Corrente TJ: "O fim da liberdade religiosa no Brasil" : Notícias
Seja Bem-Vindo Testemunhas de Jeová - Ex Testemunhas de Jeová. Clique aqui e cadastre-se para participar


Corrente TJ: "O fim da liberdade religiosa no Brasil"

Tudo que se fala na mídia nacional e internacional sobre as Testemunhas de Jeová.

Corrente TJ: "O fim da liberdade religiosa no Brasil"

Nova mensagempor Poltergeist em 16 Out 2009 08:35

Vejam que absurdo o e-mail que está correndo entre as preconceituosas tjotinhas:

Liberdade religiosa em risco
O Brasil, país conhecido em todo o mundo por sua tolerância e respeito às diferenças raciais, religiosas e étnicas, entre outras, encontra-se hoje diante de uma flagrante ameaça à liberdade de expressão e culto.

Dois projetos de lei que se propõem a evitar o preconceito, também possuem regras para silenciar e censurar a pregação da Bíblia Sagrada. E sem que a maioria da população se dê conta disso, estão seguindo o trâmite de aprovação no Congresso Nacional.

Um deles está no Senado, prestes a se tornar lei (PL 122/06) e outro com o mesmo teor está na Câmara dos Deputados (PL 6418/2005).

Em breve poderemos assistir pastores sendo presos por pregarem o Evangelho, como em muitos países da África, e pais perdendo a guarda dos filhos por transmitirem a sua convicção religiosa, como ocorre em localidades do Oriente Médio.

Casos como na China e na Coréia do Norte, onde pastores são presos por distribuírem Bíblias, podem se tornar comuns.

Crime de opinião religiosa
Uma leitura mais apurada no texto do PL 122/06 (http://www.senado.gov.br/sf/publicacoes ... /38854.pdf) – que prevê detenção de um a três anos para quem for condenado por injúria ou intimidação ao expressar um ponto de vista moral, filosófico ou psicológico contrário ao dos homossexuais – revela que, na prática, a pregação de alguns trechos da Bíblia poderão ser criminalizados, a despeito das diferentes interpretações de correntes doutrinárias.

O PL 122/06 está prestes a ser votado pelos senadores e em seguida seguirá para a sanção do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, para se tornar lei. Confira os principais pontos do projeto aqui: http://www.portasabertas.org.br/liberdadereligiosa/pontos.asp. O governo é favorável à criação desta nova lei e seu posicionamento está claramente expresso no programa “Brasil Sem Homofobia” (leia mais).

Um projeto ainda mais pernicioso e semelhante a este que tramita na Câmara, o PL 6418/2005 (http://www.camara.gov.br/sileg/integras/482709.pdf), ainda prevê aumento da pena em um terço para qualquer um que fabrique, distribua ou comercialize quaisquer pontos de vista contra homossexuais, sejam impressos ou verbais.

No caso de materiais impressos, a nova lei prevê o confisco e a destruição dos mesmos, o que expõe a Bíblia Sagrada ao risco de ser recolhida e destruída pelas autoridades brasileiras. No caso de transmissões televisivas ou radiofônicas, a lei prevê a suspensão delas.
A mentira teme a verdade. Afinal, você já viu "apóstatas" desassociando uma Testemunha de Jeová?

Procurando um assunto específico? Visite o Índice do Fórum: viewtopic.php?f=2&t=3230
Avatar de usuário
Poltergeist
Forista
Forista
 
Mensagens: 7764
Data de registro: 26 Fev 2009 16:57
Localidade: São Paulo

Re: Corrente TJ: "O fim da liberdade religiosa no Brasil"

