O Filme que mudou a minha vida : Depoimentos
Seja Bem-Vindo Testemunhas de Jeová - Ex Testemunhas de Jeová. Clique aqui e cadastre-se para participar


O Filme que mudou a minha vida

Depoimentos de ex-testemunhas de Jeová, cartas de dissociação e depoimentos sobre a vida pós Torre de Vigia. Aqui fala mais alto a sinceridade, o sentimento e muitas vezes os relatos nos impressionam pela falta de algo que mais as Testemunhas de Jeová dizem praticar: o amor ao próximo!
Fique a vontade para contar suas vivências

O Filme que mudou a minha vida

Nova mensagempor miguel arcanjo em 13 Mar 2012 22:05



THE MATRIX

Era o ano de 1999.

O filme MATRIX, foi uma experiência pertubadora demais para mim.

A minha vida, jamais seria a mesma após assistir esse filme.

De imediato, me identifiquei com aquele enredo, um "mundo de faz de contas, um mundo artificial de ilusões".

Tive um sentimento muito estranho, um sentimento devastador, uma solidão inexplicável...

Iniciou um drama até que perdura até hoje, mesmo agora nesse momento...

Senti, que havia algo muito errado em minha vida...

Uma infância perdida, juventude perdida...

Uma vida inteira perdida...

Sempre me senti deslocado, dentro da "organização dos norteamericanos do CG"

Sacrifiquei a minha juventude, carreira, amigos, sonhos, sentimentos, emoções, me anulei por completo, me anulei como ser humano, anulei a minha autoestima, tudo por uma "MENTIRA".

Por uma "MENTIRA" conhecida como Watchtower, sacrifiquei os melhores anos da minha vida e por causa dela, tomei decisões irreparáveis.

Hoje, ainda amargo um conflito, tudo o que foi assimilado, tudo o que eu introjetei ainda me castiga.

Sinto compaixão, por todos aqueles que ainda são escravos da MATRIXTOWER.

Mas, me sinto inútil, por não poder realmente ajudá-los a se libertarem do jugo cruel da STV.

Tento sempre que posso, resgatar inocentes dentro do mundo miserável e artificial da Torre.

Já consegui ajudar meu irmão mais jovem e o meu melhor amigo, a minha esposa ainda reluta, mas já sabe muitos dos podres da Torre.

Eu, persevero, mesmo em face de oposição, descobri que a causa, a minha veradeira luta - é tentar sempre, mesmo que seje a cada novo dia, um passo de cada vez...

THE MATRIX - 1999


Abaixo, uma transcrição resumida do diálogo entre Morpheus e Neo.

Neo: Não gosto de pensar que não controlo minha vida.

Morfeu: Sei exatamente o que quer dizer.

Vou te dizer por que está aqui.

Você sabe de algo.

Não consegue explicar o quê.

Mas você sente.

Você sentiu a vida inteira: há algo errado com o mundo.

Você não sabe o que, mas há.

Como um zunido na sua cabeça te enlouquecendo.

Foi esse sentimento que te trouxe até mim. Você sabe do que estou falando?

Neo: Da Matrix?

Morfeu: Você deseja saber o que ela é?

Neo: Sim.

Morfeu: A Matrix está em todo lugar.

À nossa volta. Mesmo agora, nesta sala.

Você pode vê-la quando olha pela janela ou quando liga a sua televisão.

Você a sente quando vai para o trabalho, quando vai à igreja, quando paga seus impostos.

É o mundo que foi colocado diante dos seus olhos para que você não visse a verdade.

Neo: Que verdade?

Morfeu: Que você é um escravo.

Como todo mundo, você nasceu num cativeiro, nasceu numa prisão que não consegue sentir ou tocar.

Uma prisão para a sua mente.

Morfeu: Se tomar a pílula azul, a história acaba, e você acordará na sua cama acreditando no que quiser acreditar.

Se tomar a pílula vermelha ficará no País das Maravilhas e eu te mostrarei até onde vai a toca do coelho.

Lembre-se: tudo o que ofereço é a verdade. Nada mais.


