A "leis" do corpo humano e as "leis de deus" : Religiões, Crenças & Teologia - Page 2
Seja Bem-Vindo Testemunhas de Jeová - Ex Testemunhas de Jeová. Clique aqui e cadastre-se para participar


A "leis" do corpo humano e as "leis de deus"

Espaço ideal para discussões sobre qualquer religião, crença e teologia.

Re: A "leis" do corpo humano e as "leis de deus"

Nova mensagempor Poseidon em 30 Mai 2011 22:00

Quando sera a próxima eleição para governante do universo? Ou sera que é o mesmo esquema da FIFA?
Avatar de usuário
Poseidon
Forista
Forista
 
Mensagens: 2070
Data de registro: 07 Jan 2010 14:43

Re: A "leis" do corpo humano e as "leis de deus"

Nova mensagempor ODECY em 30 Mai 2011 22:17

carminha escreveu:
Sherazade escreveu:Essa semana mesmo, falei isso com minha prima, a tremenda incoerência que vejo, por exemplo, a filha dela de apenas 12 anos, sim, uma criança querendo namorar.Claro que já teve tua primeira menstruação, e sendo assim, tem fortes impulsos sexuais naturais.

E que dizer então dos desejos homossexuais? São desejos físicos, logo, naturais. E supostamente, quem criou esses desejos, os condena. Muita incoerência.


d:7 Eis aí uma boa colocação!!!
Na verdade, o tópico traz um questionamento completamente pertinente! Claro, se o nosso corpo é programado para alguns funcionamentos automáticos, por que para as ditas questões morais não?
No que se refere à sexualidade, a ciência sustenta que na mais tenra idade já há uma espécie de masturbação, ou seja, um bebê, antes mesmo de aprender a se comunicar com o mundo ao redor, já percebe sensações de prazer ao manipular seus próprios órgãos genitais. Isso é natural, inerente ao ser humano. Se é inerente ao ser humano e se foi Deus quem o criou, então já o criou assim. E onde está o pecado?
Avatar de usuário
ODECY
Forista
Forista
 
Mensagens: 316
Data de registro: 19 Jan 2011 20:13
Localização: Araucária-PR

Re: A "leis" do corpo humano e as "leis de deus"

Nova mensagempor Parksouth em 30 Mai 2011 22:49

Poltergeist escreveu:A bíblia diz que deus criou o homem.

Como os de outros animais, o corpo humano possui funções biológicas que não são automáticas, como são por exemplo, a respiração e o bombeamento de sangue.


No trecho sublinhado acima vc, evidentemente, se enganou, pois a respiração é automática...

Poltergeist escreveu:Beber, comer, dormir, urinar, espirrar, defecar, movimentar-se e reproduzir-se são funções "manuais", que dependem de ação consciente da pessoa. Para incentivar estas atividades vitais, o corpo humano trabalha com "recompensas". Após realizá-las, a pessoa recebe como recompensa algum prazer, produzido por meio da descarga de algum tipo de hormônio na corrente sanguínea.


Embora o que vc disse me pareça correto, cabe ressaltar que há controle relativo sobre tais funções. Você pode controlar quantas horas vai dormir, pode até adiar dormir por muitas horas, em caso de necessidade. Pode adiar comer. Já urinar e defecar envolve um controle mais estrito, pois nenhum ser humano aguenta ficar muito tempo sem aliviar-se nesse sentido. Ultrapassado um certo ponto, qualquer dessas funções se torna incontrolável: você dorme até em pé se preciso e bebe até água contaminada, se preciso. O corpo simplesmente clama.

Poltergeist escreveu:Além disso, há outras ações "proibidas" no corpo humano que são "recompensadas" com dor, evitando que o indivíduo as realize, como a auto-mutilação e o suicídio. Obviamente estou falando de seres humanos em sã consciência e saúde.


Certo.

Poltergeist escreveu:Possuir bens e construir coisas ou trabalhar também são atividades não-vitais recompensadas com prazer.


