Alienação parental e Testemunhas de Jeová. : Depoimentos - Page 2
Seja Bem-Vindo Testemunhas de Jeová - Ex Testemunhas de Jeová. Clique aqui e cadastre-se para participar


Alienação parental e Testemunhas de Jeová.

Depoimentos de ex-testemunhas de Jeová, cartas de dissociação e depoimentos sobre a vida pós Torre de Vigia. Aqui fala mais alto a sinceridade, o sentimento e muitas vezes os relatos nos impressionam pela falta de algo que mais as Testemunhas de Jeová dizem praticar: o amor ao próximo!
Fique a vontade para contar suas vivências

Re: Vítimas de alienação parental.

Nova mensagempor Alexei Karamazov em 06 Nov 2013 08:30

cicerobarbosa escreveu:bom dia para todos , fui testemunha de jeová por 10 anos quando eu resolvi sair da torre de vigia meu casamento veio a ter sérios problemas terminamos nos separando na época minha filha tinha 11 anos e meu filho tinha 5 anos não demorou muito tempo para meus filhos começarem a fica diferentes comigo 3 anos depois minha filha falou que não gostava mas de mi e pediu pra eu não ligar mas pra ela fiz de tudo que estava ao meu alcance para não perde o contato com meus filhos mas infelizmente não teve jeito hoje minha filha tem 22 anos está casada e não fala comigo meu filho tem 17 anos e também não falam comigo já aconteceu varias vezes eles passarem na rua que eu moro e eu está na causada e eles baixarem a cabeça e não olham nem pra minha cara no começo foi muito doido e atormentador pra mim ate hoje sofro com está situação


Rapaz, que ruim! E você, já tentou contatá-los? Ou prefere deixar como está?
Tú que consideras al hombre tanto dios como oveja—,
desgarrar al dios en el hombre como a la oveja en el hombre
y desgarrando reír— ¡ésa, ésa es tu felicidad!
Ditirambos Dionisíacos - F.Nietzsche
Avatar de usuário
Alexei Karamazov
Forista
Forista
 
Mensagens: 1214
Data de registro: 29 Abr 2013 08:25
Localização: Turim, IT
Localidade: Minas Gerais

Re: Vítimas de alienação parental.

Nova mensagempor FENIXEXTJ em 06 Nov 2013 09:21

Alexei Karamazov escreveu:
HGEXTJ escreveu:Você está passando por isso no momento, seus filhos estão afastados de ti? Isso por conta de não se mais TJ?


Ei, HG! Começou quando eu deixei a Torre e o casamento... Eu era o desvairado.
Agora, a coisa ficou meio esquisita: a mãe soltou a tramela da porteira.
Não corrige os filhos, e os solta em mais do que se deve, e eu virei o sisudo disciplinador.
A gente não precisa ser TJ para exigir respeito dos filhos.



Sinto muito mesmo por tudo isso. Ex mulher, ex maridp, ex tjs, ex amigos suportamos. Mas não existe ex filhos... a dor deve ser grande mesmo. Também sou pai e entendo um pouco o que se passa contigo. É como cantava Renato Russo: 'é a própria fé o que destroi...' Mas sempre que puder, reafirme seu amor por eles, não desista.

Abraço
"A mentira precisa estar sendo sempre reforçada"

http://pesquisesuareligiao.blogspot.com.br/
Avatar de usuário
FENIXEXTJ
Forista
Forista
 
Mensagens: 175
Data de registro: 30 Set 2013 14:37
Localidade: Não quero responder

Re: Vítimas de alienação parental.