Imagem
Avatar de usuário
miguel arcanjo
Forista
Forista
 
Mensagens: 1103
Data de registro: 23 Jan 2012 22:03
Localização: M A T R I X
Localidade: Não quero responder

Re: O Filme que mudou a minha vida

Nova mensagempor said em 13 Mar 2012 22:29

Sacrifiquei a minha juventude, carreira, amigos, sonhos, sentimentos, emoções, me anulei por completo, me anulei como ser humano, anulei a minha autoestima, tudo por uma "MENTIRA".

Por uma "MENTIRA" conhecida como Watchtower, sacrifiquei os melhores anos da minha vida e por causa dela, tomei decisões irreparáveis.

Hoje, ainda amargo um conflito, tudo o que foi assimilado, tudo o que eu introjetei ainda me castiga.


Eu imagino o que estas sentindo, amigo.
Por 20 anos dei o meu máximo por essa organização, fiz de tudo pra levar minha querida esposa pra lá, ( graças a meu bom Deus ela sempre achou essa história de paraiso, meio esquisito) nada a influenciava, ainda bem.
Hoje sou um homem feliz com minha familia, e após algumas pesquisas, cheguei a conclusão que não preciso de nenhuma religião pra ser feliz´.
Continue com sua esposa, com o tempo ela vai enxergar que de VERDADE a stv náo tem nada.
Abraços amigo, seja feliz.
said
Novo (a) Forista
Novo (a) Forista
 
Mensagens: 45
Data de registro: 10 Abr 2010 23:15

Re: O Filme que mudou a minha vida

Nova mensagempor Opss, caí da torre! em 13 Mar 2012 23:27

Sei exatamente o que quer dizer Arcanjo. Tive a mesma sensação quando comecei a me questionar sobre as coisas, mesmo antes de saber da verdade da torre. Sempre gostei de filmes questionadores, a exemplo de matrix, e confesso que quando assisti senti a mesma coisa e sempre concordei com o que era mostrado no filme, mas a idiotice infantil de não levar meus questionamentos adiante, me fez permanecer esse tempo todo lá dentro. Sinto pena por quem está lá, mas não consigo me aproximar deles para tentar ajudá-los, ao menos por enquanto. Na verdade, nem consigo imaginar como fazer isso, já que não querem falar comigo, não penso em insistir... cada um deve sofrer as consequências de suas ações.
Imagem
Avatar de usuário
Opss, caí da torre!
Forista
Forista
 
Mensagens: 1705
Data de registro: 27 Ago 2011 04:03

Re: O Filme que mudou a minha vida

Nova mensagempor lila em 27 Mar 2012 09:33

Opss, caí da torre! escreveu:Sei exatamente o que quer dizer Arcanjo. Tive a mesma sensação quando comecei a me questionar sobre as coisas, mesmo antes de saber da verdade da torre. Sempre gostei de filmes questionadores, a exemplo de matrix, e confesso que quando assisti senti a mesma coisa e sempre concordei com o que era mostrado no filme, mas a idiotice infantil de não levar meus questionamentos adiante, me fez permanecer esse tempo todo lá dentro. Sinto pena por quem está lá, mas não consigo me aproximar deles para tentar ajudá-los, ao menos por enquanto. Na verdade, nem consigo imaginar como fazer isso, já que não querem falar comigo, não penso em insistir... cada um deve sofrer as consequências de suas ações.



Sério, e acho que quem escreveu o roteiro foi uma ex tj, ainda estou tentando cair na real, mas acho que a cada dia fica mais dificil para quem descobre a pouco a nova verdade, pelo menos para mim sim, era o meu mundo apesar de nunca ter me sentido parte dele, e sinto muito por vc "Opss, caí da torre!, sei como é, meu marido me olha como se eu fosse maluca, desprezando a verdade, me olha com pena, fala como se eu estivesse dando as costas para Deus.
Não quer que eu fale o que sei mas fica bozinando no meu ouvido
Não esperes que cheguem as circunstâncias ideais nem a melhor ocasião para atuar, porque talvez não cheguem nunca.
Avatar de usuário
lila
Forista
Forista
 