Não-vitais até certo ponto, pois o ser humano precisa trabalhar para sobreviver, seja qual for o trabalho. Precisa construir coisas para aumentar suas chances de sobrevivência e o bem-estar. Quer dizer, trabalhar é uma necessidade essencial e que tem impacto na qualidade de vida da pessoa e nas chances de boa saúde, boa disposição. Seja trabalhar plantando, caçando, seja negociando na bolsa de valores (trabalho no contexto civilizatório = poder de compra). Outro aspecto é que o trabalho físico, o não-sedentarismo, é necessário para o corpo, que precisa de movimento para manter a saúde. O corpo não foi feito para ficar estático o dia inteiro, precisa trabalhar..

Poltergeist escreveu:E o homem consegue "sabotar" este mecanismo, fazendo seu corpo recompensar ações destrutivas, como a ingestão de entorpecentes e de bebidas alcoólicas.


O curioso, ao contrastarmos estas necessidades e prazeres resultantes com as leis bíblicas, (supostamente criadas pelo mesmo deus que criou o corpo humano), é tal deus não ter "programado" nenhuma de suas leis no homem, do mesmo modo com teria feito com as funções vitais descritas no parágrafo anterior.

Poltergeist escreveu:Ele proibiu os humanos de matarem, mas os humanos não possuem freios biológicos que impeçam tal ação (obviamente não falo de acidentes);


Aqui você se engana e muito. O ser humano tem o maior freio de todos inserido na cabeça: o superego. É uma instância psíquica que todo ser humano normal desenvolve em tenra idade, em todas as culturas. O superego é "biológico" porque é uma características da espécie humana e somente indivíduos anormais não o desenvolvem, no caso, os psicopatas.

Poltergeist escreveu:Ele proibiu os humanos de fazerem sexo antes ou fora do casamento, lei que entra em contradição direta ao prazer proporcionado pelo sexo e não dotou o corpo humano de nenhum freio biológio para impedir;


Errado. O desejo sexual não é irrefreável, algo que a pessoa não tenha a mínima condição de exercer controle sobre ele. Especialmente se essa pessoa foi educada segundo preceitos morais. Mas veja que mesmo as tribos indígenas tem regras sexuais claras que implicam em controle sobre a sexualidade. O incesto, por exemplo, é condenado em todas as culturas. O casamento existe em todas as culturas, embora com variações de regras (monogamia, poligamia), implicando em respeito a diretrizes sexuais. Então, o ser humano controla o desejo e todas as sociedades administram as condutas sexuais permitidas e proibidas. Se o ser humano não tivesse freios biológicos para o desejo nada disso seria possível.

Poltergeist escreveu:Ele proibiu os humanos de roubarem ou cobiçarem mas não criou nenhum freio biológico para isso, mas fez a posse dar prazer.


Mais uma inferência sem base. Não existe prazer em roubar, e se existe é uma doença, pois uma pessoa equilibrada não sente prazer em usurpar o que pertence a outra pessoa. O crime de roubo pode ocorrer por necessidade material (alguém que tem fome, rouba um pão) ou pode ocorrer por desenvolvimento de conduta sociopata (o indivíduo que não quer trabalhar, não quer fazer o esforço necessário para comprar os bens, MAS sente que os outros lhe devem o que ele não tem). O roubar quase sempre denota um desequilíbrio no senso de justiça, uma distorção nos valores essenciais.

Quanto à cobiça, ela é um desejo controlável, até certo ponto, mas se a pessoa se deixar levar por ela, pode se tornar incontrolável. Todavia, é controverso dizer que cobiçar dá prazer. Bem ao contrário, cobiçar impõe sofrimento, pois a pessoa sabe que aquilo que cobiça não é seu de direito ou não teria legitimidade para desfrutá-lo. A cobiça, freqüentemente, está associada a uma infração das regras morais ou sociais e há penas a serem suportadas pelo infrator. O ser humano tem condições de resistir a ela.


Poltergeist escreveu:Fora dos dez mandamentos há inúmeros exemplos de proibições divinas que contradizem o esquema de ação-e-recompensa do corpo humano.


De que exemplos está falando? Cite alguns dos inúmeros.

Poltergeist escreveu:Talvez para preencher este buraco lógico na estória, as religiões criaram a desculpa do livre-arbítrio.


Sem comentários. Inferência totalmente sem base.

Poltergeist escreveu:Se o homem pode escolher que caminho seguir e quais ações realizar, independente da vontade de deus, porque o criador deixou suas leis de fora da programação do corpo humano? Porque fez questão de dotá-lo com outras, justamente aquelas que são vitais à manutenção da vida e perpetuação da espécie?


