Enganar a Torre Vs. Enganar as pessoas : Depoimentos - Page 2
Seja Bem-Vindo Testemunhas de Jeová - Ex Testemunhas de Jeová. Clique aqui e cadastre-se para participar


Enganar a Torre Vs. Enganar as pessoas

Depoimentos de ex-testemunhas de Jeová, cartas de dissociação e depoimentos sobre a vida pós Torre de Vigia. Aqui fala mais alto a sinceridade, o sentimento e muitas vezes os relatos nos impressionam pela falta de algo que mais as Testemunhas de Jeová dizem praticar: o amor ao próximo!
Fique a vontade para contar suas vivências

Re: Enganar a Torre Vs. Enganar as pessoas

Nova mensagempor therussian em 18 Jul 2017 18:12

expat escreveu:Tem coisas que são imorais em qualquer religião, como o adultério. Já o sexo antes do casamento é passado por alto por outras.

Não precisamos sair por ai esfregando na cara dos tj o que "fazemos de errado", mas não precisamos também ficar reprimidos por aquilo que não acreditamos mais.


Na verdade meu foco foi justamente falar sobre traição, dos diferentes tipos e níveis.. enganar alguém que o ama profundamente. Mas creio que foi equívoco meu não focalizar melhor.
"É mais fácil enganar as pessoas do que convencê-las de que elas foram enganadas". - Mark Twain
therussian
Desativado a pedido do usuário
 
Mensagens: 44
Data de registro: 11 Mai 2017 21:37
Localidade: Distrito Federal

Re: Enganar a Torre Vs. Enganar as pessoas

Nova mensagempor BrunoBernardes em 18 Jul 2017 18:12

Era apenas um ator fingindo ser o que não é, nunca foi e dificilmente será.

Essa frase é muito usada para pessoas que julgamos nunca terem sido uma legítima testemunha de jeová.

Se eu pudesse eu realmente queria nunca ter tido contato com essa seita.

Já conheci pessoas de verdadeiro caráter fora dessa loucura que chamam de organização.

Ser ético em qualquer campo independe de se ter religião, ser o que nunca fomos depende mais em não sermos éticos.

Esse amor que divide e destrói relacionamentos esta longe de ser ético.

Me desculpem se entendi o tópico errado, foi o que consegui perceber.
Editado pela última vez por BrunoBernardes em 18 Jul 2017 18:17, num total de 1 vezes
Quer viver? Sepulte toda a literatura, apague os jargões (visto que é um gancho psíquico), junte tudo, enterre e escreva na lápide: Aqui Jaz Sentinelas e Despertais! O passado é uma roupa que não nos serve mais. Hipócrita$ Programadore$ Linguí$tico$.
Avatar de usuário
BrunoBernardes
Forista
Forista
 
Mensagens: 2041
Data de registro: 29 Jul 2016 17:21
Localidade: Não quero responder

Re: Enganar a Torre Vs. Enganar as pessoas

Nova mensagempor therussian em 18 Jul 2017 18:14

Girlboss2 escreveu:
Uma coisa é querer enganar a Torre outra coisa é querer bancar o (a) esperto (a) e enganar as pessoas.


Exato. É isso que eu penso.
"É mais fácil enganar as pessoas do que convencê-las de que elas foram enganadas". - Mark Twain
therussian
Desativado a pedido do usuário
 
Mensagens: 44
Data de registro: 11 Mai 2017 21:37
Localidade: Distrito Federal

Re: Enganar a Torre Vs. Enganar as pessoas

Nova mensagempor therussian em 18 Jul 2017 18:17

Ancião Brasileiro escreveu:Olá menina que foi despejada da Russia! ( Menina, porque certamente sou bem mais velho que você)
Sinto-me envergonhado de comentar sobre o assunto. Não quero parecer hipócrita. Logo Eu! Que sou tão bandido!
Você tocou em assuntos complexos mas acho que foi um tópico fantástico. Mesmo sendo o mais indicado, por favor, deixa, eu participar também.

