Meu mundo ao chão... : Depoimentos - Page 8
Seja Bem-Vindo Testemunhas de Jeová - Ex Testemunhas de Jeová. Clique aqui e cadastre-se para participar


Meu mundo ao chão...

Depoimentos de ex-testemunhas de Jeová, cartas de dissociação e depoimentos sobre a vida pós Torre de Vigia. Aqui fala mais alto a sinceridade, o sentimento e muitas vezes os relatos nos impressionam pela falta de algo que mais as Testemunhas de Jeová dizem praticar: o amor ao próximo!
Fique a vontade para contar suas vivências

Re: Meu mundo ao chão...

Nova mensagempor TheScientist em 24 Dez 2012 18:47

Jerry escreveu:Entendo o seu ponto. E não estou forçando comentário feminista. Apenas desenvolvendo a discussão.

Penso a "marcha das vadias", ao menos em sua proposta original, como uma ressignificação de um termo preconceituoso. Não são poucos os casos em que mulheres estupradas passam de vítimas a pelo menos cúmplices quando se diz que elas estavam se vestindo como "vadias". Até mesmo juízes em suas sentenças atenuaram muito a pena de estupradores sob a alegação de que a mulher "provocou" a situação. Então, o que fizeram foi ressignificar o termo "vadia". Mais ou menos como o que ocorreu no movimento antilhano-africano da "Negritude". "Noir" era a forma amena de se referir aos negros nos antigos países de colonização francesa na América e na África. "Négre" era considerado ofensivo. Pois bem, os poetas francófonos decidiram que era hora de dar uma nova significação ao "négre" - a forma como eram mormente tratados, no final das contas - e fundaram um movimento onde essa palavra ganhou uma nova valoração. Penso que com o termo "vadia" pretende-se que ocorra algo semelhante: transformar o instrumento de vilipêndio - a palavra - em algo positivo. Neste sentido, acho, sim, válida a proposta.

Com respeito às prioridades, só mesmo muita discussão para se chegar a um consenso a esse respeito.

No mais, como disse, entendi seu ponto-de-vista.

Abraço!


Não sabia dessa dos seus negros. Muito interessante a história.

Entendi o que vc quiz dizer comparando a causa dos negros. Só que, sei lá, eu vejo muita deturpação nesses protestos "feministas". Como disse, muitos deles são pretextos para algumas mulheres se auto promoverem. Se há um causa nobre por trás, para mim, passou despercebida.

Abração
PS: Quando disse forçar comentários feministas não estava me referindo a vc.
"O sonho acabou. O que mais eu posso dizer? O sonho acabou ontem... Deus é apenas um conceito." (John Lennon)
Avatar de usuário
TheScientist
Forista
Forista
 
Mensagens: 1003
Data de registro: 05 Dez 2011 15:15
Localização: Campinas-SP

Re: Meu mundo ao chão...

Nova mensagempor KOSTA em 24 Dez 2012 19:39

Jerry escreveu:Entendo o seu ponto. E não estou forçando comentário feminista. Apenas desenvolvendo a discussão.

Penso a "marcha das vadias", ao menos em sua proposta original, como uma ressignificação de um termo preconceituoso. Não são poucos os casos em que mulheres estupradas passam de vítimas a pelo menos cúmplices quando se diz que elas estavam se vestindo como "vadias". Até mesmo juízes em suas sentenças atenuaram muito a pena de estupradores sob a alegação de que a mulher "provocou" a situação. Então, o que fizeram foi ressignificar o termo "vadia". Mais ou menos como o que ocorreu no movimento antilhano-africano da "Negritude". "Noir" era a forma amena de se referir aos negros nos antigos países de colonização francesa na América e na África. "Négre" era considerado ofensivo. Pois bem, os poetas francófonos decidiram que era hora de dar uma nova significação ao "négre" - a forma como eram mormente tratados, no final das contas - e fundaram um movimento onde essa palavra ganhou uma nova valoração. Penso que com o termo "vadia" pretende-se que ocorra algo semelhante: transformar o instrumento de vilipêndio - a palavra - em algo positivo. Neste sentido, acho, sim, válida a proposta.