Já vimos que as leis divinas estão no corpo do homem, sim, na sua constituição psíquica, porém, acho que uma consideração mais completa tem de levar em conta a motivação. Um robô obedece à programação, mas ele faz isso por amor? Obviamente que não. O ser humano não é um robô, ele faz escolhas. Os valores internalizados na tenra infância se tornam "regras no corpo", porém a complexidade da personalidade humana permite que os sentimentos tenham um peso considerável nas decisões tomadas. O amor por si mesmo e pelo próximo o guiará por caminhos de consideração e respeito por si e pelos outros.

Poltergeist escreveu:Não seria mais lógico deus dar todas as leis, incluindo aquelas que obrigariam o homem a beber, comer, dormir, urinar, espirrar, defecar, movimentar-se e reproduzir-se, deixando claro que suas leis são realmente vitais aos homens?


Ele já faz isso, porém de tal forma que ainda temos escolhas.
Editado pela última vez por Poltergeist em 31 Mai 2011 09:31, num total de 1 vezes
Razão: Correção do quote [Use sempre o botão "CITAR" - Próxima mensagem será excluída]
Parksouth
Forista
Forista
 
Mensagens: 860
Data de registro: 01 Fev 2011 18:55
Localização: São Paulo

Re: A "leis" do corpo humano e as "leis de deus"

Nova mensagempor Sargão I da Acádia em 30 Mai 2011 23:33

Acho muito pertinente esse tópico. :fof0: As noções bíblicas não estão realmente inseridas no mundo real: há, nesse exato momento, incontáveis pessoas que sofrem de sérios problemas psiquiátricos (um amigo meu estava sofrendo de síndrome do pânico por não usufruir de vida sexual ativa; detalhe: ele NÃO sabia que uma coisa estava relacionada com a outra; começou a vida sexual {sendo, posteriormente desassociado, e a síndrome sumiu!}) por tentar obedecer leis bíblicas incongruentes. Em relação aos homossexuais, também é outra coisa evidentemente fora da realidade: seus cérebros estão "programados" para 1- comportamento feminino E/OU 2- desejo pelo mesmo sexo (basta os cristãos ortodoxos estudarem pesquisas relacionadas com hormônios recebidos durante a gestação). Então, quando vc manda uma pessoa assim lutar contra aquilo que será tão inerente ao seu comportamento, o resultado não poderá ser "os olhos brilhar", como diz a bíblia a respeito dos que obedecem seus preceitos. Fora o fato de que se a bíblia fosse realmente uma tentativa de comunicação de deus com os seres humanos para orientá-los à vida eterna, essa comunicação é terrivelmente dúbia, sem objetividade, obscura, coisa que o criador do universo, com sua imensa sabedoria parece que não faria. Desculpe se isso parecer direto demais colocado assim, mas me parece que o tema é mais ou menos esse por aqui.
http://www.espiritualismo.info/ http://www.gnu.org/http://movimentozeitgeist.com.br/
"A partir do momento em que tomamos uma idéia ao pé da letra, a fé transporta essa coisa para o absurdo."
Risíveis Amores _Milan Kundera
Avatar de usuário
Sargão I da Acádia
Novo (a) Forista
Novo (a) Forista
 
Mensagens: 39
Data de registro: 17 Mai 2011 23:54

Re: A "leis" do corpo humano e as "leis de deus"

Nova mensagempor Poltergeist em 31 Mai 2011 10:39

Parksouth escreveu:
Poltergeist escreveu:A bíblia diz que deus criou o homem.

Como os de outros animais, o corpo humano possui funções biológicas que não são automáticas, como são por exemplo, a respiração e o bombeamento de sangue.


No trecho sublinhado acima vc, evidentemente, se enganou, pois a respiração é automática...


Obrigado, já corrigi no texto original.

Parksouth escreveu:
Poltergeist escreveu:Beber, comer, dormir, urinar, espirrar, defecar, movimentar-se e reproduzir-se são funções "manuais", que dependem de ação consciente da pessoa. Para incentivar estas atividades vitais, o corpo humano trabalha com "recompensas". Após realizá-las, a pessoa recebe como recompensa algum prazer, produzido por meio da descarga de algum tipo de hormônio na corrente sanguínea.


