Infiltrados e a mudança na dinâmica familiar : Depoimentos
Seja Bem-Vindo Testemunhas de Jeová - Ex Testemunhas de Jeová. Clique aqui e cadastre-se para participar


Infiltrados e a mudança na dinâmica familiar

Depoimentos de ex-testemunhas de Jeová, cartas de dissociação e depoimentos sobre a vida pós Torre de Vigia. Aqui fala mais alto a sinceridade, o sentimento e muitas vezes os relatos nos impressionam pela falta de algo que mais as Testemunhas de Jeová dizem praticar: o amor ao próximo!
Fique a vontade para contar suas vivências

Infiltrados e a mudança na dinâmica familiar

Nova mensagempor Prior Dissidente em 19 Jun 2017 08:37

Olá amigos!
Ser infiltrado não é uma tarefa fácil. É uma grande angústia emocional e pressão mental. Pelo menos é assim que vejo.
Nossa família, nossos anteriores amigos, sabem que mudamos e essa mudança traz algumas consequências, uma delas é a mudança na dinâmica familiar.
Homem ou mulher, marido ou esposa, pai ou filho, todos sentimos o peso do despertar e como não nos encaixamos mais no papel ocupado anteriormente.
No meu caso, por exemplo, a esposa obediente e submissa, pioneira, que não perdia uma reunião, que vivia fazendo campo, revisitas e estudos bíblicos, não existe mais. Não participo da adoração em família, e até às orações nas refeições me incomodam. Evito conversar sobre assuntos ligados à Religião.
Muito do tempo que passávamos juntos era em atividades teocráticas.
Bem...agora isto mudou. Nossa família mudou. A adaptação é um pouco difícil, complicada.
Imagino que no caso de vocês também.
Sei que com o tempo as coisas se ajeitam...ou não.
Como vocês amigos lidam com a mudança na dinâmica familiar?
A tradição de todas as gerações mortas oprime como um pesadelo o cérebro dos vivos.
-MARX
Avatar de usuário
Prior Dissidente
Desativado a pedido do usuário
 
Mensagens: 775
Data de registro: 03 Jan 2017 12:34
Localidade: Não quero responder

Re: Infiltrados e a mudança na dinâmica familiar

Nova mensagempor Lehh em 19 Jun 2017 08:46

Bom dia, amiga

Aqui em casa atualmente funciona a lei do silêncio. Eu não falo, não reclamo, e tento ao máximo não demonstrar a minha insatisfação, quando faço, a gente discute.

Eu tenho que me esforçar para ir às reuniões e tolerar, e raramente, ir ao campo.
Não temos adoração em família, nem qualquer outra atividade espiritual, não oramos juntos nem durante as refeições, não preparamos reuniões.

É só ir à reunião e ao campo para cumprir tabela e ver os parentes felizes mesmo.
"Pensei o quanto desconfortável é ser trancado do lado de fora; e pensei o quanto é pior, talvez, ser trancado no lado de dentro"-
Virginia Woolf
Avatar de usuário
Lehh
Forista
Forista
 
Mensagens: 1193
Data de registro: 09 Fev 2017 14:03
Localidade: Não quero responder

Re: Infiltrados e a mudança na dinâmica familiar

Nova mensagempor mayhra em 19 Jun 2017 12:01

Meninas, sugiro o seguinte:

1) Convidem a família para mais passeios, pelo menos um passeio grande por mês. Digam que precisam relaxar um pouco e que será bom para todos. Curtam a natureza, se possível façam pequenas viagens, façam piquenique, visitem parentes que não são TJ, se tais pessoas forem consideradas amistosas com as TJs.

2) Convidem a família ou o esposo para fazer visitas a pessoas necessitadas, doentes, hospitalizadas. Essa é uma atividade de cunho humanitário, que demostra amor. Isso inclui levar algum presente ou um pequeno rancho para quem está precisando de comida. Isso unirá vocês em torno de algo que é genuinamente cristão.

