Página 1 de 6

Arte ou pedofilia?

Nova mensagemEnviado: 29 Set 2017 17:22
por sscoss
Alguém mais viu o vídeo do museu de arte moderna MAM, onde colocam uma menina para tocar um homem pelado?

Muitos não consideraram pedofilia, mas se está assim hoje como será que vai estar daqui alguns anos?

Re: Arte ou pedofilia?

Nova mensagemEnviado: 29 Set 2017 17:47
por TJCalado
Isso pra mim vai além da pedofilia. A pedofilia é uma perversão que faz um indivíduo adulto se sentir atraído sexualmente por crianças. Mas geralmente o pedófilo age na surdina. Ele é sutil. E muitas vezes tem sentimentos de culpa em relação ao seu comportamento.
Do meu ponto de vista, esse episódio aí mostra um desvio ainda maior. Na psicopatia, o indivíduo demonstra comportamentos antissociais e amorais sem demonstração de arrependimento ou remorso. Esse cara demonstra um comportamento pelo menos chocante, sem o menor problema. Não sei se aqueles toques estavam limitados a crianças. Talvez estivesse disponível a adultos também, não sei. Será que alguém adulto o tocou também? Mesmo assim, qualquer pessoa normal se sentiria constrangida com outra tocando-lhe o seu corpo nu em público, principalmente uma criança.
Para mim isso é um sintoma de algo muito mais sórdido que a pedofilia. Um sintoma de um distúrbio do "artista" que se dispôs a fazer isso, bem como da parcela da sociedade que enta explicar a situação como uma manifestação artística.

Re: Arte ou pedofilia?

Nova mensagemEnviado: 29 Set 2017 17:54
por Lourisvaldo Santana
NOTA DE ESCLARECIMENTO
O Museu Arte de Moderna de São Paulo informa que a performance 'La Bête', que está sendo questionada em páginas no Facebook, foi realizada na abertura da Mostra Panorama da Arte Brasileira, em apresentação única.
A sala estava devidamente sinalizada sobre o teor da apresentação, incluindo a nudez artística, seguindo o procedimento regularmente adotado pela instituição de informar os visitantes quanto a temas sensíveis.
O trabalho apresentado na ocasião não tem conteúdo erótico e trata-se de uma leitura interpretativa da obra Bicho, de Lygia Clark, historicamente reconhecida pelas suas proposições artísticas interativas.
Importante ressaltar que o material apresentado nas plataformas digitais não apresenta este contexto e não informa que a criança que aparece no vídeo estava acompanhada e supervisionada por sua mãe. As referências à inadequação da situação são resultado de desinformação, deturpação do contexto e do significado da obra.
O MAM reafirma que dedica especial atenção à orientação do público quanto ao teor de suas iniciativas, apontando com clareza eventuais temas sensíveis em exposição.
O Museu lamenta as interpretações açodadas e manifestações de ódio e de intimidação à liberdade de expressão que rapidamente se espalharam pelas redes sociais.
A instituição acredita no diálogo e no debate plural como modo de convivência no ambiente democrático, desde que pautados pela racionalidade e a correta compreensão dos fatos.


https://www.facebook.com/MAMoficial/pos ... 4126114627

Re: Arte ou pedofilia?

Nova mensagemEnviado: 29 Set 2017 18:29
por Cfcv
Falta de vergonha na cara..e hj tudo é justificado como "arte" :iergh7:

Re: Arte ou pedofilia?

Nova mensagemEnviado: 29 Set 2017 18:32
por indicetj.com
 
 
 
 

Re: Arte ou pedofilia?

Nova mensagemEnviado: 29 Set 2017 18:52
por kooboo
Existe a arte que nos leva a contemplação, a que choca, nos leva a reflexão, passa batido, gera repudio ...
Existe arte mal compreendida - O artista quer passar uma coisa e as pessoas veem outra totalmente contrária.