Embora o que vc disse me pareça correto, cabe ressaltar que há controle relativo sobre tais funções. Você pode controlar quantas horas vai dormir, pode até adiar dormir por muitas horas, em caso de necessidade. Pode adiar comer. Já urinar e defecar envolve um controle mais estrito, pois nenhum ser humano aguenta ficar muito tempo sem aliviar-se nesse sentido. Ultrapassado um certo ponto, qualquer dessas funções se torna incontrolável: você dorme até em pé se preciso e bebe até água contaminada, se preciso. O corpo simplesmente clama.


O trecho em vermelho diz tudo. É exatamente disso que falo.

Parksouth escreveu:
Poltergeist escreveu:Além disso, há outras ações "proibidas" no corpo humano que são "recompensadas" com dor, evitando que o indivíduo as realize, como a auto-mutilação e o suicídio. Obviamente estou falando de seres humanos em sã consciência e saúde.


Certo.


Guarde o trecho em vermelho, vou utilizá-lo mais pra frente.

Parksouth escreveu:
Poltergeist escreveu:Possuir bens e construir coisas ou trabalhar também são atividades não-vitais recompensadas com prazer.


Não-vitais até certo ponto, pois o ser humano precisa trabalhar para sobreviver, seja qual for o trabalho. Precisa construir coisas para aumentar suas chances de sobrevivência e o bem-estar. Quer dizer, trabalhar é uma necessidade essencial e que tem impacto na qualidade de vida da pessoa e nas chances de boa saúde, boa disposição. Seja trabalhar plantando, caçando, seja negociando na bolsa de valores (trabalho no contexto civilizatório = poder de compra). Outro aspecto é que o trabalho físico, o não-sedentarismo, é necessário para o corpo, que precisa de movimento para manter a saúde. O corpo não foi feito para ficar estático o dia inteiro, precisa trabalhar.


Errado. Vivemos numa sociedade baseada no escambo e o homem atualmente não depende diretamente do próprio trabalho para sobreviver.

Meu trabalho gera dinheiro que é trocado por alimentos que são fruto do trabalho de outras pessoas.

Na sociedade moderna o trabalho é uma atividade não-vital. Um bebê humano retrata bem o que eu quis me referir, mas um mendigo também :)

Parksouth escreveu:
Poltergeist escreveu:E o homem consegue "sabotar" este mecanismo, fazendo seu corpo recompensar ações destrutivas, como a ingestão de entorpecentes e de bebidas alcoólicas.


O curioso, ao contrastarmos estas necessidades e prazeres resultantes com as leis bíblicas, (supostamente criadas pelo mesmo deus que criou o corpo humano), é tal deus não ter "programado" nenhuma de suas leis no homem, do mesmo modo com teria feito com as funções vitais descritas no parágrafo anterior.

Poltergeist escreveu:Ele proibiu os humanos de matarem, mas os humanos não possuem freios biológicos que impeçam tal ação (obviamente não falo de acidentes);


Aqui você se engana e muito. O ser humano tem o maior freio de todos inserido na cabeça: o superego. É uma instância psíquica que todo ser humano normal desenvolve em tenra idade, em todas as culturas. O superego é "biológico" porque é uma características da espécie humana e [color=#FF0000]somente indivíduos anormais não o desenvolvem, no caso, os psicopatas.[/color]


Lembra daquele trecho em vermelho e sublinhado alguns parágrafos acima? Pois é.

Mas vamos lá:
O superego forma-se após o ego, durante o esforço da criança de introjetar os valores recebidos dos pais e da sociedade a fim de receber amor e afeição. O ego desenvolve-se a partir do id com o objetivo de permitir que seus impulsos sejam eficientes, ou seja, levando em conta o mundo externo: é o chamado princípio da realidade. É esse princípio que introduz a razão, o planejamento e a espera ao comportamento humano.
FONTE: http://pt.wikipedia.org/wiki/Teoria_psicanal%C3%ADtica

Ou seja, no "cumprimento do dever", o indivíduo social que tenha o papel de assassinar outros seres humanos, seja um soldado, um policial, um algoz, um guerreiro (israelita por exemplo), tem tal ato justificado para o superego pois é o que a sociedade espera dele.