Nova mensagempor André Felix em 16 Out 2009 09:30

Mas os projetos mencionados falam apenas sobre usar textos bíblicos como justificativa para o ódio e a violência contra os homossexuais. As publicações da Torre de Vigia condenam o homossexualismo mas não promovem o ódio. Ensinar que um livro sagrado proíbe o homossexualismo não tem nada haver com ser homofóbico. Agora, fazer discursos inflamados apontando os homossexuais como pessoas possuídas por demônios, doentes mentais ou depravados, como fazem fariseus como o Silas Malafaia, passa longe do que a Bíblia fala sobre o assunto. Esse evangélicos hipócritas querem ter o direito de serem homofóbicos! Isso é um absurdo. E ainda mencionam políticas já adotadas contra o proselitismo cristão em países ditatoriais que não possuem nenhuma relação com o modo como o Brasil lida com o assunto como a China, Coréia do Norte e países islâmicos. Aliás, em muitos países islâmicos o homossexualismo que é punido até com pena de morte e mutilação e eles usam como pretexto passagens do sagrado livro Alcorão.

E esse texto está sendo usado por várias seitas evangélicas. Essas testemunhas de Jeová que estão passando adiante esse texto estão usando a argumentação de "Babilônia". Vejam alguns exemplos:

Associação Paulista Sul da Igreja Adventista do Sétimo Dia:
http://www.paulistasul.org.br/noticias/ ... taque=1300

Assembléia de Deus de Londrina (segundo texto, subtítitulo)
http://www.adlondrina.com.br/new_3/01_p ... idNot=1830

Agência "Cristã" de Notícias:
http://ancnews.blogspot.com/2008/05/lib ... erigo.html

O grande perigo para a democracia não são projetos de lei como esses mas o crescimento das seitas cristãs fundamentalista.
O pensamento é o ensaio da ação.
Sigmund Freud
André Felix
Desativado a pedido do usuário
 
Mensagens: 3909
Data de registro: 01 Nov 2008 08:42

Re: Corrente TJ: "O fim da liberdade religiosa no Brasil"

Nova mensagempor teis em 16 Out 2009 09:42

Muitos países já concedem essa liberdade (opção sexual) do indivíduo, e o mundo caminha pra isso com o tempo. A torre pode não atacar diretamente os homossexuais em suas literaturas, mas, são totalmente preconceituosas quanto a esse conceito. Se um indivíduo quiser aprender a bíblia com os TJ's mas disser que sua opção sexual por vontade própria é ser o homosexualismo, esse vai ser totalmente discriminado.
Esse projeto de lei visa resguardar esse tipo de discriminação e na minha opinião é muito bem vindo.
Avatar de usuário
teis
Forista
Forista
 
Mensagens: 73
Data de registro: 18 Dez 2008 10:03

Re: Corrente TJ: "O fim da liberdade religiosa no Brasil"

Nova mensagempor André Felix em 16 Out 2009 10:18

teis escreveu:... Se um indivíduo quiser aprender a bíblia com os TJ's mas disser que sua opção sexual por vontade própria é ser o homosexualismo, esse vai ser totalmente discriminado.
Esse projeto de lei visa resguardar esse tipo de discriminação e na minha opinião é muito bem vindo.


Mas os projetos apresentados não têm como objetivo proibir que as religiões e seitas em geral impeçam o ingresso ou recusem membros homossexuais. Tais projetos não visam impedir que religiosos em geral continuem apresentando o homossexualismo como "pecado" aos olhos de Deus. O alvo são pregações exaltadas, que apresentam os homossexuais como doentes, depravados ou que incitem a violência e a discriminação em locais publicos como hotéis, restaurantes ou em oportunidades de emprego.
Encontrei no google um texto interessante sobre o assunto, leiam na íntegra em:
https://www.naohomofobia.com.br/lei/index.php

Um trecho selecionado por mim:




2. É verdade que o PLC 122/2006 ataca a liberdade religiosa?

Não, é mentira. O projeto de lei não interfere na liberdade de culto ou de pregação religiosa. O que o projeto visa coibir são manifestações notadamente discriminatórias, ofensivas ou de desprezo. Particularmente as que incitem a violência contra lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais.