Nova mensagempor Nandinho em 06 Nov 2013 09:45

Pessoal,

A primeira coisa a fazer é sair da zona de conforto. A dor é grande mas o alivio, embora demorado, ainda é possivel. Sugiro as seguintes ações:
1 - Procure um Psicologo ou terapeuta e tente aliviar esse coração entristecido e quebrantado e reafirmem a determinação de estar próximos de seus filhos. Precisam estar preparados psicologicamente para travarem uma batalha judicial.
2 - Contatem um bom advogado, de preferência especialista em direito de familia, explanem a situação e levante todo tipo de provas que conseguirem levantar, como testemunhas, email's, mensagens, etc.
3 - Procure auxilio de um conselho tutelar e da assistência social do municipio. Peçam um estudo social e um acompanhamento psicologico da criança para um embasamento juridico no caso de não haver um consenso entre as partes.
4 - Solicite uma reunião com o ex-conjuge na presença do seu advogado e tentem fazer um acordo formal. Nesse acordo, caso os filhos sejam menores, estipulem tudo o que for necessário: pensão, visitas, guarda, etc. Definam datas e periodos que as crianças ficarão com vocês e coloquem tudo que conversarem no papel, devidamente assinado pelas partes, por duas testemunhas e obrigatoriamente pelo advogado.
Façam valer os direitos e obrigações que tem como pais! Lutem e exijam respeito!
Contem comigo! d:8
"Algumas pessoas demonstram tanto respeito por seus superiores que não sobra nenhum para elas mesmas."
Avatar de usuário
Nandinho
Forista
Forista
 
Mensagens: 604
Data de registro: 14 Dez 2012 11:51
Localidade: Não quero responder

Re: Vítimas de alienação parental.

Nova mensagempor agape em 06 Nov 2013 10:23

Puxa esses depoimentos me encheram os olhos de lagrimas, difícil de conter.. O tópico mais triste que já li nesse fórum! Meus amigos no que precisarem podem contar comigo.
Rafael
Avatar de usuário
agape
Forista
Forista
 
Mensagens: 818
Data de registro: 03 Dez 2012 14:52
Localização: São Paulo
Localidade: São Paulo

Re: Vítimas de alienação parental.

Nova mensagempor Alexei Karamazov em 06 Nov 2013 11:02

Nandinho escreveu:2 - Contatem um bom advogado, de preferência especialista em direito de familia, explanem a situação e levante todo tipo de provas que conseguirem levantar, como testemunhas, email's, mensagens, etc.


Quanto mais concretas as provas da alienação, melhor. E quanto mais cedo e mais novos, os filhos, melhor.
Quando os filhos são mais novos, não conseguem esconder de terapeutas e assistentes sociais a alienação perpetrada.
Existem também núcleos de mediação e conciliação que podem ajudar a recompor as relações de pais e filhos.

Eu tive a experiência de levar meu filho adolescente para morar comigo, apesar de alienado.
Foi um período difícil. Enquanto ele ficava longe dos "trabalhos" da mãe, as dificuldades eram razoáveis, mas nada impossíveis.
Mas quando ele voltava da visita, que inferno!
Sabotava tudo o que podia. Ele transformava-se em outra pessoa.
Chega um momento em que a alienação se enraíza.
Por fim, voltou para a casa da mãe, que o deixa solto - exatamente em ato de alienação: "Art. 2º, II - dificultar o exercício da autoridade parental".
Os resultados dessas escolhas virão, cedo ou tarde.
Já mostram reflexos na escola.
Lavei minhas mãos.

No ínterim, tento me aproximar, mas apenas até certo ponto.
Afinal, são escolhas deles, ainda que motivadas pela campanha da mãe.
O importante, para os que ainda podem, é evitar que isso ocorra.
O que eu plantei, já está plantado, não tem volta.
O pai que sou e fui, está na história deles.
Tú que consideras al hombre tanto dios como oveja—,
desgarrar al dios en el hombre como a la oveja en el hombre
y desgarrando reír— ¡ésa, ésa es tu felicidad!
Ditirambos Dionisíacos - F.Nietzsche
Avatar de usuário
Alexei Karamazov
Forista
Forista
 
Mensagens: 1214
Data de registro: 29 Abr 2013 08:25
Localização: Turim, IT
Localidade: Minas Gerais

Re: Vítimas de alienação parental.