Parksouth escreveu:
Poltergeist escreveu:Ele proibiu os humanos de fazerem sexo antes ou fora do casamento, lei que entra em contradição direta ao prazer proporcionado pelo sexo e não dotou o corpo humano de nenhum freio biológio para impedir;


Errado. O desejo sexual não é irrefreável, algo que a pessoa não tenha a mínima condição de exercer controle sobre ele. Especialmente se essa pessoa foi educada segundo preceitos morais. Mas veja que mesmo as tribos indígenas tem regras sexuais claras que implicam em controle sobre a sexualidade. O incesto, por exemplo, é condenado em todas as culturas. O casamento existe em todas as culturas, embora com variações de regras (monogamia, poligamia), implicando em respeito a diretrizes sexuais. Então, o ser humano controla o desejo e todas as sociedades administram as condutas sexuais permitidas e proibidas. Se o ser humano não tivesse freios biológicos para o desejo nada disso seria possível.


Seres humanos, na impossibilidade de fazerem sexo, masturbam-se. E até isso a religião trata como pecado.

Parksouth escreveu:
Poltergeist escreveu:Ele proibiu os humanos de roubarem ou cobiçarem mas não criou nenhum freio biológico para isso, mas fez a posse dar prazer.


Mais uma inferência sem base. Não existe prazer em roubar, e se existe é uma doença, pois uma pessoa equilibrada não sente prazer em usurpar o que pertence a outra pessoa. O crime de roubo pode ocorrer por necessidade material (alguém que tem fome, rouba um pão) ou pode ocorrer por desenvolvimento de conduta sociopata (o indivíduo que não quer trabalhar, não quer fazer o esforço necessário para comprar os bens, MAS sente que os outros lhe devem o que ele não tem). O roubar quase sempre denota um desequilíbrio no senso de justiça, uma distorção nos valores essenciais.

Quanto à cobiça, ela é um desejo controlável, até certo ponto, mas se a pessoa se deixar levar por ela, pode se tornar incontrolável. Todavia, é controverso dizer que cobiçar dá prazer. Bem ao contrário, cobiçar impõe sofrimento, pois a pessoa sabe que aquilo que cobiça não é seu de direito ou não teria legitimidade para desfrutá-lo. A cobiça, freqüentemente, está associada a uma infração das regras morais ou sociais e há penas a serem suportadas pelo infrator. O ser humano tem condições de resistir a ela.


Em momento algum falei de prazer em roubar. Em momento algum falei de prazer em cobiçar. Você que concluiu isso.

Parksouth escreveu:
Poltergeist escreveu:Fora dos dez mandamentos há inúmeros exemplos de proibições divinas que contradizem o esquema de ação-e-recompensa do corpo humano.


De que exemplos está falando? Cite alguns dos inúmeros.


Leia a bíblia.

Parksouth escreveu:
Poltergeist escreveu:Talvez para preencher este buraco lógico na estória, as religiões criaram a desculpa do livre-arbítrio.


Sem comentários. Inferência totalmente sem base.


Isso é um argumento ou só preguiça?

Parksouth escreveu:
Poltergeist escreveu:Se o homem pode escolher que caminho seguir e quais ações realizar, independente da vontade de deus, porque o criador deixou suas leis de fora da programação do corpo humano? Porque fez questão de dotá-lo com outras, justamente aquelas que são vitais à manutenção da vida e perpetuação da espécie?


Já vimos que as leis divinas estão no corpo do homem, sim, na sua constituição psíquica, porém, acho que uma consideração mais completa tem de levar em conta a motivação. Um robô obedece à programação, mas ele faz isso por amor? Obviamente que não. O ser humano não é um robô, ele faz escolhas. Os valores internalizados na tenra infância se tornam "regras no corpo", porém a complexidade da personalidade humana permite que os sentimentos tenham um peso considerável nas decisões tomadas. O amor por si mesmo e pelo próximo o guiará por caminhos de consideração e respeito por si e pelos outros.


"Já vimos que as leis divinas estão no corpo do homem", só os crentes vêem isso. Como você adora dizer: afirmação totalmente sem base.

No mais, você falou o óbvio, repetiu a realidade que não necessita de deus e ignorou o ponto chave do tópico.

