usar para dissuadir tua esposa da religião, ela talvez encare como uma questão de ser o marido um opositor, por desconhecer a "verdade". E como existem inúmeros relatos de esposas que tiveram maridos opositores, mas pelo fato de elas permanecerem firme na religião, acabou mais tarde o marido virando tj também. Como a tua esposa, ouve esses relatos, talvez ela tenha esperanças de um dia você ser mais um desses.


Marcelo,
Endosso ipsis litteris a fala do Joquan.

Já contei aqui como o fanatismo destruiu o casamento dos meus pais e o sufoco que fomos submetidos em decorrência disto.
Por experiência posso dizer que tudo caminha para três situações:
1) você vir um dia a se tornar uma tj
2) permanecerem juntos mas cada um na sua em nome da família
3) cada um toma seu rumo



ipsis litteris
Ipsis litteris (diga /ípsis líteris/), “com as mesmas letras”, é uma das muitas expressões usadas na linguagem culta para indicar que alguma coisa está sendo transcrita literalmente, com toda a exatidão: “O texto a seguir é a reprodução ipsis litteris da carta enviada por Stálin em 1946″. Uma expressão similar é ad litteram (“ao pé da letra”), embora esta possa também significar outra nuança de “literalmente”, como se pode ver na frase “O erro dos pesquisadores foi tomar esses provérbios populares ad litteram“.


Essa Dulci...


http://sualingua.com.br/2009/05/05/ipsis-litteris/
Testemunhas de Jeová
O que elas não lhe contam? (399 páginas)

Apresentação e opções de Download aqui:

http://www.pontosdefe.blogspot.com.br
Avatar de usuário
Lourisvaldo Santana
Moderador
Moderador
 
Mensagens: 2661
Data de registro: 20 Fev 2015 16:59
Localização: Guadalupe
Localidade: Piauí

Re: como fazer minha esposa sair da religião

Nova mensagempor Marcelog em 23 Out 2015 10:02

Bom dia pessoal.
Agradeço a todos que tem postado dicas e sugestões aqui no forum e vou destacar um ponto importante que o The Lord mencionou: Sua sogra é esperta...
Muito esperta mesmo no sentido de levar a filha para o lado dela novamente.
Vou descrever um acontecido aqui que talvez eu ainda não tenha mencionado.

Durante todos esses 6 anos e pouco de casamento vivemos uma vida financeira saudável, porém com as adversidades da economia a empresa que eu tinha veio a falir e eu acumulei problemas financeiros.
Eu consegui um emprego na minha área onde fiquei por 3 meses, mas não pude continuar devido aos próprios problemas financeiros, pois pessoas que tem problemas financeiros não podem trabalhar na área financeira. Nesses 3 meses que fiquei no emprego cumprindo horário, minha esposa nas viagens que tinha que fazer passou a ter a mãe dela como companhia e não mais eu. Foi ai que tudo começou a mudar e ela voltou a frequentar a reuniões e tal.

Depois que isso aconteceu, um dia tive a infelicidade de receber uma carona de minha sogra, e nessa carona ela veio com o seguinte papinho: "- Oi Marcelo, fiquei sabendo que vocês estão com problemas financeiros graves e eu vim agora para a gente conversar para ver se conseguimos resolver isso de uma vez por todas"
Eu fiquei furioso e foi ai que "cuspi" tudo o que tinha que "cuspir" na cara dela de tudo isso que ela vem proporcionando, por que o seguinte pessoal, ela não tem nenhuma condição financeira de nos ajudar a pagar nossas contas, ela tem uma situação pior que a nossa, então com certeza vinha com papinho de estudo para ver se eu tinha a cabeça fraca igual a certas pessoas.
Fica aqui a minha curiosidade... O que será que ela usou para com minha esposa em argumentação para problemas financeiros, pois foi a partir dai que as coisas mudaram em definitivo.
Eu preciso saber para entender o que se passa na cabeça de minha esposa...