Eu vi a manchete sobre essa mostra, mas não abri, não me interessa ver "arte desnecessária", tal como aquela que esteva à mostra ha pouco tempo em que vários atores tocavam o anus um do outro. Desnecessária. Que reflexão isso gera? Qual a beleza disso? Qual o questionamento em pauta?

MAS... tem público para isso.

Voltando ao ponto da arte mal compreendida, queria mostrar um exemplo -



Neste clipe uma criança contracena com um adulto dentro de uma jaula - Há quem ache selvagem, sensual, ... vai da cabeça de cada um. Mas o que a artista queria passar?

Clique para: Ver
Somente a relação dela própria com o pai que era alcoólatra. Ela, uma criança que se sentia sem voz diante do problema do pai, eles se amavam... mas uma relação difícil - Vale conferir a história de SIA, pois ela aborda muito esse tema


Voltando à performance em questão. Não vi, não pretendo ver, pois no momento estou mais voltado para outros tipo de arte.

Re: Arte ou pedofilia?

Nova mensagemEnviado: 29 Set 2017 19:14
por kooboo
Eu estava no facebook e acabei vendo o vídeo em uma página...
O comentário que deixei lá, deixarei aqui -

Em 2010 eu estava num hotel em Innsbruck na Áustria. Era inverno e a temperatura lá fora estava muito abaixo de 0C. Na parte de cima do hotel funcionava a academia, sauna e piscina aquecida. Eu e minha namorada fomos para lá. De repente, sai um homem completamente nu da sauna e atravessa toda a área da piscina - onde estavam casais, idosos, jovens, crianças, homens e mulheres - a reação das pessoas que ali estava foi de total desconsideração à ausência de roupas do homem. Ninguém chiou, sussurrou, esbravejou, xingou ou tomou qualquer atitude reprovadora diante do fato. Crianças continuaram brincando, os outros conversando... Pouco depois passou mais um e mais outro. Cada um deles estava com suas respectivas esposas e filhos. A nudez é algo normal e sem maldade para eles. A maldade está unica e exclusivamente nos olhos de quem vê. E provavelmente não está nos olhos dessa criança e nem no homem que está ali deitado fazendo a performance.

no comentário acima eu disse que era uma "arte desnecessária", agora tenho dúvidas sobre isso, talvez seja uma arte para reflexão, justamente essa - A maldade está nos olhos de quem vê.
Talvez nossa sociedade seja conservadora e maldosa demais, quer proteger uma criança de participar numa interação destas - mas não protege as adolescentes que engravidam, não pune o homem que ejacula no pescoço de uma mulher no ônibus - Vivemos numa sociedade conservadora, machista, que julga o que não é para ser julgado, não reflete sobre a inocência, privilegia os maus, tira o foco do que interessa em nome de uma boa e falsa moral.

A criança não deveria estar ali? Talvez não, mas ela estava junto de familiares, não corria 0,000001% de risco de sofrer um estupro. Mas ela estava à vontade e ficou o quanto quis, não houve nada imoral. Ela viu um pênis. Ok, a gente vê peito em copacabana, a gente travestis e putas seminuas em vários quetos de nossas noite, a gente vê sexo na rua, a gente vê um monte de coisa... e aquilo foi uma performance controlada, filmada e responsável.

Então... é uma arte para refletir, antes de condenar, reflita.

Re: Arte ou pedofilia?

Nova mensagemEnviado: 29 Set 2017 20:03
por TJCalado
indicetj.com escreveu: 
 
 
 

Imagem

Re: Arte ou pedofilia?

Nova mensagemEnviado: 30 Set 2017 00:02
por KOSTA
Discordo
Acho desnecessario envolver a criança. Existem milhares de outras opçoes para obter o resultado pretendido pelo "artista". Por exemplo, há muita adolescente com compleição de criança.