Nova mensagempor Lord Vader em 06 Nov 2013 11:17

cicerobarbosa escreveu:bom dia para todos , fui testemunha de jeová por 10 anos quando eu resolvi sair da torre de vigia meu casamento veio a ter sérios problemas terminamos nos separando na época minha filha tinha 11 anos e meu filho tinha 5 anos não demorou muito tempo para meus filhos começarem a fica diferentes comigo 3 anos depois minha filha falou que não gostava mas de mi e pediu pra eu não ligar mas pra ela fiz de tudo que estava ao meu alcance para não perde o contato com meus filhos mas infelizmente não teve jeito hoje minha filha tem 22 anos está casada e não fala comigo meu filho tem 17 anos e também não falam comigo já aconteceu varias vezes eles passarem na rua que eu moro e eu está na causada e eles baixarem a cabeça e não olham nem pra minha cara no começo foi muito doido e atormentador pra mim ate hoje sofro com está situação


Caramba, me arrepiei todo ao ler seu relato. As idades de seus filhos na época de seu afastamento são bem semelhantes as dos meus filhos atualmente, e na época justamente em que estou me afastando. No meu caso, depois do divórcio a guarda ficou como compartilhada, e não inteiramente com minha ex. Tenho bastante receio de acontecer como houve com você e de futuramente a mãe influenciá-los para que não tenham contato comigo. Agora são pequenos, mas e se depois de mais crescidos eles mesmos decidirem cortar contato? Grande problema. É por isso que tenho refletido muito quanto a questão de uma dissociação. Acho que para mim não seria jogo. Se caso se batizarem futuramente, já desconfio que eles seriam meio coagidos a terem cuidado comigo, mesmo estando só afastado, quanto mais dissociado então. Como me revolta esse tipo de situação caro Cícero.
"Tudo muda o tempo todo no mundo. Não adianta fugir nem mentir para si mesmo agora.." Lulu Santos
Avatar de usuário
Lord Vader
Forista
Forista
 
Mensagens: 960
Data de registro: 02 Mar 2011 09:05
Localidade: Rio de Janeiro

Re: Vítimas de alienação parental.

Nova mensagempor cicerobarbosa em 06 Nov 2013 14:48

Alexei Karamazov escreveu:
cicerobarbosa escreveu:bom dia para todos , fui testemunha de jeová por 10 anos quando eu resolvi sair da torre de vigia meu casamento veio a ter sérios problemas terminamos nos separando na época minha filha tinha 11 anos e meu filho tinha 5 anos não demorou muito tempo para meus filhos começarem a fica diferentes comigo 3 anos depois minha filha falou que não gostava mas de mi e pediu pra eu não ligar mas pra ela fiz de tudo que estava ao meu alcance para não perde o contato com meus filhos mas infelizmente não teve jeito hoje minha filha tem 22 anos está casada e não fala comigo meu filho tem 17 anos e também não falam comigo já aconteceu varias vezes eles passarem na rua que eu moro e eu está na causada e eles baixarem a cabeça e não olham nem pra minha cara no começo foi muito doido e atormentador pra mim ate hoje sofro com está situação


Rapaz, que ruim! E você, já tentou contatá-los? Ou prefere deixar como está?

boa tarde amigo Alexei karamazov a pouco tempo tentem contata meu filho pelo Facebook ele me mandou uma mensagem mandando eu me foder, meu caro amigo os filhos que sofre de alienação parental tem sérios problemas psicológicos eu faria de tudo pra ter o amor e o carinho de meus filhos de volta
cicerobarbosa
Novo (a) Forista
Novo (a) Forista
 
Mensagens: 47
Data de registro: 20 Mai 2011 06:35

Re: Vítimas de alienação parental.

Nova mensagempor Leila em 06 Nov 2013 14:54

É incrível como só se conhece a pessoa com quem se casa no momento da separação. Essa necessidade de se vingar do ex usando os filhos me enoja... :iergh7:
E as vítimas serão sempre os filhos, que muitas vezes só se darão conta do estrago de ter rejeitado o pai muito tarde. Eu não entendo que falta de amor próprio é esse que impede que a pessoa siga sua vida em paz depois de uma união que não deu certo, sem essa necessidade de destruir o outro.
É por essas e outras que já não acredito mais em casamento, muito menos em maternidade.
Eu sou o dono de meu destino. Eu sou o capitão de minha alma. ("Invictus" - William E Henley)
Avatar de usuário
Leila
Forista
Forista
 
Mensagens: 2288
Data de registro: 22 Dez 2009 21:35
Localização: Osasco - SP
Localidade: Não quero responder

Re: Vítimas de alienação parental.

Nova mensagempor cicerobarbosa em 06 Nov 2013 15:06

RexTJ escreveu:É com os olhos cheios de lágrimas que inicio meu depoimento.

