Anciãos na cola - Brecha Doutrina - ANULAÇÃO DO BATISMO : Depoimentos
Seja Bem-Vindo Testemunhas de Jeová - Ex Testemunhas de Jeová. Clique aqui e cadastre-se para participar


Anciãos na cola - Brecha Doutrina - ANULAÇÃO DO BATISMO

Depoimentos de ex-testemunhas de Jeová, cartas de dissociação e depoimentos sobre a vida pós Torre de Vigia. Aqui fala mais alto a sinceridade, o sentimento e muitas vezes os relatos nos impressionam pela falta de algo que mais as Testemunhas de Jeová dizem praticar: o amor ao próximo!
Fique a vontade para contar suas vivências

Anciãos na cola - Brecha Doutrina - ANULAÇÃO DO BATISMO

Nova mensagempor Ethan em 29 Jan 2017 08:57

Honoráveis forista,

Prezados, atualmente encontro-me inativo, sem pisar na reunião e campo há alguns meses.
Mas os Zomis não se esquecem de mim, PQP. Ficam fuçando a minha vida, não só eles como os demais xeretas da congregação, ansiosos para ver a queda.

Em busca de uma saída digna deste antro de hipocrisia, venho lendo o KS de cabo à rabo em busca de brechas para me esquivar das investidas dos ansiosos que não tem mais o que fazer da vida.

Minha atual estratégia é, se eles descobrirem algo passível de desassociação, e vão ter que suar muito para achar algo, visto que evito ao máximo deixar vestígios. Então, caso achem algo, inicialmente vou negar e eles terão que apresentar as provas, se eu não puder contornar a situação e a instauração da comissão for inevitável eu vou apelar a meus conhecimentos jurídicos, então vamos lá.

Vi em algum lugar neste fórum (não me lembro onde) que uma comissão pode violar até 60 direitos civis e humanos. Visto que sou formado em direito pretendo condicionar a comissão a algumas exigências minhas (impossibilitando que ele aconteça, por exemplo:
- Só irei comparecer acompanhado por dois advogados;
- quero ser intimado por escrito, informando dia e hora da comissão, os ancião envolvidos, a acusação feita ;
- exigirei que toda a reunião seja filmada;

Vou esclarecer que não me recuso a participar, mas só estarei presente se ele cumprirem as exigências, uma vez que possuo pleno amparo legal do sistema jurídico brasileiro.

- Obviamente eles vão recuar e dizer que vão ter que ligar para o escritório, já que o KS diz que nesses casos os anciãos devem suspender os trabalhos e entrar em contato imediato com o escritório. (fl. 75 e 86, KS atualizado)

Obviamente, vou propor-lhes uma alternativa para não serem processados cível e criminalmente, e fuçam o KS, descobri que o batismo pode ser anulado se o sujeito estava pecando durante as perguntas e dedicação ao batismo, logo o batismo não teria efeitos.

Diante disso pergunto aos anciãos dissidentes de plantão:
- O que acham da ideia? é viável? Vai funcionar?
- Qual a probabilidade do batismo ser anulado e eu ficar isento de qualquer ação judicativa?
- É uma boa estratégia?
- Tem alguma sugestão?


Obs: Esclareço que até o momento não desejo ser desassociado, sou advogado e tenho uma reputação a zelar na sociedade, vivo em uma cidade pequena onde todos se conhecem, não seria nada bom para os negócios e minha reputação que os tjs ficassem me difamando por ai.
"Pássaros criados em gaiolas acreditam que voar é uma doença"

Alejandro Jodorowsky
Ethan
Forista
Forista
 
Mensagens: 109
Data de registro: 30 Mai 2016 22:00
Localidade: Maranhão

Re: Anciãos na cola - Brecha Doutrina - ANULAÇÃO DO BATISMO

Nova mensagempor Lipe em 29 Jan 2017 10:42

Tudo me parece uma ótima ideia! Também quero saber o que os nossos anciãos do fórum tem a dizer...
:D :7 :7
"A ridícula situação de alguém que critica o que confessa nunca ter lido, já é suficiente para desqualificar a sua crítica."
- Voltaire -
Avatar de usuário
Lipe
Forista
Forista
 
Mensagens: 1065
Data de registro: 04 Out 2016 12:59
Localização: Fortaleza
Localidade: Ceará

Re: Anciãos na cola - Brecha Doutrina - ANULAÇÃO DO BATISMO

Nova mensagempor Lourisvaldo Santana em 29 Jan 2017 11:38

Rapaz, Ethan, faço logo a ressalva de que nunca fui ancião, mas aqui seguem as minhas constatações.

