Desculpas a um cônjuge infiltrado : Depoimentos
Seja Bem-Vindo Testemunhas de Jeová - Ex Testemunhas de Jeová. Clique aqui e cadastre-se para participar


Desculpas a um cônjuge infiltrado

Depoimentos de ex-testemunhas de Jeová, cartas de dissociação e depoimentos sobre a vida pós Torre de Vigia. Aqui fala mais alto a sinceridade, o sentimento e muitas vezes os relatos nos impressionam pela falta de algo que mais as Testemunhas de Jeová dizem praticar: o amor ao próximo!
Fique a vontade para contar suas vivências

Desculpas a um cônjuge infiltrado

Nova mensagempor lobo guará em 19 Jun 2017 09:33

Bom dia pessoal!

No fim de semana eu li um depoimento no reddit de uma mulher, hoje infiltrada (PIMO - Phisically in Mentally out - Fisicamente dentro, mentalmente fora, no contexto do fórum), que se desculpa pela forma que agiu com o marido durante todo o período em que ele estava infiltrado e ela não. Achei interessante a mistura de sentimentos que ela descreveu e decidi compartilhar com vcs pois percebi que mtos aqui tem lutado pra lidar com situações parecidas. Espero que possa ajudar vcs a compreender um pouco do sentimento dos seus parceiros(as).

O que achei mais interessante foi essa parte (os negritos são meus):

...meu marido nem estava unido em adoração comigo. Então, todos os sacrifícios que eu tenha feito a Deus em relação a crianças foram por nada porque eu estava sozinha em adorar o Deus verdadeiro.
Eu não estava esperando isso. Nós deveríamos servir a Jeová onde quer que ele nos guiasse, de preferência com mais privilégios e benefícios futuros. Mas eu estava sozinha, completamente sozinha em minhas crenças. Como ele poderia questionar a Bíblia e suas promessas? Não aprendemos tudo o que precisávamos para refutar os argumentos [contra a religião] nas reuniões? Achei que seria viúva depois do Armagedom.
Eu estava sozinha e brava e lamento dizer que culpei meu marido. Nenhum de nós lembra dos detalhes, mas foi um momento difícil.
Estou feliz de dizer que acordei. Mas demorou mais 2 anos. Estamos unidos agora no que diz respeito à organização. E nós temos diferenças em outros detalhes, como a natureza de Deus, se ele existe, etc, mas isso não afeta nosso relacionamento.
Mas ainda me lembro do amargura que senti, sabendo que nunca teria a "família TJ perfeita" pq meu marido não acreditava mais. Foi esmagador. Era incrivelmente difícil separar esses sentimentos e expectativas da realidade.


O depoimento completo:
Clique para: Ver
First of all I'm proud to say I will not be attending this years regional convention (and don't even know my assigned dates). To all you guys with a spouse still in, I want to say I'm sorry for what you are going through and I truly hope it gets better.
My husband stopped going to conventions and meetings long before I did. Honestly he couldn't even tell you when he "woke up".
I struggled to be active from 2007 till 2016 when I fully woke up to TTATT. I managed to attend almost all of the assemblies and conventions during that period with or without my husband.
But the conventions of 2014 were difficult for me. I was determined to attend all 3 days, and I did... with my parents and siblings, but not my husband.
I can picture myself walking the hallways during lunch, hoping I wouldn't run into people I knew, because I didn't want to explain why my husband wasn't with me. I did have a viable excuse-panic attacks- but it felt like a cop out.
I bumped into a sister I was briefly friends with while dating my husband... she was walking with her toddler daughter. Later I managed to pick her out in the audience and it looked like her husband was an attendant. All of that was new to me. Another person I had grown up with in my old hall was posing for pics with his wife and 2 kids.
It's hard to describe the wave of resentment that washed over me. I felt bitter and achingly sad. And empty. And angry.
Even though we had both decided we didn't want kids in this system I think I secretly expected them to just "happen". They hadn't happened. What's more, my husband wasn't even united in worship with me. So any sacrifices I may have made to God concerning children were for naught because I was alone in worshipping the true God.
I hadn't signed up for this. We were supposed to serve Jehovah wherever he directed us, hopefully with further assignments and benefits to come. But I was alone, so alone in my beliefs. How could he possibly question the Bible, and it's promises. Didn't we learn everything we needed to refute arguments at the meetings? I thought that I would be a widow after Armageddon.
I was lonely and angry and I'm sorry to say I took it out on my husband. Neither of us remember the details but it was a difficult time.
I'm happy to say that I woke up. But it took another 2 years. We are united now as far as the org is concerned. And we differ on other details like the nature of God if he even exists... etc. but that doesn't affect our relationship.
But I can still remember the bitterness I felt, knowing that I'd never have the "perfect witness family" because my husband no longer believed. It was overwhelming. It was incredibly difficult to separate those feelings and expectations from reality. And I had the help of a kick-ass therapist.
If I'm being completely honest I don't think I truly resolved all of it till I myself "woke up".
I guess what I'm trying to say is your "in" spouse is not the devil. They may be acting like it. Even undermining you, especially when children are involved. But I truly felt like the victim. For years. And we didn't even have kids at that point. I just truly could not consider the fact that the Society might be wrong. I was 100% able to accept that I would be destroyed at Armageddon. But not able to entertain the idea that Armageddon was wrong.
My story has a happier ending. I woke up. We won't indoctrinate our child. But I feel for everyone who is in a spiritual limbo, trapped somewhere between belief and disbelief, between themselves and their loved ones.
I just hope I can help you see the other side.

