A divindade "Jesus Cristo" : Religiões, Crenças & Teologia
Seja Bem-Vindo Testemunhas de Jeová - Ex Testemunhas de Jeová. Clique aqui e cadastre-se para participar


A divindade "Jesus Cristo"

Espaço ideal para discussões sobre qualquer religião, crença e teologia.

A divindade "Jesus Cristo"

Nova mensagempor Grantynn em 11 Out 2017 22:40

Jesus cristo jamais existiu, não com esse nome. Nomes próprios não podem ser traduzidos, são próprios. Aqui no site tem alguns que não se importam em usar o nome real. Exemplo, Paschoal, se passar a ser chamado no fórum, sem a sua anuência, por Pablo, Peter ou Joaquim, etc, etc, seria desastroso, pois, aqui ou em qualquer lugar, qualquer nação que ele vá ou esteja, independente do tempo cronológico, terá que ser chamado pelo seu próprio nome, que o identifica, Paschoal, jamais de Manoel ou José.

Igualmente o homem cujo nome seja Jesus Cristo jamais existiu no mundo judeu/hebraico, Difícil para nós que fomos doutrinados a pensar que existiu tal judeu com esse nome, que é divino e que é sacrilégio questionar sua natureza.

É impossível que tenha existido, tal pessoa com esse nome. Esse nome não representa nada no idioma e no mundo hebraico. O uso do nome de Jesus Cristo só é verdade na mente de quem o usa, por insistência, por influência, por doutrina, por descaso, por comodismo, por letargia, por aceitação do improvável e do impossível, por motivos diversos. Não é pela fé; fé é algo diferente que não se aplica neste caso.

Usar o nome Jesus Cristo não faz referência à pessoa que eventualmente tenha existido no primeiro século. Imagine alguém chamando e invocando por ...Ivanhoé!... Pietro!... Descartes!, e descobrir que ele acredita estar chamando por você, ou foi ensinado a chamar por você assim, tendo sido doutrinado por pessoas que afirmam te conhecer bem e que afirmavam, e dão segurança, de serem os seus legítimos representantes! É exatamente isso que está acontecendo, o uso de um nome fantasia, que não se refere a você, e só é verdade na mente de quem o invoca.

Convém lembrar que a bíblia, no formato que a conhecemos, é um livro católico, e que o NT é criação romana, da ICAR, nada tendo a ver com os livros anteriores do VT.

Gostaria da participação dos que já leram e conhecem os concílios católicos dos primeiros séculos. A começar pelo primeiro concílio de Nicéia, passando por Constantinopla, Éfeso, Trento, Latrão, etc, e passando novamente pelo concílio de nicéia, quando fecharam questão e estabeleceram a natureza humana/divina de Jesus Cristo, no final do século sétimo.

Nestes concílios foi elaborada a coleção de livros e a escolha foram dos cardeais, formando e formatando a bíblia como a conhecemos, e foram eles, os cardeais católicos, a ICAR, a determinar a natureza, do homem que hoje chamamos de Jesus Cristo, que, a partir de então, deveria ser híbrida, humana/divina. Houve discordâncias de cardeais, e só chegaram a um consenso no segundo concílio de niceia, quando elegeram Jesus Cristo um ser, de dupla natureza, parte integrante da santíssima trindade, juntamente com o Deus judeu (alheio aos romanos, mas adotado por eles) e com outro ser criado, doravante denominado espírito santo (outro capítulo, para outro tópico).

Enfim, Jesus Cristo divino, cujo retrato é de um hippie italiano de olhos azuis, é fruto do trabalho e determinação da ICAR.

Eu, particularmente, até que gostaria que a bíblia e o Jesus Cristo pregado pelas religiões fossem verdade, mas é muito difícil manter quaisquer certezas e convicções, diante dos fatos.