Ser homossexual não é crime. E não é distúrbio nem doença, segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde). Portanto, religiões podem manifestar livremente juízos de valor teológicos (como considerar a homossexualidade "pecado"). Mas não podem propagar inverdades científicas, fortalecendo estigmas contra segmentos da população.

Nenhuma pessoa ou instituição está acima da Constituição e do ordenamento legal do Brasil, que veda qualquer tipo de discriminação.

Concessões públicas (como rádios ou TV's), manifestações públicas ou outros meios não podem ser usados para incitar ódio ou divulgar manifestações discriminatórias – seja contra mulheres, negros, índios, pessoas com deficiência ou homossexuais. A liberdade de culto não pode servir de escudo para ataques a honra ou a dignidade de qualquer pessoa ou grupo social.
O pensamento é o ensaio da ação.
Sigmund Freud
André Felix
Desativado a pedido do usuário
 
Mensagens: 3909
Data de registro: 01 Nov 2008 08:42

Re: Corrente TJ: "O fim da liberdade religiosa no Brasil"

Nova mensagempor Jack²² em 16 Out 2009 11:05

Dai a César o que é de César
Quem cresce fora do formigueiro vê o formigueiro crescer.
Avatar de usuário
Jack²²
Forista
Forista
 
Mensagens: 322
Data de registro: 24 Set 2009 10:54
Localização: Curitiba, PR

Re: Corrente TJ: "O fim da liberdade religiosa no Brasil"

Nova mensagempor teis em 16 Out 2009 12:14

André Felix escreveu:
teis escreveu:... Se um indivíduo quiser aprender a bíblia com os TJ's mas disser que sua opção sexual por vontade própria é ser o homosexualismo, esse vai ser totalmente discriminado.
Esse projeto de lei visa resguardar esse tipo de discriminação e na minha opinião é muito bem vindo.


Mas os projetos apresentados não têm como objetivo proibir que as religiões e seitas em geral impeçam o ingresso ou recusem membros homossexuais. Tais projetos não visam impedir que religiosos em geral continuem apresentando o homossexualismo como "pecado" aos olhos de Deus. O alvo são pregações exaltadas, que apresentam os homossexuais como doentes, depravados ou que incitem a violência e a discriminação em locais publicos como hotéis, restaurantes ou em oportunidades de emprego.
Encontrei no google um texto interessante sobre o assunto, leiam na íntegra em:
https://www.naohomofobia.com.br/lei/index.php

Um trecho selecionado por mim:

2. É verdade que o PLC 122/2006 ataca a liberdade religiosa?

Não, é mentira. O projeto de lei não interfere na liberdade de culto ou de pregação religiosa. O que o projeto visa coibir são manifestações notadamente discriminatórias, ofensivas ou de desprezo. Particularmente as que incitem a violência contra lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais.

Nenhuma pessoa ou instituição está acima da Constituição e do ordenamento legal do Brasil, que veda qualquer tipo de discriminação.

Concessões públicas (como rádios ou TV's), manifestações públicas ou outros meios não podem ser usados para incitar ódio ou divulgar manifestações discriminatórias – seja contra mulheres, negros, índios, pessoas com deficiência ou homossexuais. A liberdade de culto não pode servir de escudo para ataques a honra ou a dignidade de qualquer pessoa ou grupo social.


Entendo sua explicação André, o que eu quis dizer que essse projeto pode ajudar é no seguinte que está em negrito:

O que o projeto visa coibir são manifestações notadamente discriminatórias, ofensivas ou de desprezo.

Nenhuma pessoa ou instituição está acima da Constituição e do ordenamento legal do Brasil, que veda qualquer tipo de discriminação.
Avatar de usuário
teis
Forista
Forista
 
Mensagens: 73
Data de registro: 18 Dez 2008 10:03

Re: Corrente TJ: "O fim da liberdade religiosa no Brasil"

Nova mensagempor Pássaro em 16 Out 2009 14:35

A ansia de ver suas crenças confirmadas, provoca a disseminação, ou tentativa de espalhar o pânico e o sensacionalismo!
O barco da torre tá afundando?
Avatar de usuário
Pássaro
Forista
Forista
 
Mensagens: 10600
Data de registro: 01 Nov 2008 07:45
Localização: bahia

LIBERDADE RELIGIOSA EM RISCO? Ou demagogia politica?