Mensagens: 735
Data de registro: 06 Mar 2012 15:53
Localização: SP

Re: O Filme que mudou a minha vida

Nova mensagempor Sherazade em 27 Mar 2012 09:42

Pior que eu vou até mais longe....comparo Matrix não apenas com a Torre, mas com a vida mesmo.
Às vezes penso que ""se existir"", um criador, está agindo assim, como no filme.
Não me vejo feito fera, muito menos anjo_Zé Ramalho
Avatar de usuário
Sherazade
Forista
Forista
 
Mensagens: 3312
Data de registro: 19 Abr 2009 17:48
Localização: Kryptônia

Re: O Filme que mudou a minha vida

Nova mensagempor Jerry em 27 Mar 2012 10:09

Admitir que exista uma divindade que nos manipula é ainda nos dar muita importância. Porque é querer acreditar que alguém superior se interessa por nós - nem que seja para nos sacanear. É difícil aceitar que tudo é caótico. Para o nosso bem, entretanto, há vezes em que o caos nos favorece de algum modo. E só. Quase ninguém se lembra dos seus ancestrais da quarta geração para trás. Em poucas gerações também ninguém se lembrará de nós. E quando a humanidade deixar de existir - sim, esse dia virá, a despeito de improváveis deuses - já não haverá ninguém para se lembrar sequer de nossa espécie. Definitivamente nos damos muita importância.
"Quando chegará, Senhor, o dia em que virás a nós para reconheceres os teus erros perante os homens?" - Saramago

Meu Blog: Oritameji
Twitter: http://twitter.com/jerryguima
Avatar de usuário
Jerry
Forista
Forista
 
Mensagens: 6540
Data de registro: 01 Nov 2008 01:37
Localização: Vitória da Conquista, Bahia

Re: O Filme que mudou a minha vida

Nova mensagempor miguel arcanjo em 27 Mar 2012 12:45

Jerry escreveu:Admitir que exista uma divindade que nos manipula é ainda nos dar muita importância. Porque é querer acreditar que alguém superior se interessa por nós - nem que seja para nos sacanear. É difícil aceitar que tudo é caótico. Para o nosso bem, entretanto, há vezes em que o caos nos favorece de algum modo. E só. Quase ninguém se lembra dos seus ancestrais da quarta geração para trás. Em poucas gerações também ninguém se lembrará de nós. E quando a humanidade deixar de existir - sim, esse dia virá, a despeito de improváveis deuses - já não haverá ninguém para se lembrar sequer de nossa espécie. Definitivamente nos damos muita importância.


Amigo Jerry,
Acho extremamente NIILISTA o seu comentário.
Não acredito na máxima: "Se Deus está morto, então tudo é permitido"

NIILISMO - (do latim nihil, nada) é um termo e um conceito filosófico que afeta as mais diferentes esferas do mundo contemporâneo (literatura, arte, ciências humanas, teorias sociais, ética e moral).
É a desvalorização e a morte do sentido, a ausência de finalidade e de resposta ao “porquê”.
Os valores tradicionais depreciam-se e os "princípios e critérios absolutos dissolvem-se".
"Tudo é sacudido, posto radicalmente em discussão.
A superfície, antes congelada, das verdades e dos valores tradicionais está despedaçada e torna-se difícil prosseguir no caminho, avistar um ancoradouro".

O niilismo pode ser considerado como "um movimento positivo” – quando pela crítica e pelo desmascaramento nos revela a abissal ausência de cada fundamento, verdade, critério absoluto e universal e, portanto, convoca-nos diante da nossa própria liberdade e responsabilidade, agora não mais garantidas, nem sufocadas ou controladas por nada".