Obs.: TTATT (The truth about The Truth - A verdade sobre a verdade)
Avatar de usuário
lobo guará
Forista
Forista
 
Mensagens: 144
Data de registro: 30 Abr 2017 13:26
Localidade: Minas Gerais

Re: Desculpas a um cônjuge infiltrado

Nova mensagempor Lehh em 19 Jun 2017 09:56

Bom dia, lobo

É sim, ajuda bastante. É muito difícil conviver nessas situações, a gente fica pensando até quando um relacionamento pode suportar isso.
Acima de tudo sê fiel a ti mesmo,
Disso se segue, como a noite ao dia,
Que não podes ser falso com ninguém.

Shakespeare, Hamlet
Avatar de usuário
Lehh
Forista
Forista
 
Mensagens: 632
Data de registro: 09 Fev 2017 14:03
Localidade: Não quero responder

Re: Desculpas a um cônjuge infiltrado

Nova mensagempor Urim&Tumim em 19 Jun 2017 12:01

Excelente informação lobo, muito importante conseguirmos entender o que esse modelo de pensamento presente na torre faz com pessoas queridas por nós.
Avatar de usuário
Urim&Tumim
Forista
Forista
 
Mensagens: 345
Data de registro: 26 Jan 2016 23:10
Localidade: Não quero responder

Re: Desculpas a um cônjuge infiltrado

Nova mensagempor therussian em 19 Jun 2017 12:17

Pior é você começar a namorar, descobrir que seu namorado é dissidente, você aliar-se a ele, e ele não te valorizar.
Quem tem um amor dissidente deveria se esforçar para não perdê-lo. :ruim7:
"É mais fácil enganar as pessoas do que convencê-las de que elas foram enganadas". - Mark Twain
therussian
Novo (a) Forista
Novo (a) Forista
 
Mensagens: 25
Data de registro: 11 Mai 2017 21:37
Localidade: São Paulo

Re: Desculpas a um cônjuge infiltrado

Nova mensagempor Galileu em 19 Jun 2017 12:27

Triste ver minha querida esposa chegar deste "salão" e me dizer com lagrimas nos olhos que sente minha falta e que se sente só ! Meu amado filho dando os mesmos passos que eu, iludido, sincero, ingênuo ..... que tristeza !

Não há sentimento mais difícil de lidar do que esse meus amigos foristas. Mas voltar jamais ! Eu os amo muito para alimentar esperanças de que voltarei ao "vomito".

Mas estou feliz de manter minha família, apesar do ensinos sectários da Torre, destruidora de vínculos familiares !

Tenho esperança de um dia velos livres das garras da Torre ! Eles não merecem isso.

Abraço a todos !
Não se coloca um remendo novo em uma roupa velha-Jesus Cristo
Avatar de usuário
Galileu
Forista
Forista
 
Mensagens: 1082
Data de registro: 30 Mar 2016 11:47
Localidade: Não quero responder

Re: Desculpas a um cônjuge infiltrado

Nova mensagempor Prior Dissidente em 19 Jun 2017 12:34

Galileu escreveu:Triste ver minha querida esposa chegar deste "salão" e me dizer com lagrimas nos olhos que sente minha falta e que se sente só ! Meu amado filho dando os mesmos passos que eu, iludido, sincero, ingênuo ..... que tristeza !

Não há sentimento mais difícil de lidar do que esse meus amigos foristas. Mas voltar jamais ! Eu os amo muito para alimentar esperanças de que voltarei ao "vomito".

Mas estou feliz de manter minha família, apesar do ensinos sectários da Torre, destruidora de vínculos familiares !

Tenho esperança de um dia velos livres das garras da Torre ! Eles não merecem isso.

Abraço a todos !


