Cultura americana e sua influencia na Torre : Publicações
Seja Bem-Vindo Testemunhas de Jeová - Ex Testemunhas de Jeová. Clique aqui e cadastre-se para participar


Cultura americana e sua influencia na Torre

Um exame crítico sobre as mais diversas publicações da Associação Torre de Vigia, que engloba revistas, livros, folhetos etc.

Cultura americana e sua influencia na Torre

Nova mensagempor KOSTA em 06 Fev 2018 19:47

Olá amigos brasileiros e restantes (não menos importantes) TJ´s e ex TJs de Angola, Moçambique, Macau, S. Tomé, Cabo Verde, Timor Leste, Madeira e Açores, ou seja, todos os que nos visitam e que são da comunidade lusófona:

Achei por acaso este site dum compatriota vosso:
https://spotniks.com/7-mitos-que-voce-s ... os-unidos/

Fala e explica muito sobre a verdadeira visão americana de ver o mundo.

Encontrei muitos pontos interessantes os quais relacionei mentalmente com o CG e suas políticas.
Porém, peço a vocês que descortinem por si mesmos, através de perspicácia. (Este tópico é casa a arder pró Koboo e o Mentalista...).

Por favor, vejam as parecenças entre a postura da Torre e sua visão do mundo num espírito de "brandura e autodomínio" e relacionem com a visão americana do mundo. Acho que são mais que muitas...

Faz anos que venho escrevendo que esta religião só vê seu umbigo, é americana e que em nada se distingue do meio social. Cheguei ser acusado de "antiamericano", o que não é verdade.

Tal como a Watchtower, os EUA têm tudo para ajudar a Humanidade. Todavia, não o fazem. Muito pelo contrário...

O texto é simples e de fácil compreensão para qualquer TJ sincero que se recorde do habitual "lanchinho" em congressos, sua esposa vestir saia mesmo doente e morrendo de frio, o incentivo a vida simples desde que tenha dinheiro para ser pioneiro(a) (na América "simplificar a vida" não é o mesmo de simplificar em Angola ou na Índia).

No fundo, o CG é um produto de seu próprio ambiente. Não tem nada de espiritual. É capitalismo religioso puro e duro levado ao extremo. Ainda por cima, é parasitário porque a Torre não consegue sobreviver sem estar em permanente simbiose com o "mundão" que tanto criticam.

Também nas revistas vemos lindas ilustrações com casas de madeira (tipicamente do sul dos EUA), pomares e vestimenta tipicamente americana-conservadora (mulher de saias, homem com polo e calças claras com aspeto de quem vai jogar golf). Das únicas vezes que vi ilustrações de casas feitas em concreto (como é típico no Brasil e em Portugal) , elas estavam sendo destruídas por bolas de fogo no Armagedom. Nos filmes, os mundanos também estão sempre com mau aspeto e mal vestidos.

Por favor, acessem ao link acima.

Agradeço do fundo do coração ler vossas postagens neste tópico sob a luz da honestidade e sentido crítico, como é costume nosso.

É raro eu abrir um tópico mas quando o faço é porque realmente quero ajudar e ser ajudado.

Eu realmente acho que o CG e seus capangas pensam que só os EUA são mundo (desde os tempos de Russel), o resto é paisagem...típico daqueles com sentimento de superioridade sobre o resto do planeta. ecordo que esta religião teve seu primeiro desapontamento quando tinham...+-5000 fiéis TODOS AMERICANOS. Nem sequer pensaram nos outros bilhiões... por vontade dessa gentalha sem cultura, bilhões morreriam para que uma seita russelita com 5000 otários herdasse o planeta Terra.

Abraço
NÃO TEMAS AQUELES QUE BUSCAM PELA VERDADE, MAS TEME ANTES OS QUE AFIRMAM TEREM A VERDADE
Avatar de usuário
KOSTA
Forista
Forista
 
Mensagens: 3200
Data de registro: 22 Set 2011 20:06
Localização: Portugal

Re: Cultura americana e sua influencia na Torre

Nova mensagempor KOSTA em 07 Fev 2018 19:14

Pelos visto vocês não estão muito interessados neste tópico.

Bom mesmo é fazer queixinhas (muitos se queixam, são ajudados e depois, em seu pleno direito, deixam de postar ou pedem para desativar) , publicidade a blogs em vez de perceberem a verdadeira raiz do problema que assombra esta religião puramente fundamentalista e americana ao extremo.

Ao contrário dum brasileiro ou dum português as entidades americanas religiosas não querem que usemos de perspicácia.

Nas revistinhas, tanto aconselham um pioneiro do Gana a largar tudo (será vender a plantação de cocos?) como dão o mesmo conselho ao pioneiro americano, filhos de pais classe média que terá de largar os videogames para pregar na amazónia com o dinheiro dos pais. Até porque a Torre não gasta um centavo com eles.

Simplesmente, a Torre não possui a mesma visão do mundo que uma pessoa culta possui.

Tenho toda a legitimidade para escrever o que escrevi acima.

Ando neste fórum faz anos e estou desiludido...
NÃO TEMAS AQUELES QUE BUSCAM PELA VERDADE, MAS TEME ANTES OS QUE AFIRMAM TEREM A VERDADE
Avatar de usuário
KOSTA
Forista
Forista
 
Mensagens: 3200
Data de registro: 22 Set 2011 20:06
Localização: Portugal

Re: Cultura americana e sua influencia na Torre

Nova mensagempor Debora em 07 Fev 2018 19:56

Não fique avexado amigo Kosta. Compartilho totalmente do seu ponto de vista sobre o domínio dos "homi" americanos que antes residiam em Brooklin. Vez por outra em meus comentário fiz menção deste monitoramento excessivo dos líderes da seita sobre os escravos, ops....seu seguidores.