Mas também pode ser considerado como "um movimento negativo” – quando nesta dinâmica prevalecem os traços destruidores e iconoclastas, como os do declínio, do ressentimento, da incapacidade de avançar, da paralisia, do “tudo-vale” e do perigoso silogismo ilustrado pela frase dum personagem de Dostoiévski: "Se Deus está morto, então tudo é permitido" (Na verdade trata-se de mera interpretação de um diálogo desenvolvido entre os irmãos Karamazov, com a "intervenção" do Diabo).
Entende-se por Deus neste ponto como a verdade e o princípio.
Avatar de usuário
miguel arcanjo
Forista
Forista
 
Mensagens: 1103
Data de registro: 23 Jan 2012 22:03
Localização: M A T R I X
Localidade: Não quero responder

Re: O Filme que mudou a minha vida

Nova mensagempor Quasextj em 27 Mar 2012 13:02

Jerry escreveu:Admitir que exista uma divindade que nos manipula é ainda nos dar muita importância. Porque é querer acreditar que alguém superior se interessa por nós - nem que seja para nos sacanear. É difícil aceitar que tudo é caótico. Para o nosso bem, entretanto, há vezes em que o caos nos favorece de algum modo. E só. Quase ninguém se lembra dos seus ancestrais da quarta geração para trás. Em poucas gerações também ninguém se lembrará de nós. E quando a humanidade deixar de existir - sim, esse dia virá, a despeito de improváveis deuses - já não haverá ninguém para se lembrar sequer de nossa espécie. Definitivamente nos damos muita importância.


Estimado Jerry, suas palavras expressam uma pura verdade. Quando penso a respeito de como nasce e morre a matéria que compõe o universo me dou conta de que somos insignificantes em relação a tudo que nos cerca. A verdade é que nada dura para sempre, nem mesmo as estrelas. Depois de anos e mais anos seremos esquecidos. Sinto uma sensação estranha quando penso nisso. Concordo que definitivamente nos damos muita importância.

.
Seja feliz, pense em coisas boas!
Avatar de usuário
Quasextj
Forista
Forista
 
Mensagens: 1316
Data de registro: 09 Fev 2009 11:07

Re: O Filme que mudou a minha vida

Nova mensagempor miguel arcanjo em 27 Mar 2012 13:40

E= MC2
A matéria NÃO MORRE, É TRANSFORMADA.
Pela equação acima (que munguém contesta), prova-se que ENERGIA e MATÉRIA SÃO PROPORCIONAIS no mesmo UNIVERSO.
Avatar de usuário
miguel arcanjo
Forista
Forista
 
Mensagens: 1103
Data de registro: 23 Jan 2012 22:03
Localização: M A T R I X
Localidade: Não quero responder

Re: O Filme que mudou a minha vida

Nova mensagempor Quasextj em 27 Mar 2012 17:02

miguel arcanjo escreveu:E= MC2
A matéria NÃO MORRE, É TRANSFORMADA.
Pela equação acima (que munguém contesta), prova-se que ENERGIA e MATÉRIA SÃO PROPORCIONAIS no mesmo UNIVERSO.


Eu falei teoricamente Miguel Arcanjo. Creio que Ninguém ainda tem ou terá a palavra final sobre o universo. Domingo passado eu vi um documentário sobre esse assunto e fiquei inquieto com a teoria de que o universo poderia voltar a ser um nada. Esse documentário falava sobre os corpos celestes e seu provável desaparecimento. Já se sabe que muitas estrelas morrem e formam o chamado Buraco Negro. Nesse sentido foi apresentada a possibilidade do universo chegar ao chamado zero absoluto onde haveria o total repouso da molécula e ela não teria nenhuma agitação energética. Não haveria nenhuma atividade e este universo passaria a ser um nada. Para mim isso é um indicativo, não uma certeza, de que nada dura para sempre. Fui tomado por um sentimento melancólico depois que vi esse documentário. Mas é apenas uma teoria.

Achei muito interessante o que a Sherazade falou sobre o filme Matrix: "Pior que eu vou até mais longe....comparo Matrix não apenas com a Torre, mas com a vida mesmo. Às vezes penso que ""se existir"", um criador, está agindo assim, como no filme."