Nova mensagempor Ekk em 03 Nov 2009 12:44

O Brasil, país conhecido em todo o mundo por sua tolerância e respeito às diferenças
raciais, religiosas e étnicas, entre outras, encontra-se hoje diante de uma flagrante ameaça
à liberdade de expressão e culto.

Dois projetos de lei que se propõem a evitar o preconceito, também possuem regras para
silenciar e censurar a pregação da Bíblia Sagrada. E sem que a maioria da população se

dê conta disso, estão seguindo o trâmite de aprovação no Congresso Nacional. Um deles
está no Senado, prestes a se tornar lei (PL 122/06) e outro com o mesmo teor está na
Câmara dos Deputados (PL 6418/2005).

Em breve poderemos assistir pastores sendo presos por pregarem o Evangelho, como em
muitos países da África, e pais perdendo a guarda dos filhos por transmitirem a sua
convicção religiosa, como ocorre em localidades do Oriente Médio. Casos como na
China e na Coréia do Norte, onde pastores são presos por distribuírem Bíblias, podem
se tornar comuns.



Crime de opinião religiosa.

Uma leitura mais apurada no texto do PL 122/06 – que prevê detenção de um a três anos
para quem for condenado por injúria ou intimidação ao expressar um ponto de vista moral,
filosófico ou psicológico contrário ao dos homossexuais – revela que, na prática, a pregação
de alguns trechos da Bíblia poderão ser criminalizados, a despeito das diferentes interpretações
de correntes doutrinárias.

O PL 122/06 está prestes a ser votado pelos senadores e em seguida seguirá para a sanção
do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, para se tornar lei. Confira abaixo os principais pontos do projeto.



Principais pontos da nova lei

constrangimento intimidatório de ordem moral, filosófico ou psicológico - 1 a 3 anos de prisão

injúria (ofender reputação, dignidade ou decoro) - 1 a 3 anos de prisão
dispensa direta ou indireta de empregado homossexual - 2 a 5 anos de prisão
impedir ou proibir permanência em estabelecimento público ou privado aberto ao público - 1 a 3 anos de prisão
recusa de recrutamento de candidato homossexual- 3 a 5 anos de prisão
impedir hospedagem em hotel, motel ou pousada - 3 a 5 anos de prisão
impedir aluguel ou venda de imóveis a homossexual - 2 a 5 anos de prisão
impedir manifestação de afetividade em locais públicos ou privados abertos ao público - 2 a 5 anos de prisão
Efeitos da condenação: prisão, pagamento de multa de até 10 mil UFIR e suspensão de
funcionamento do estabelecimento por três meses

Fonte: Agência Senado
:10 d:9
A curiosidade matou o gato...
quem disse qeu gato morreu...
Gato tem sete vidas mesmo!!!!Imagem
Avatar de usuário
Ekk
Novo (a) Forista
Novo (a) Forista
 
Mensagens: 11
Data de registro: 20 Ago 2009 14:48

Re: LIBERDADE RELIGIOSA EM RISCO? Ou demagogia politica?

Nova mensagempor Rogério em 03 Nov 2009 12:49

Pregação de qualquer tipo deveria ser proibida: se a pessoa tem necessidade de seguir um caminho, que vá com suas próprias pernas e porque quer e porque tem necessidade.
Missionarismo e proselitismo é processo de coerção moral e cultural.

Paz :geek:
(^_^)
Avatar de usuário
Rogério
Forista
Forista
 
Mensagens: 1842
Data de registro: 15 Nov 2008 17:36

Re: LIBERDADE RELIGIOSA EM RISCO? Ou demagogia politica?