Koboo
O ke viste na Austria, conforme te apercebeste, é tipico de locais frequentados pela classe alta e média alta. Não é kualker um ke pode pagar a hospedagem. Realmente ali nao falta nada excepto, talvez, a boa comida brasileira.
Aqui em Portugal todo shopping digno tem um ou mais restaurantes brazileiros. É de comer e chorar por mais! O rodizio entao nem se fala...nunca comi tanta carne na vida.Pensei ke ia virar vampiro, lobo ou outro carnivoro tal foi a carne ingerida...quando fui deitar imaginei a cama quebrando devido ao peso. Comida austriaca? Nao, obrigado. Prefiro a do teu país. Nao trocaria salsichas austriacas por um belo jantar no Chimarrão.

Re: Arte ou pedofilia?

Nova mensagemEnviado: 30 Set 2017 01:35
por kooboo
KOSTA escreveu:Discordo
Acho desnecessario envolver a criança. Existem milhares de outras opçoes para obter o resultado pretendido pelo "artista". Por exemplo, há muita adolescente com compleição de criança.

Koboo
O ke viste na Austria, conforme te apercebeste, é tipico de locais frequentados pela classe alta e média alta. Não é kualker um ke pode pagar a hospedagem. Realmente ali nao falta nada excepto, talvez, a boa comida brasileira.
Aqui em Portugal todo shopping digno tem um ou mais restaurantes brazileiros. É de comer e chorar por mais! O rodizio entao nem se fala...nunca comi tanta carne na vida.Pensei ke ia virar vampiro, lobo ou outro carnivoro tal foi a carne ingerida...quando fui deitar imaginei a cama quebrando devido ao peso. Comida austriaca? Nao, obrigado. Prefiro a do teu país. Nao trocaria salsichas austriacas por um belo jantar no Chimarrão.


Kosta,
Verdade - a comida brasileira é top. Mas sou suspeito para falar... afinal, nasci por aqui, né :lol:
Quando nós brasileiros traçamos um paralelo com a Europa, nada melhor que um Europeu para fechar com a opinião de quem vive aí! Obrigado!

Agora vou te trazer um pouquinho para este caos que é o Brasil, terra de boa comida, natureza generosa e incidentes bizarros a cada manchete.
Alguns dias ocorreu na maior cidade brasileira (São Paulo), em plena hora do rush, na avenida mais nobre e movimentada da cidade, dentro de um ônibus lotado, um dos incidentes mais bizarros - um cidadão botou o pênis para fora, masturbou e gozou no pescoço de uma mulher que estava sentada. Detiveram o tarado.
De acordo com nossas leis, o caso poderia ser enquadrado como estupro, porém o juiz que julgou o caso declarou que não houve estupro e liberou o meliante. Pouquíssimos dias depois ele fez o mesmo e foi preso.
Aqui existe uma onda de conservadorismo e religiosidade enorme. As pessoas veem como maus olhos a liberdade de expressão, a arte, o novo...
Incoerência transborda - as pessoas vão para a Europa e acham lindo viajar de trem, alugar uma bike e passear pelas ciclovias de Amsterdan, passeiam com seus familiares pelo distrito vermelho, fumam maconha, acham linda a liberdade, acham demais ver as garotas de topless em Ibiza ou sob o sol numa praça gramada de qualquer grande cidade, acham lindo como os europeus vivem, acham lindo o respeito que vocês tem pelo espaço individual - Mas não querem absolutamente nada disso aqui.
A elite conservadora brasileira quer usufruir da arte, liberdade, direito de escolhas, ver qualquer tipo de arte --- só quando vai para outro continente. Não querem que os pobres sem condição de viajar tenham acesso a nada - nem arte, nem cultura, nem educação, nem transporte, nem saúde.