Às vezes tudo é mesmo muito estranho.
Seja feliz, pense em coisas boas!
Avatar de usuário
Quasextj
Forista
Forista
 
Mensagens: 1316
Data de registro: 09 Fev 2009 11:07

Re: O Filme que mudou a minha vida

Nova mensagempor miguel arcanjo em 16 Dez 2012 09:03

up
Avatar de usuário
miguel arcanjo
Forista
Forista
 
Mensagens: 1103
Data de registro: 23 Jan 2012 22:03
Localização: M A T R I X
Localidade: Não quero responder

Re: O Filme que mudou a minha vida

Nova mensagempor Opss, caí da torre! em 17 Dez 2012 09:36

Também acho que esse tópico não deve ser esquecido. Até por quê o que não falta é assunto que conecte Matrix à torre e à nossa vida em geral.
Acho legal quando Morpheu diz a Neo que, mesmo as pessoas sendo vítimas do sistema, ela poderão ter que ser combatidas, pois acreditam tão piamente no sistema que lutarão para defendê-lo.
Relacionado a isto, vemos a traição de Cypher nos mostrando o quanto pode ser complexo o processo de desligamento, em que mesmo sabendo de toda a verdade sobre a Matrix, prefere esquecer, fazendo um acordo com o agente Smith que o permitirá ser novamente inserido à Matrix para poder recuperar toda aquela utopia que outrora estava inserido. Claro que pra isso, ele solicitou que sua memória fosse apagada... Se alguém quiser retornar à ATV, pelo motivo que seja, acham possível essa lavagem cerebral em alguém que já conhece a verdade da torre?
Imagem
Avatar de usuário
Opss, caí da torre!
Forista
Forista
 
Mensagens: 1705
Data de registro: 27 Ago 2011 04:03

Re: O Filme que mudou a minha vida

Nova mensagempor Jesus Negro em 17 Dez 2012 20:50

Opss, caí da torre! escreveu:...
Matrix
... vemos a traição de Cypher nos mostrando o quanto pode ser complexo o processo de desligamento, em que mesmo sabendo de toda a verdade sobre a Matrix, prefere esquecer, fazendo um acordo com o agente Smith que o permitirá ser novamente inserido à Matrix para poder recuperar toda aquela utopia que outrora estava inserido. Claro que pra isso, ele solicitou que sua memória fosse apagada... Se alguém quiser retornar à ATV, pelo motivo que seja, acham possível essa lavagem cerebral em alguém que já conhece a verdade da torre?


Eu penso que sim. Mesmo depois de tomar conhecimento da desonestidade e falácia que impregna os argumentos da Torre, entendo ser possível retornar à "Organização" com uma convicção renovada e fidedigna.
Jesus Negro
Desativado a pedido do usuário
 
Mensagens: 2806
Data de registro: 13 Abr 2012 19:19
Localização: Céu

Re: O Filme que mudou a minha vida

Nova mensagempor Opss, caí da torre! em 18 Dez 2012 09:21

Jesus Negro escreveu:
Opss, caí da torre! escreveu:...
Matrix
... vemos a traição de Cypher nos mostrando o quanto pode ser complexo o processo de desligamento, em que mesmo sabendo de toda a verdade sobre a Matrix, prefere esquecer, fazendo um acordo com o agente Smith que o permitirá ser novamente inserido à Matrix para poder recuperar toda aquela utopia que outrora estava inserido. Claro que pra isso, ele solicitou que sua memória fosse apagada... Se alguém quiser retornar à ATV, pelo motivo que seja, acham possível essa lavagem cerebral em alguém que já conhece a verdade da torre?


Eu penso que sim. Mesmo depois de tomar conhecimento da desonestidade e falácia que impregna os argumentos da Torre, entendo ser possível retornar à "Organização" com uma convicção renovada e fidedigna.

Eu imagino duas possíveis razões pra isso.
1. A pessoa não se convenceu plenamente da verdade sobre a torre.
2. A pessoa sabe da torre, mas diz que continua a acreditar em deus e que acha a torre o local menos pior, ou que a religião que se está não é importante e prefere permanecer lá para não perder família x amigos.

Mas ainda acho complicadíssimo uma reprogramação. Não é como o caso de pessoas que são desassociadas mas que continuam (inocentemente) acreditando na torre...
Imagem
Avatar de usuário
Opss, caí da torre!
Forista
Forista
 
Mensagens: 1705
Data de registro: 27 Ago 2011 04:03


  • Tópicos Similares
    Respostas
    Exibições
    Última mensagem

Retornar para Depoimentos

Quem está online

Usuários vendo este fórum: Aquiles de Troia e 26 visitantes