As imagens abaixo são do capítulo 6 do livro dos anciãos. Pelo que posso deduzir do que li, uma boa estratégia, como você já faz, é não deixar motivo para uma convocação. Depois, se decidirem te convocar, você pode dificultar o quanto possível receber a notificação. Não adiantará dizer pessoalmente a eles que deseja uma convocação por escrito, nos termos que você falou, pois um encontro cara a cara com eles já vale como convocação, bastando que eles a faça de modo verbal. Depois de eles conseguirem confirmar que você foi notificado dessa comissão, ela poderá prosseguir, com ou sem a sua presença. Se a decisão for desassociar, surge aí outra brecha: eles precisam avisá-lo, o que te permite mais uma vez dificultar a ser encontrado. Caso faça isso, então, como pode ser lido abaixo, eles devem consultar betel sobre o que fazer. Sobre suas propostas de gravar a comissão e fazê-la apenas na presença de advogados, jamais que eles vão aceitar isso, até porque eles muito provavelmente querem zelar pelo próprio cargo, mas certamente vai te fazer ganhar tempo. Não sei o que Betel responde referente a essas ameaças de processo, mas creio que é uma de suas melhores armas!

Evidentemente que algum ancião do fórum poderá confirmar ou corrigir as minhas constatações, mas é isso que te posso dizer, Ethan!

Desejo que tenham sucesso em lidar bem com aquelas raposas. pessoinhas.


Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Testemunhas de Jeová
O que elas não lhe contam? (399 páginas)

Apresentação e opções de Download aqui:

http://www.pontosdefe.blogspot.com.br
Avatar de usuário
Lourisvaldo Santana
Moderador
Moderador
 
Mensagens: 3061
Data de registro: 20 Fev 2015 16:59
Localização: Guadalupe
Localidade: Piauí

Re: Anciãos na cola - Brecha Doutrina - ANULAÇÃO DO BATISMO

Nova mensagempor Lourisvaldo Santana em 29 Jan 2017 12:00

Caso você force os anciãos a fazer um convocação por escrito, este é um exemplo de como ela pode ser; pelo que sei, elas seguem mais ou menos um padrão.

http://deusnaove.blogspot.com.br/search ... judicativa
Testemunhas de Jeová
O que elas não lhe contam? (399 páginas)

Apresentação e opções de Download aqui:

http://www.pontosdefe.blogspot.com.br
Avatar de usuário
Lourisvaldo Santana
Moderador
Moderador
 
Mensagens: 3061
Data de registro: 20 Fev 2015 16:59
Localização: Guadalupe
Localidade: Piauí

Re: Anciãos na cola - Brecha Doutrina - ANULAÇÃO DO BATISMO

Nova mensagempor Mr. Burns em 29 Jan 2017 12:04

Estou passando por algo parecido. Estão me perseguindo por meio de telefonemas e mensagens de whatsup! Será que podem me desassociar por celular?
“De tanto se repetir uma mentira, ela acaba se transformando em verdade.”
― Joseph Goebbels
Avatar de usuário
Mr. Burns
Forista
Forista
 
Mensagens: 111
Data de registro: 11 Fev 2016 20:56
Localidade: Não quero responder

Re: Anciãos na cola - Brecha Doutrina - ANULAÇÃO DO BATISMO

Nova mensagempor KOSTA em 29 Jan 2017 12:28

Julgamento??? Mas... Quem eles pensam que sao? Vivem num mundo paralelo? Entao porque raio beneficiam dos apoios do mundo como aposentadoria, etc...?