3) Se vc tem algum dom artístico ou mesmo não tendo: convide a família para fazerem alguma arte juntos. Por exemplo: se um casal vai fazer anos de casado, você pode sugerir que façam uma pintura para eles ou outra coisa. A arte é uma excelente forma de possibilitar encontros significativos e dá prazer de fazê-la. O único problema é se o seu esposo é muito durão, do tipo que não se permite relaxar e fazer alguma atividade artística. Se tem filhos, faça arte com seus filhos.

Ao fazer esses convites, evite brigar caso rejeitem o convite, apenas diga que precisa relaxar a mente e que achou que fosse uma boa ideia. Assim vc deixa a porta aberta para aceitarem outro convite.
Avatar de usuário
mayhra
Forista
Forista
 
Mensagens: 2055
Data de registro: 14 Dez 2011 21:12

Re: Infiltrados e a mudança na dinâmica familiar

Nova mensagempor Prior Dissidente em 19 Jun 2017 12:22

Semana passada recebi mensagens de um senhor TJ que sempre me tratou como filha. Enquanto conversávamos por mensagens eu chorava. Chorei tanto. Sei que ele se preocupa comigo, que do ponto de vista dele quer o meu melhor. Doeu tanto perceber o quanto estou distante dele e do que ele acredita.
Acho que o mais difícil é aceitar que aquelas pessoas que um dia amamos, que fizeram parte da nossa vida, hj não tem mais nada em comum com você.
Ele até se ofereceu para vir até minha casa me " ajudar", mas tudo o que ele fala não faz mais sentido para mim.
Sinto por nossa amizade, por tê-lo como um pai, mas não tem como manter uma amizade destas na minha atual situação.
E doeu muito reconhecer isto. Foi um tipo de luto o que senti. Como se o estivesse perdendo.
A tradição de todas as gerações mortas oprime como um pesadelo o cérebro dos vivos.
-MARX
Avatar de usuário
Prior Dissidente
Desativado a pedido do usuário
 
Mensagens: 775
Data de registro: 03 Jan 2017 12:34
Localidade: Não quero responder

Re: Infiltrados e a mudança na dinâmica familiar

Nova mensagempor BrunoBernardes em 19 Jun 2017 12:38

É como eu realmente me sentia... Um pau mandado em meio a três mulheres que por sua fé me obrigavam a ser cárcere da lei do silêncio.
É como um mudo se afogando.
Não é fácil para vocês eu bem sei disso, existe muita coisa em jogo nesse xadrez psicológico.
O que dói mais é ver cada dia mais as pessoas que você ama acreditando mais e mais nesse barco furado que é a torre.
Tiro o meu chapéu para vocês que buscam a igualdade no relacionamento e não se deixam enganar por essa doutrina machista.
Eu que cresci em liberdade para entrar e sair de qualquer lugar que eu já tive a curiosidade de buscar respostas.

Se algum dia ela passar por aqui e ler isso, deixo meu recado...

Acorde por favor!!! Pelo bem de sua Filha!!! Pelo bem de minha Filha!!!
Quer viver? Sepulte toda a literatura, apague os jargões (visto que é um gancho psíquico), junte tudo, enterre e escreva na lápide: Aqui Jaz Sentinelas e Despertais! O passado é uma roupa que não nos serve mais. Hipócrita$ Programadore$ Linguí$tico$.
Avatar de usuário
BrunoBernardes
Forista
Forista
 
Mensagens: 2034
Data de registro: 29 Jul 2016 17:21
Localidade: Não quero responder

Re: Infiltrados e a mudança na dinâmica familiar

Nova mensagempor Lehh em 19 Jun 2017 12:39

Prior Dissidente escreveu:Semana passada recebi mensagens de um senhor TJ que sempre me tratou como filha. Enquanto conversávamos por mensagens eu chorava. Chorei tanto. Sei que ele se preocupa comigo, que do ponto de vista dele quer o meu melhor. Doeu tanto perceber o quanto estou distante dele e do que ele acredita.
Acho que o mais difícil é aceitar que aquelas pessoas que um dia amamos, que fizeram parte da nossa vida, hj não tem mais nada em comum com você.
Ele até se ofereceu para vir até minha casa me " ajudar", mas tudo o que ele fala não faz mais sentido para mim.
Sinto por nossa amizade, por tê-lo como um pai, mas não tem como manter uma amizade destas na minha atual situação.
E doeu muito reconhecer isto. Foi um tipo de luto o que senti. Como se o estivesse perdendo.