Com respeito às prioridades, só mesmo muita discussão para se chegar a um consenso a esse respeito.

No mais, como disse, entendi seu ponto-de-vista.

Abraço!




Jerry, existe sim movimentos ultra feministas, levados aos extremos. Nunca estarão satisfeitos, há muito dinheiro envolvido.

Um homem é sempre indiciado como culpado em casos de violência domestica, mesmo que não seja culpado paga sempre multa e pensão de alimentos, tal é a propaganda do feminismo levado ao extremo. Como explicar o facto de uma mulher de sucesso com dinheiro sempre pedir pensão de alimentos mesmo que o pai de seus filhos esteja na penúria?

Os juízes não estão "nem aí", devido a ser um tema socialmente sensível o homem é visto como culpado, mesmo que as agressões sejam mútuas, o que acontece quase sempre.

Existe aqui um paradoxo: se o homem é mais forte certamente magoa a mulher, se a mulher magoa o homem então o homem é fraco e tem vergonha de denunciar a agressão do qual foi alvo. Por isso mesmo, acaba por agredir a companheira após tanto "saco cheio" e mesmo sabendo que em tribunal não têm a mínima hipotese, até podem ser duas chapadas.. O movimento feminista sabe disto e consegue explorar o assunto MUITO BEM!!!

Vou referir um caso real: Hoje foi detida uma mulher de raça negra (podia ser de outra nacionalidade ou raça qualquer) aqui em Portugal QUE MATOU SEUS DOIS FILHOS de 1 e 3 anos queimando-os vivos dentro de casa. A foto dela foi colocada há 48 horas no Facebook, ontem à noite ela foi "apanhada"... raramente um homem fez tal coisa, quanto muito despreza mas não assassina os filhos. Se quiser, mande mensagem privada e dou-lhe todos os pormenores. Também pode aceder `pagina do "Diário de Notícias" , tá lá tudo! (se colocar "Diário de Notícias.pt" fica mais fácil.
.
Não recomendo a mentes sensiveis. Eu fiquei chocado...vamos lá, nem sequer tem justificação!

Se esta mulher tivesse um homem a sério, protector dos seus filhos, mesmo que a gaja levasse duas chapadas na fuça, talvez os filhos ainda estariam vivos. Nem que o homem fosse a tribunal por "violência doméstica"! Eu preferia ir preso do que ver meus filhos morrer nas mãos de uma vagabunda psicótica que sempre tem a lei do seu lado. Tendem a abusar.

No entanto, as mulheres no seu todo não se importam de mostrar o corpo em troco de dinheiro nas revistas, de aparecer, do luxo, da mania da grandeza, de dar seu sexo em troca de bons casamentos, de se prostituírem para pagar faculdade (coitadinhas, não existem casas para limpar) da bajulação como se tivessem uma vagina de ouro onde somente o maior deus do dinheiro poderia colocar a boca.

Se mulher quer igualdade então deve descer do pedestal porque no mundo civilizado a mulher é superior ao homem.

A morte daquelas crianças, por parte da propria mãe, enfim... :marg2:
NÃO TEMAS AQUELES QUE BUSCAM PELA VERDADE, MAS TEME ANTES OS QUE AFIRMAM TEREM A VERDADE
Avatar de usuário
KOSTA
Forista
Forista
 
Mensagens: 3216
Data de registro: 22 Set 2011 20:06
Localização: Portugal

Re: Meu mundo ao chão...

Nova mensagempor Poltergeist em 24 Dez 2012 22:26

Pilgim, estou meio afastado do Fórum pois estou de férias e só vi seu tópico hoje. Espero que esses dias que se passaram tenham ajudo a melhorar seu ânimo.

Não cheguei a ser traído (espero hehehe) mas já fui feito de idiota. Dói demais mas quando - será rápido, tenha certeza - o tempo curar as feridas, o que restará você deve utilizar como aprendizado para o futuro, não como rancor.