Outro incidente - Algumas semanas atrás ou uma exposição em Curitiba (outra boa cidade brasileira dominada pela elite conservadora-rica-branca e que não gostaria que pobre tivesse acesso - Essa exposição era o Queer Museum. Algumas obras dessa exposição eram fortes e questionáveis, como uma 'criança viada' (gay).
A elite não quis essa obra exposta. Era um desenho. E fecharam a exposição.
Só que essa elite que se importa com um desenho mal feito em papel (aquela arte), não se importa com as milhares de crianças brasileiras que são exploradas nas beiras de estradas, que sofrem abusos, que são prostituidas pelos pais. O objetivo da arte não era incentivar que crianças virem gays, mas dizer que crianças são abusadas.
Eles viram a arte mas não viram a realidade. A arte para eles doeu mais que a realidade. Sabe porque? Porque a arte estava onde eles tem acesso e onde eles não querem que uma criança prostituida tenha acesso.

Como podes ver, temos um problema sério de hipocrisia no nosso país.

Estou contextualizando tudo isso para lhe dizer que -
Concordo contigo... ou não tenho uma opinião muito bem formada ainda sobre se a criança deveria ter sido envolvida na exposição do artista nu.
Mas algumas certezas eu tenho -
Eu vi na Austria que crianças viram vários homens nus - e nenhuma delas parecia traumatizada por isso.
O ambiente da exposição era controlado - aquela criança agiu com naturalidade, não sofreu nenhum tipo sequer de abuso.
O objetivo da mostra era instigar o pensamento depois de tudo o que passamos e vimos no nosso país - em sentido jurídico, leis, conservadorismo, uma elite hipocrita, exposições de arte sendo fechadas, crianças sendo abusadas (na vida real), tarados sendo liberados (na vida real), mulheres que apanham, violência doméstica... e o país de lindas paisagens e deliciosa comida, ficando cada vez mais retrogrado, atrasado, tacanho, com uma visão míope, conservador...

Ainda não sei avaliar e dizer se a criança deveria estar ali, mas sei que a nossa sociedade precisa refletir e pensar melhor numa coisa --- Afinal, o que é realmente violento, perigoso, nocivo, indecente?

Re: Arte ou pedofilia?

Nova mensagemEnviado: 30 Set 2017 08:39
por Lehh
Pelo que eu vi da notícia, e a matéria de um site entrevistando dois juízes, não há pedofilia ali, no entanto, isso não significa que seja normal levar uma criança pequena numa exposição desse tipo. Ao que parece, a pessoa responsável pela criança é a que deveria ter evitado tal situação, o museu havia sinalizado o conteúdo, a responsável pela criança entrou com ela porque quis, logo, esta pessoa é quem deve responder. O museu não promoveu a exposição para crianças e avisou sobre o conteúdo, mas tem a responsabilidade de ter permitido a entrada.

Pode ser considerado um tipo abuso , mas não pedofilia.

Como disse o Kooboo, existe a arte com o intuito de chocar, mas isso aí que aconteceu é desnecessário e apelativo.
O nu na arte pode ser para chocar, (não apenas o nu, a arte em si é subversiva) , mas envolver crianças nesse tipo de situação é inadmissível.


Eu, particularmente, gosto bastante de arte e entendo que a exposição não tem nada de erótico e nem tinha a intenção de sexualizar. No entanto, questões envolvendo crianças são complexas, pois elas são vulneráveis e devem ser protegidas acima de tudo.

Seria muito difícil que a maioria das pessoas entendessem isso como artístico, já era esperada a polêmica e indignação, portanto, deveria ser evitado.

https://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/ ... mica.ghtml

Re: Arte ou pedofilia?

