[pdf.] O Livro de ENOQUE : Livros e Filmes
Seja Bem-Vindo Testemunhas de Jeová - Ex Testemunhas de Jeová. Clique aqui e cadastre-se para participar


[pdf.] O Livro de ENOQUE

Indicação de livros e filmes que expõem de alguma forma a verdade sobre as Testemunhas de Jeová.

[pdf.] O Livro de ENOQUE

Nova mensagempor miguel arcanjo em 23 Jul 2012 19:28

[pdf.] O LIVRO DE ENOQUE
http://www.buscandoluz.org/.../133_O%20 ... Enoque.pdf

Existe muita controvérsia e polêmica sobre o Livro de Enoque.
Perguntas que não querem e nem podem se calar.
Por que o escritor Judas (da carta inspirada que leva seu nome), citaria uma fonte secular considerada não canônica, tanto pelos judeus e posteriormente pelos cristãos primitivos?


Judas teria errado ao citar fontes seculares?

http://www.adiberj.org/portal/2011/01/1 ... -seculares
http://pt.wikipedia.org/wiki/Primeiro_Livro_de_Enoque

Judas 9 e 14 são as passagens que suscitam essa pergunta. O versículo 9 refere-se a uma controvérsia entre o arcanjo Miguel e o Diabo com respeito ao local onde se depositou o corpo de Moisés, que morrera no monte Pisga: “Contudo, nem mesmo o arcanjo Miguel, quando estava disputando com o Diabo acerca do corpo de Moisés, ousou fazer acusação injuriosa contra ele, mas disse: ‘O Senhor o repreenda!’ ”. Esse registro não se encontra no AT, mas julga-se ter sido incluído em um tratado cristão (que se perdeu) intitulado “A Assunção de Moisés” (cf. Buttrick, Interpreter’s dictionary, 3:450), pelo menos de acordo com Orígenes (De principiis, 3.2.1).

Seria uma falácia da lógica argumentar, no entanto, que um escritor bíblico inspirado, como Judas, estivesse estritamente limitado ao conteúdo do AT canônico para colher informações válidas do passado. Estêvão (At 7) e o Senhor Jesus (Mt 23) fazem referências a episódios históricos não registrados no AT. Aparentemente havia uma boa quantidade de tradições orais disponíveis aos crentes do período neotestamentário. E sob a orientação do Espírito Santo, estavam perfeitamente habilitados a relatar tais ocorrências em conexão com seu ministério do ensino. Devemos deduzir dessa passagem que se travava uma terrível guerra espiritual entre os representantes do céu e os do inferno, a respeito do corpo de Moisés.

A mesma observação é pertinente a Judas 14, quanto à citação do patriarca antediluviano Enoque. Nesse caso, a obra pseudepigráfica foi preservada, na qual se encontra essa citação (todavia, o livro de Enoque não existe em uma tradução tão antiga quanto a época de Judas). Enoque é citado, e teria dito o seguinte: “Eis que veio [provavelmente o aoristo grego ¯elthen representa um perfeito profético no hebraico ou aramaico, de modo que pode ser traduzido como futuro: ‘virá’] o Senhor entre suas santas miríades, para exercer juízo contra todos e para fazer convictos todos os ímpios, acerca de todas as obras ímpias que impiamente praticaram e acerca de todas as palavras insolentes que ímpios pecadores proferiram contra ele”.
Temos aqui um exemplo notável de pronunciamento profético poderoso que chega a nós vindo antes dos tempos de Noé. O simples fato de que Gênesis não traz essa declaração feita por Enoque não serve de evidência de que o patriarca não a tenha pronunciado. Isso de modo algum demonstra que tudo no livro de Enoque é exato, historicamente, nem que seja válido teologicamente. Grande parte do livro de Enoque pode ser ficção. Todavia, não existe base sólida para que se condene tudo que ali está escrito como sendo falso, só porque o livro é considerado expúrio. Até mesmo um texto pagão poderia conter itens verdadeiros, como o comprova Paulo quando citou a obra de Arato, Phaenomena 5 aos seus ouvintes atenienses (At 17.28).

Extraído do livro Enciclopédia de temas bíblicos
Avatar de usuário
miguel arcanjo
Forista
Forista
 
Mensagens: 1103
Data de registro: 23 Jan 2012 22:03
Localização: M A T R I X
Localidade: Não quero responder

Re: [pdf.] O Livro de ENOQUE

Nova mensagempor kooboo em 24 Jul 2012 10:29

Vale lembrar que os critérios que definiram o que faria parte do canom sagrado e o que devia ficar excluído, foram bem questionáveis...
[]'s
kooboo

Imagem
Avatar de usuário
kooboo
Moderador
Moderador
 
Mensagens: 9459
Data de registro: 01 Nov 2008 13:22
Localidade: Minas Gerais

Re: [pdf.] O Livro de ENOQUE

Nova mensagempor Sentinela na Torre em 24 Jul 2012 11:33

miguel arcanjo escreveu:[pdf.] O LIVRO DE ENOQUE
http://www.buscandoluz.org/.../133_O%20 ... Enoque.pdf


Link inválido, se possível peço a gentileza de informar o endereço correto.
Avatar de usuário
Sentinela na Torre
Forista
Forista
 