Parksouth escreveu:
Poltergeist escreveu:Não seria mais lógico deus dar todas as leis, incluindo aquelas que obrigariam o homem a beber, comer, dormir, urinar, espirrar, defecar, movimentar-se e reproduzir-se, deixando claro que suas leis são realmente vitais aos homens?


Ele já faz isso, porém de tal forma que ainda temos escolhas.


"Ele já faz isso", só os crentes vêem isso. Novamente, como você adora dizer: afirmação totalmente sem base.
A mentira teme a verdade. Afinal, você já viu "apóstatas" desassociando uma Testemunha de Jeová?

Procurando um assunto específico? Visite o Índice do Fórum: viewtopic.php?f=2&t=3230
Avatar de usuário
Poltergeist
Forista
Forista
 
Mensagens: 7764
Data de registro: 26 Fev 2009 16:57
Localidade: São Paulo

Re: A "leis" do corpo humano e as "leis de deus"

Nova mensagempor Victor Rito em 31 Mai 2011 11:24

Olá Polt

Poltergeist escreveu:A bíblia diz que deus criou o homem.

Como os de outros animais, o corpo humano possui funções biológicas que são automáticas, como por exemplo, a respiração e o bombeamento de sangue.

Beber, comer, dormir, urinar, espirrar, defecar, movimentar-se e reproduzir-se são funções "manuais", que dependem de ação consciente da pessoa. Para incentivar estas atividades vitais, o corpo humano trabalha com "recompensas". Após realizá-las (ou durante), a pessoa recebe como recompensa algum prazer, produzido por meio de algum neurotransmissor no cérebro.

Além disso, há outras ações "proibidas" no corpo humano que são "recompensadas" com dor, evitando que o indivíduo as realize, como a auto-mutilação e o suicídio. Obviamente estou falando de seres humanos em sã consciência e saúde.

Possuir bens e construir coisas ou trabalhar também são atividades não-vitais recompensadas com prazer.

E o homem consegue "sabotar" este mecanismo, fazendo seu corpo recompensar ações destrutivas, como a ingestão de entorpecentes e de bebidas alcoólicas.

O curioso, ao contrastarmos estas necessidades e prazeres resultantes com as leis bíblicas, (supostamente criadas pelo mesmo deus que criou o corpo humano), é tal deus não ter "programado" nenhuma de suas leis no homem, do mesmo modo com teria feito com as funções vitais descritas no parágrafo anterior.

Ele proibiu os humanos de matarem, mas os humanos não possuem freios biológicos que impeçam tal ação (obviamente não falo de acidentes);

Ele proibiu os humanos de fazerem sexo antes ou fora do casamento, lei que entra em contradição direta ao prazer proporcionado pelo sexo e não dotou o corpo humano de nenhum freio biológio para impedir;

Ele proibiu os humanos de roubarem ou cobiçarem mas não criou nenhum freio biológico para isso, mas fez a posse dar prazer.

Fora dos dez mandamentos há inúmeros exemplos de proibições divinas que contradizem o esquema de ação-e-recompensa do corpo humano.

Talvez para preencher este buraco lógico na estória, as religiões criaram a desculpa do livre-arbítrio.

Se o homem pode escolher que caminho seguir e quais ações realizar, independente da vontade de deus, porque o criador deixou suas leis de fora da programação do corpo humano? Porque fez questão de dotá-lo com outras, justamente aquelas que são vitais à manutenção da vida e perpetuação da espécie?

Não seria mais lógico deus dar todas as leis, incluindo aquelas que obrigariam o homem a beber, comer, dormir, urinar, espirrar, defecar, movimentar-se e reproduzir-se, deixando claro que suas leis são realmente vitais aos homens?



Não! Deus deu-nos livre-arbítrio e não somos meros robôs... Temos a "consciência" - "obviamente estou falando de seres humanos em sã consciência e saúde" - que nos refreia de matar e qualidades que nos enobrecem e induzem a procurar o melhor caminho... ter consideração pelo próximo... não usurpar os direitos de outrem... ter qualidade de vida!