Vivo o mesmo.
Minha alegria é ter conseguido ajudar minha criança antes que se batizasse.
Mas vejo a mesma tristeza em meu cônjuge...
A tradição de todas as gerações mortas oprime como um pesadelo o cérebro dos vivos.
-MARX
Avatar de usuário
Prior Dissidente
Forista
Forista
 
Mensagens: 532
Data de registro: 03 Jan 2017 12:34
Localidade: Não quero responder

Re: Desculpas a um cônjuge infiltrado

Nova mensagempor RAPUNZEL ENROLADA em 19 Jun 2017 20:13

Ah! Esse post, Lobo Guará me traz lembranças de como eu me comportava e me sentia com meu marido, o Novas Ideias! Eram muitos embates dolorosos, discussões acaloradas em que eu discutia e me agarrava aos argumentos TJ furados até o fim. Agia igual a esposa do nosso querido forista Galileu, dizia as mesmas palavras.
Mas, a boa notícia é que hoje estou aqui! Decidi ouvir meu marido de tanto ele falar e insistir.
Avatar de usuário
RAPUNZEL ENROLADA
Forista
Forista
 
Mensagens: 855
Data de registro: 04 Jan 2015 22:52
Localidade: São Paulo

Re: Desculpas a um cônjuge infiltrado

Nova mensagempor Heisenberg em 20 Jun 2017 08:03

Galileu escreveu:Triste ver minha querida esposa chegar deste "salão" e me dizer com lagrimas nos olhos que sente minha falta e que se sente só ! Meu amado filho dando os mesmos passos que eu, iludido, sincero, ingênuo ..... que tristeza !

Não há sentimento mais difícil de lidar do que esse meus amigos foristas. Mas voltar jamais ! Eu os amo muito para alimentar esperanças de que voltarei ao "vomito".

Mas estou feliz de manter minha família, apesar do ensinos sectários da Torre, destruidora de vínculos familiares !

Tenho esperança de um dia velos livres das garras da Torre ! Eles não merecem isso.

Abraço a todos !



Faço minhas as suas palavras Galileu. Também estou na mesma situação mas tenho esperança de libertar minha família.
Abraços!!!
Avatar de usuário
Heisenberg
Novo (a) Forista
Novo (a) Forista
 
Mensagens: 15
Data de registro: 24 Mai 2017 07:38
Localidade: São Paulo

Re: Desculpas a um cônjuge infiltrado

Nova mensagempor Galileu em 22 Jun 2017 20:53

RAPUNZEL ENROLADA escreveu:Ah! Esse post, Lobo Guará me traz lembranças de como eu me comportava e me sentia com meu marido, o Novas Ideias! Eram muitos embates dolorosos, discussões acaloradas em que eu discutia e me agarrava aos argumentos TJ furados até o fim. Agia igual a esposa do nosso querido forista Galileu, dizia as mesmas palavras.
Mas, a boa notícia é que hoje estou aqui! Decidi ouvir meu marido de tanto ele falar e insistir.


Rapunzel agradeço sua lembrança

Espero que minha esposa tb me ouça
Editado pela última vez por Galileu em 22 Jun 2017 21:06, num total de 1 vezes
Não se coloca um remendo novo em uma roupa velha-Jesus Cristo
Avatar de usuário
Galileu
Forista
Forista
 
Mensagens: 1082
Data de registro: 30 Mar 2016 11:47
Localidade: Não quero responder

Re: Desculpas a um cônjuge infiltrado

Nova mensagempor Galileu em 22 Jun 2017 20:59

Heisenberg escreveu:
Galileu escreveu:Triste ver minha querida esposa chegar deste "salão" e me dizer com lagrimas nos olhos que sente minha falta e que se sente só ! Meu amado filho dando os mesmos passos que eu, iludido, sincero, ingênuo ..... que tristeza !

Não há sentimento mais difícil de lidar do que esse meus amigos foristas. Mas voltar jamais ! Eu os amo muito para alimentar esperanças de que voltarei ao "vomito".

Mas estou feliz de manter minha família, apesar do ensinos sectários da Torre, destruidora de vínculos familiares !

Tenho esperança de um dia velos livres das garras da Torre ! Eles não merecem isso.

Abraço a todos !



Faço minhas as suas palavras Galileu. Também estou na mesma situação mas tenho esperança de libertar minha família.
Abraços!!!


Prezado Heisenberg , deixar minha familia lá me dá um sentimento de que estou os abandonando num deserto a propria sorte !

Que voce seja bem sucedido meu caro !

Abraço !
Não se coloca um remendo novo em uma roupa velha-Jesus Cristo
Avatar de usuário
Galileu
Forista
Forista
 
Mensagens: 1082
Data de registro: 30 Mar 2016 11:47
Localidade: Não quero responder

Re: Desculpas a um cônjuge infiltrado

Nova mensagempor Galileu em 22 Jun 2017 21:04


Minha alegria é ter conseguido ajudar minha criança antes que se batizasse.
Mas vejo a mesma tristeza em meu cônjuge...