Entendo o que está querendo dizer. Vejo dor em suas palavras.
Existe um sentimento de revolta que toma conta de "alguns" que despertam da TORRE. Eles ficam endurecidos com o poder enganoso do pecado, que suas frustrações doutrinais, catalisam ações impensadas. Alguns perdem o senso do que certo ou errado. O apostolo Paulo nos disse de uma luta interna dentro da gente, de fazer o bem ou mal, onde o que é ruim prevalece. As vezes nos encontramos numa fase transitória onde entregar-se ao que é errado parece ser uma recompensa ao nosso próprio sofrimento. Isso alimenta nosso egoismo. Somos nossos próprios juízes daquilo que é certo ou errado. Mas quando nossas escolhas afetam o que os outros sentem pela gente isso nunca será realmente CERTO.

Nós dissidentes precisam tomar muito cuidado com a DICOTOMIA. [Dicotomia é a divisão de um elemento em duas partes, em geral contrárias, como a noite e o dia, o bem e o mal, o preto e o branco, o céu e o inferno etc. Com origem no grego dikhotomía, uma dicotomia indica uma classificação que é fundamentada em uma divisão entre dois elementos.]
Na verdade todos temos que tomar cuidado com essa bipolaridade emocional. Alimentar por muito tempo uma vida dupla, mesmo com boas motivações pode ter efeito destruidor sobre nossa real personalidade. Podemos perder a capacidade de resgate e nos tornarmos dissimulados. Cínicos e descarados. Muita coisa está relacionada ao caráter mas ninguém nasce mau.

É profundamente lamentável quando alguém se comporta indecentemente com AMOR. A maior riqueza na vida é ser amado. Acho que até hoje não sei o que isso, pois condicionei minha relação afetiva a procedimentos religiosos. Meu sucesso como homem e valor como pessoa está amarrado as minhas qualificações como TJ. Por isso minha esposa ama o irmão A.B e não a pessoa que está por trás dela. Sei que no dia que ela descobrir quem eu sou por completo vai mostrar o que tens no coração.

Jamais falte com a verdade a alguém que te ama profundamente. Trair, enganar, dissimular e usar. Não há perdão para isso e nem mesmo a decepção doutrinal deve ser desculpa para um modo de vida desenfreado. Um caminhão sem freios. Destruindo a todos. Se alimentando do próprio desejo. Ninguém tem o direito de ferir um coração. Ainda mais se dentro dele estiver cheio de amor.

Acho que algumas vezes a punição oferecida pela jw.org é um limite para ações desprovidas de amor. Mesmo essas sentenças, não sendo protoladas, pelo juiz MAIOR do universo, refletem o senso de justiça que precisamos. Quando passamos a viver sem limites os resultados são tempestuosos.

Querida Russian, observe que pessoas assim, ficam sozinhas para sempre, possuem uma vida cheia de decepções, o tempo vai passando, vão envelhecendo e a alimentação de seus desejos egoístas, os fazem perder a oportunidade de provar do verdeiro Amor. Não desista de AMAR!

Um cheiro

A.B


Obrigada por suas palavras caro A.B. Você é sábio. Gostei quando disse Não há perdão para isso e nem mesmo a decepção doutrinal deve ser desculpa para um modo de vida desenfreado. Um caminhão sem freios. Destruindo a todos. Se alimentando do próprio desejo. Ninguém tem o direito de ferir um coração. Ainda mais se dentro dele estiver cheio de amor.

Um abraço.
"É mais fácil enganar as pessoas do que convencê-las de que elas foram enganadas". - Mark Twain
therussian
Desativado a pedido do usuário
 
Mensagens: 44
Data de registro: 11 Mai 2017 21:37
Localidade: Distrito Federal

Re: Enganar a Torre Vs. Enganar as pessoas

Nova mensagempor therussian em 18 Jul 2017 18:19

kooboo escreveu:
therussian escreveu:Boa tarde. Estive refletindo muito a respeito do comportamento das pessoas, em especial os infiltrados e dissidentes.
Vos falarei aqui de forma genérica, sem rótulos. Gostaria de saber vossas opiniões sobre meu posicionamento.