O ideal mesmo seria convidar todas as tjs para uma ilha construindo sua sociedade em paz sem azucrinar outros senao eles mesmos.

Dizem que nao gostam do mundo mas usufrem de tudo dw bom que o mundao oferece.

Quanto ao batismo: nada tem de espiritual. Somente juramento de lealdade a' Organizacao e nao a Deus.

Doutor:

Empresas religiosas sao muitas mas Deus so um.

(Por conveniencia escrevo sem acentuacao)
Editado pela última vez por KOSTA em 29 Jan 2017 12:34, num total de 1 vezes
NÃO TEMAS AQUELES QUE BUSCAM PELA VERDADE, MAS TEME ANTES OS QUE AFIRMAM TEREM A VERDADE
Avatar de usuário
KOSTA
Forista
Forista
 
Mensagens: 1628
Data de registro: 22 Set 2011 20:06
Localização: Portugal

Re: Anciãos na cola - Brecha Doutrina - ANULAÇÃO DO BATISMO

Nova mensagempor Wesley MF em 29 Jan 2017 12:34

Tenho inclusive uma pergunta curiosa sobre esse assunto.

Ja ouvi um caso de uma pessoa que queria namorar uma mulher do Salão, mas não queria ser TJ.
O que ele fez?
Apos ter passado pelas perguntas, no dia da Assembleia, quando todos estenderam a mão para dizer "sim" para as perguntas, ele disse "não" (não crendo em Jeová e na sua organização) e, depois, na imersão em uma piscina longe dali e em um clube (foram de onibus), o sujeito, aproveitando que não tinha nenhum conhecido do mesmo salão, se passou por um ajudante e não mergulhou...

Ele voltou como testemunha de jeová, mas com o tempo abandonou tudo e foi desassociado.

A questão é: Ele podia ser desassociado?
Pergunto porque só é desassociado quem é TJ (Ele poderia ser considerado uma TJ?)
O que acham? :?
Thinking...
Avatar de usuário
Wesley MF
Forista
Forista
 
Mensagens: 1063
Data de registro: 06 Nov 2008 18:44

Re: Anciãos na cola - Brecha Doutrina - ANULAÇÃO DO BATISMO

Nova mensagempor TJCalado em 29 Jan 2017 14:56

Duas coisas eu tenho a dizer:
- Nem todo ancião segue estritamente as normas que a organização estabelece sobre a desassociação.
- Quem determina de o batismo foi válido, são eles. Não é algo que possa ser "reivindicado".
"Um paraíso não precisa necessariamente ser um lugar lindo. Basta ser apenas um lugar que me faça bem."
Avatar de usuário
TJCalado
Forista
Forista
 
Mensagens: 4545
Data de registro: 11 Mar 2012 21:40
Localidade: Não quero responder

Re: Anciãos na cola - Brecha Doutrina - ANULAÇÃO DO BATISMO

Nova mensagempor Girlboss em 29 Jan 2017 15:28

O que sempre percebi nesses casos da desassociacao é que cada corpo de ancião, cria uma regra.Acho que a maioria qd realiza uma comissão, não segue as orientações dada pelo KS. (E por falar no ks, alguém aqui pode informar se nesse livro tem informações sob os requisitos de reprovar um publicador para o batismo? ) se possível,pode colocar às páginas referente à esse assunto?
Se não for incomodo. ..
"Aprender sem pensar é tempo perdido. "
(Confúcio )
Girlboss
Forista
Forista
 
Mensagens: 56
Data de registro: 20 Jan 2017 21:04
Localidade: Não quero responder

Re: Anciãos na cola - Brecha Doutrina - ANULAÇÃO DO BATISMO

Nova mensagempor Ethan em 29 Jan 2017 15:29

Wesley MF escreveu:Tenho inclusive uma pergunta curiosa sobre esse assunto.