Prior , que voce seja bem sucedida !

Um abraço
Não se coloca um remendo novo em uma roupa velha-Jesus Cristo
Avatar de usuário
Galileu
Forista
Forista
 
Mensagens: 1082
Data de registro: 30 Mar 2016 11:47
Localidade: Não quero responder

Re: Desculpas a um cônjuge infiltrado

Nova mensagempor Samurai Kazuo-San em 22 Jun 2017 22:39

Que tristeza! Me sinto tão culpado também por ter começado tudo isso. Fui o primeiro TJ em casa (aos 20 anos), depois minhas 2 irmãs também estudaram e se batizaram. Meu irmão começou mas parou... Uma irmã foi desassociada e eu me dissociei. A outra se casou, teve uma filha que se batizou e seu marido tem muitos familiares TJ. Eu me culpo de ter posto minha irmã nessa enrascada e não conseguir abrir seus olhos. E ainda que consiga, olhem o dano que a família sofrerá (ruptura/ostracismo, desestruturação)... Como esta religião destrói lares!
:sa8:
継続は力なり
---> Keizoku wa chikara nari...
(A Perseverança se transforma em Poder)
Avatar de usuário
Samurai Kazuo-San
Forista
Forista
 
Mensagens: 59
Data de registro: 09 Dez 2016 15:41
Localidade: São Paulo

Re: Desculpas a um cônjuge infiltrado

Nova mensagempor KOSTA em 23 Jun 2017 03:10

São historias REAIS que nunca lerão num anuário.
Talvez esteja na altura de fazermos nosso proprio anuário.
Desejo sorte a vossas familias.
Sei que é duro.
Quando o marido cai fora da torre talvez a solução passe por distrair a esposa com cinema, passeios, etc...e demonstrrar que gosta mais dela apos sair porque a torre o obrigava a ser machista.
Tambem invistam no sexo. Toda mulher gosta de satisfação. Podem ler um conto erotico a dois que passados cinco minutos já tá rolando. No estudo em familia voces porvvezes fazem teatrinhos imitando personagens biblicos. Aproveitem esse conhecimento e interpretem os personagens do conto erotico.
Ponham as criancas a dormir ou arranjem um local com privacidade.
Boa sorte!
NÃO TEMAS AQUELES QUE BUSCAM PELA VERDADE, MAS TEME ANTES OS QUE AFIRMAM TEREM A VERDADE
Avatar de usuário
KOSTA
Forista
Forista
 
Mensagens: 1633
Data de registro: 22 Set 2011 20:06
Localização: Portugal

Re: Desculpas a um cônjuge infiltrado

Nova mensagempor Galileu em 23 Jun 2017 09:14

Samurai Kazuo-San escreveu:Que tristeza! Me sinto tão culpado também por ter começado tudo isso. Fui o primeiro TJ em casa (aos 20 anos), depois minhas 2 irmãs também estudaram e se batizaram. Meu irmão começou mas parou... Uma irmã foi desassociada e eu me dissociei. A outra se casou, teve uma filha que se batizou e seu marido tem muitos familiares TJ. Eu me culpo de ter posto minha irmã nessa enrascada e não conseguir abrir seus olhos. E ainda que consiga, olhem o dano que a família sofrerá (ruptura/ostracismo, desestruturação)... Como esta religião destrói lares!
:sa8:


Muitos percebem o modo de vida estranho que tem as famílias TJ, e isto tem afastado muitos desta seita.

Os anos dourados da Seita acabaram, pelo menos o numero de vitimas tendem a diminuir, mas infelizmente temos que admitir que muitos morreram nas "masmorras" sem verem a "LUZ" do sol.

Pena, são vidas que deixaram de ser vividas de modo pleno.


Um grande abraço amigo Samurai, paz pra você
Não se coloca um remendo novo em uma roupa velha-Jesus Cristo
Avatar de usuário
Galileu
Forista
Forista
 
Mensagens: 1082
Data de registro: 30 Mar 2016 11:47
Localidade: Não quero responder

Re: Desculpas a um cônjuge infiltrado

Nova mensagempor kooboo em 23 Jun 2017 10:35

KOSTA escreveu:São historias REAIS que nunca lerão num anuário.
Talvez esteja na altura de fazermos nosso proprio anuário.
Desejo sorte a vossas familias.
Sei que é duro.


Sem dúvida, um anuário nosso teria histórias assim.
[]'s
kooboo

Imagem
Avatar de usuário
kooboo
Moderador
Moderador
 
Mensagens: 11413
Data de registro: 01 Nov 2008 13:22
Localidade: Minas Gerais

Próximo

Retornar para Depoimentos

Quem está online

Usuários vendo este fórum: NicoleGoncalves e 36 visitantes