Do meu ponto de vista, há uma grande diferença entre enganar a organização religiosa Testemunhas de Jeová, e enganar e ferir as pessoas que gostam de você. Explicando melhor. Suponhamos a seguinte situação: você como infiltrado/dissidente não segue mais as regras que a torre impõe para seus membros. Na verdade você está pouco se lixando para o que ela pensa. E pode ser que por achar que o "espírito santo" não agirá e nem mudará nada, você pratique os "pecados" em secreto (até aí tudo bem. Todos são livres para realizarem o que quiserem). Mas suponha que estes pecados afetem emocionalmente, fisicamente e mentalmente pessoas que amam você, como por exemplo, seu cônjuge (não estamos aqui questionando a liberdade de escolha de alguém. Até porque já estive envolvida em situações das quais não me orgulho); você pararia para se perguntar se deveria fazer o que faz? Será que alguém que te ama tanto merece ser magoado e enganado assim como você faz com a jw.org? Se não houvesse mais amor por esta pessoa, assim como você deixou de amar a org, por que permanecer com ela e enganá-la? Não seria melhor seguir sua vida reduzindo danos ao coração dela?


The Russian,

Interessante sua abordagem, mas seria melhor ser mais específico.
Quando você diz "você pratique os "pecados" em secreto" isso pode ser tanta coisa...
Vamos pegar uma situação hipotética em que um infiltrado esteja casado com uma TJ, e ele a traia - Que fique claro, nunca vi ninguém aqui endossar/aprovar esse tipo de comportamento.
O que geralmente vejo de incentivos por aqui é no sentido de - toque a tua vida e busque a tua liberdade, busque a harmonia, tente abrir a mente do outro, respeite para ser respeitado - geralmente vamos nessa linha.
Se a pessoa quer aprontar pecados do tipo - roubar, matar, enganar, trair... ops, não vejo ninguém endossando isso.

Agora, o que poderiam ser outros pecados perante a torre - Uma pessoa solteira que quer namorar alguém do mundo - Ok, todo mundo é livre e não vejo erro nisso.
Ou um filho de família TJ que quer mudar de cidade, fazer faculdade, namorar e ter uma vida normal - isso seria um pecado perante a torre, mas não vemos mal nisso.

Sempre incentivamos que a pessoa busque sua auto suficiencia e liberdade. Que tente viver em paz.

Pecados? - Bom, há quem minta no relatório, há quem diga que vai pro campo e vai pra praia...

Mas seria melhor você definir o que são pecados.


Meu foco era falar sobre traição.. seja ela a amigos, namorado ou marido.. infidelidade.. magoar o coração de alguém que ama você.
Mas creio que foi equívico kooboo. Faltou maior foco.
"É mais fácil enganar as pessoas do que convencê-las de que elas foram enganadas". - Mark Twain
therussian
Desativado a pedido do usuário
 
Mensagens: 44
Data de registro: 11 Mai 2017 21:37
Localidade: Distrito Federal

Re: Enganar a Torre Vs. Enganar as pessoas

Nova mensagempor therussian em 18 Jul 2017 18:22

BrunoBernardes escreveu:Era apenas um ator fingindo ser o que não é, nunca foi e dificilmente será.

Essa frase é muito usada para pessoas que julgamos nunca terem sido uma legítima testemunha de jeová.

Se eu pudesse eu realmente queria nunca ter tido contato com essa seita.

Já conheci pessoas de verdadeiro caráter fora dessa loucura que chamam de organização.

Ser ético em qualquer campo independe de se ter religião, ser o que nunca fomos depende mais em não sermos éticos.

Esse amor que divide e destrói relacionamentos esta longe de ser ético.