Segundo alguns registros, existiu um homem cujo nome tem a sua pronúncia próxima a “Yeshua” (não se traduz nomes próprios), cuja divindade é altamente questionada, visto que ele recebeu o selo “divindade” pela atuação da ICAR, e não dos judeus, até então conhecidos como povo do Deus, Alá ou Jeová (vai saber!). Até então, ninguém o tinha como divino. E a partir daí, pela obrigatoriedade romana existente, toda a população (europeia?) foi obrigada, goela abaixo, aceitá-lo como divino e ocupante do mesmo nível do deus judeu.

Uma possível trama dos romanos para criar um Deus composto, em substituição ao Deus único judeu, por interesses que perduram até hoje.
De que valem as luzes da cidade, se no meu caminho a luz é natural! - Hyldon
Avatar de usuário
Grantynn
Forista
Forista
 
Mensagens: 602
Data de registro: 16 Jan 2009 09:00

Re: A divindade "Jesus Cristo"

Nova mensagempor sabrepoderoso* em 12 Out 2017 18:07

essa de um Jesus de olho azuis , pele branquinha , fica bem entre os europeus , que me consta na palestina
não é uma região com características assim , quando assistimos ao noticiário internacional , e nos é mostrada
cenas desta região , vemos grupos de loiros de olhos azuis ?

sobre os concílios o que sei é que houve neles muita discussão , sobre livros que ''seriam canônicos'' ou não
e assim Jesus foi carimbado como divino e não humano , dos 27 livros do NT dos mais antigos 23 só tem
Fragmentos , a própria torre no seu livro ''td escritura é inspirada'' mostra que dos 27 livros do NT muitos
eram ''duvidosos'' mas foram incluídos no ''Canon'' , e aceitos como se fossem livros acima de qualquer suspeita .

muitos dos rolos de Qumran o vaticano mantém a 7 chaves livros que talvez colocassem a própria igreja em xeque .

os muçulmanos veem jesus apenas como um profeta , nada mais , só os cristãos enxergam-no diferente .
que a luz que há dentro de nós ilumine nosso caminho se as outras luzes se apagarem
sabrepoderoso*
Forista
Forista
 
Mensagens: 341
Data de registro: 04 Ago 2017 10:54
Localização: duque de caxias
Localidade: Rio de Janeiro

Re: A divindade "Jesus Cristo"

Nova mensagempor Ronildo Araujo em 12 Out 2017 23:32

Bem Grantynn, agora que você já leu as obras dos que ignoram toda a literatura cristã ao longo dos séculos, convido você a ler O Livro dos Mártires, de John Fox. Sobre a relação Deus, Jesus, convido você a a acessar o site www.unitarismobiblico.com e fazer algumas pesquisas lá.
Creio que sua noção sobre os concílios está equivocada: eles não criaram um Jesus, eles modificaram sua natureza, confundido-o com seu Pai, Deus.
Eu acho muito exagerado esta sua explicação sobre nunca se traduzir nomes. Isto pode se aplicar ao nosso nome pessoal, com nossas carteiras de identidade e documentos equivalentes no mundo todo, mas não para estes personagens históricos. Para estes, como no caso de Jesus, a grafia foi sendo condicionada à fala dos povos à medida que se propagava o cristianismo. Algo bem natural. Como se aplica esta sua explicação ao nome de Maria?
Porém, sobre a imagem de Jesus, é evidente que houve alguma deturpação. Com certeza ele não usava cabelo grande. João Batista sim. Ops, mas eu não deveria ter citado João Batista, porque se você não acredita que Jesus existiu, quanto mais João Batista! Você acredita que Saulo de Tarso também foi um personagem inventado pela ICAR ?
A base do Cristianismo verdadeiro, aprovado por Cristo, é o amor de Deus.
A vida e a morte de Jesus Cristo é a confirmação deste amor.
Avatar de usuário
Ronildo Araujo
Forista
Forista
 
Mensagens: 500
Data de registro: 17 Abr 2017 20:52
Localidade: Santa Catarina

Re: A divindade "Jesus Cristo"

Nova mensagempor Galileu em 13 Out 2017 06:01

Jesus Cristo ou Yesua , para mim existiu sim e mudou a historia da humanidade.