Grande abraço a todos...
Marcelog
Novo (a) Forista
Novo (a) Forista
 
Mensagens: 46
Data de registro: 14 Jul 2015 08:37
Localidade: Paraná

Re: como fazer minha esposa sair da religião

Nova mensagempor uma_aprendiz em 23 Out 2015 12:58

Marcelo Navarro escreveu:Eu penso que vc precisa amar mais sua esposa (não que vc não faça isso) refutar mesmo com argumentos lógicos e bem elaborado (ou a maneira como vc está fazendo) de nada adiantará. Sua esposa e a Torre encara isso como perseguição de Satanás (por vc não ser menbro não tem direito de opinar) é mais ou menos assim que pensam.
Meu conselho: tenta ser um marido melhor, sair mais com sua esposa (coisas simples como tomar um sorvete etc...) Testemunhas de Jeová foram treinadas com a mentalidade de que não existe segurança fora dos muros da torre. Faça ela sentir segurança em vc! Quanto mais vc insistir com tais argumentos mais ela vai encarar como perseguição de Satanás.
Marque um compromisso num dia reunião com ela e faça ela as perder aos poucos...
Se associe mais com pessoas de fora da religião, convide pessoas que ela gosta para frequentar sua casa que não seje testemunhas de Jeová. Ela vai aos poucos vendo que existe sim vida fora da torre.
Sua esposa é uma vítima desse sistema da torre mas com muito amor vc consegue regata-la!
Me solidarizo por vc. Mantenha a calma e ame a sua esposa acima de tudo, ela precisa desse amor.
Ela não tem culpa desse véu que a cega.
Abraços e nos mantenha informados!


Li tudo hoje e pensei em falar algo nesse sentido também.

Talvez seja melhor parar um pouco de discutir. Ela já sabe que vc tem 1001 argumentos contra, fora os que vc ainda não usou (guarde-os bem.... tudo que já foi lido aqui), mas bater na tecla agora acabará de vez com o casamento , e com o apoio da mãe e de toda a congregação.

Faça como disse aqui o amigo. Faça. Não fale mais. Seja a pessoa que ela queira ter ao lado. Como já foi dito tb por outros colegas, seja um ótimo pai, ótimo marido, ajude nas coisas em casa, programe passeios em família e também a dois! Como um porto seguro. Ela precisa confiar em vc e "ter o que perder" para parar de ouvir um pouco essa mãe. Para quando a mãe falar mal de vc ela te defenda!

As sementes que vc lançou estão lá..... se a dúvida surgir ou qdo algo a decepcionar ali, ela vai se lembrar das suas conversas.

Apenas minha opinião (sou afastada, casada com uma pessoa que nunca foi TJ e com pais mega fervorosos que me assediam muito, mas os mantenho lá e nós aqui, embora os ame demais).
Inativa há 7 anos, liberta mentalmente dos ensinos do C.G. há 11 anos.
Avatar de usuário
uma_aprendiz
Forista
Forista
 
Mensagens: 232
Data de registro: 18 Jul 2014 19:46
Localidade: São Paulo

Re: como fazer minha esposa sair da religião

Nova mensagempor igariolo em 23 Out 2015 13:45

Guardar o rancor, bater de frente, não vai levar ninguém a lugar nenhum.

Brigar dificilmente prova um conceito, (para ambos, ela e ele). Respeite as decisões dela, exija respeito.
E cara, não corte a comunicação, sem isso não tem casamento. Você ama ela, e ao contrário pelo visto é verídico....
Mas seja claro, e respeite as decisões da filha quando ela estiver tomando suas decisões.
Avatar de usuário
igariolo
Novo (a) Forista
Novo (a) Forista
 
Mensagens: 31
Data de registro: 16 Out 2015 14:41
Localidade: Não quero responder

Re: como fazer minha esposa sair da religião

Nova mensagempor The Lord em 23 Out 2015 18:23

Marcelog escreveu:Bom dia pessoal.
Agradeço a todos que tem postado dicas e sugestões aqui no forum e vou destacar um ponto importante que o The Lord mencionou: Sua sogra é esperta...
Muito esperta mesmo no sentido de levar a filha para o lado dela novamente.
Vou descrever um acontecido aqui que talvez eu ainda não tenha mencionado.

Durante todos esses 6 anos e pouco de casamento vivemos uma vida financeira saudável, porém com as adversidades da economia a empresa que eu tinha veio a falir e eu acumulei problemas financeiros.
Eu consegui um emprego na minha área onde fiquei por 3 meses, mas não pude continuar devido aos próprios problemas financeiros, pois pessoas que tem problemas financeiros não podem trabalhar na área financeira. Nesses 3 meses que fiquei no emprego cumprindo horário, minha esposa nas viagens que tinha que fazer passou a ter a mãe dela como companhia e não mais eu. Foi ai que tudo começou a mudar e ela voltou a frequentar a reuniões e tal.