Me desculpem se entendi o tópico errado, foi o que consegui perceber.


Quando eu disse Se você demonstrava de forma sincera - caráter, bondade e amor - apenas quando acreditava na religião, então você nunca teve nada disso. Era apenas um ator fingindo ser o que não é, nunca foi e dificilmente será, não rotulei pessoas e nem se foram legítimas tjs. Apenas quis dizer que há aqueles que são bondosos apenas enquanto estão em uma religião. Sendo que religião não tem relação alguma com a bondade que você exerce. Se alguém só é bondoso enquanto pertence a um grupo religioso, então este alguém não é bondoso de verdade.
"É mais fácil enganar as pessoas do que convencê-las de que elas foram enganadas". - Mark Twain
therussian
Desativado a pedido do usuário
 
Mensagens: 44
Data de registro: 11 Mai 2017 21:37
Localidade: Distrito Federal

Re: Enganar a Torre Vs. Enganar as pessoas

Nova mensagempor kooboo em 18 Jul 2017 18:35

therussian escreveu:Meu foco era falar sobre traição.. seja ela a amigos, namorado ou marido.. infidelidade.. magoar o coração de alguém que ama você.
Mas creio que foi equívico kooboo. Faltou maior foco.


Tema complicado.
Quando deixei de crer na organização, minha ex-posa disse que isso era pior que se eu a tivesse traído com outra.
Acredito que para muitas TJs a apostasia é mais grave que o adultério. Porém, depois que nós descobrimos a verdade sobre a verdade, temos que lidar com uma situação delicada - Não queremos perder contato com as pessoas que amamos e que nosso amor não está condicionado à fé em comum.
Ao abrir a mente, descobrimos que amor é incondicional, porém, para as TJs amor é condicional. Nós sabemos que não estamos errados, mas que seremos julgados por isso.
Olha aí o dilema.
Então, o que fazer - uma saída gradativa? Uma saída súbita, contando para todos a verdade sobre a verdade? a manutenção de uma vida dupla? A busca da liberdade financeira para um novo modo de vida?
De todo jeito, depois que ficar evidenciado que não estamos mais na torre, alguém achará que traímos e ficará sentido.

Tem muita gente aqui no fórum que vive como infiltrado, eu acho que infiltrado deveria ser uma fase apenas. Porém, o meu achismo não é a melhor solução para todos, alguns poderão levar essa vida dupla para sempre - indo nas reuniões e sem ter a organização no coração. Isso é traição?
Diria que é uma auto traição. A pessoa estaria traindo o que acredita para viver bem com quem ama.
Enfim, são escolhas difíceis, mas cada um tem uma razão.

Agora vamos ao caso da pessoa que trai o conjuge - existem mil razões para isso, e sinceramente, embora a grosso modo eu não ache isso legal, não estou aqui para julgar, pois em determinadas situações vai que...
[]'s
kooboo

Imagem
Avatar de usuário
kooboo
Moderador
Moderador
 
Mensagens: 12022
Data de registro: 01 Nov 2008 13:22
Localidade: Minas Gerais

Re: Enganar a Torre Vs. Enganar as pessoas

Nova mensagempor KOSTA em 18 Jul 2017 19:22

Só tenho uma coisa a dizer neste topico:
A culpa é a mãe de todos os vicios.
Usar erros doutrinais para traição no casamento ou namoro é covardia.
Para sermos felizes numa relação temos de aprender a sofrer e não traír.
Nada de cliches...
NÃO TEMAS AQUELES QUE BUSCAM PELA VERDADE, MAS TEME ANTES OS QUE AFIRMAM TEREM A VERDADE
Avatar de usuário
KOSTA
Forista
Forista
 