Sobre manipulação da ICAR ,com respeito a biblia e a divindade de Cristo , concordo com voce Grantynn !!
Não se coloca um remendo novo em uma roupa velha-Jesus Cristo
Avatar de usuário
Galileu
Forista
Forista
 
Mensagens: 1679
Data de registro: 30 Mar 2016 11:47
Localidade: Não quero responder

Re: A divindade "Jesus Cristo"

Nova mensagempor Grantynn em 13 Out 2017 08:39

...agora que você já leu as obras dos que ignoram toda a literatura cristã ao longo dos séculos,
Hãããmmmmmmm?
... convido você a...
Hãããmmmmmmm?
Creio que sua noção...
Hãããmmmmmmm?
Eu acho muito exagerado esta sua explicação...
Hãããmmmmmmm?
Como se aplica esta sua explicação...
Hãããmmmmmmm?
Ops, mas eu não deveria ter citado João Batista, porque se você não acredita...
Hãããmmmmmmm?
Você acredita que Saulo...
Hãããmmmmmmm?

O tema é sobre a minha pessoa? No que eu acredito ou deixo de acreditar?

Sou tão conhecido assim? As coisas que já li, o que observei, o que penso, no que acredito, no que desacredito, são de domínio privado e desconhecidos até então, dizem respeito somente a mim. Presumir que se conhece um indivíduo por um post é no mínimo audacioso.

Exagerado é o uso ad hominem até aqui. Puro bulverismo; desnecessário e indesejável.

Indicar pesquisas é altamente positivo, benéfico, e desejável a qualquer fórum. O nível poderia ser mantido por aí, com apelo ao raciocínio transparente e isento de crenças ou descrenças. Nunca com uso de tripudio ou demonstração de suposta superioridade.

Além disso, o emprego da ironia ao se referir a quem postula, em detrimento ao tema, deixa com aspecto pueril.

Só lembrando: Nome próprio não se traduz, se translitera, quando necessário, a exemplo da grafia mandarim que é incompreensível aos de língua portuguesa. Yeshua é plenamente compreensível, mesmo em português, desnecessário novas transliterações. É adaptação romana, que, por meio de imposição, conseguiu disseminar o cristianismo pelo mundo, e produzir, direta ou indiretamente, legião de defensores contundentes. Parabéns a eles.

Encerrando por aqui!
De que valem as luzes da cidade, se no meu caminho a luz é natural! - Hyldon
Avatar de usuário
Grantynn
Forista
Forista
 
Mensagens: 602
Data de registro: 16 Jan 2009 09:00

Re: A divindade "Jesus Cristo"

Nova mensagempor Épiro em 13 Out 2017 13:52

Olá Grantynn,

Grantynn escreveu:Jesus cristo jamais existiu, não com esse nome.


Eu entendo que para os judeus do século I, a palavra Jesus não significa nada, pois eles pronunciavam algo como Iêxúa (Yeshua) no nosso português moderno, mas também eu não seria tão rigoroso em dizer que a palavra Jesus não tem nenhum significado, pois essa foi a melhor tentativa do mundo greco-romano de transliterar um nome de outra cultura. Ora isso qualquer povo faz há milênios.

O nome Nabucodonossor não tem muita coisa a ver com o nome original em acadiano (língua dos caldeus) do século 700 AEC. O nome dele provavelmente era pronunciado como “nabuu-kudúrr-exárra”.... Porém ‘Nabucodonossor” sobrevive como uma transliteração válida para o nosso tempo. Isso vale para tantos nomes estrangeiros ao mundo greco-romano, como Dário (Daraiavarrú), Ciro (Curóxi), Xerxes (Xixariaáxi), Cefas (Quefárr, que significa ‘rocha’ em aramaico) e era o apelido que Jesus deu a Pedro, que ficou conhecido pelo seu apelido traduzido para o grego - > PETRUS(rocha em grego) -> QUEFÁ (rocha em aramaico) -> ROCHA.