prior, eu sempre comento que quase não tenho amizades tjs, mas tem uma pessoa também, só uma.. que me faz sentir isso. Sábado conversei com a pessoa na reunião, ela me abraçou, fazia semanas que não nos víamos... Meu deu um aperto imenso no peito e vontade de chorar. Eu fico pensando que aquela amizade é sim verdadeira, e que atualmente, penso totalmente diferente desta pessoa... que se eu saísse, essa pessoa nunca mais poderá falar comigo, e isso doeu bastante.

Também, uma outra tj tentando se aproximar, com boas intenções, desta eu já me afastei há muito tempo, mas senti que estava sendo sincera, uma boa pessoa.

Infelizmente, elas não entenderiam o que ocorre comigo neste momento. Como você disse que ocorreu no seu caso, tudo o que falariam não faria sentido para mim.

Eu evito ao máximo qualquer proximidade e amizade com tjs, mas aqueles que já eram amigos de longa data.. é bem difícil ignorar.
"Pensei o quanto desconfortável é ser trancado do lado de fora; e pensei o quanto é pior, talvez, ser trancado no lado de dentro"-
Virginia Woolf
Avatar de usuário
Lehh
Forista
Forista
 
Mensagens: 1193
Data de registro: 09 Fev 2017 14:03
Localidade: Não quero responder

Re: Infiltrados e a mudança na dinâmica familiar

Nova mensagempor uma_aprendiz em 19 Jun 2017 14:33

Sinto essa tristeza e esse distanciamento em relação a meus pais e minhas irmãs... elas são um tanto mais novas que eu, são meus xodós... porém as coisas em comum vão se esvaindo.

Procuro não deixar, gosto de ser referência pra elas pra quando precisam de ajuda... e isso [ainda] não se perdeu. Eu as respeito muito, deixo que contem as coisas do salão e sinto reciprocidade: elas me respeitam e não forçam a barra, não cobram nada. Então, mantemos o velho vínculo: muita risada falando bobeira e elas me consultando qdo tem dúvidas ou problemas ♥ fofinhas.

Mas sempre vivo de olho no prazo de validade... o dia que a torre vai conseguir destruir tudo! Até lá, vamos nos mantendo unidas pelo que ainda há, o amor entre a gente... mesmo que, na cabeça delas, elas vão para o novo mundo, eu não... rs

Outra coisa que lamento é em relação às crianças... meus filhos e os delas (ainda bbs) poderiam ser muito mais unidos na vida, no futuro, serem como irmãos, mas isso dificilmente vai acontecer. Meus sobrinhos estarão no campo e nas assembléias, meus filhos nas festas de aniversário e festas juninas da vida....

A menos que qdo crescerem abram a cabecinha... quem sabe?
Inativa há 7 anos, liberta mentalmente dos ensinos do C.G. há 11 anos.
Avatar de usuário
uma_aprendiz
Forista
Forista
 
Mensagens: 358
Data de registro: 18 Jul 2014 19:46
Localidade: São Paulo

Re: Infiltrados e a mudança na dinâmica familiar

Nova mensagempor Debora em 19 Jun 2017 21:06

Este é o alto preço que cada um de nós temos que pagar por um dia termos acreditado que a verdade e Deus estavam presente entre as testemunhas de jeova.

A ferida fecha mas a cicatriz foi marcada como que com ferro de marcar gado. Podem durar todos os dias da nossa vida, pelo menos é o que sinto e o que me impulsiona a ser combativa contra esta seita maldita. Luto bravamente todos os dias, para que as pessoas saibam o risco de cair nesta armadilha.