Um abraço.
Victor Rito
Victor Rito
Forista
Forista
 
Mensagens: 2862
Data de registro: 23 Jul 2009 07:48
Localização: Coimbra - Portugal
Localidade: Não quero responder

Re: A "leis" do corpo humano e as "leis de deus"

Nova mensagempor Poltergeist em 01 Jun 2011 09:42

Victor repetindo o bê-á-bá das cartilhas da Torre.

Me poupe Victor.
A mentira teme a verdade. Afinal, você já viu "apóstatas" desassociando uma Testemunha de Jeová?

Procurando um assunto específico? Visite o Índice do Fórum: viewtopic.php?f=2&t=3230
Avatar de usuário
Poltergeist
Forista
Forista
 
Mensagens: 7764
Data de registro: 26 Fev 2009 16:57
Localidade: São Paulo

Re: A "leis" do corpo humano e as "leis de deus"

Nova mensagempor Victor Rito em 01 Jun 2011 12:26

Olá Polt

Poltergeist escreveu:Victor repetindo o bê-á-bá das cartilhas da Torre.

Me poupe Victor.



Não há correspondente para a consciência... Ela nos recompensa ricamente... Não há nada melhor do que saber que se está a fazer o que é correcto!


Você tem uma... Você pode tirar muito proveito dela... Experimente!


Um abraço, Polt.
Victor Rito
Victor Rito
Forista
Forista
 
Mensagens: 2862
Data de registro: 23 Jul 2009 07:48
Localização: Coimbra - Portugal
Localidade: Não quero responder

Re: A "leis" do corpo humano e as "leis de deus"

Nova mensagempor Poltergeist em 01 Jun 2011 14:20

Victor Rito escreveu:Olá Polt

Poltergeist escreveu:Victor repetindo o bê-á-bá das cartilhas da Torre.

Me poupe Victor.



Não há correspondente para a consciência... Ela nos recompensa ricamente... Não há nada melhor do que saber que se está a fazer o que é correcto!


Você tem uma... Você pode tirar muito proveito dela... Experimente!


Um abraço, Polt.
Victor Rito


Me poupe Victor.
A mentira teme a verdade. Afinal, você já viu "apóstatas" desassociando uma Testemunha de Jeová?

Procurando um assunto específico? Visite o Índice do Fórum: viewtopic.php?f=2&t=3230
Avatar de usuário
Poltergeist
Forista
Forista
 
Mensagens: 7764
Data de registro: 26 Fev 2009 16:57
Localidade: São Paulo

Re: A "leis" do corpo humano e as "leis de deus"

Nova mensagempor kooboo em 01 Jun 2011 14:33

Poltergeist escreveu:Me poupe Victor.


deixa pra lá Polter, ele não entendeu que a proposta do tópico é discutir outra coisa.

Imagem
image fonte rais-ta-parta.blogspot
[]'s
kooboo

Imagem
Avatar de usuário
kooboo
Moderador
Moderador
 
Mensagens: 11970
Data de registro: 01 Nov 2008 13:22
Localidade: Minas Gerais

Re: A "leis" do corpo humano e as "leis de deus"

Nova mensagempor Victor Rito em 01 Jun 2011 16:50

Olá kooboo

kooboo escreveu:
Poltergeist escreveu:Me poupe Victor.


deixa pra lá Polter, ele não entendeu que a proposta do tópico é discutir outra coisa.

Imagem
image fonte rais-ta-parta.blogspot


Quem não gostaria de ser LIVRE? De se reger pelas leis de Deus, de maneira tão espontânea e inconsciente como age em relação às "leis" do corpo? É possível o resgate? Paulo tinha essa confiança.

Acho assim a seguinte lei no meu caso: que, quando quero fazer o que é direito, está presente em mim aquilo que é mau. 22 Eu realmente me deleito na lei de Deus segundo o homem que sou no íntimo, 23 mas observo em meus membros outra lei guerreando contra a lei da minha mente e levando-me cativo à lei do pecado que está nos meus membros. 24 Homem miserável que eu sou! Quem me resgatará do corpo que é submetido a esta morte? 25 Graças a Deus, por intermédio de Jesus Cristo, nosso Senhor! Assim, pois, com a mente, eu mesmo sou escravo da lei de Deus, mas com a [minha] carne, [escravo] da lei do pecado.
-Romanos 7:21-25.


A nossa consciência pode ser aperfeiçoada de modo a não nos lembramos mais do pecado...