Aproveite que muito provavelmente você permanecerá no emprego para jogar-se de cabeça nele. Na espera de um novo amor, nada melhor que o trabalho para fazer-nos esquecer de quem nos magoou.
A mentira teme a verdade. Afinal, você já viu "apóstatas" desassociando uma Testemunha de Jeová?

Procurando um assunto específico? Visite o Índice do Fórum: viewtopic.php?f=2&t=3230
Avatar de usuário
Poltergeist
Forista
Forista
 
Mensagens: 7764
Data de registro: 26 Fev 2009 16:57
Localidade: São Paulo

Re: Meu mundo ao chão...

Nova mensagempor Errado em 26 Dez 2012 11:42

Jerry escreveu:Homens tiram a camisa pelas ruas das nossas cidades - mesmo as que não são costeiras - quando está muito quente. Isso é socialmente aceitável. Por que uma mulher não pode tirar sua camisa quando quiser? Seja por calor ou por protesto. Por que tem de manter os seios escondidos? Até que ponto isso não é também opressão?

Não estou a propor uma nova queima pública de sutiãs. Apenas uma reflexão. Quando coloco essa questão em sala de aula, as mulheres são as primeiras a se posicionarem contra a exposição dos seus seios. Até que ponto isso não é introjeção?


Nunca tinha pensado nisso hein... Gostei da ideia hehehe

Mulheres, se tiverem sentindo calor, fiquem a vontade, nao se acanhem ahhahaha
Ele dá instintos ao homem. Ele lhe dá esse extraordinário dom, e o que faz depois? [...] É a maior piada de todas. Olhe, mas não toque. Toque, mas não prove. Prove, mas não engula.
Avatar de usuário
Errado
Desativado a pedido do usuário
 
Mensagens: 728
Data de registro: 03 Jun 2011 13:04

Re: Meu mundo ao chão...

Nova mensagempor Ben em 26 Dez 2012 12:20

Existem várias tipos de pessoas quanto as suas qualificações:
- O competente humilde;
- O competente arrogante;
- O incompetente humilde;
- O incompetente arrogante

E isso independe de raça, cor, sexo, orientação sexual, idade, nacionalidade, etc...

- Existe mulher negra (ou branca, ou índia, ou asiática, etc....) competente e humilde;
- Existe mulher negra (ou branca, ou índia, ou asiática, etc....) incompetente e humilde;
- Existe mulher negra (ou branca, ou índia, ou asiática, etc....) competente e arrogante;
- Existe mulher negra (ou branca, ou índia, ou asiática, etc....) incompetente e arrogante;

E esses exemplos também servem no caso dos homens, homossexuais, etc... Gosto muito de ler relatos de pessoas que vieram de uma condição humilde e através de seus esforços conseguiram subir na vida e ainda ajudar outros, assim como gosto de ler relatos de pessoas ricas que fizeram a diferença em criar condições de pessoas desfavorecidas.

Penso que os competentes e mesmo os incompetentes humildes devem ajudar aos competentes e incompetentes arrogantes a arte da humildade e da empatia para com o próximo e não o contrário.

Enfim. Parece que todo radicalismo de fato é imbecil e limitador.
"A quantidade de alimentos necessária para cada ser humano é aquela que cabe na concavidade de suas mãos unidas" - Buda
Avatar de usuário
Ben
Desativado a pedido do usuário
 
Mensagens: 4247
Data de registro: 17 Nov 2008 12:05

Re: Meu mundo ao chão...

Nova mensagempor Ben em 26 Dez 2012 12:38

The Pilgrim escreveu:Olá meus amigos, sinto muito a falta de todos vocês. Minha vida passou por muitos altos e baixos ultimamente e como tenho a vocês como minha família, quero desabafar aqui o que tenho passado.

A alguns meses conheci uma garota super especial. Foi amor à primeira vista. Me encantei por ela e ela correspondia meus sentimentos. Começamos um relacionamento muito intenso. Mas acontece que a vida queria nos testar. A família dela se opôs, o ex dela apareceu do nada pedindo ela em casamento, etc. Muitas coisas foram acontecendo e desestabilizando ela e por consequência a mim e nosso relacionamento. A cerca de dois meses ela foi para Brasília, afim de se afastar de todos os problemas. Passamos vários dias mantendo contato praticamente pela internet. Lá ela rejeitou uma ótima proposta de trabalho pois queria vir para cá, para ficar comigo. Pedi ela em casamento, trocamos alianças, iamos nos casar. Ela veio, estávamos felizes mas essa felicidade não ia durar muito.