Grantynn escreveu:Convém lembrar que a bíblia, no formato que a conhecemos, é um livro católico,

Concordo

Grantynn escreveu:e que o NT é criação romana, da ICAR,


Eu diria que é parcialmente correto, pois diversos livros do NT NÃO foram produzidos em Roma, ou por bispos romanos. Foram produzidos desde o século I, muito antes do concílio de Nicéia, e em partes da antiga província de Judéia, Síria, Ásia Menor, etc.

Deste modo o NT não é “criação romana”. Não foi o Imperador Constantino que escolheu quais livros iriam pertencer ao Canon. Tudo isso, os cristãos da igreja primitiva dirigida pelos patriarcas (Antes da Católica) já tinham mais ou menos bem configurado.

Alias, geralmente as pessoas tem a opinião errônea de que a Igreja Católica é uma coisa “inventada do nada”, um esforço de romanos em maquiar a religião “pagã” romana em cristianismo. Essa retórica é muito comum por apologistas protestantes, que tem como objetivo descreditar a ICAR.
Porém essa premissa cai por terra ao se estudar Patrística e história da formação do Cristianismo. É bem verdade que havia muitos sectos cristãos, a saber: ebionitas, gnósticos alexandrinos, gnósticos sírios, ekelsaitas, valencianos, arianistas, marcionistas, etc.. mas eles não eram o “main stream” cristão. Havia uma medida de entendimento e ortodoxia prévia, assim como um "embrião"da ICAR, e esta surge como evolução natural deste processo.

[OBS: Não faço aqui uma apologia a esta religião, pois não sou católico. Apenas tento apontar os fatos históricos que corroboram para tal]
Avatar de usuário
Épiro
Forista
Forista
 
Mensagens: 257
Data de registro: 30 Abr 2013 18:49
Localização: São Caetano do Sul
Localidade: São Paulo

Re: A divindade "Jesus Cristo"

Nova mensagempor Épiro em 13 Out 2017 14:01

Grantynn escreveu:Enfim, Jesus Cristo divino, (...), é fruto do trabalho e determinação da ICAR.


Diria que é parcialmente verdade. Se fizermos um estudo de obras de cristãos próximo do primeiro século, verifica-se que a maior parte deles já tinha a crença que Jesus era Deus. Em verdade, se analisarmos as cartas do Apóstolo Paulo, é inegável que ele por diversas vezes equiparava Jesus à YHWH. É claro que a visão que Paulo tinha de Jesus era que Jesus tinha uma pré-existência humana e era um ser digno de adoração, sendo referido diversas vezes pelo título de de KURIOS, que é o grego para SENHOR, título este exclusivo de YHWH.

Se Paulo chamava Jesus de SENHOR, isso não é simplesmente uma maneira educada de se referir a uma pessoa, como nós comumente chamamos um cara de 'senhor' quando estamos na rua.O título KURIOS implicava divindade, e Paulo equiparar um homem a uma divindade, esta era uma doutrina bem excêntrica para um judeu daquela época.

Os evangelhos já dão a entender que o próprio Jesus se encarava como um ‘cara diferente’. É bem provável que a doutrina dobre divindade de Jesus tenha originado justamente pelos ensino do próprio Jesus.

Mateus 16:16, NVI escreveu:16 Simão Pedro respondeu: “Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo”.


Marcos 14:61-62, NVI escreveu:
61 Mas Jesus permaneceu em silêncio e nada respondeu.
Outra vez o sumo sacerdote lhe perguntou: “Você é o Cristo, o Filho do Deus Bendito?”
62 “Sou”, disse Jesus. “E vereis o Filho do homem assentado à direita do Poderoso vindo com as nuvens do céu.”


Hoje em dia não nos damos conta da expressão “filho de Deus”, mas para um judeu do primeiro século, alguém afirmar que era “filho de Deus” seria equivalente a afirmar que era “um deus”, “era divino” ou “o próprio Deus YHWH”. Em hebraico/aramaico, a expressão “filho de “ significa equivalência.

Ex: Dizer “X é filho de Y” é dizer “X=Y”. Portando, Jesus afirmar que era “filho de YHWH” era mesma coisa que dizer que ele ERA YHWH!