Depois que isso aconteceu, um dia tive a infelicidade de receber uma carona de minha sogra, e nessa carona ela veio com o seguinte papinho: "- Oi Marcelo, fiquei sabendo que vocês estão com problemas financeiros graves e eu vim agora para a gente conversar para ver se conseguimos resolver isso de uma vez por todas"
Eu fiquei furioso e foi ai que "cuspi" tudo o que tinha que "cuspir" na cara dela de tudo isso que ela vem proporcionando, por que o seguinte pessoal, ela não tem nenhuma condição financeira de nos ajudar a pagar nossas contas, ela tem uma situação pior que a nossa, então com certeza vinha com papinho de estudo para ver se eu tinha a cabeça fraca igual a certas pessoas.
Fica aqui a minha curiosidade... O que será que ela usou para com minha esposa em argumentação para problemas financeiros, pois foi a partir dai que as coisas mudaram em definitivo.
Eu preciso saber para entender o que se passa na cabeça de minha esposa...

Grande abraço a todos...



Acredito que não foi sua sogra que levou à sua esposa, acho que tanto a mãe como a filha estavam se sentindo distantes uma da outra e pode ser que na relação entre vcs dois na ocasião estivesse um pouco conturbado, levando sua esposa a ter saudades da mãe e na vida que levavam... Em vez de vc perguntar o que há de errado na sua esposa... Veja um pouco mais o seu lado , as suas atitudes, tente esquecer um pouco sua sogra e pensa mais na sua relação e na sua filha. Quanto à sua sogra, ela já sabe seu ponto fraco... Lembre-se mude de estratégia...
" Porque nada há encoberto que não haja de revelar-se, nem oculto que não haja de saber-se." Mateus 10.26
Avatar de usuário
The Lord
Forista
Forista
 
Mensagens: 121
Data de registro: 06 Out 2015 01:03
Localidade: Rio de Janeiro

Re: como fazer minha esposa sair da religião

Nova mensagempor Marcelog em 06 Nov 2015 20:47

Boa noite a todos e em especial aqueles que conhecem o meu drama de perto.
Hoje foi um péssimo dia para mim, pois devido a fatores dos últimos dias aconteceu a gota d'agua e eu explodi.
Essa explosão levou a uma série de discussões e pude perceber que está muito mais difícil do que eu imaginava eu consegui fazer com que ela veja o rumo que está tomando.
Eu pude perceber que no meu entendimento, não existe milagre que consiga fazer ela abrir os olhos.
Estou me sentindo um derrotado e sem mais forças para lutar.
Recebi um conselho da Débora aqui que eu não gostaria de ver as alternativas, que foram três: eu me tornar tj, cada um na sua ou cada um no seu rumo.
Infelizmente tudo indica que tudo está se encaminhando para cada um no seu rumo, pois eu TJ, nem morto, cada um na sua se torna impossível eu conviver com uma pessoa que crê em absurdos e defende com unhas e dentes.
A terceira alternativa, cada um no seu rumo é a mais triste, mas não consigo mais. Eu estou ficando maluco, não consigo dormir a noite direito pensando nisso. Peço a Deus todas as noites para me ajudar, mas não vejo nada acontecer, pelo contrário, só piora a situação.
Moro numa cidade que fica a 60 km da cidade de que nasci e me criei.
Estou começando a contactar algumas pessoas para ver se consigo um emprego na minha cidade natal para recomeçar.
O maior problema é a distância com minha filha que neste mês completa 3 aninhos.
Terei que conviver com a tristeza de ficar longe dela, mas engolir goela abaixo essa traição que está acontecendo é muito duro.
Ela nunca vai deixar de ser minha filha, é duro, mas no momento não vejo saída.
Estou sem saída.
Impotente perante essa situação...
Lastimável, não tenho palavras, é bem pior do que imaginava.
Eu não queria falar isso, mas acredito que essa batalha eu perdi...
Pessoal, desculpa o desabafo...
Boa noite a todos...
Marcelog
Novo (a) Forista
Novo (a) Forista
 
Mensagens: 46
Data de registro: 14 Jul 2015 08:37
Localidade: Paraná

Re: como fazer minha esposa sair da religião

Nova mensagempor Debora em 06 Nov 2015 21:48

Caro Marcelo,

Inicialmente, respire fundo.