Ja ouvi um caso de uma pessoa que queria namorar uma mulher do Salão, mas não queria ser TJ.
O que ele fez?
Apos ter passado pelas perguntas, no dia da Assembleia, quando todos estenderam a mão para dizer "sim" para as perguntas, ele disse "não" (não crendo em Jeová e na sua organização) e, depois, na imersão em uma piscina longe dali e em um clube (foram de onibus), o sujeito, aproveitando que não tinha nenhum conhecido do mesmo salão, se passou por um ajudante e não mergulhou...

Ele voltou como testemunha de jeová, mas com o tempo abandonou tudo e foi desassociado.

A questão é: Ele podia ser desassociado?
Pergunto porque só é desassociado quem é TJ (Ele poderia ser considerado uma TJ?)
O que acham? :?


Cara, onde vcs arrumam tanta historias cabulosas? kkkkkk

É algo a se refletir. o Batismo é proforme, apenas uma forma da pessoa externar para o publico que a partir dali é tj de carteirinha.

Já a dedicação é mais importante, é uma oração pessoal onde a pessoa promete dar a vida por Jeová (leia-se pela organização), inclusive entendi que as respostas as perguntas feitas nas assembleias e congresso devem ser inclusive nessas orações. A não dedicação poderia motivar a anulação do batismo. assim entendi. mas não afirmo com certeza.
"Pássaros criados em gaiolas acreditam que voar é uma doença"

Alejandro Jodorowsky
Ethan
Forista
Forista
 
Mensagens: 109
Data de registro: 30 Mai 2016 22:00
Localidade: Maranhão

Re: Anciãos na cola - Brecha Doutrina - ANULAÇÃO DO BATISMO

Nova mensagempor Wesley MF em 29 Jan 2017 16:00

Ethan escreveu:
Wesley MF escreveu:Tenho inclusive uma pergunta curiosa sobre esse assunto.

Ja ouvi um caso de uma pessoa que queria namorar uma mulher do Salão, mas não queria ser TJ.
O que ele fez?
Apos ter passado pelas perguntas, no dia da Assembleia, quando todos estenderam a mão para dizer "sim" para as perguntas, ele disse "não" (não crendo em Jeová e na sua organização) e, depois, na imersão em uma piscina longe dali e em um clube (foram de onibus), o sujeito, aproveitando que não tinha nenhum conhecido do mesmo salão, se passou por um ajudante e não mergulhou...

Ele voltou como testemunha de jeová, mas com o tempo abandonou tudo e foi desassociado.

A questão é: Ele podia ser desassociado?
Pergunto porque só é desassociado quem é TJ (Ele poderia ser considerado uma TJ?)
O que acham? :?


Cara, onde vcs arrumam tanta historias cabulosas? kkkkkk

É algo a se refletir. o Batismo é proforme, apenas uma forma da pessoa externar para o publico que a partir dali é tj de carteirinha.

Já a dedicação é mais importante, é uma oração pessoal onde a pessoa promete dar a vida por Jeová (leia-se pela organização), inclusive entendi que as respostas as perguntas feitas nas assembleias e congresso devem ser inclusive nessas orações. A não dedicação poderia motivar a anulação do batismo. assim entendi. mas não afirmo com certeza.


Como eu disse, o sujeito foi desassociado assim mesmo, não importando a história que ele levou a público depois.
Como já dito acima, quem bate o martelo final são os anciãos, agindo ou não conforme o KS (É por isso que temos conhecimento de muitas desassociações injustas).
A Justiça teocrática dos anciãos é igual a justiça politica que atualmente vemos no Brasil. Os caras pintam e bordam, passando por cima da lei... E fica por isso mesmo.
Thinking...
Avatar de usuário
Wesley MF
Forista
Forista
 
Mensagens: 1063
Data de registro: 06 Nov 2008 18:44

Re: Anciãos na cola - Brecha Doutrina - ANULAÇÃO DO BATISMO

Nova mensagempor Lourisvaldo Santana em 29 Jan 2017 16:18

Girlboss escreveu:O que sempre percebi nesses casos da desassociacao é que cada corpo de ancião, cria uma regra.Acho que a maioria qd realiza uma comissão, não segue as orientações dada pelo KS. (E por falar no ks, alguém aqui pode informar se nesse livro tem informações sob os requisitos de reprovar um publicador para o batismo? ) se possível,pode colocar às páginas referente à esse assunto?
Se não for incomodo. ..