Por isso o sacerdote ficou furioso, falou que era blasfêmia e quis executar Jesus de Nazaré.
Infelizmente estas nuances se perderam após 2000 anos, mas era bem isso mesmo, Jesus afirmava nesta expressão que ele era um ser equivalente à YHWH.

Enfim, meu texto já ficou longo demais. Espero só ter contribuído para suas perspectivas Grantynn, mostrando meus pontos de vista.
E parabéns por lançar este discussão interessante!

Abraços.
Avatar de usuário
Épiro
Forista
Forista
 
Mensagens: 257
Data de registro: 30 Abr 2013 18:49
Localização: São Caetano do Sul
Localidade: São Paulo

Re: A divindade "Jesus Cristo"

Nova mensagempor Ronildo Araujo em 13 Out 2017 15:56

Grantynn escreveu:
...agora que você já leu as obras dos que ignoram toda a literatura cristã ao longo dos séculos,
Hãããmmmmmmm?
... convido você a...
Hãããmmmmmmm?
Creio que sua noção...
Hãããmmmmmmm?
Eu acho muito exagerado esta sua explicação...
Hãããmmmmmmm?
Como se aplica esta sua explicação...
Hãããmmmmmmm?
Ops, mas eu não deveria ter citado João Batista, porque se você não acredita...
Hãããmmmmmmm?
Você acredita que Saulo...
Hãããmmmmmmm?

O tema é sobre a minha pessoa? No que eu acredito ou deixo de acreditar?

Sou tão conhecido assim? As coisas que já li, o que observei, o que penso, no que acredito, no que desacredito, são de domínio privado e desconhecidos até então, dizem respeito somente a mim. Presumir que se conhece um indivíduo por um post é no mínimo audacioso.

Exagerado é o uso ad hominem até aqui. Puro bulverismo; desnecessário e indesejável.

Indicar pesquisas é altamente positivo, benéfico, e desejável a qualquer fórum. O nível poderia ser mantido por aí, com apelo ao raciocínio transparente e isento de crenças ou descrenças. Nunca com uso de tripudio ou demonstração de suposta superioridade.

Além disso, o emprego da ironia ao se referir a quem postula, em detrimento ao tema, deixa com aspecto pueril.

Só lembrando: Nome próprio não se traduz, se translitera, quando necessário, a exemplo da grafia mandarim que é incompreensível aos de língua portuguesa. Yeshua é plenamente compreensível, mesmo em português, desnecessário novas transliterações. É adaptação romana, que, por meio de imposição, conseguiu disseminar o cristianismo pelo mundo, e produzir, direta ou indiretamente, legião de defensores contundentes. Parabéns a eles.

Encerrando por aqui!




Bem Grantynn, já que você elaborou uma resposta e selecionou algumas coisas escritas por mim separando-as do contexto, vou colocar o meu texto inteiro novamente. Vou fazer isso, mesmo sabendo que você ficou ofendido com meu comentário:

Bem Grantynn, agora que você já leu as obras dos que ignoram toda a literatura cristã ao longo dos séculos, convido você a ler O Livro dos Mártires, de John Fox. Sobre a relação Deus, Jesus, convido você a a acessar o site www.unitarismobiblico.com e fazer algumas pesquisas lá.
Creio que sua noção sobre os concílios está equivocada: eles não criaram um Jesus, eles modificaram sua natureza, confundido-o com seu Pai, Deus.
Eu acho muito exagerado esta sua explicação sobre nunca se traduzir nomes. Isto pode se aplicar ao nosso nome pessoal, com nossas carteiras de identidade e documentos equivalentes no mundo todo, mas não para estes personagens históricos. Para estes, como no caso de Jesus, a grafia foi sendo condicionada à fala dos povos à medida que se propagava o cristianismo. Algo bem natural. Como se aplica esta sua explicação ao nome de Maria?
Porém, sobre a imagem de Jesus, é evidente que houve alguma deturpação. Com certeza ele não usava cabelo grande. João Batista sim. Ops, mas eu não deveria ter citado João Batista, porque se você não acredita que Jesus existiu, quanto mais João Batista! Você acredita que Saulo de Tarso também foi um personagem inventado pela ICAR ?