Ela é enfermeira e apaixonada pela profissão. Tinha pedido demissão do último emprego por conta de alguns problemas pessoas por lá. Estava desempregada, mas não tinha necessidades financeiras. Voltando pra cá ela foi diagnosticada com depressão. Por conta dessa depressão rejeitou uma grande proposta de trabalho e continuou sem trabalho, só em casa. Isso foi deixando ela estressada e após ser reprovada em uma seleção, ficou muito depressiva. Dai uma prima dela de São Paulo conseguiu para ela uma vaga em um grande hospital lá. Ela foi. Eu poderia ter ficado muito chateado com ela por conta disso, por ela ter preferido ir pra lá do que ficar aqui e esperar mais um pouco por essa vaga. Mas decidi que eu iria para lá, para ficar ao lado dela. Ia abrir mão de família, amigos, trabalho, faculdade etc, só para poder ir ficar ao lado da mulher que eu amava.

Após a ida dela mantínhamos contatos diários por meio da internet. Me esforçava de todas as formas para deixar ela bem, sem se sentir só ou carente. Passava cerca de 6 horas do meu dia com ela na internet. Era minha vida, meu foco. Acontece que algumas semanas depois que ela foi para lá senti um certo esfriamento da parte dela. Não mais dizia que me amava, ficava fazendo colocações sem sentido, procurando motivos para picuinhas. Não mais mostrava o amor de antes. E eu sempre paciente, amável, dando o meu melhor com a certeza de que tudo iria acabar bem. Por vezes eu ligava pra ela e o celular estava desligado, mas acreditava ser problema de rede da operadora.

Nesse final de semana ela sumiu sem me dar notícias. Fiquei muito preocupado. Por fim ela apareceu ontem para falar comigo. Fria e seca, não retribuiu o meu boa noite. Falou que precisava ter uma conversa séria comigo. Começou a pedir para que eu não ficasse triste com ela, que não queria me magoar. Ai então me confessou que tinha se envolvido com um colega de trabalho. A cerca de duas semanas ela mantinha contato com ele, ao mesmo tempo em que planejávamos a minha ida para lá. Por vezes que eu ligava para ela ou esperava ela pacientemente no MSN, ela estava com ele, passeando, ou num barzinho.E sábado ela chegou ao limite: se entregou por inteiro a ele. Para deixar isso mais delicado, ela ainda era virgem.

Agora cá estou eu, sem chão. Sem perspectivas. Minha vida toda estava girando em torno do meu noivado com ela. Planos, projetos, tudo. Não nego que escrevo isso com olhos cheios de lágrimas e um nó na garganta. O que essa mulher me fez não é só cruel, é desumano.

Embora ela esteja em SP,vou sair daqui da minha cidade e do meu estado. Não vou mais para SP também. Tenho que tomar outro rumo, outros nortes, passar por um estado de reconstrução de tudo.Não sei de nada. Estou perdido.

E para piorar,ainda existe a droga da Torre,embora eu esteja inativo a meses.

Obrigado a todos. Vocês são meus grandes e verdadeiros irmãos.


May the force be with you, young Pilgrim
"A quantidade de alimentos necessária para cada ser humano é aquela que cabe na concavidade de suas mãos unidas" - Buda
Avatar de usuário
Ben
Desativado a pedido do usuário
 
Mensagens: 4247
Data de registro: 17 Nov 2008 12:05

Re: Meu mundo ao chão...

Nova mensagempor fernanda em 26 Dez 2012 13:09

" Mulher que dá pra qualquer um é vagabunda"

Me esquivando do tópico e dando o meu pitaco, acho essa estoria da mulher que dá um tanto jurássica..
Parece que mulher não tem desejo e está entregando pro homem algum objeto pra ele consumir.. ridículo isso..