Mensagens: 2969
Data de registro: 22 Set 2011 20:06
Localização: Portugal

Re: Enganar a Torre Vs. Enganar as pessoas

Nova mensagempor Prior Dissidente em 18 Jul 2017 19:24

feliciapink escreveu:Deixa eu vê se entendi.
É um assunto bem delicado. Vou falar por mim assim como vc teve sua opinião.
Muitos infiltrados que tem família na torre sofrem e muito pela atual situação que vivem. Quem tem cônjuge " E O AMA" (desculpe a caixa alta, muito mais. Não é por que é casamento com tj que de tudo seja uma bosta. Tudo bem que a maioria até pode reclamar dos seus casamentos. O meu eu posso garantir que não é. Ok, que agora meu marido é bem mais fraco e não esquenta pra muita coisa, isso ajuda, apesar dele ter fé ainda. Vejo muitos relatos aqui de foristas que tem família, seu cônjuge, e por amor muito grande lutam pra seus relacionamentos durarem na paz sem a interferência da torre. Mesmo sendo infiltrados. Se precisam fingir ou não, não nos cabe nenhum julgamento. Cada um sabe de si. Muitos aqui relatam que lutam por isso. Pelo menos se não conseguirem despertar o parceiro, tenta viver bem da melhor maneira. Ou seja não usam o fato de terem descoberto os podres da torre pra como desculpa pra dá um pé na bunda do seu cônjuge crente. Isso não pode ser usado como desculpa. Se não gosta mais do cônjuge e não quer ficar mais com ele, não por desculpa da torre mas pq já não sente mais nada a muito tempo e nem tesão , então abra o jogo.
Se a situação ficar insustentável, mesmo com amor mas a torre for o grande mal, aí o melhor é cada um fazer
o outro feliz um longe do outro e acaba o sofrimento. Se o problema for outros membros da família, cabe somente a pessoa avaliar se suportaria ou não o afastamento. Somente cada um que vive essa situação é que pode avaliar.
O fato de ser infiltrado, tendo cônjuge ou não, não quer dizer que vc tenha vida dupla, e saia aprontando, virar porra louca por debaixo da cortina e caso até esteja sendo, tbm não nos cabe julgar.
Enfim, como resumo, cada um sabe onde o calo aperta.


Não acharia palavras melhores.
Na boa...se seu post foi só um desabafo, ok.
Agora querer dar de dedo nos outros aqui, desculpe mas não é por aí.
Julgar o que é caráter ou falta dele não cabe à vc.
Se vc usar seu argumento no seu próprio caso, como infiltrada que disse que é, então vc tbm finge, engana.
Mas pq faz isto?
Não quero saber.
Cada um aqui cuida de si e é responsável por suas decisões.
O mundo já está cheio de juízes prontos para julgar, condenar, não precisamos disto aqui.
A tradição de todas as gerações mortas oprime como um pesadelo o cérebro dos vivos.
-MARX
Avatar de usuário
Prior Dissidente
Desativado a pedido do usuário
 
Mensagens: 775
Data de registro: 03 Jan 2017 12:34
Localidade: Não quero responder

Re: Enganar a Torre Vs. Enganar as pessoas

Nova mensagempor Prior Dissidente em 18 Jul 2017 19:50

Outra coisa que aprendi é que todo mundo mente.
Mentimos para nos proteger ou evitar sofrimento para aqueles que amamos.
Aquela máxima de que a pior das verdades é preferível do que a melhor das mentiras só fica bonita no papel.
A realidade é muuuuiiiito diferente.
Qual o pecado(já que vc usou este termo), de esconder algo que poderia causar sofrimento a alguém que amamos?
O que é traição pra vc pode não ser traição pra mim ou outra pessoa.
Só uma dica: cuidado com estes termos!
A tradição de todas as gerações mortas oprime como um pesadelo o cérebro dos vivos.
-MARX
Avatar de usuário
Prior Dissidente
Desativado a pedido do usuário
 
Mensagens: 775
Data de registro: 03 Jan 2017 12:34
Localidade: Não quero responder