Me separei a mais de um ano, em junho de 2012. A mãe do meu filho me fez perder boas oportunidades de emprego (sou vendedor, trabalhar com o psicológico abalado por assuntos pessoais me acaba). Tanto grávida como após meu filho nascer ela pesava na minha... tá, recebi alguns elogios e até que me acho bem fisicamente mas ela via além do aque acontecia. Me arrumou problemas com colegas de trabalho, com gerentes e com colegas fora de trabalho também.
Após a separação de fato em setembro onde assinamos o divórcio, ela seguiu a linha de justiceira: queria me tirar tudo, me deixar na lona. Tinha comprado um carro a pouco tempo, pagava sozinho as parcelas e sustentava a casa sem sua ajuda. Após a separação, ela decidiu que ficaria com o carro e foi, aos poucos, me "fatiando" falando que precisava das coisas da casa. Até que eu comecei a namorar. Não falei pra ela, não precisava pedir. Neste tempo, ela ainda me levava meu moleque em casa pois eu nao tinha carro. Até que ela descobriu que eu estava namorando. Eu e minha namorada não podíamos assumir e gritar aos quatro cantos, ela havia se separado recentemente também... mas, a mãe do meu filho foi até onde eu morava e investigou com vizinhos se tinha alguém me levando em casa (eu usava moto), se alguém me acompanhava. Uma das vizinhas me confirmou isso. Foi aí que meu inferno começou, pois ela já não tinha mais o que tirar-me. Ela fingiu voltar pra torre (era afastada e não batizada) e meus pais adoraram a idéia, pois ela era TJ e minha atual não. Passara a lambe-la tanto que dava nojo, eca...
Daí em diante ela passou a me perseguir mesmo, me fazendo perder a linha por diversas vezes. Com as coisa que ela me dizia, cheguei a prometer que ia pegá-la na rua e ia dar uma surra que ela iria se lembrar por dias e dias. Mas minha namorada foi me fazendo perceber que era isso que ela buscava: me tirar do sério pra que numa vacilada ela me denunciasse. Meu pai me pediu pra desocupar a casa (?) que era alugada e sempre o paguei na data correta o aluguel, fui morar com um primo todo bagunçado que me fez ver e ouvir coisas absurdas, tive que vender meu carro recém comprado e pior, passei quase 2 meses sem ver meu filho e isso afetou diretamente meu resultado em meu trabalho. Deixei de vender, deixei de produzir, deixei de render, deixei de ganhar... Não ver meu filho me fez sentir dores que jamais imaginei que tinha pra sentir. Mas, de alguma forma e da minha maneira, sinto que tudo vai passar. Preciso acreditar nisso aliás. Alguns amigos aqui do fórum acompanham, outros não mais, o inferno que passo. Ontem foi um dia que de fato chorei: entrei num grupo no face de vítimas de alienação parental e chorei ao ver a primeira foto de uma criança chorando abraçada ao pai. Não sei o quão burra a mãe do meu filho é a ponto de não enxergar que o que ela tem feito confunde meu pequenininho de só 4 anos. Ela disse pra mim domingo que era pra guardar chocolate pra minha namorada e pra filha dela porque ele gosta delas... mas não pode gostar.

Não sei o quanto adiante ainda posso ir, mas vou tentar ir ao juizado de menores em breve pra poder de alguma forma impedir com o processo doloroso que ela faz meu filho passar.
boa tarde meu amigo REX TJ é muito triste o que está acontecendo com você sei muito bem como essa situação é complicada pois eu passei e passo por isso gostaria de saber o nome do grupo que você está participando no Facebook
cicerobarbosa
Novo (a) Forista
Novo (a) Forista
 
Mensagens: 47
Data de registro: 20 Mai 2011 06:35

Re: Vítimas de alienação parental.

Nova mensagempor pascoalnaib em 22 Abr 2014 09:16

Esse tema é de fundamental atenção no nosso meio e ainda não ganhou o destaque merecido e a real atenção.

Gostaria de parabenizar (atrasado) o tópico e dizer que me encontro nessa situação e infelizmente não posso ainda divulgar muita coisa da minha experiência pessoal pois meu processo corre em segredo de justiça. Não vejo e nem falo com minha filha há mais de 1 ano e isso é algo quer desmorona qualquer pai que sempre fez tudo por sua filha.