Textualmente o que eu te disse outro dia foi o seguinte:
Já contei aqui como o fanatismo destruiu o casamento dos meus pais e o sufoco que fomos submetidos em decorrência disto.
Por experiência posso dizer que tudo caminha para três situações:
1) você vir um dia a se tornar uma tj
2) permanecerem juntos mas cada um na sua em nome da família
3) cada um tomar seu rumo


Veja que não foi um conselho. O que eu narrei, foi um fato ocorrido dentro da minha família.
Da forma como você vinha narrando, não existem muitas alternativas além destas que citei. Portanto, fatalmente você haveria de se encaixar em uma delas.

Qualquer que seja sua decisão, não a encare como derrota. Entenda-a como "ESCOLHA'.

Continuamos aqui para ouvir o que desejar falar.
:D1
Testemunhas de Jeová
O que será que elas não te contam?
http://www.pontosdefe.blogspot.com.br
Avatar de usuário
Debora
Moderadora
Moderadora
 
Mensagens: 5786
Data de registro: 21 Dez 2010 10:07
Localização: Santana
Localidade: São Paulo

Re: como fazer minha esposa sair da religião

Nova mensagempor Marcelog em 06 Nov 2015 22:13

Complicado Debora...
Marcelog
Novo (a) Forista
Novo (a) Forista
 
Mensagens: 46
Data de registro: 14 Jul 2015 08:37
Localidade: Paraná

Re: como fazer minha esposa sair da religião

Nova mensagempor The Lord em 07 Nov 2015 01:22

Marcelog escreveu:Estou me sentindo um derrotado e sem mais forças para lutar.

Recebi um conselho da Débora aqui que eu não gostaria de ver as alternativas, que foram três: eu me tornar tj, cada um na sua ou cada um no seu rumo.
Infelizmente tudo indica que tudo está se encaminhando para cada um no seu rumo, pois eu TJ, nem morto, cada um na sua se torna impossível eu conviver com uma pessoa que crê em absurdos e defende com unhas e dentes.
A terceira alternativa, cada um no seu rumo é a mais triste, mas não consigo mais. Eu estou ficando maluco, não consigo dormir a noite direito pensando nisso. Peço a Deus todas as noites para me ajudar, mas não vejo nada acontecer, pelo contrário, só piora a situação.

Eu não queria falar isso, mas acredito que essa batalha eu perdi...


Boa noite...

Me desculpe minha sinceridade... Vc viu 3 alternativas que a forista comentou... Mas eu te dei uma 4ª opção (Mudança de sua estrategia), nessa mudança, FOCADO EM VOCE, nas suas atitudes, no seu modo de agir, E NÃO NA SUA ESPOSA E SOGRA...

Indo embora, voce não estará ajudando ninguem, apenas mostrando a sua esposa que essa era a sua vontade o tempo todo e que a sua sogra estava certa... Voce tambem estará perdendo uma futura aliada.. A SUA FILHA... QUE NUNCA TE PERDOARÁ SE VOCE FOR EMBORA, POR CAUSA DE UMA RELIGIÃO...

Não fuja... pense... pense... pare de pensar em voce... pense NA SUA FAMILIA E FILHA... (VOCE NÃO QUER O MELHOR PRA ELAS?) ENTÃO MUDE DE ESTRATEGIA... Ofereça AMOR e receberá AMOR... ofereça ODIO e receberá isso.

Relaxe mais, deixe de ver o ponto preto (religiao) e olhe o quadro branco (a sua esposa te ama e sua filha tambem)... Voce acha que se Deus te respondesse, ele iria te dizer que ERA PRA VOCE IR EMBORA? PENSE...

Boa Noite...
" Porque nada há encoberto que não haja de revelar-se, nem oculto que não haja de saber-se." Mateus 10.26
Avatar de usuário
The Lord
Forista
Forista
 
Mensagens: 121
Data de registro: 06 Out 2015 01:03
Localidade: Rio de Janeiro

Re: como fazer minha esposa sair da religião

Nova mensagempor Debora em 07 Nov 2015 08:44

Longe de desejar incentivar uma separação, até porque estou casada a 41 anos, entendo que este espaço é um local para debates e narrativas de experiências de vida.
E pensando assim, gostaria de falar um pouco mais a respeito DA MINHA HISTORIA REAL.