Re: Enganar a Torre Vs. Enganar as pessoas

Nova mensagempor KOSTA em 18 Jul 2017 19:59

Essa não percebi.
Poderias explicar melhor tua ultima frase?
Obrigada
NÃO TEMAS AQUELES QUE BUSCAM PELA VERDADE, MAS TEME ANTES OS QUE AFIRMAM TEREM A VERDADE
Avatar de usuário
KOSTA
Forista
Forista
 
Mensagens: 2969
Data de registro: 22 Set 2011 20:06
Localização: Portugal

Re: Enganar a Torre Vs. Enganar as pessoas

Nova mensagempor RafaelCioran em 18 Jul 2017 20:13

Cara esse é um assunto que pode ser debatido por semanas e semanas.
Questão de certo e errado envolve 4 pilares: subjetividade, religiosidade, leis e cultura local.
Você mesma disse ser uma infiltrada.
Logo subtende que você tem uma vida dupla. Ou seja, "engana" outras pessoas, talvez se passe por alguém que você não é.
Uma outra pessoa trai seu cônjuge, não que a pessoa faça disso um hábito.
Outro usa droga ilícita.
Enfim, no fim ninguém tem moral pra apontar o dedo e dizer que é melhor que outra pessoa porque não faz coisas que você julga ser errado.
Quer dizer, para um ancião que particiapa de uma comissão e fod# com a vida do "pecador", por consequência a família dessa pessoa, mas não "engana" o cônjuge ou sua família, está tudo bem?
Você foi taxativa em enfatizar a pessoa que "engana" o cônjuge".
Essa é pra mim uma típica visão de uma pessoa que ainda é influênciada por dogmas religiosos.
Você acha mesmo que é impossível que uma pessoa não consiga amar duas pessoas?
Como diz Jesus : Se persistir em olhar... Cara se alguém aqui que é casado me disser que nunca se masturbo pensando em outra pessoa que não seja o cônjuge, é sério... Volto amanhã mesmo a frequentar o salão do Reino (sqn mesmo).
Esse pensamento seu é típico de TJ carolinha, tipo: Olha lá, só foi deixar de ir no salão que já meteu o loco.
Virou uma pessoa imoral... Uma pessoa drogada... Uma pessoa sem princípios etc etc.
Cara não tem nada a ver.

No caso dos casados o que vale é o que é acordado entre os dois.
Se os dois têm um casamento aberto, foda se, problema deles.
Se curtem swing foda se também.
Enganar, não é legal em contexto nenhum, seja na família, emprego, escola etc.
Ambos tem que manterem o que foi acordado entre eles.
Isso o que importa.
E cada casal é de fato um caso uma situação.
O que leva alguém a ser infiel, pode ser n fatores.
Que não cabe a nós acabar com essa pessoa, como se essa pessoa fosse a pior pessoa do mundo. Como um casal TJ por exemplo, que já estão à um tempo considerável juntos, mas que não se suportam mais, mas que nunca foram infiéis, mas não se suportam, as vezes é só um casamento de fachada.
E ironicamente um cônjuge que vez ou outra faz coisas erradas e ainda assim consegue ser feliz ou fazer a outra pessoa feliz num relacionamento.
Não sabemos o que se passa na intimidade daquele casal.
É muito fácil apontar o dedo para alguem sem saber do contexto, da motivação real da pessoa.
Todos temos os nossos motivos pra agir da forma como agimos seja na intimidade do nosso cônjuge, no seio da nossa família seja quando ninguém nos está vendo.
Editado pela última vez por RafaelCioran em 18 Jul 2017 20:23, num total de 1 vezes
How did it ever come to this?
I can't pretend that nothing's changed any longer
I've drowned the doubts and chewed the lies
Avatar de usuário
RafaelCioran
Forista
Forista
 
Mensagens: 1626
Data de registro: 18 Set 2015 15:31
Localização: Ribeirão Preto
Localidade: São Paulo

Re: Enganar a Torre Vs. Enganar as pessoas

Nova mensagempor Galileu em 18 Jul 2017 20:19

Penso o seguinte :

"O que Deus uniu , não separe o homem ..... nem a Torre "

Agora, se a pessoa deixou de acreditar na Torre e em Deus , isso não significa que deixará de amar seu conjuge.