Para que o tópico seja utilizado como forma de apoio (até mesmo jurídico) solicito dos amigos foristas que citem ou postem imagens de artigos da Torre de Vigia que incentivam esse afastamento de pais e filhos através da desassociação. ;)
Avatar de usuário
pascoalnaib
Administrador
Administrador
 
Mensagens: 7526
Data de registro: 31 Out 2008 15:34
Localização: Fortaleza-CE
Localidade: Ceará

Re: Vítimas de alienação parental.

Nova mensagempor TJCalado em 22 Abr 2014 12:22

Leila escreveu:É incrível como só se conhece a pessoa com quem se casa no momento da separação. Essa necessidade de se vingar do ex usando os filhos me enoja... :iergh7:
E as vítimas serão sempre os filhos, que muitas vezes só se darão conta do estrago de ter rejeitado o pai muito tarde. Eu não entendo que falta de amor próprio é esse que impede que a pessoa siga sua vida em paz depois de uma união que não deu certo, sem essa necessidade de destruir o outro.
É por essas e outras que já não acredito mais em casamento, muito menos em maternidade.

Olá, Leila! Sem querer generalizar, porque em certos casos realmente há mesmo o fator "vingança pessoal", mas nos casos que envolvem Testemunhas de Jeová o verdadeiro causador da quebra de vínculo é a Torre de Vigia. Como disse logo acima, há os casos em que o ex-cônjuge que afetar o antigo companheiro e utiliza a desculpa de que "não se pode ter contato com desassociado". Mesmo nesses casos, o argumento religioso (da Torre) é utilizado para convencer os filhos a cortarem o contato. Caso esse argumento não existisse, talvez os filhos não fossem convencidos a fazê-lo. Logo, no final das contas, a religião TJ é sempre a causadora da divisão.
"Um paraíso não precisa necessariamente ser um lugar lindo. Basta ser apenas um lugar que me faça bem."
Avatar de usuário
TJCalado
Forista
Forista
 
Mensagens: 4620
Data de registro: 11 Mar 2012 21:40
Localidade: Não quero responder

Re: Vítimas de alienação parental.

Nova mensagempor pascoalnaib em 29 Jun 2016 20:57

Acho um tema tão forte quanto a desassociação e a pedofilia.

Alguém ser privado de ver seu filho ou filha e ainda ter o apoio da Torre de Vigia incentivando isso é algo desumano.

Quando escrevi esse tópico estava com 1 ano sem ver minha filha, mas na realidade fiquei 2 anos e meio sem vê-la.

Consegui por meio da justiça (lenta, muito lenta e preconceituosa com os pais) vê-la em julho de 2015. Fiquei de julho a dezembro de 2015 em contato novamente. Não imaginam minha alegria e meu choro ao rever minha filha de 11 anos. Minha alegria em conseguir colocá-la de novo numa escola (minha filha estava estudando on line e numa escola a distância dos EUA), pois minha ex casou com um americano e queriam levá-la a todo custo.

Pois bem, passo por tudo de novo. Desde do dia 26 de dezembro de 2015 não vejo e nem consigo falar com minha filha. Agora são os avós maternos (TJs FANÁTICOS) que estão fazendo todo obstáculo. Posam de santinhos.

Não existe coisa mais cruel que fazer isso com uma criança. Minha filha está psicologicamente detonada e vai ter sérios problemas mais na frente. E vai aprender a odiar o apóstata do pai. :cry:
Avatar de usuário
pascoalnaib
Administrador
Administrador
 
Mensagens: 7526
Data de registro: 31 Out 2008 15:34
Localização: Fortaleza-CE
Localidade: Ceará

Re: Vítimas de alienação parental.

Nova mensagempor Debora em 29 Jun 2016 22:03

pascoalnaib escreveu:Acho um tema tão forte quanto a desassociação e a pedofilia.

Alguém ser privado de ver seu filho ou filha e ainda ter o apoio da Torre de Vigia incentivando isso é algo desumano.

Quando escrevi esse tópico estava com 1 ano sem ver minha filha, mas na realidade fiquei 2 anos e meio sem vê-la.