Girlboss, no livro dos anciãos nada consta sobre aprovar ou reprovar publicador para o batismo. É possível que conste alguma informação em cartas, mas que não tenho acesso. Informações sobre este assunto, pelo que sei, consta no livro Organizados, páginas 211-214, mas que certamente você já deve saber.

Poderá baixar alguns livros da Torre neste link.

https://drive.google.com/drive/folders/ ... TExUkt2ekU
Testemunhas de Jeová
O que elas não lhe contam? (399 páginas)

Apresentação e opções de Download aqui:

http://www.pontosdefe.blogspot.com.br
Avatar de usuário
Lourisvaldo Santana
Moderador
Moderador
 
Mensagens: 3061
Data de registro: 20 Fev 2015 16:59
Localização: Guadalupe
Localidade: Piauí

Re: Anciãos na cola - Brecha Doutrina - ANULAÇÃO DO BATISMO

Nova mensagempor Ethan em 29 Jan 2017 16:22

Lourisvaldo Santana escreveu:Rapaz, Ethan, faço logo a ressalva de que nunca fui ancião, mas aqui seguem as minhas constatações.

As imagens abaixo são do capítulo 6 do livro dos anciãos. Pelo que posso deduzir do que li, uma boa estratégia, como você já faz, é não deixar motivo para uma convocação. Depois, se decidirem te convocar, você pode dificultar o quanto possível receber a notificação. Não adiantará dizer pessoalmente a eles que deseja uma convocação por escrito, nos termos que você falou, pois um encontro cara a cara com eles já vale como convocação, bastando que eles a faça de modo verbal. Depois de eles conseguirem confirmar que você foi notificado dessa comissão, ela poderá prosseguir, com ou sem a sua presença. Se a decisão for desassociar, surge aí outra brecha: eles precisam avisá-lo, o que te permite mais uma vez dificultar a ser encontrado. Caso faça isso, então, como pode ser lido abaixo, eles devem consultar betel sobre o que fazer. Sobre suas propostas de gravar a comissão e fazê-la apenas na presença de advogados, jamais que eles vão aceitar isso, até porque eles muito provavelmente querem zelar pelo próprio cargo, mas certamente vai te fazer ganhar tempo. Não sei o que Betel responde referente a essas ameaças de processo, mas creio que é uma de suas melhores armas!

Evidentemente que algum ancião do fórum poderá confirmar ou corrigir as minhas constatações, mas é isso que te posso dizer, Ethan!

Desejo que tenham sucesso em lidar bem com aquelas raposas. pessoinhas.


Então louri,
A minha intenção é deixar os anciãos confusos e ganhar o máximo de tempo possível.

Uma boa ideia é mudar de congregação de preferencia uma do outro lado da cidade, onde menos irmãos o conhecem e onde não vão procurar muito por mim. Até que percebam que só pisei na nova congregação até os anciãos enviarem o cartão, ja passou bastante tempo.
Como a congregação é no meu bairro, então toda semana eu encontro algum tj e eles acaba se lembrando de mim, motivando os anciãos a tentarem me ajudar.

É sabido que 95% das desassociações o cidadão confessa, pq teme por jeová ou ta de saco cheio e quer sossego. Vou fazer o contrario, confessar jamais, deixa eles irem atras, caso descubram um motivo, caso tenham testemunhas a ideia é fazer as testemunhas irem lá testemunhar contra mim, o que é difícil, afinal, o povo fala fala, mais poucos querem se envolver ou indispor com alguém..

Existindo testemunhas chaves e que irão testemunhas contra, a minha ideia é dificultar a realização das comissão o máximo que puder, condicionando minha presença ao cumprimento de condições (já citadas), sei que não vão aceitar, mas a ideia é dificultar a vida deles.

Tanto anciãos como a torre tem pavor de processos judiciais (cíveis e criminais) como sou advogado a chance de rolar um processo é muito maior. A ideia é jogar o medo da comissão contra eles.