Adotei como princípio que AMIGOS, PARENTES, são aqueles que escolhemos já na nossa vida adulta, AMIGOS, PARENTES, são aqueles que me colhem, incondicionalmente. Tenho sido feliz assim.
:fr1end:
Testemunhas de Jeová
O que será que elas não te contam?
http://www.pontosdefe.blogspot.com.br
Avatar de usuário
Debora
Moderadora
Moderadora
 
Mensagens: 6462
Data de registro: 21 Dez 2010 10:07
Localização: Santana
Localidade: São Paulo

Re: Infiltrados e a mudança na dinâmica familiar

Nova mensagempor Expiorneiro em 20 Jun 2017 03:58

BrunoBernardes escreveu:É como eu realmente me sentia... Um pau mandado em meio a três mulheres que por sua fé me obrigavam a ser cárcere da lei do silêncio.
É como um mudo se afogando.
Não é fácil para vocês eu bem sei disso, existe muita coisa em jogo nesse xadrez psicológico.
O que dói mais é ver cada dia mais as pessoas que você ama acreditando mais e mais nesse barco furado que é a torre.
Tiro o meu chapéu para vocês que buscam a igualdade no relacionamento e não se deixam enganar por essa doutrina machista.
Eu que cresci em liberdade para entrar e sair de qualquer lugar que eu já tive a curiosidade de buscar respostas.

Se algum dia ela passar por aqui e ler isso, deixo meu recado...

Acorde por favor!!! Pelo bem de sua Filha!!! Pelo bem de minha Filha!!!


Me comovi lendo seu texto e de todos os que comentaram até agora, não sei o que se passa no âmbito familiar de cada um , e nem suas dificuldades diárias para salvar a família dessa enrascada, meu caro amigo a seita as testemunhas de jeová é tão destrutiva para quem ama a família que é difícil suportar essas situações.
:fr1end:
(...)


Imagem

Aaaaaaaaaaaal , Who's Bad ?
Avatar de usuário
Expiorneiro
Forista
Forista
 
Mensagens: 303
Data de registro: 29 Ago 2016 17:15
Localidade: Ceará

Re: Infiltrados e a mudança na dinâmica familiar

Nova mensagempor Expiorneiro em 20 Jun 2017 04:01

Prior Dissidente escreveu:Semana passada recebi mensagens de um senhor TJ que sempre me tratou como filha. Enquanto conversávamos por mensagens eu chorava. Chorei tanto. Sei que ele se preocupa comigo, que do ponto de vista dele quer o meu melhor. Doeu tanto perceber o quanto estou distante dele e do que ele acredita.
Acho que o mais difícil é aceitar que aquelas pessoas que um dia amamos, que fizeram parte da nossa vida, hj não tem mais nada em comum com você.
Ele até se ofereceu para vir até minha casa me " ajudar", mas tudo o que ele fala não faz mais sentido para mim.
Sinto por nossa amizade, por tê-lo como um pai, mas não tem como manter uma amizade destas na minha atual situação.
E doeu muito reconhecer isto. Foi um tipo de luto o que senti. Como se o estivesse perdendo.


Cara prior, quando sai da torre todo meu ciclo de amizades morreu, meus pais viviam em outra cidade e eu fiquei completamente só ao ser desassociado, senti muito pelos meus amigos que eram como uma família, gente bem humilde, mais a decepção da desassociação me mostrou quem realmente são , não desanime por causa disso, para ganhar algo é preciso sacrificar algo, tenho certeza que nada compra o preço da sua liberdade mental.
(...)


Imagem

Aaaaaaaaaaaal , Who's Bad ?
Avatar de usuário
Expiorneiro
Forista
Forista
 
Mensagens: 303
Data de registro: 29 Ago 2016 17:15
Localidade: Ceará


Retornar para Depoimentos

Quem está online

Usuários vendo este fórum: Ermioni, Wesley MF e 31 visitantes