O amor é o mais importante , se ele ainda existir a pessoa aceitará seu conjuge sendo ele ou ela TJ ou não.

Concordo que valores morais tem mais haver com a indole de cada um , do que com o que as religiões ensinam a tais pessoas sobre o que seria correto.

Amar , respeitar , não ser hipocrita , ser honesto , coerente, este deve ser o alvo de todo ser humano . É bem verdade que falhamos muitas vezes nestes campos da vida, mas acredito que estes objetivos devem ser perseguidos pois contribuem para nossa felicidade e a de quem verdadeiramente amanos

Portanto " O que Deus uniu, não separe o homem "

Abraço a todos
Editado pela última vez por Galileu em 18 Jul 2017 20:23, no total de 2 vez
Não se coloca um remendo novo em uma roupa velha-Jesus Cristo
Avatar de usuário
Galileu
Forista
Forista
 
Mensagens: 1677
Data de registro: 30 Mar 2016 11:47
Localidade: Não quero responder

Re: Enganar a Torre Vs. Enganar as pessoas

Nova mensagempor therussian em 18 Jul 2017 20:20

Prior Dissidente escreveu:
feliciapink escreveu:Deixa eu vê se entendi.
É um assunto bem delicado. Vou falar por mim assim como vc teve sua opinião.
Muitos infiltrados que tem família na torre sofrem e muito pela atual situação que vivem. Quem tem cônjuge " E O AMA" (desculpe a caixa alta, muito mais. Não é por que é casamento com tj que de tudo seja uma bosta. Tudo bem que a maioria até pode reclamar dos seus casamentos. O meu eu posso garantir que não é. Ok, que agora meu marido é bem mais fraco e não esquenta pra muita coisa, isso ajuda, apesar dele ter fé ainda. Vejo muitos relatos aqui de foristas que tem família, seu cônjuge, e por amor muito grande lutam pra seus relacionamentos durarem na paz sem a interferência da torre. Mesmo sendo infiltrados. Se precisam fingir ou não, não nos cabe nenhum julgamento. Cada um sabe de si. Muitos aqui relatam que lutam por isso. Pelo menos se não conseguirem despertar o parceiro, tenta viver bem da melhor maneira. Ou seja não usam o fato de terem descoberto os podres da torre pra como desculpa pra dá um pé na bunda do seu cônjuge crente. Isso não pode ser usado como desculpa. Se não gosta mais do cônjuge e não quer ficar mais com ele, não por desculpa da torre mas pq já não sente mais nada a muito tempo e nem tesão , então abra o jogo.
Se a situação ficar insustentável, mesmo com amor mas a torre for o grande mal, aí o melhor é cada um fazer
o outro feliz um longe do outro e acaba o sofrimento. Se o problema for outros membros da família, cabe somente a pessoa avaliar se suportaria ou não o afastamento. Somente cada um que vive essa situação é que pode avaliar.
O fato de ser infiltrado, tendo cônjuge ou não, não quer dizer que vc tenha vida dupla, e saia aprontando, virar porra louca por debaixo da cortina e caso até esteja sendo, tbm não nos cabe julgar.
Enfim, como resumo, cada um sabe onde o calo aperta.


Não acharia palavras melhores.
Na boa...se seu post foi só um desabafo, ok.
Agora querer dar de dedo nos outros aqui, desculpe mas não é por aí.
Julgar o que é caráter ou falta dele não cabe à vc.
Se vc usar seu argumento no seu próprio caso, como infiltrada que disse que é, então vc tbm finge, engana.
Mas pq faz isto?
Não quero saber.
Cada um aqui cuida de si e é responsável por suas decisões.
O mundo já está cheio de juízes prontos para julgar, condenar, não precisamos disto aqui.