Nova mensagempor André Felix em 03 Nov 2009 14:09

O forista Poltergeist já criou um tópico com esse mesmíssimo texto onde já foram públicados inúmeros comentários. Vejam em:
viewtopic.php?f=16&t=3303
O pensamento é o ensaio da ação.
Sigmund Freud
André Felix
Desativado a pedido do usuário
 
Mensagens: 3909
Data de registro: 01 Nov 2008 08:42

Re: LIBERDADE RELIGIOSA EM RISCO? Ou demagogia politica?

Nova mensagempor Ana Paula em 03 Nov 2009 15:01

Acho que tem coisas muito mais importantes nesse país pra esses políticos pensarem.
Tá cheio de músicas, livros, programas de TV, revistas, fazendo apologia a drogas, prostituição e violência.
Acho que no atual cenário do Brasil existem outras prioridades que deveriam ter caráter de urgência para os políticos...
Mas, como tudo no Brasil, o interessante é tirar da frente só o que me incomoda.

"Os grandes desapontamentos criam grandes críticos. Alguns profissionalizam-se, outros não"
Elanklever
Avatar de usuário
Ana Paula
Forista
Forista
 
Mensagens: 700
Data de registro: 27 Abr 2009 16:54
Localização: São Paulo

Re: Corrente TJ: "O fim da liberdade religiosa no Brasil"

Nova mensagempor André Felix em 03 Nov 2009 15:25

O mesmo texto está sendo discutido no tópico:

viewtopic.php?f=16&t=3498
O pensamento é o ensaio da ação.
Sigmund Freud
André Felix
Desativado a pedido do usuário
 
Mensagens: 3909
Data de registro: 01 Nov 2008 08:42

Re: LIBERDADE RELIGIOSA EM RISCO? Ou demagogia politica?

Nova mensagempor André Felix em 03 Nov 2009 15:28

Mas os projetos mencionados falam apenas sobre usar textos bíblicos como justificativa para o ódio e a violência contra os homossexuais. Ensinar que um livro sagrado proíbe o homossexualismo não tem nada haver com ser homofóbico. Agora, fazer discursos inflamados apontando os homossexuais como pessoas possuídas por demônios, doentes mentais ou depravados, como fazem fariseus como o Silas Malafaia, passa longe do que a Bíblia fala sobre o assunto. Esse evangélicos hipócritas querem ter o direito de serem homofóbicos! Isso é um absurdo. E ainda mencionam políticas já adotadas contra o proselitismo cristão em países ditatoriais que não possuem nenhuma relação com o modo como o Brasil lida com o assunto como a China, Coréia do Norte e países islâmicos. Aliás, em muitos países islâmicos o homossexualismo que é punido até com pena de morte e mutilação e eles usam como pretexto passagens do sagrado livro Alcorão.

Enfim, os projetos apresentados não têm como objetivo proibir que as religiões e seitas em geral impeçam o ingresso ou recusem membros homossexuais. Tais projetos não visam impedir que religiosos em geral continuem apresentando o homossexualismo como "pecado" aos olhos de Deus. O alvo são pregações exaltadas, que apresentam os homossexuais como doentes, depravados, que incitem a violência e a discriminação, que estimulem que as pessoas impessem, por exemplo, o acesso dos homossexuais à locais publicos como hotéis, restaurantes ou que usem a orientação sexual para excluí-los em oportunidades de emprego.
Encontrei no google um texto interessante sobre o assunto, leiam na íntegra em:
https://www.naohomofobia.com.br/lei/index.php

Um trecho selecionado por mim:




2. É verdade que o PLC 122/2006 ataca a liberdade religiosa?

Não, é mentira. O projeto de lei não interfere na liberdade de culto ou de pregação religiosa. O que o projeto visa coibir são manifestações notadamente discriminatórias, ofensivas ou de desprezo. Particularmente as que incitem a violência contra lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais.