Apesar do meu pai, por pressão religiosa ter abandonado minha mãe com seus nove filhos para criar, nunca senti hostilidade por parte dos meus irmãos a ele. Exceto uma irmã minha que é pioneira regular a mais de 40 anos e é com quem minha mãe reside a cerca de 15 meses. Mas esta hostilidade também tem uma explicação.
Muito cedo minha irmã optou por ser pioneira. Trabalhar para ela não era algo agradável e nem prioritário, chegando a considerar isto um sacrifício e no consciente dela talvez atribuísse esta necessidade ao nosso estado de abandono causado pelo meu pai. Ela trabalhou pouquíssimo tempo, apenas o suficiente para arrumar seu "enxoval" e sair como pioneira especial.

Por várias vezes minha mãe acolheu meu pai de volta. As vezes doente. Mas a causa da separação sempre o fazia partir novamente.
Meu pai faleceu quando eu ainda era testemunha de jeová. Foi a óbito sozinho, abandonado, encontrado morto já em decomposição pelas autoridades locais. Logo que a notícia chegou eu me desloquei até Santa Luzia -BH, para cuidar do enterro. Minha mãe também foi mas com a declaração expressa de que iria para ver se conseguia receber uma aposentadoria. Algo que não conseguiu.

Entretanto, o pai ausente deixou o caminho livre para passarmos muitos vexames. Nas mãos de anciãos que tentavam ocupar o espaço com seus "amorosos" conselhos crescemos oprimidos dentro de padrões autoritários que estes sim, causaram revolta entre meus irmãos. Hoje tenho uma irmã desassociada, duas irmãs afastadas e um irmão que jamais aceitou ser testemunha de jeová, tenho ainda a irmã pioneira e outra com 78 anos que também é tj. Categoricamente afirmo que todos carregam mágoas profundas. Talvez não admitam mas sinto que indiretamente culpam minha mãe.

A ausência paterna nos obrigou a lutar pela vida precocemente. Desde meus oito anos de idade, não me lembro de ter conquistado nada a não ser com muito trabalho.
Também nos colocou à disposição de inescrupulosos. Com esta idade, era obrigada a ir passar dias com minha irmã para ajudar cuidar dos filhos dela e também porque era uma forma de ter uma boca a menos para comer em casa. E foi este ancião, marido da minha irmã que cometeu abusos durante anos.
Anos atrás minhas irmãs disseram que também eram assediadas por ele. E, recentemente, muito recentemente, soube pela própria neta que ele também assediava ela e a irmã dela.

Sou a caçula e em algum momento, sempre estou por perto quando necessitam. Tenho relacionamento excelente com os que já não frequentam o salão. Todos sabem da minha atuação como dissidente.

Isto posto digo o seguinte: os tempos mudaram. Pai dentro de casa não significa "PAI PRESENTE". Temos aqui no Fórum pais que embora separados, são genuinamente amigos, colaboradores, parceiros dos filhos.

Enfim, é uma situação/decisão que deve ser pensada, analisada de cabeça fria, de forma muito consciente, planejada.
Testemunhas de Jeová
O que será que elas não te contam?
http://www.pontosdefe.blogspot.com.br
Avatar de usuário
Debora
Moderadora
Moderadora
 
Mensagens: 5786
Data de registro: 21 Dez 2010 10:07
Localização: Santana
Localidade: São Paulo

Re: como fazer minha esposa sair da religião

Nova mensagempor Marcelog em 07 Nov 2015 10:47

Bom dia The Lord e Debora.
Tudo bem com vocês?
The Lord, eu achei muito interessante o seu comparativo com um jogo de xadrez, pois também jogo xadrez desde os meus 7 anos de idade, e realmente nesse meu caso estratégia é a palavra de ordem... Porém, antes, quando adolescente eu tinha muita paciência e era muito bom jogador de xadrez, muito bom de estratégia, sendo que cheguei até a ganhar alguns campeonatos. Hoje não tenho mais a mesma paciência que tinha antigamente.
Meu principal problema é que eu não casei com esta mulher que está comigo hoje, eu casei com outra mulher, totalmente diferente, de bem com a vida e que em todas as palavras dava a entender que nunca retornaria ao salão...
Então, eu larguei meu emprego, minha família e meus amigos na cidade onde morava, eu era funcionário de carreira em um banco e por último era imediato do gerente geral da agência, isso há 7 anos, para casar com ela e trabalhar junto.
Hoje o que estou vivendo é uma grande traição, pois por diversas vezes mentiu que ia fazer uma coisa para ir no salão, mentiu que ia fazer outra coisa para ir junto com a mãe dela no campo, e a principal traição é que ela mudou da água para o vinho, está uma pessoa amarga e não tenho mais diálogo com ela. Está insuportável...
As estratégias que você me passou realmente são muito interessantes, mas o problema é ter que engolir tudo isso que está acontecendo, é muito difícil.
Ontem eu fui dramático e cheguei a conversar com ela e dar um exemplo sobre a nossa filha que se um dia precisar de uma transfusão de sangue e for a única forma de salvamento, o que aconteceria. Fiquei pasmo em ouvir que a decisão dela seria não fazer a transfusão. Então é uma cegueira muito profunda que está ficando impossível conviver. Está muito difícil The Lord...