Calma moça. Paz em seu coração. Eu também sei que finjo e engano como infiltrada. Espero que você tenha feito uma boa interpretação de texto. Se não, pode ler novamente. :)
Eu disse "Vos falarei aqui de forma genérica, sem rótulos. Gostaria de saber vossas opiniões sobre meu posicionamento. "
Bom saber a opinião de todos. Mas não acha incoerente você dizer que julgo os que aqui estão? Sendo que você está julgando um tópico aberto por mim que foi entendido por quem faz uma boa interpretação? ;) Cabe a você o julgamento do que é desabafo ou não?

Muita Luz. :D1
"É mais fácil enganar as pessoas do que convencê-las de que elas foram enganadas". - Mark Twain
therussian
Desativado a pedido do usuário
 
Mensagens: 44
Data de registro: 11 Mai 2017 21:37
Localidade: Distrito Federal

Re: Enganar a Torre Vs. Enganar as pessoas

Nova mensagempor Prior Dissidente em 18 Jul 2017 20:21

RafaelCioran escreveu:Cara esse é um assunto que pode ser debatido por semanas e semanas.
Questão de certo e errado envolve 4 pilares: subjetividade, religiosidade, leis e cultura local.
Você mesma disse ser uma infiltrada.
Logo subtende que você tem uma vida dupla. Uma outra pessoa trai se cônjuge, não que a pessoa faça disso um hábito.
Outro usa droga ilícito.
Enfim, no fim ninguém tem moral pra apontar o dedo e dizer que é melhor que outra pessoa porque não faz coisas que você julga ser errado.
Quer dizer, para um ancião que particia de uma comissão e fod# com a vida do "pecador", por consequência a família dessa pessoa, mas não "engana" o cônjuge ou sua família, está tudo bem?
Você foi taxativa em enfatizar a pessoa que "engana" o cônjuge".
Essa é pra mim uma típica visão de uma pessoa que ainda é influênciada por dogmas religiosos.
Você acha mesmo que é impossível que uma pessoa não consiga amar duas pessoas?
Como diz Jesus : Se persistir em olhar... Cara de alguém aqui que é casado me disser que nunca se masturbo pensando em outra pessoa que não seja o cônjuge, é sério... Volto amanhã mesmo a frequentar o salão do Reino (sqn mesmo).
Esse pensamento seu é típico de TJ carolinha, tipo: Olha lá, só foi deixar de ir no salão que já meteu o loco.
Virou uma pessoa imoral... Uma pessoa drogada... Uma pessoa sem princípios etc etc.
Cara não tem nada a ver.

No caso dos casados o que vale é o que é acordado entre os dois.
Se os dois têm um casamento aberto, foda se, problema deles.
Se curtem swing foda se também.
Enganar, não é legal em contexto nenhum, seja na família, emprego, escola etc.
Ambos tem que manterem o que foi acordado entre eles.
Isso o que importa.
E cada casal é de fato um caso uma situação.
O que keca alguém a ser infiel, pode ser n fatores.
Que não cabe nós, se está certo ou errado.
Não sabemos o que se passa na intimidade daquele casal.
É muito fácil apontar o dedo para alguem sem saber do contexto, da motivação real da pessoa.
Todos temos os nossos motivos pra agir da forma como agimos seja na intimidade do nosso cônjuge, no seio da nossa família seja quando ninguém nos está vendo.


Arrasou!
Tô contigo!
A tradição de todas as gerações mortas oprime como um pesadelo o cérebro dos vivos.
-MARX
Avatar de usuário
Prior Dissidente
Desativado a pedido do usuário
 
Mensagens: 775
Data de registro: 03 Jan 2017 12:34
Localidade: Não quero responder

AnteriorPróximo

  • Tópicos Similares
    Respostas
    Exibições
    Última mensagem

Retornar para Depoimentos

Quem está online

Usuários vendo este fórum: M.Gandhi, Morrison, Ronildo Araujo, servosolitario e 38 visitantes