Consegui por meio da justiça (lenta, muito lenta e preconceituosa com os pais) vê-la em julho de 2015. Fiquei de julho a dezembro de 2015 em contato novamente. Não imaginam minha alegria e meu choro ao rever minha filha de 11 anos. Minha alegria em conseguir colocá-la de novo numa escola (minha filha estava estudando on line e numa escola a distância dos EUA), pois minha ex casou com um americano e queriam levá-la a todo custo.

Pois bem, passo por tudo de novo. Desde do dia 26 de dezembro de 2015 não vejo e nem consigo falar com minha filha. Agora são os avós maternos (TJs FANÁTICOS) que estão fazendo todo obstáculo. Posam de santinhos.

Não existe coisa mais cruel que fazer isso com uma criança. Minha filha está psicologicamente detonada e vai ter sérios problemas mais na frente. E vai aprender a odiar o apóstata do pai. :cry:



Só o que vem a minha mente diante de uma situação tão cruel é indagar sobre ONDE ESTÁ O AMOR DESTE POVO. Pelo visto foi substituído pelo desejo de vingança por você não ser mais testemunha de jeová, foi substituído pelo ódio, pelo egoísmo. :sa8: :sa8: :sa8:

Que você encontre algum conforto entre seus amigos, no seu trabalho e com sua amada.
Testemunhas de Jeová
O que será que elas não te contam?
http://www.pontosdefe.blogspot.com.br
Avatar de usuário
Debora
Moderadora
Moderadora
 
Mensagens: 6280
Data de registro: 21 Dez 2010 10:07
Localização: Santana
Localidade: São Paulo

Re: Alienação parental e Testemunhas de Jeová.

Nova mensagempor expat em 29 Jun 2016 23:12

Nova mensagempor pascoalnaib em 29 Jun 2016 20:57
Acho um tema tão forte quanto a desassociação e a pedofilia.

Alguém ser privado de ver seu filho ou filha e ainda ter o apoio da Torre de Vigia incentivando isso é algo desumano.

Quando escrevi esse tópico estava com 1 ano sem ver minha filha, mas na realidade fiquei 2 anos e meio sem vê-la.

Consegui por meio da justiça (lenta, muito lenta e preconceituosa com os pais) vê-la em julho de 2015. Fiquei de julho a dezembro de 2015 em contato novamente. Não imaginam minha alegria e meu choro ao rever minha filha de 11 anos. Minha alegria em conseguir colocá-la de novo numa escola (minha filha estava estudando on line e numa escola a distância dos EUA), pois minha ex casou com um americano e queriam levá-la a todo custo.

Pois bem, passo por tudo de novo. Desde do dia 26 de dezembro de 2015 não vejo e nem consigo falar com minha filha. Agora são os avós maternos (TJs FANÁTICOS) que estão fazendo todo obstáculo. Posam de santinhos.

Não existe coisa mais cruel que fazer isso com uma criança. Minha filha está psicologicamente detonada e vai ter sérios problemas mais na frente. E vai aprender a odiar o apóstata do pai. :cry:


pascoalnaib, não consigo imaginar a decepção e indignação ao não poder ver sua filha por imposição deste ensino absurdo das TJ's. Revoltante!!!
Na vida, não existe nada a temer, mas a entender (Marie Curie)
expat
Forista
Forista
 
Mensagens: 147
Data de registro: 16 Jun 2016 21:05
Localidade: Não quero responder

Re: Alienação parental e Testemunhas de Jeová.

Nova mensagempor RafaelCioran em 30 Jun 2016 08:19

Por esses relatos acima que eu torço para que essa religião tome alguma ação que a faça fechar as portas, ou que, pelo menos mude as leis com respeito ao ostracismo.
How did it ever come to this?
I can't pretend that nothing's changed any longer
I've drowned the doubts and chewed the lies
Avatar de usuário
RafaelCioran
Forista
Forista
 
Mensagens: 1497
Data de registro: 18 Set 2015 15:31
Localização: Ribeirão Preto
Localidade: São Paulo

AnteriorPróximo

Retornar para Depoimentos

Quem está online

Usuários vendo este fórum: Mente Livre, uma_aprendiz e 19 visitantes