Debora, realmente sua história foi complicada e você deve imaginar mesmo o que acontece dentro de minha cabeça.
Realmente pai em casa não quer dizer pai presente.
O problema é que eu não quero sair daqui de casa, deixar a minha filha a mercê de tudo isso, mas não consigo engolir os acontecimentos.
Já comecei a fazer alguns contatos para ver se me coloco profissionalmente novamente na cidade em que mora minha família, e vai ser duro, muito duro... Só de estar escrevendo isso aqui já comecei a chorar Debora... Mas eu realmente não consigo mais conviver com isso. O problema é a minha filhinha que é linda e maravilhosa... Mas sinceramente não sei, não sei mesmo...

Abraço a todos...
Marcelog
Novo (a) Forista
Novo (a) Forista
 
Mensagens: 46
Data de registro: 14 Jul 2015 08:37
Localidade: Paraná

Re: como fazer minha esposa sair da religião

Nova mensagempor Debora em 07 Nov 2015 13:11

Caro Marcelo,
Se me permite uma sugestão. Aproveite o final de semana e saia só você e sua filhinha. Esqueça por um pouco a seita. Vá curti-la.
Depois você reavalia tudo com muita calma.
Testemunhas de Jeová
O que será que elas não te contam?
http://www.pontosdefe.blogspot.com.br
Avatar de usuário
Debora
Moderadora
Moderadora
 
Mensagens: 5786
Data de registro: 21 Dez 2010 10:07
Localização: Santana
Localidade: São Paulo

Re: como fazer minha esposa sair da religião

Nova mensagempor Marcelog em 13 Nov 2015 12:59

Boa tarde pessoal.
Faz tempo que não relato nada aqui dos acontecimentos.
Então... eu entendo todos os conselhos que estão me passando e estou tentando fazer, porém às vezes sobe o sangue por não conseguir aceitar pessoas controlando a mente de minha esposa.
Fiquei alguns dias dando um gelo nela, não falando com ela, apenas falando o necessário (um pouco infantil talvez), mas fiz isso.
Ontem entramos numa discussão, e vendo que ela está irredutível com relação a frequencia dela no salão, tentei fazer um acordo.
Falei para ela. Amor, veja só, você sabe que eu não estou satisfeito com relação a você estar indo ao salão, mas não posso mandar em você. Mas estou sentido falta de você em casa. Você vai na quinta e no sábado. Vamos entrar num acordo. Vai na quinta e fica em casa no sábado, com a sua familia, eu você e a nossa filha. Poxa... no sábado que é o melhor dia para descontrair, coisa e tal, você vai lá e eu fico aqui só eu e a nossa filha. Eu sinto falta de ficar junto...
Ela cedeu em partes. Ela me falou que em uma semana vai no sábado e na outra semana vai no domingo em uma cidade que é divisa de onde moramos, para não deixar de ir e não perder a sequencia das reuniões. Sendo assim eu não me alonguei mais na discussão e aceitei temporariamente esse acordo, para ela ver que eu sinto falta dela em casa.
O que vocês me dizem, pode ser uma boa estratégia ou não amigos?
Grande abraço a todos...
Marcelog
Novo (a) Forista
Novo (a) Forista
 
Mensagens: 46
Data de registro: 14 Jul 2015 08:37
Localidade: Paraná

AnteriorPróximo

  • Tópicos Similares
    Respostas
    Exibições
    Última mensagem

Retornar para Apresentações

Quem está online

Usuários vendo este fórum: Nenhum usuário registrado online e 10 visitantes