Agora vou selecionar partes de seu texto e fazer algumas aplicações negativas que você fez para mim:

Demonstração de superioridade: sua citação: "O uso do nome de Jesus Cristo só é verdade na mente de quem o usa, por insistência, por influência, por doutrina, por descaso, por comodismo, por letargia, por aceitação do improvável e do impossível, por motivos diversos. Não é pela fé; fé é algo diferente que não se aplica neste caso."
Aqui você diz que todos que pensam diferente de você sobre o uso do nome Jesus Cristo são letárgicos, acomodados, influenciados negativamente, doutrinados com uma mentira e com uma falsa fé. Então, naturalmente você se coloca superiormente acima destes!

Você dá a entender que eu uso uma linguagem tola ou infantil, o tal do pueril. Vamos ver se podemos achar algo similar em seu texto: sua citação: "Enfim, Jesus Cristo divino, cujo retrato é de um hippie italiano de olhos azuis, é fruto do trabalho e determinação da ICAR."
Pessoas sérias no mundo todo achariam esta afirmação tola, primeiro por destratar uma figura venerada, chamando-a de hippie, depois pelo super dimensionamento da ação católica na figura de Cristo.

Enfim, os leitores são induzidos a crer que eu uso falácias como o bulverismo. Mas o bulverismo nem é tão maléfico assim se a pessoa ao menos, depois de afirmar que o outro está enganado ou errado mesmo em algum argumento, ao menos explicar o porquê disse isto! E foi isto o que eu fiz! Depois de dizer que você estava errado na sua visão sobre o nome Jesus Cristo e explicar o porquê, eu até perguntei para você como se aplicaria esta sua forma de pensar sobre o nome de Maria. Minhas perguntas sobre João Batista e Saulo de Tarso foram para você se aperceber que o nome Jesus Cristo não é um caso isolado, como uma lenda através dos tempos. Tem todo um contexto, ramificações, parentela, pessoas referendado, escrevendo sobre, ... história, fatos.
Mas você resolveu atacar o que escrevi e disse que a conversa acabou! Seria um bulverismo radical?
Mas eu aceito que não tenho a classe para escrever que o Épiro tem!!!
A base do Cristianismo verdadeiro, aprovado por Cristo, é o amor de Deus.
A vida e a morte de Jesus Cristo é a confirmação deste amor.
Avatar de usuário
Ronildo Araujo
Forista
Forista
 
Mensagens: 500
Data de registro: 17 Abr 2017 20:52
Localidade: Santa Catarina

Re: A divindade "Jesus Cristo"

Nova mensagempor KOSTA em 13 Out 2017 16:52

Grantyyn

Sua arrogância em dizer ké o assunto "termina aqui" ou Encerrado dá sinal ké você não lançou o tópico para discussão construtiva mas para você afirmar sua ideologia.

Os foristas responderam à letra e todos eles deram provas ke você tá errado.
NÃO TEMAS AQUELES QUE BUSCAM PELA VERDADE, MAS TEME ANTES OS QUE AFIRMAM TEREM A VERDADE
Avatar de usuário
KOSTA
Forista
Forista
 
Mensagens: 2980
Data de registro: 22 Set 2011 20:06
Localização: Portugal

Re: A divindade "Jesus Cristo"

Nova mensagempor Ronildo Araujo em 13 Out 2017 17:17

KOSTA escreveu:Grantyyn

Sua arrogância em dizer ké o assunto "termina aqui" ou Encerrado dá sinal ké você não lançou o tópico para discussão construtiva mas para você afirmar sua ideologia.

Os foristas responderam à letra e todos eles deram provas ke você tá errado.