Mensagens: 1330
Data de registro: 12 Jun 2011 14:48

Re: [pdf.] O Livro de ENOQUE

Nova mensagempor gerom em 24 Jul 2012 11:48

miguel arcanjo escreveu:[pdf.] O LIVRO DE ENOQUE
http://www.buscandoluz.org/.../133_O%20 ... Enoque.pdf

Miguel, o link não está funcionando...
"Se não está explicitamente indicado, está implicitamente excluído"
Avatar de usuário
gerom
Forista
Forista
 
Mensagens: 7355
Data de registro: 28 Jul 2010 11:54
Localização: de volta... SC

Re: [pdf.] O Livro de ENOQUE

Nova mensagempor miguel arcanjo em 24 Jul 2012 12:31

miguel arcanjo escreveu:[pdf.] O LIVRO DE ENOQUE
http://www.buscandoluz.org/.../133_O%20 ... Enoque.pdf

Existe muita controvérsia e polêmica sobre o Livro de Enoque.
Perguntas que não querem e nem podem se calar.
Por que o escritor Judas (da carta inspirada que leva seu nome), citaria uma fonte secular considerada não canônica, tanto pelos judeus e posteriormente pelos cristãos primitivos?


Judas teria errado ao citar fontes seculares?

http://www.adiberj.org/portal/2011/01/1 ... -seculares
http://pt.wikipedia.org/wiki/Primeiro_Livro_de_Enoque

Judas 9 e 14 são as passagens que suscitam essa pergunta. O versículo 9 refere-se a uma controvérsia entre o arcanjo Miguel e o Diabo com respeito ao local onde se depositou o corpo de Moisés, que morrera no monte Pisga: “Contudo, nem mesmo o arcanjo Miguel, quando estava disputando com o Diabo acerca do corpo de Moisés, ousou fazer acusação injuriosa contra ele, mas disse: ‘O Senhor o repreenda!’ ”. Esse registro não se encontra no AT, mas julga-se ter sido incluído em um tratado cristão (que se perdeu) intitulado “A Assunção de Moisés” (cf. Buttrick, Interpreter’s dictionary, 3:450), pelo menos de acordo com Orígenes (De principiis, 3.2.1).

Seria uma falácia da lógica argumentar, no entanto, que um escritor bíblico inspirado, como Judas, estivesse estritamente limitado ao conteúdo do AT canônico para colher informações válidas do passado. Estêvão (At 7) e o Senhor Jesus (Mt 23) fazem referências a episódios históricos não registrados no AT. Aparentemente havia uma boa quantidade de tradições orais disponíveis aos crentes do período neotestamentário. E sob a orientação do Espírito Santo, estavam perfeitamente habilitados a relatar tais ocorrências em conexão com seu ministério do ensino. Devemos deduzir dessa passagem que se travava uma terrível guerra espiritual entre os representantes do céu e os do inferno, a respeito do corpo de Moisés.

A mesma observação é pertinente a Judas 14, quanto à citação do patriarca antediluviano Enoque. Nesse caso, a obra pseudepigráfica foi preservada, na qual se encontra essa citação (todavia, o livro de Enoque não existe em uma tradução tão antiga quanto a época de Judas). Enoque é citado, e teria dito o seguinte: “Eis que veio [provavelmente o aoristo grego ¯elthen representa um perfeito profético no hebraico ou aramaico, de modo que pode ser traduzido como futuro: ‘virá’] o Senhor entre suas santas miríades, para exercer juízo contra todos e para fazer convictos todos os ímpios, acerca de todas as obras ímpias que impiamente praticaram e acerca de todas as palavras insolentes que ímpios pecadores proferiram contra ele”.
Temos aqui um exemplo notável de pronunciamento profético poderoso que chega a nós vindo antes dos tempos de Noé. O simples fato de que Gênesis não traz essa declaração feita por Enoque não serve de evidência de que o patriarca não a tenha pronunciado. Isso de modo algum demonstra que tudo no livro de Enoque é exato, historicamente, nem que seja válido teologicamente. Grande parte do livro de Enoque pode ser ficção. Todavia, não existe base sólida para que se condene tudo que ali está escrito como sendo falso, só porque o livro é considerado expúrio. Até mesmo um texto pagão poderia conter itens verdadeiros, como o comprova Paulo quando citou a obra de Arato, Phaenomena 5 aos seus ouvintes atenienses (At 17.28).

Extraído do livro Enciclopédia de temas bíblicos


LINK CORRETO
http://www.buscandoluz.org/estudos/133_ ... Enoque.pdf
Avatar de usuário
miguel arcanjo
Forista
Forista
 
Mensagens: 1103
Data de registro: 23 Jan 2012 22:03
Localização: M A T R I X
Localidade: Não quero responder

Re: [pdf.] O Livro de ENOQUE

Nova mensagempor Carnival em 24 Jul 2012 21:39

Obrigado. Estava procurando isso.
Eu não quero "acreditar", eu quero "saber".
Avatar de usuário
Carnival
Forista
Forista
 
Mensagens: 288
Data de registro: 12 Mar 2012 13:42


  • Tópicos Similares
    Respostas
    Exibições
    Última mensagem

Retornar para Livros e Filmes

Quem está online

Usuários vendo este fórum: Nenhum usuário registrado online e 13 visitantes