[FIXO] Livro-30 anos escravizado à Torre de Vigia. : Livros e Filmes
Seja Bem-Vindo Testemunhas de Jeová - Ex Testemunhas de Jeová. Clique aqui e cadastre-se para participar


[FIXO] Livro-30 anos escravizado à Torre de Vigia.

Indicação de livros e filmes que expõem de alguma forma a verdade sobre as Testemunhas de Jeová.

[FIXO] Livro-30 anos escravizado à Torre de Vigia.

Nova mensagempor ELLIPSIS em 24 Nov 2010 14:24

Faça o download do livro em pdf AQUI


À dias a vaguear no google imagens encontrei uma imagem de um livro no qual o tema me chamou à atenção.
Cliquei e reparei que este livro estava à venda aqui mesmo em Portugal. Não perdi tempo contactei a pessoa que o estava vendendo pois o queria ler, visto que não o conhecia.
Chegou hoje e já o estou a ler o livro. Nossa o livro é bem antigo, nota-se pelo papel das folhas amareladas.

Imagem

Alguém já o leu?
Imagem
MEU BLOG


Aquele que busca a verdade deve, tanto quanto possível, duvidar de tudo. **DESCARTES**
Avatar de usuário
ELLIPSIS
Moderador
Moderador
 
Mensagens: 2732
Data de registro: 24 Ago 2009 16:24

Re: 30 anos escravizado à Torre de Vigia.

Nova mensagempor De olhos abertos em 24 Nov 2010 14:38

:o

Esse livro é um achado!

Em que site está disponível?
Avatar de usuário
De olhos abertos
Desativado a pedido do usuário
 
Mensagens: 6385
Data de registro: 18 Nov 2009 09:07
Localização: São Paulo - SP
Localidade: Não quero responder

Re: 30 anos escravizado à Torre de Vigia.

Nova mensagempor Jerry em 24 Nov 2010 14:50

Tem uma edição em inglês de 1959:

http://www.estantevirtual.com.br/sebore ... e-21749934

Ou seja, o cara pulou fora antes mesmo do fiasco de 1975.
"Quando chegará, Senhor, o dia em que virás a nós para reconheceres os teus erros perante os homens?" - Saramago

Meu Blog: Oritameji
Twitter: http://twitter.com/jerryguima
Avatar de usuário
Jerry
Forista
Forista
 
Mensagens: 6540
Data de registro: 01 Nov 2008 01:37
Localização: Vitória da Conquista, Bahia

Re: 30 anos escravizado à Torre de Vigia.

Nova mensagempor Abadon em 24 Nov 2010 15:33

Pelo ano do livro é de 59, então ele se associou em 1929, época do Ruther, Beth Sarim, da mudança do nome.

Ellipsis comente o que ele encontrou nessa época que o deixara incerto já que o nosso acesso ao livro é difícil.
"A verdade não tem que ser aceita com fé. Os cientistas não seguram suas mãos, cantando: "Sim, a gravidade é real! Eu vou ter fé!" - Dan Barker
Abadon
Forista
Forista
 
Mensagens: 542
Data de registro: 25 Mai 2009 22:41

Re: 30 anos escravizado à Torre de Vigia.

Nova mensagempor ELLIPSIS em 24 Nov 2010 15:46

para quem quiser e tiver interesse existe 8 capítulos disponíveis na Internet AQUI
Imagem
MEU BLOG


Aquele que busca a verdade deve, tanto quanto possível, duvidar de tudo. **DESCARTES**
Avatar de usuário
ELLIPSIS
Moderador
Moderador
 
Mensagens: 2732
Data de registro: 24 Ago 2009 16:24

Re: 30 anos escravizado à Torre de Vigia.

Nova mensagempor Dulcineia Mancha em 24 Nov 2010 18:38

Ellipsis, obrigado por sua generosidade em postar o link acima de acesso aos 08 capítulos do livro, já salvei no Meu PC, já maei para o meu Blog. è "antes tarde do que nunca"... :ol2: :bjo9:
"Considero a curiosidade uma virtude moral” (Amós Oz, Escritor Hebreu - programa Roda Viva-TV Cultura, 02/01/2012
Avatar de usuário
Dulcineia Mancha
Forista
Forista
 
Mensagens: 1081
Data de registro: 01 Nov 2009 06:14
Localização: SP-SUL

Re: 30 anos escravizado à Torre de Vigia.