Oi kosta, tudo bem? Você tem algo à dizer sobre o Livro dos Mártires? Fiquei bem impressionado quando eu o li. Porém, aqui no Brasil o livro é reduzido. Não sei onde li, mas se não me falha a memória, originalmente o livro tem umas mil páginas. Ele é divulgado em Portugal ou não por causa da tradição católica do país? Já que a obra é de origem protestante e de língua inglesa.
A base do Cristianismo verdadeiro, aprovado por Cristo, é o amor de Deus.
A vida e a morte de Jesus Cristo é a confirmação deste amor.
Avatar de usuário
Ronildo Araujo
Forista
Forista
 
Mensagens: 500
Data de registro: 17 Abr 2017 20:52
Localidade: Santa Catarina

Re: A divindade "Jesus Cristo"

Nova mensagempor Ronildo Araujo em 13 Out 2017 17:32

[quote="sabrepoderoso*"]essa de um Jesus de olho azuis , pele branquinha , fica bem entre os europeus , que me consta na palestina
não é uma região com características assim , quando assistimos ao noticiário internacional , e nos é mostrada
cenas desta região , vemos grupos de loiros de olhos azuis ?

A Bíblia diz que Davi era ruivo!
A base do Cristianismo verdadeiro, aprovado por Cristo, é o amor de Deus.
A vida e a morte de Jesus Cristo é a confirmação deste amor.
Avatar de usuário
Ronildo Araujo
Forista
Forista
 
Mensagens: 500
Data de registro: 17 Abr 2017 20:52
Localidade: Santa Catarina

Re: A divindade "Jesus Cristo"

Nova mensagempor Mente Independente em 13 Out 2017 18:07

Grantynn escreveu:Usar o nome Jesus Cristo não faz referência à pessoa que eventualmente tenha existido no primeiro século. Imagine alguém chamando e invocando por ...Ivanhoé!... Pietro!... Descartes!, e descobrir que ele acredita estar chamando por você, ou foi ensinado a chamar por você assim, tendo sido doutrinado por pessoas que afirmam te conhecer bem e que afirmavam, e dão segurança, de serem os seus legítimos representantes! É exatamente isso que está acontecendo, o uso de um nome fantasia, que não se refere a você, e só é verdade na mente de quem o invoca.


Permita-me discordar de vc. "Jesus" nada mais é q uma evolução do latim "Iesus", q por sua vez é uma latinização do grego "Iesoús", q por sua vez é o equivalente do hebraico/aramaico "Yeshua". Não acho q seria como alguém te chamar por outro nome q não é o seu. Penso q seria como, por exemplo, traduzir o nome "Pedro" por "Peter" para um falante nativo de inglês. Hj nós não fazemos isso, não "traduzimos" mais nomes próprios, mas antigamente se fazia. Tanto é q em livros didáticos de História, por exemplo, vc lerá sobre Rei Henrique VIII, qdo o nome original dele era Henry, sobre Rei Eduardo (Edward) III, e etc. Não é como se uma pessoa chamasse de João alguém q se chama Pedro. Essa é minha opinião.

Quanto à Jesus de Nazaré, não tenho ainda uma opinião formada quanto a se ele existiu ou não. Não acredito mais na Bíblia como sendo inspirada, mas acho q pelo menos alguns personagens citados nela existiram sim na vida real (como o Rei Davi, por exemplo). O único porém seria q aquilo q está escrito na Bíblia sobre eles não seria tudo verdade. Eles teriam sido, no caso, apenas seres humanos como todos nós, sem nada de "divino". Aí q entra a questão da existência ou não do Jesus histórico.
Mente Independente
Forista
Forista
 
Mensagens: 1238
Data de registro: 01 Jan 2014 18:33
Localização: Não quero responder
Localidade: São Paulo

Re: A divindade "Jesus Cristo"

Nova mensagempor KOSTA em 14 Out 2017 10:53

Ronildo Araujo escreveu:
KOSTA escreveu:Grantyyn

Sua arrogância em dizer ké o assunto "termina aqui" ou Encerrado dá sinal ké você não lançou o tópico para discussão construtiva mas para você afirmar sua ideologia.

Os foristas responderam à letra e todos eles deram provas ke você tá errado.