Nova mensagemEnviado: 30 Set 2017 08:45
por lobo guará
Sobre o conteúdo da mostra em si, não vejo muito sentido, acho realmente arte desnecessária. Mas arte é um conceito subjetivo, logo, o fato de ser desnecessária no meu ponto de vista não tira o direito de ser exibida desde que respeitadas todas as regras - avisos sobre o conteúdo da obra, restrição por faixa etária e utilização de espaço fechado (o que parece ter sido feito).
Quanto à participação da criança (não considero que seja pedofilia, parece não ter nada erótico na mostra), num primeiro momento achei um tanto absurdo, mas acabei concordando com isso que o kooboo disse:

kooboo escreveu:A criança não deveria estar ali? Talvez não, mas ela estava junto de familiares, não corria 0,000001% de risco de sofrer um estupro. Mas ela estava à vontade e ficou o quanto quis, não houve nada imoral. Ela viu um pênis. Ok, a gente vê peito em copacabana, a gente travestis e putas seminuas em vários quetos de nossas noite, a gente vê sexo na rua, a gente vê um monte de coisa... e aquilo foi uma performance controlada, filmada e responsável.

Então... é uma arte para refletir, antes de condenar, reflita.


Quanto às duas situações que o kooboo mencionou, acho que existe uma divisão política exagerada atualmente. Não só no Brasil, mas no mundo (vide Trump nos EUA). Os grupos politicos tentam criar comoção com todos os casos para arrabanhar pessoas pros seus lados.

No caso do "estupro" da Paulista, trata-se de uma cara que tem problemas mentais e deve ser tratado. É uma situação diferente de obrigar uma pessoa a fazer sexo. Não existe tipificação para essse crime específico na lei e é complicado para um juiz mandar esse coitado para a prisão (veja o que a mãe de do sujeito diz). O que deve ser discutido nesse caso específico não é a maldita cultura do machismo (que é um problema mesmo), mas sim a inadequação das leis relacionadas a estrupro/atos sexuais não consentidos, que acaba deixando casos como esses num limbo legal de crimes sexuais. Infelizmente não houve nenhuma iniciativa para tipificar essa situação na lei.

Sobre a mostra do Santander, o único problema foi não terem colocado restrição para maiores de 18 anos, já que alguns quadros tinham cenas de sexo explícito. Algumas escolas organizaram visitas à mostra e, como tinha conteúdo pornográfico, alguns pais se sentiram incomodados (com razão, aliás) e o MBL se aproveitou da situação pra fazer barulho. O que deve ser discutido nesse caso não é o direito de fazerem e exibirem num espaço privado um quadro com duas pessoas fazendo sexo, mas simplesmente a adequação da classificação etária das exposições.

Os dois casos, infelizmente, foram aproveitados por grupos políticos (esquerda, no caso da Paulista e direita, no caso do Santander) para chamar atenção pras suas próprias causas e apontar o dedo para o outro lado dizendo como são machistas/fascistas/petistas e tantos outros "istas" que tem sido usados atualmente.

Re: Arte ou pedofilia?

Nova mensagemEnviado: 30 Set 2017 09:02
por Lehh
lobo guará escreveu:Sobre o conteúdo da mostra em si, não vejo muito sentido, acho realmente arte desnecessária. Mas arte é um conceito subjetivo, logo, o fato de ser desnecessária no meu ponto de vista não tira o direito de ser exibida desde que respeitadas todas as regras - avisos sobre o conteúdo da obra, restrição por faixa etária e utilização de espaço fechado (o que parece ter sido feito).
Quanto à participação da criança (não considero que seja pedofilia, parece não ter nada erótico na mostra), num primeiro momento achei um tanto absurdo, mas acabei concordando com isso que o kooboo disse:

kooboo escreveu:A criança não deveria estar ali? Talvez não, mas ela estava junto de familiares, não corria 0,000001% de risco de sofrer um estupro. Mas ela estava à vontade e ficou o quanto quis, não houve nada imoral. Ela viu um pênis. Ok, a gente vê peito em copacabana, a gente travestis e putas seminuas em vários quetos de nossas noite, a gente vê sexo na rua, a gente vê um monte de coisa... e aquilo foi uma performance controlada, filmada e responsável.

Então... é uma arte para refletir, antes de condenar, reflita.