Nova mensagempor ELLIPSIS em 24 Nov 2010 19:36

Ainda hoje recebi o livro e ja o devorei.
Fiquei estupefacto com a coisas que li.

Nunca pensei que a Torre nos anos 30 e 40 se servisse da violência para fazer aqueles discursos ao ar livre....
Imagem
MEU BLOG


Aquele que busca a verdade deve, tanto quanto possível, duvidar de tudo. **DESCARTES**
Avatar de usuário
ELLIPSIS
Moderador
Moderador
 
Mensagens: 2732
Data de registro: 24 Ago 2009 16:24

Re: 30 anos escravizado à Torre de Vigia.

Nova mensagempor Helena em 24 Nov 2010 19:49

Caraca, olha só, um dia as reuniões já foram assim:

"Deixem-me dizer aqui que estas Eclésias dos Estudantes da Bíblia eram muito diferentes dos atuais locais de reunião das Testemunhas de Jeová, conhecidos como Salões do Reino. Inteiramente independentes de um controlo central, eles selecionavam os seus próprios anciãos entre os espiritualmente maduros do seu meio, de acordo com as instruções de Paulo a Tito e Timóteo. Observavamos que estas pessoas eram cristãos consagrados. Eles eram fortemente individualistas, grandemente preocupados com certificarem-se da sua "chamada e eleição", e em serem transformados à semelhança do Senhor no seu pensamento, no seu modo de viver e no seu comportamento, bem como nas suas obras e nas suas vidas diárias.

Quando eles se reuniam nas suas reuniões ao domingo para um discurso bíblico e à quarta-feira à noite para uma oração e reunião de experiências, eles vinham para serem edificados, e para contribuírem eles mesmos para essa edificação. As reuniões eram verdadeiras festas de companheirismo e amor cristão. Eram altamente instrutivas -- nunca autoritárias e arbitrárias como são agora as reuniões realizadas nos Salões do Reino das Testemunhas de Jeová. Aqueles que vinham a estas reuniões estavam preocupados não só com o bem estar uns dos outros, mas eram feitos arranjos para visitas aos doentes e aos necessitados, e eram providenciados fundos pela Eclésia para prestar ajuda quando necessário. Estas reuniões estavam a encher um vazio na vida do meu pai e na minha. Eram uma bênção espiritual para nós.

Obras de caridade ocupavam um tempo considerável dos grupos dos Estudantes da Bíblia. Eles não só ajudavam os necessitados da congregação mas também muitas vezes pessoas de fora, onde quer que as encontrassem. Nós trazíamos tais infelizes e alimentávamo-los e vestíamo-los. Depois de termos cuidado das suas necessidades físicas, nós ministrávamos-lhes coisas mais valiosas do Espírito. Muitos eram deste modo salvos do desespero e trazidos à comunhão do cristianismo."
~ºo0º~ºo0º~ºo0º~ºo0º~ºo0º~ºo0º~ºo0º~
Avatar de usuário
Helena
Forista
Forista
 
Mensagens: 520
Data de registro: 24 Set 2009 00:41

Re: 30 anos escravizado à Torre de Vigia.

Nova mensagempor Helena em 24 Nov 2010 19:50

ELLIPSIS escreveu:Ainda hoje recebi o livro e ja o devorei.
Fiquei estupefacto com a coisas que li.

Nunca pensei que a Torre nos anos 30 e 40 se servisse da violência para fazer aqueles discursos ao ar livre....



Bah, Elli, nem que fosse aos pokitos, tinha que digitalizar esse livro... :soldier7:
~ºo0º~ºo0º~ºo0º~ºo0º~ºo0º~ºo0º~ºo0º~
Avatar de usuário
Helena
Forista
Forista
 
Mensagens: 520
Data de registro: 24 Set 2009 00:41

Re: 30 anos escravizado à Torre de Vigia.