Uma comissão viola dezenas de direitos civis protegidos pelas leis brasileiras e por tratados internacionais que estão na moda.
O ordenamento jurídico permite que membros de associações civis (é o que são as testemunhas de jeová, juridicamente falando) sejam desligados, dese qu seja instaurado um procedimento administrativo escrito onde seja garantido ao acusado os direitos a ampla defesa e o contraditório.

Como qualquer autoridade é totalmente contra a desassociação e seus efeitos (ostracismo e morte social, não faz sentido para eles), e que a Torre por utilizar de mecanismos abusivos não entrega nada escrito para os acusados, a ideia é que a dificuldade façam eles abandonarem o caso, ou se exponham a um processo judicial. Por enquanto eles só conseguiram levantar besteiras, nada passivo de desassociação, mas continuam na cola, como porcos que fuçam a lama em busca de qualquer resto de informação.

Como eles não jogam sujo e não observam as exigências legais para a desassociação, minha ideia é anular o ato administrativo na justiça, pegar uma boa indenização, e processar os anciãos e a torre criminalmente se possível. Então vou tocar o terror, fazer muito medo e auê, quanto mais eles se intimidarem melhor.

A ideia principal é ficar inativo o máximo de tempo que eu puder, para tentar para que eles arquivem meu caso, conforme consta consta nessa pagina do ks 2010 revisado:

Pessoas afastadas ha muitos anos
40. A fim de determinar se uma comissao judicativa deve ser formada, o corpo de anciaos deve considerar o seguinte:
˙ A pessoa ainda professa ser Testemunha de Jeova?
˙ Acongregacao ou a comunidade a reconhecem como Testemunha de Jeova?
˙ Como ela e encarada pelas pessoas? O que ela fez ainda afeta outros, como pode acontecer, por exemplo, em certos casos de adulterio e abuso de menores?
˙ A pessoa ainda tem certo contato ou associacao com a congregacao, agindo como “fermento”, ou influencia corrompedora?
˙ A pessoa esta disposta a se reunir com uma comissao, reconhecendo assim que tem a obrigacao de prestar contas a congregacao crista?
41. Dependendo do tempo em que a pessoa esta inativa e de outros fatores ja mencionados, os anciaos podem decidir deixar o assunto pendente. Nesse caso,eles farao um relatorio da conduta questionavel da pessoa e o guardarao no arquivo da congregacao. Se a pessoa demonstrar interesse em retornar a congregacao, os anciaos terao a oportunidade de esclarecer o assunto.
42. Se a conduta pecaminosa da pessoa for do conhecimento apenas de membros da famılia que sao cristoos, e nenhuma açao congregacional foi tomada, e provavel que esses familiares decidam diminuir bastante seu contato com ela, encarando-a como ma associacao. — 1 Cor. 15:33;w8515/7 p. 19 § 14.


Caso eles resolvam não arquivar, ideia é dificultar o máximo a comissão, recorrer a todas as instancias e entrar com processo de anulação da desassociação. Vide pagina 75 KS:

O batismo do transgressor foi valido?
46. Ao lidar com transgressores,os anciaos nao devem questionar se o batismo da pessoa foi valido. Se a pessoa levantar a questao, os anciaos podem sugerir que ela leia ASentinela de 15 de fevereiro de 2010, pagina 22. Mais informaçoes sobre a realizaçao de um novo batismo podem ser encontradas em ASentinela de 1.° de agosto de 1964, paginas 473-477, e ASentinela de 1.° de janeiro de 1961, paginas 31-32.
Batizar-se novamente e um assunto pessoal.
47. Pode acontecer de um transgressor dizer que seu batismo nao foi valido e que nao tem de prestar
contas perante uma comissao judicativa, visto que pouco antes de se batizar estava envolvido secretamente em conduta errada. Se os anciaos tivessem sabido dessa conduta grave, provavelmente nao o teriam aprovado para o batismo. Mas isso nao significa que a dedicaçao nao tenha sido valida. Alguns se dedicam bem antes do batismo; outros fazem sua dedicaçao pouco antes. Os anciaos nao leem coraçoes e nao podem saber ao certo como Jeova encarava a pessoa quando foi batizada. Se os anciaos ficarem sabendo que um cristao batizado se envolveu secretamente em grave conduta errada quando era publicador nao batizado, mas que abandonou essa conduta antes do batismo, eles devem dar conselhos e encorajamento. Nao se deve formar uma comissao
judicativa por causa de pecados cometidos antes do batismo.(1 Cor. 6:9-11) No entanto, se a pessoa voltou a se envolver em grave conduta errada apos o batismo, em geral, os anciaos cuidarao do caso a base do que a pessoa professava ser, um cristao dedicado e batizado,e se reunir ao judicativamente com ela. Se depois disso ela achar que deve se batizar de novo, isso e uma decisao pessoal. No entanto, uma pessoa nao deve ser batizada de novo so porque desenvolveu maior apreço pela verdade ou por alguma doutrina bıblica, ou porque obteve maior entendimento. — Pro. 4:18.
48. Ha raras ocasioes em que fica obvio que o batismo foi invalido porque a grave conduta errada nao
parou antes do batismo, nem mesmo por um curto perıodo. Por exemplo, pode ser que na epoca do batismo a pessoa estivesse vivendo imoralmente com alguem do sexo oposto ou do mesmo sexo, fosse membro de uma organizaçao polıtica, ou algo similar. Em caso de duvidas, o Escritório deve ser consultado.


Ai vc me pergunta? qual seu objetivo com isso tudo? kkkk
Ai eu respondo, torrar a paciência desses fdps, tomar o pouco dinheiro que eles, tem e mostrar que a torre não ta nem ai pra eles em um processo judicial, vão deixa-los apropria sorte, como sempre fazem. Tem gente que só aprende apanhando, quem sabe abandonadas eles não abram os olhos pra esses (des)organização.

Eles não querem desassociar? Agora vão ter trabalho.

Voltando ao tópico, pergunto novamente:

Diante disso pergunto aos anciãos dissidentes de plantão:
- O que acham da ideia? é viável? Vai funcionar?
- Qual a probabilidade do batismo ser anulado e eu ficar isento de qualquer ação judicativa?
- É uma boa estratégia?
- Tem alguma sugestão?
"Pássaros criados em gaiolas acreditam que voar é uma doença"

Alejandro Jodorowsky
Ethan
Forista
Forista
 
Mensagens: 109
Data de registro: 30 Mai 2016 22:00
Localidade: Maranhão

Re: Anciãos na cola - Brecha Doutrina - ANULAÇÃO DO BATISMO

Nova mensagempor Lipe em 29 Jan 2017 16:24

Wesley MF escreveu:
Ethan escreveu:
Wesley MF escreveu:Tenho inclusive uma pergunta curiosa sobre esse assunto.

Ja ouvi um caso de uma pessoa que queria namorar uma mulher do Salão, mas não queria ser TJ.
O que ele fez?
Apos ter passado pelas perguntas, no dia da Assembleia, quando todos estenderam a mão para dizer "sim" para as perguntas, ele disse "não" (não crendo em Jeová e na sua organização) e, depois, na imersão em uma piscina longe dali e em um clube (foram de onibus), o sujeito, aproveitando que não tinha nenhum conhecido do mesmo salão, se passou por um ajudante e não mergulhou...

Ele voltou como testemunha de jeová, mas com o tempo abandonou tudo e foi desassociado.

A questão é: Ele podia ser desassociado?
Pergunto porque só é desassociado quem é TJ (Ele poderia ser considerado uma TJ?)
O que acham? :?


Cara, onde vcs arrumam tanta historias cabulosas? kkkkkk

É algo a se refletir. o Batismo é proforme, apenas uma forma da pessoa externar para o publico que a partir dali é tj de carteirinha.

Já a dedicação é mais importante, é uma oração pessoal onde a pessoa promete dar a vida por Jeová (leia-se pela organização), inclusive entendi que as respostas as perguntas feitas nas assembleias e congresso devem ser inclusive nessas orações. A não dedicação poderia motivar a anulação do batismo. assim entendi. mas não afirmo com certeza.