Quando tive minha primeira vez estava com um baita tesão recolhido.. doidinha pra transar.. aconteceu com um cara que eu nem cheguei a amar .. mas tinha uma forte atração física por ele, senti o coração latejar naquele lugar e nem cheguei a sentir dor como algumas de minha amigas achavam sem sequer ter experimentado

Não sangrei.. (hímen complacente) ainda tem muito homem alienado disso que acha que toda virgem sangra, se não sangrou é porque " já deu pra outro"

Mulher que dá assim como as prostitutas, tem que ter dom, vocação ou seja lá o que
E se existe algum homem aqui que a mulher, esposa, namorada dá ,, tem que consultar um especialista, pois isso é doença e só pode ser frigidez que já tem tratamento

O mesmo termo também é utilizado para oprimir outros gêneros como os gays quando dizem " Eles estão dando o que é deles " Ridículo e tosco demais
Imagem
Avatar de usuário
fernanda
Forista
Forista
 
Mensagens: 371
Data de registro: 22 Jun 2010 14:28

Re: Meu mundo ao chão...

Nova mensagempor Ben em 26 Dez 2012 13:51

fernanda escreveu:
" Mulher que dá pra qualquer um é vagabunda"

Me esquivando do tópico e dando o meu pitaco, acho essa estoria da mulher que dá um tanto jurássica..
Parece que mulher não tem desejo e está entregando pro homem algum objeto pra ele consumir.. ridículo isso..

Quando tive minha primeira vez estava com um baita tesão recolhido.. doidinha pra transar.. aconteceu com um cara que eu nem cheguei a amar .. mas tinha uma forte atração física por ele, senti o coração latejar naquele lugar e nem cheguei a sentir dor como algumas de minha amigas achavam sem sequer ter experimentado

Não sangrei.. (hímen complacente) ainda tem muito homem alienado disso que acha que toda virgem sangra, se não sangrou é porque " já deu pra outro"

Mulher que dá assim como as prostitutas, tem que ter dom, vocação ou seja lá o que
E se existe algum homem aqui que a mulher, esposa, namorada dá ,, tem que consultar um especialista, pois isso é doença e só pode ser frigidez que já tem tratamento

O mesmo termo também é utilizado para oprimir outros gêneros como os gays quando dizem " Eles estão dando o que é deles " Ridículo e tosco demais


Pena que o cara chegou na minha frente. :lol:
"A quantidade de alimentos necessária para cada ser humano é aquela que cabe na concavidade de suas mãos unidas" - Buda
Avatar de usuário
Ben
Desativado a pedido do usuário
 
Mensagens: 4247
Data de registro: 17 Nov 2008 12:05

Re: Meu mundo ao chão...

Nova mensagempor Jesus Negro em 26 Dez 2012 17:25

fernanda escreveu:
" Mulher que dá pra qualquer um é vagabunda"

Me esquivando do tópico e dando o meu pitaco, acho essa estoria da mulher que dá um tanto jurássica..
Parece que mulher não tem desejo e está entregando pro homem algum objeto pra ele consumir.. ridículo isso..

Quando tive minha primeira vez estava com um baita tesão recolhido.. doidinha pra transar.. aconteceu com um cara que eu nem cheguei a amar .. mas tinha uma forte atração física por ele, senti o coração latejar naquele lugar e nem cheguei a sentir dor como algumas de minha amigas achavam sem sequer ter experimentado

Não sangrei.. (hímen complacente) ainda tem muito homem alienado disso que acha que toda virgem sangra, se não sangrou é porque " já deu pra outro"

Mulher que dá assim como as prostitutas, tem que ter dom, vocação ou seja lá o que
E se existe algum homem aqui que a mulher, esposa, namorada dá ,, tem que consultar um especialista, pois isso é doença e só pode ser frigidez que já tem tratamento

O mesmo termo também é utilizado para oprimir outros gêneros como os gays quando dizem " Eles estão dando o que é deles " Ridículo e tosco demais


Parabéns por ter a coragem de expressar seu sentimentos Fernanda. Acho produtiva a disposição de expressar sentimentos íntimos, que são normais e comuns, sem ficar limitado a um ponto de vista único sobre o tema.
Jesus Negro
Desativado a pedido do usuário
 
Mensagens: 2806
Data de registro: 13 Abr 2012 19:19
Localização: Céu

Re: Meu mundo ao chão...