Nova mensagempor sidhiresus em 24 Nov 2010 19:52

Helena escreveu:
ELLIPSIS escreveu:Ainda hoje recebi o livro e ja o devorei.
Fiquei estupefacto com a coisas que li.

Nunca pensei que a Torre nos anos 30 e 40 se servisse da violência para fazer aqueles discursos ao ar livre....



Bah, Elli, nem que fosse aos pokitos, tinha que digitalizar esse livro... :soldier7:


Manda pra mim que digitalizo. rsrs
Avatar de usuário
sidhiresus
Administrador
Administrador
 
Mensagens: 8239
Data de registro: 01 Nov 2008 09:15
Localidade: São Paulo

Re: 30 anos escravizado à Torre de Vigia.

Nova mensagempor Helena em 24 Nov 2010 19:58

Caramba, olha esse outro trecho, é como estar lavando os olhos:

"Durante estes três anos, enquanto ia à escola e trabalhava em Berlim ao mesmo tempo que era estudante, fui usado por Deus para ajudar dezassete pessoas a tornarem-se cristãos, três dos quais tinham sido ateus, um anarquista, e um comunista. (Berlim estava cheia destes grupos ímpios logo depois da guerra => essa opinião é do autor, heim! Um tanto forte, diga-se.)

Tudo isto foi feito, tal como todo o trabalho de pregação da Eclésia de Berlim naqueles anos, por impulso interior, não por compulsão da organização como é agora praticado pelas Testemunhas de Jeová de mentalidade teocrática. Era feito em Espírito. Paulo diz em Romanos 10:10: "É acreditando de coração que se obtém a justiça, e é confessando com a boca que se chega à salvação." Esta verdade foi demonstrada por estes cristãos de Berlim. Eu tinha tanto por que estar grato, e compreendi que tinha de fazer com todo o meu poder dado por Deus o que as minhas mãos encontravam para fazer, e o que o meu zelo me tornava capaz de fazer. Muitos outros sentiam o mesmo.

Claro que existiam muitos que não partilhavam esse sentimento. No entanto, esses não eram importunados para ir e pregar caso não o quisessem fazer. Permitia-se que eles se associassem conosco e nós continuávamos a ajudá-los a ver mais sobre os propósitos de Deus. Notei que depois muitos, de sua própria vontade, avançavam quando a ocasião surgia e saíam-se bem como homens em Cristo. Quando isso acontecia, o nosso regozijo era grande; pois era evidente que isto tinha sido causado pelo Senhor, e não pelo uso de força psicológica de uma Sociedade ou de algum Servo de Companhia."
~ºo0º~ºo0º~ºo0º~ºo0º~ºo0º~ºo0º~ºo0º~
Avatar de usuário
Helena
Forista
Forista
 
Mensagens: 520
Data de registro: 24 Set 2009 00:41

Re: 30 anos escravizado à Torre de Vigia.

Nova mensagempor Dulcineia Mancha em 24 Nov 2010 20:08

Gente, maravilhoso, que esclarecedor!!! É pelo jeito lá pelos idos de 1959, as coisas foram cada vez mais egóistas sem a motivação amorosa cristã; Foi na época do Rutherford???
Obrigado a todos pelos comentários
"Considero a curiosidade uma virtude moral” (Amós Oz, Escritor Hebreu - programa Roda Viva-TV Cultura, 02/01/2012
Avatar de usuário
Dulcineia Mancha
Forista
Forista
 
Mensagens: 1081
Data de registro: 01 Nov 2009 06:14
Localização: SP-SUL

Re: 30 anos escravizado à Torre de Vigia.

Nova mensagempor Helena em 24 Nov 2010 20:16

Oxá, essa é cruel!! A gente até já sabe, mas o autor fala que foi totalmente dolosa (intencional) a estratégia da Torre:

Além disso, o nosso Senhor na profecia de Mateus 24 estava a falar de algo muito diferente. Ele estava a responder a perguntas dos seus discípulos, colocadas desta forma: "Jesus saiu do Templo e ia-Se embora, quando os discípulos se aproximaram d'Ele para Lhe mostrar as construções do Templo. Jesus respondeu: «Estais a ver tudo isto? Eu vos garanto: aqui não ficará pedra sobre pedra; tudo será destruído»." O nosso Senhor notou como os Seus discípulos ainda estavam ligados aos edifícios, ao templo e à cidade de Jerusalém, e como eles tinham estas coisas em alta consideração. Tudo isto, profetizou Ele, chegaria a um fim entre condições horríveis de tribulação, tal como o mundo nunca antes tinha visto. A pergunta dizia respeito a uma situação específica, e a resposta de Jesus aplicava-se a essa situação particular. Não existe em parte alguma evidência de que esta passagem tenha referência a um tempo em que uma Guerra Mundial específica libertaria uma reação em cadeia, como a Torre de Vigia interpreta os eventos que se seguiram à Guerra de 1914-1918.

Então, por que é que a Sociedade usa esta passagem? Bem, essa passagem serve o propósito dela. Usando indevidamente estes versículos e ligando-os com o desassossego prevalecente a seguir à Primeira Guerra Mundial, a Sociedade Torre de Vigia criou um enquadramento psicológico para dar um significado aparentemente profundo à sua campanha de publicidade. Tudo isto foi levado a um clímax com a declaração do versículo 14: "E esta Boa Notícia sobre o Reino será anunciada pelo mundo inteiro, como um testemunho para todas as nações. Então chegará o fim." Isto deu cor profética e justificou completamente a campanha de venda de livros da Sociedade!
~ºo0º~ºo0º~ºo0º~ºo0º~ºo0º~ºo0º~ºo0º~
Avatar de usuário
Helena
Forista
Forista
 
Mensagens: 520
Data de registro: 24 Set 2009 00:41

Re: 30 anos escravizado à Torre de Vigia.

Nova mensagempor Helena em 24 Nov 2010 20:27

Gente do céu, me desculpem essas postagens seguidas do conteúdo do livro, mas to impressionada, é muito bom mesmo. Mais um trecho impressionante, que diz o que a gente sente:

Individualidade Submersa

De 1925 em diante, os Estudantes da Bíblia viram-se confrontados com um problema real que resultou da nova política da Torre de Vigia. A questão era realmente esta: Devemos continuar a desenvolver a nossa individualidade cristã e comprar o nosso tempo entre o nascimento e a morte como uma nova criação; ou devemos submetermo-nos ao conceito da Torre de Vigia, comprar o nosso tempo entre o nascimento e a morte por vender livros e angariar dinheiro através desse meio e entregá-lo à Torre de Vigia, junto com um relatório do nosso tempo gasto neste trabalho todos os meses? À medida que o tempo passou, aqueles que colocavam o maior número de livros, gastavam mais horas em cada mês na campanha de vendas e entregavam mais dinheiro, eram os favorecidos; e aqueles que continuavam a comprar ou redimir o seu tempo em produzir frutos do Espírito, foram amesquinhados cada vez mais, foram gradualmente afastados, e por fim foram marcados como "servos maus".
~ºo0º~ºo0º~ºo0º~ºo0º~ºo0º~ºo0º~ºo0º~
Avatar de usuário
Helena
Forista
Forista
 
Mensagens: 520
Data de registro: 24 Set 2009 00:41

Re: 30 anos escravizado à Torre de Vigia.

Nova mensagempor Dulcineia Mancha em 24 Nov 2010 20:36

Não Helena de jeito nenhum, voce precisa pedir desculpas. Sus postagens sobre o livro, ajudam àqueles que ainda n~çao podem tirar tempo para lê-lo. Obrigada.
Eqto a falta de individualidade acima, mais uma vez quâo esclarecedor. Gent, por que não li estas tais literaturas ditas "Apóstatas" bem antes. Que Deus me perdoe por isso. :bjo9:
"Considero a curiosidade uma virtude moral” (Amós Oz, Escritor Hebreu - programa Roda Viva-TV Cultura, 02/01/2012
Avatar de usuário
Dulcineia Mancha
Forista
Forista
 
Mensagens: 1081
Data de registro: 01 Nov 2009 06:14
Localização: SP-SUL

Próximo

  • Tópicos Similares
    Respostas
    Exibições
    Última mensagem

Retornar para Livros e Filmes

Quem está online

Usuários vendo este fórum: Nenhum usuário registrado online e 7 visitantes