Oi kosta, tudo bem? Você tem algo à dizer sobre o Livro dos Mártires? Fiquei bem impressionado quando eu o li. Porém, aqui no Brasil o livro é reduzido. Não sei onde li, mas se não me falha a memória, originalmente o livro tem umas mil páginas. Ele é divulgado em Portugal ou não por causa da tradição católica do país? Já que a obra é de origem protestante e de língua inglesa.

Ola amigo
Irei tentar baixar esse livro.
Por aqui já não existe tradição católica.
A ICAR está muito liberal,ajuda nem necessita, dá apoio a idosos e surpreendente mente muitos são tjs. Irónico. Né?
NÃO TEMAS AQUELES QUE BUSCAM PELA VERDADE, MAS TEME ANTES OS QUE AFIRMAM TEREM A VERDADE
Avatar de usuário
KOSTA
Forista
Forista
 
Mensagens: 2980
Data de registro: 22 Set 2011 20:06
Localização: Portugal

Re: A divindade "Jesus Cristo"

Nova mensagempor Ronildo Araujo em 14 Out 2017 14:14

KOSTA escreveu:
Ronildo Araujo escreveu:
KOSTA escreveu:Grantyyn

Sua arrogância em dizer ké o assunto "termina aqui" ou Encerrado dá sinal ké você não lançou o tópico para discussão construtiva mas para você afirmar sua ideologia.

Os foristas responderam à letra e todos eles deram provas ke você tá errado.



Oi kosta, tudo bem? Você tem algo à dizer sobre o Livro dos Mártires? Fiquei bem impressionado quando eu o li. Porém, aqui no Brasil o livro é reduzido. Não sei onde li, mas se não me falha a memória, originalmente o livro tem umas mil páginas. Ele é divulgado em Portugal ou não por causa da tradição católica do país? Já que a obra é de origem protestante e de língua inglesa.

Ola amigo
Irei tentar baixar esse livro.
Por aqui já não existe tradição católica.
A ICAR está muito liberal,ajuda nem necessita, dá apoio a idosos e surpreendente mente muitos são tjs. Irónico. Né?



Fará muito bem Kosta. Este livro é um antídoto contra o revisionismo pervertido da história cristã que muitos "intelectuais" querem empurrar goela abaixo em seus contemporâneos em nossos dias. Mas é claro, não é uma obra perfeita. É a história contada do ponto de vista de um protestante trinitarista. Porém pode-se perceber que John Fox não tinha uma fé cega, pois conta a história de alguns personagens católicos também, e com bastante reverência. Porém, ele não se aprofundou na perseguição que os cristãos não trinitaristas sofreram. Também se referiu a Constantino sempre de maneira elogiosa. (O marketing de Constantino deve ter sido muito forte, se espalhou por toda a Europa e durou séculos). E também procura suavizar a participação de João Calvino (trinitarista) na morte de Miguel Servet (não trinitarista). Mas recomendo o livro para todo cristão.
A base do Cristianismo verdadeiro, aprovado por Cristo, é o amor de Deus.
A vida e a morte de Jesus Cristo é a confirmação deste amor.
Avatar de usuário
Ronildo Araujo
Forista
Forista
 
Mensagens: 500
Data de registro: 17 Abr 2017 20:52
Localidade: Santa Catarina

Re: A divindade "Jesus Cristo"

Nova mensagempor Épiro em 14 Out 2017 16:50

Olá Ronildo,

Ronildo Araujo escreveu:Este livro é um antídoto contra o revisionismo pervertido da história cristã que muitos "intelectuais" querem empurrar goela abaixo em seus contemporâneos em nossos dias.


Que revisionismo pervertido é esse?

Por que você coloca intelectuais entre aspas? Quem são estes intelectuais que você se refere?
Avatar de usuário
Épiro
Forista
Forista
 
Mensagens: 257
Data de registro: 30 Abr 2013 18:49
Localização: São Caetano do Sul
Localidade: São Paulo

Próximo

Retornar para Religiões, Crenças & Teologia

Quem está online

Usuários vendo este fórum: andersonpaulino, Cosima e 16 visitantes