Nova mensagempor Leila em 27 Dez 2012 02:17

fernanda escreveu:
" Mulher que dá pra qualquer um é vagabunda"

Me esquivando do tópico e dando o meu pitaco, acho essa estoria da mulher que dá um tanto jurássica..
Parece que mulher não tem desejo e está entregando pro homem algum objeto pra ele consumir.. ridículo isso..

Quando tive minha primeira vez estava com um baita tesão recolhido.. doidinha pra transar.. aconteceu com um cara que eu nem cheguei a amar .. mas tinha uma forte atração física por ele, senti o coração latejar naquele lugar e nem cheguei a sentir dor como algumas de minha amigas achavam sem sequer ter experimentado

Não sangrei.. (hímen complacente) ainda tem muito homem alienado disso que acha que toda virgem sangra, se não sangrou é porque " já deu pra outro"

Mulher que dá assim como as prostitutas, tem que ter dom, vocação ou seja lá o que
E se existe algum homem aqui que a mulher, esposa, namorada dá ,, tem que consultar um especialista, pois isso é doença e só pode ser frigidez que já tem tratamento

O mesmo termo também é utilizado para oprimir outros gêneros como os gays quando dizem " Eles estão dando o que é deles " Ridículo e tosco demais


Nossas histórias são idênticas, exceto a falta de sangramento e pela falta de dor. Portanto, seja bem-vinda ao Clube das Vagabundas! :1
Eu sou o dono de meu destino. Eu sou o capitão de minha alma. ("Invictus" - William E Henley)
Avatar de usuário
Leila
Forista
Forista
 
Mensagens: 2288
Data de registro: 22 Dez 2009 21:35
Localização: Osasco - SP
Localidade: Não quero responder

Re: Meu mundo ao chão...

Nova mensagempor Ben em 27 Dez 2012 09:14

Leila escreveu:
fernanda escreveu:
" Mulher que dá pra qualquer um é vagabunda"

Me esquivando do tópico e dando o meu pitaco, acho essa estoria da mulher que dá um tanto jurássica..
Parece que mulher não tem desejo e está entregando pro homem algum objeto pra ele consumir.. ridículo isso..

Quando tive minha primeira vez estava com um baita tesão recolhido.. doidinha pra transar.. aconteceu com um cara que eu nem cheguei a amar .. mas tinha uma forte atração física por ele, senti o coração latejar naquele lugar e nem cheguei a sentir dor como algumas de minha amigas achavam sem sequer ter experimentado

Não sangrei.. (hímen complacente) ainda tem muito homem alienado disso que acha que toda virgem sangra, se não sangrou é porque " já deu pra outro"

Mulher que dá assim como as prostitutas, tem que ter dom, vocação ou seja lá o que
E se existe algum homem aqui que a mulher, esposa, namorada dá ,, tem que consultar um especialista, pois isso é doença e só pode ser frigidez que já tem tratamento

O mesmo termo também é utilizado para oprimir outros gêneros como os gays quando dizem " Eles estão dando o que é deles " Ridículo e tosco demais


Nossas histórias são idênticas, exceto a falta de sangramento e pela falta de dor. Portanto, seja bem-vinda ao Clube das Vagabundas! :1


Aeh, passa o endereço desse clube aeh. :mrgreen: :lol:
"A quantidade de alimentos necessária para cada ser humano é aquela que cabe na concavidade de suas mãos unidas" - Buda
Avatar de usuário
Ben
Desativado a pedido do usuário
 
Mensagens: 4247
Data de registro: 17 Nov 2008 12:05

Anterior

  • Tópicos Similares
    Respostas
    Exibições
    Última mensagem

Retornar para Depoimentos

Quem está online

Usuários vendo este fórum: Nenhum usuário registrado online e 23 visitantes