Ser homossexual não é crime. E não é distúrbio nem doença, segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde). Portanto, religiões podem manifestar livremente juízos de valor teológicos (como considerar a homossexualidade "pecado"). Mas não podem propagar inverdades científicas, fortalecendo estigmas contra segmentos da população.

Nenhuma pessoa ou instituição está acima da Constituição e do ordenamento legal do Brasil, que veda qualquer tipo de discriminação.

Concessões públicas (como rádios ou TV's), manifestações públicas ou outros meios não podem ser usados para incitar ódio ou divulgar manifestações discriminatórias – seja contra mulheres, negros, índios, pessoas com deficiência ou homossexuais. A liberdade de culto não pode servir de escudo para ataques a honra ou a dignidade de qualquer pessoa ou grupo social.
[/quote]
O pensamento é o ensaio da ação.
Sigmund Freud
André Felix
Desativado a pedido do usuário
 
Mensagens: 3909
Data de registro: 01 Nov 2008 08:42

Re: LIBERDADE RELIGIOSA EM RISCO? Ou demagogia politica?

Nova mensagempor Poltergeist em 04 Nov 2009 09:12

André Felix escreveu:O forista Poltergeist já criou um tópico com esse mesmíssimo texto onde já foram públicados inúmeros comentários. Vejam em:
viewtopic.php?f=16&t=3303


Tópicos unidos.
A mentira teme a verdade. Afinal, você já viu "apóstatas" desassociando uma Testemunha de Jeová?

Procurando um assunto específico? Visite o Índice do Fórum: viewtopic.php?f=2&t=3230
Avatar de usuário
Poltergeist
Forista
Forista
 
Mensagens: 7764
Data de registro: 26 Fev 2009 16:57
Localidade: São Paulo

Re: Corrente TJ: "O fim da liberdade religiosa no Brasil"

Nova mensagempor Dulcineia Mancha em 07 Dez 2009 02:15

André Felix escreveu:
teis escreveu:... Se um indivíduo quiser aprender a bíblia com os TJ's mas disser que sua opção sexual por vontade própria é ser o homosexualismo, esse vai ser totalmente discriminado.
Esse projeto de lei visa resguardar esse tipo de discriminação e na minha opinião é muito bem vindo.


Um trecho selecionado por mim:


2. É verdade que o PLC 122/2006 ataca a liberdade religiosa?

Não, é mentira. O projeto de lei não interfere na liberdade de culto ou de pregação religiosa. O que o projeto visa coibir são manifestações notadamente discriminatórias, ofensivas ou de desprezo. Particularmente as que incitem a violência contra lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais.

Nenhuma pessoa ou instituição está acima da Constituição e do ordenamento legal do Brasil, que veda qualquer tipo de discriminação.

Concessões públicas (como rádios ou TV's), manifestações públicas ou outros meios não podem ser usados para incitar ódio ou divulgar manifestações discriminatórias – seja contra mulheres, negros, índios, pessoas com deficiência ou homossexuais. A liberdade de culto não pode servir de escudo para ataques a honra ou a dignidade de qualquer pessoa ou grupo social.


Concordo com voce André Felix, se vier esta lei, será muito bem vinda, conheço muito gente GLS de ótimo caráter e que fazem sua parte e contribuição neste país. Tenho certeza que eles não tem a intenção de tirar a liberdade religiosa de ninguiém até porque muitos dels também são pessoas religiosas. bye bye.,
"Considero a curiosidade uma virtude moral” (Amós Oz, Escritor Hebreu - programa Roda Viva-TV Cultura, 02/01/2012
Avatar de usuário
Dulcineia Mancha
Forista
Forista
 
Mensagens: 1081
Data de registro: 01 Nov 2009 06:14
Localização: SP-SUL

Próximo

  • Tópicos Similares
    Respostas
    Exibições
    Última mensagem

Retornar para Notícias

Quem está online

Usuários vendo este fórum: Beatrice Prior, Osarsif e 20 visitantes