Como eu disse, o sujeito foi desassociado assim mesmo, não importando a história que ele levou a público depois.
Como já dito acima, quem bate o martelo final são os anciãos, agindo ou não conforme o KS (É por isso que temos conhecimento de muitas desassociações injustas).
A Justiça teocrática dos anciãos é igual a justiça politica que atualmente vemos no Brasil. Os caras pintam e bordam, passando por cima da lei... E fica por isso mesmo.


Existem casos em que o Batismo é invalidado e a pessoa é tratada como um ex-publicador, mas não evitada como desassociada.

Se até nesses casos, em que a pessoa entrou por imersão na água o Batismo é anulado, quanto mais deve ser a de um Batismo inexistente.

Essa desassociação deve ter acontecido por "rancor" dos anciãos que se sentiram enganados.. (Talvez)

Mas se realmente tiver acontecido dessa maneira, a desassociação foi injusta.
"A ridícula situação de alguém que critica o que confessa nunca ter lido, já é suficiente para desqualificar a sua crítica."
- Voltaire -
Avatar de usuário
Lipe
Forista
Forista
 
Mensagens: 1065
Data de registro: 04 Out 2016 12:59
Localização: Fortaleza
Localidade: Ceará

Re: Anciãos na cola - Brecha Doutrina - ANULAÇÃO DO BATISMO

Nova mensagempor Ethan em 29 Jan 2017 16:26

Wesley MF escreveu:
Ethan escreveu:
Wesley MF escreveu:Tenho inclusive uma pergunta curiosa sobre esse assunto.

Ja ouvi um caso de uma pessoa que queria namorar uma mulher do Salão, mas não queria ser TJ.
O que ele fez?
Apos ter passado pelas perguntas, no dia da Assembleia, quando todos estenderam a mão para dizer "sim" para as perguntas, ele disse "não" (não crendo em Jeová e na sua organização) e, depois, na imersão em uma piscina longe dali e em um clube (foram de onibus), o sujeito, aproveitando que não tinha nenhum conhecido do mesmo salão, se passou por um ajudante e não mergulhou...

Ele voltou como testemunha de jeová, mas com o tempo abandonou tudo e foi desassociado.

A questão é: Ele podia ser desassociado?
Pergunto porque só é desassociado quem é TJ (Ele poderia ser considerado uma TJ?)
O que acham? :?


Cara, onde vcs arrumam tanta historias cabulosas? kkkkkk

É algo a se refletir. o Batismo é proforme, apenas uma forma da pessoa externar para o publico que a partir dali é tj de carteirinha.

Já a dedicação é mais importante, é uma oração pessoal onde a pessoa promete dar a vida por Jeová (leia-se pela organização), inclusive entendi que as respostas as perguntas feitas nas assembleias e congresso devem ser inclusive nessas orações. A não dedicação poderia motivar a anulação do batismo. assim entendi. mas não afirmo com certeza.


Como eu disse, o sujeito foi desassociado assim mesmo, não importando a história que ele levou a público depois.
Como já dito acima, quem bate o martelo final são os anciãos, agindo ou não conforme o KS (É por isso que temos conhecimento de muitas desassociações injustas).
A Justiça teocrática dos anciãos é igual a justiça politica que atualmente vemos no Brasil. Os caras pintam e bordam, passando por cima da lei... E fica por isso mesmo.


Agora entendi o que vc quis dizer, sobre eles não serem justo. Com cordo plenamente, o que quero saber é como eles reagem ao próprio veneno, lidando com o terror.
"Pássaros criados em gaiolas acreditam que voar é uma doença"

Alejandro Jodorowsky
Ethan
Forista
Forista
 
Mensagens: 109
Data de registro: 30 Mai 2016 22:00
Localidade: Maranhão

Próximo

Retornar para Depoimentos

Quem está online

Usuários vendo este fórum: Adriano Wake Up, BrunoBernardes e 13 visitantes