Pois, visto que a Lei tem uma sombra das boas coisas vindouras, mas não a própria substância das coisas, [os homens] nunca podem, com os mesmos sacrifícios que oferecem continuamente, de ano em ano, aperfeiçoar os que se aproximam. 2 De outro modo, não se teria parado de oferecer os [sacrifícios], visto que os que prestam serviço sagrado, purificados uma vez para sempre, não teriam mais consciência de pecados? 3 Ao contrário, por meio destes sacrifícios há de ano em ano uma lembrança dos pecados, 4 porque não é possível que o sangue de touros e de bodes tire pecados.
-Hebreus 10:1-4.


Deus - através da oração - pode ajudar-nos a avaliar os assuntos...

Fazei orações por nós, pois confiamos em ter uma consciência honesta, visto que queremos comportar-nos honestamente em todas as coisas.
-Hebreus 13:18.




Abraços...
Victor Rito
Victor Rito
Forista
Forista
 
Mensagens: 2862
Data de registro: 23 Jul 2009 07:48
Localização: Coimbra - Portugal
Localidade: Não quero responder

Re: A "leis" do corpo humano e as "leis de deus"

Nova mensagempor Poltergeist em 10 Jun 2011 18:10

Up!
A mentira teme a verdade. Afinal, você já viu "apóstatas" desassociando uma Testemunha de Jeová?

Procurando um assunto específico? Visite o Índice do Fórum: viewtopic.php?f=2&t=3230
Avatar de usuário
Poltergeist
Forista
Forista
 
Mensagens: 7764
Data de registro: 26 Fev 2009 16:57
Localidade: São Paulo

Re: A "leis" do corpo humano e as "leis de deus"

Nova mensagempor sidhiresus em 10 Jun 2011 18:19

Poltergeist escreveu:Up!


Olhei pro avatar do Polter e pensei. WHAT???
Pensei que tivesse algum problema com meu monitor.
Avatar de usuário
sidhiresus
Administrador
Administrador
 
Mensagens: 8247
Data de registro: 01 Nov 2008 09:15
Localidade: São Paulo

Re: A "leis" do corpo humano e as "leis de deus"

Nova mensagempor Parksouth em 10 Jun 2011 19:06

Não há liberdade sem haver opção de escolha.

Temos condições, desde tenra idade, de apreender valores, sentir empatia,
portanto, cedo já começamos a fazer escolhas éticas e morais. Naturalmente,
com a maturidade essas escolhas se tornam mais claras e complexas (as
escolhas infantis são mais "simples", tipo "empresta ou não empresta o
brinquedo para o amiguinho").

Na verdade, nosso aparelho psíquico se estrutura com a introjeção
da lei "paterna", portanto, a lei não apenas está na sociedade, mas
reside em nosso corpo.

Porém, esses dias o Polter falou que a norma amplamente
aceita e introjetada de não matar, por exemplo, vai encontrar
sua exceção em pelo menos algumas situações de defesa própria
ou do grupo social de pertença: aí entram as guerras contra os inimigos,
onde matar é permitido; a legítima defesa, o estado de necessidade, etc.

Somos seres morais, mas a liberdade de agir e pensar nos permite
criar exceções bem ou mal justificadas.
Parksouth
Forista
Forista
 
Mensagens: 860
Data de registro: 01 Fev 2011 18:55
Localização: São Paulo

Re: A "leis" do corpo humano e as "leis de deus"

Nova mensagempor Opss, caí da torre! em 22 Set 2011 11:21

A princípio não, mas depois de ler todo o tópico tenho que concordar com o Poltergeist. ...Puts, fui ao banheiro (tô gripado desde ontem) e esqueci tudo o que eu ia dizer, e não tou com a mínima paciência de reler as três páginas denovo, fico devendo :1 . . . . Sei que era algo útil que eu ia dizer. :sa8:
Imagem
Avatar de usuário
Opss, caí da torre!
Forista
Forista
 
Mensagens: 1705
Data de registro: 27 Ago 2011 04:03

AnteriorPróximo

  • Tópicos Similares
    Respostas
    Exibições
    Última mensagem

Retornar para Religiões, Crenças & Teologia

Quem está online

Usuários vendo este fórum: Nenhum usuário registrado online e 28 visitantes