Quanto às duas situações que o kooboo mencionou, acho que existe uma divisão política exagerada atualmente. Não só no Brasil, mas no mundo (vide Trump nos EUA). Os grupos politicos tentam criar comoção com todos os casos para arrabanhar pessoas pros seus lados.

No caso do "estupro" da Paulista, trata-se de uma cara que tem problemas mentais e deve ser tratado. É uma situação diferente de obrigar uma pessoa a fazer sexo. Não existe tipificação para essse crime específico na lei e é complicado para um juiz mandar esse coitado para a prisão (veja o que a mãe de do sujeito diz). O que deve ser discutido nesse caso específico não é a maldita cultura do machismo (que é um problema mesmo), mas sim a inadequação das leis relacionadas a estrupro/atos sexuais não consentidos, que acaba deixando casos como esses num limbo legal de crimes sexuais. Infelizmente não houve nenhuma iniciativa para tipificar essa situação na lei.

Sobre a mostra do Santander, o único problema foi não terem colocado restrição para maiores de 18 anos, já que alguns quadros tinham cenas de sexo explícito. Algumas escolas organizaram visitas à mostra e, como tinha conteúdo pornográfico, alguns pais se sentiram incomodados (com razão, aliás) e o MBL se aproveitou da situação pra fazer barulho. O que deve ser discutido nesse caso não é o direito de fazerem e exibirem num espaço privado um quadro com duas pessoas fazendo sexo, mas simplesmente a adequação da classificação etária das exposições.

Os dois casos, infelizmente, foram aproveitados por grupos políticos (esquerda, no caso da Paulista e direita, no caso do Santander) para chamar atenção pras suas próprias causas e apontar o dedo para o outro lado dizendo como são machistas/fascistas/petistas e tantos outros "istas" que tem sido usados atualmente.



Excelente, Lobo d:4 d:4

Eu estava pensando nisso, preferi não entrar nessas questões políticas para evitar discussão, mas você abordou de forma muito equilibrada. Foi exatamente o que eu enxerguei nessas situações. Infelizmente, tudo isso está fomentando discussões apelativas de ideologias políticas, e isso evita que o assunto seja discutido e refletido de maneira inteligente e que venha a promover melhorias e evitar situações desnecessárias. Há pouca ponderação e equilíbrio, e como disse uma das autoridades ao G1, "há histeria".

Re: Arte ou pedofilia?

Nova mensagemEnviado: 30 Set 2017 11:32
por Saran
Vamos ser sinceros e deixar de demagogia.

Muitos pais conservadores que agora estão espumando pela boca porque um homem estava expondo sua nudez numa amostra de arte em um museu, estariam orgulhosos se no lugar do homem fosse uma mulher (estilo "panicat") nua sendo observada e tocada pelos seus garotos.

Já consigo até imaginar esses pais cheios de orgulho contando a experiência de seus filhos para os amigos.

"Eita caba macho, puxou ao pai."

Re: Arte ou pedofilia?

Nova mensagemEnviado: 30 Set 2017 12:35
por KOSTA
Saran escreveu:Vamos ser sinceros e deixar de demagogia.

Muitos pais conservadores que agora estão espumando pela boca porque um homem estava expondo sua nudez numa amostra de arte em um museu, estariam orgulhosos se no lugar do homem fosse uma mulher (estilo "panicat") nua sendo observada e tocada pelos seus garotos.

Já consigo até imaginar esses pais cheios de orgulho contando a experiência de seus filhos para os amigos.

"Eita caba macho, puxou ao pai."

Saran

Por favor, sao coisas diferentes.
A mulher simboliza beleza, fertilidade, amor, limpeza, pureza, inteligencia.

Seria muito mais bonito estar na tal obra de arte uma mulher. De longe!

E vou lançar mais uma acha pra fogueira:
Porque raios com 12 anos eu mesmo nao me importaria "nadinha" em ser "violado" pela minha professora de inglês?
Com as garotas é um pouco diferente, nao acha? Podem achar o prof bonito mas a coisa fica por aí...