Aqui no Brasil, fazemos as coisas darem certo meio que por acaso, agora mesmo, estamos sem verbas para suprir setores essenciais como a segurança, saúde, educação, transporte. Do que presenciei "in loco" e conforme já mencionei em outros tópicos, os americanos estão muitos anos à nossa frente.

Os americanos são patriotas ao extremo, preservam sua história e fazem questão de contar sua história. Veja o caso dos prédios da torre de vigia onde antigamente era o famoso lar de betel, embora já não pertença mais a torre, eles estão lá, intactos, e o seu letreiro pode ser visto de muito longe. É um patriotismo com anseio dominação mundial e os líderes da seita tj tem isto bem arraigado em seus fundamentos doutrinários.

Fiz esta foto da ponte do Brooklin
Imagem
Testemunhas de Jeová
O que será que elas não te contam?
http://www.pontosdefe.blogspot.com.br
Avatar de usuário
Debora
Moderadora
Moderadora
 
Mensagens: 6587
Data de registro: 21 Dez 2010 10:07
Localização: Santana
Localidade: São Paulo

Re: Cultura americana e sua influencia na Torre

Nova mensagempor Jackass em 07 Fev 2018 21:43

Olha kosta, concordo com vc também, mas não comentei nada pq o texto seria muito longo e meu tempo sem sido curto, então estou me reservando mais a comentários curtos e leitura dos textos.

Achei bem apropriado e complementou bem o raciocínio o comentário feito pela debora.
Avatar de usuário
Jackass
Forista
Forista
 
Mensagens: 121
Data de registro: 23 Dez 2017 18:44
Localidade: Não quero responder

Re: Cultura americana e sua influencia na Torre

Nova mensagempor Demian em 07 Fev 2018 21:46

Sem dúvida, há uma influência americana super forte dentro da organização.

A visão de mundo é inteiramente contada a partir do ponto de vista do americano. Como mencionado, o conceito de simplificar a vida por lá é muito diferente daqui. Lembro que em um dos primeiros 'filmes', o irmão exemplar que simplificou a vida dirigia um Honda C-RV, sendo que por aqui é considerado um veículo de grande porte. Assim como a restrição aos esportes na escola, por lá o esporte é levado a sério e pode se tornar uma carreira, mas os coitados dos brasileiros ao ouvir os conselhos até se sentem mal por jogar no campeonato da escola. O mesmo vale para a roupa, e meu foco aqui não é a roupa social, mas ao ilustrar os irmãos em roupa casual, é sempre aquela camisa polo, ou camisa xadrez, mais típicas de um americano. É verdade que em alguns casos, a Torre gosta de gerar uma localização, como por exemplo trocar alguns atores ilustrados nas publicações para representar negros ou asiáticos, mas no final, soa forçado, pois acaba tipificando demais e virando uma caricatura. Aliás, só o fato de estas etnias serem tratadas como 'exceção' gera um sentimento de exotismo que não é lá muito saudável. A rejeição à barba também denuncia um jeito de pensar de quem cresceu na guerra fria com medo de comunistas e judeus barbudos.
Avatar de usuário
Demian
Forista
Forista
 
Mensagens: 103
Data de registro: 10 Jul 2013 14:55
Localidade: Não quero responder

Re: Cultura americana e sua influencia na Torre

Nova mensagempor TJ RENOVADO em 07 Fev 2018 23:42

Muito pertinente.
Quando falam em educação: Orientador educacional; bolsa de estudos associada a esportes; melhores universidades o que implica em morar em uma república.
Quando falam em trabalho: trabalho de meio período (fora da realidade brasileira); pressão para fazer horas extras.
E por aí vai... Tudo sob a ótica americanizada da seita.
TJ RENOVADO
Forista
Forista
 
Mensagens: 169
Data de registro: 27 Abr 2017 00:02
Localidade: Bahia

Re: Cultura americana e sua influencia na Torre

Nova mensagempor feliciapink em 08 Fev 2018 07:49

Concordo com os comentários dos colegas forista acima. Mas o que dizer de homens que nunca pegaram no pesado, nunca batalharam por comida, e que de quebra tiveram a sorte de serem pupilos e depois chefes em uma organização com sede em pais de primeiro de mundo né?
Nunca que Torre que te vigia, teria uma sede em um continente africano(a não ser que fosse na África do Sul) ou aqui na America do Sul). Na Ásia acho que tbm não se iria se criar muito tempo. O "deus"da torre tbm não iria inspirar a fazer a sede nesses lugares
Avatar de usuário
feliciapink
Forista
Forista
 
Mensagens: 770
Data de registro: 02 Fev 2015 07:47
Localização: não quero dizer
Localidade: Não quero responder

Re: Cultura americana e sua influencia na Torre

Nova mensagempor ex-ancião em 08 Fev 2018 11:13

Durante anos usei camisa social de manga curta no verão. Tenho pencas de fotos assim: gravata e camisa social de manga curta. Clara influência americana, os varões TJ usam muito no verão. Uma vez fui numa festa de casamento de um sobrinho cujos pais não são TJ e paguei o maior mico, o único homem na festa que estava de camisa social de manga curta fui eu, todos os outros ("mundanos") estavam de camisa social de manga comprida, como manda a etiqueta. Mas eu estava tão acostumado a usar social de manga curta no verão que não me dei conta.
ex-ancião
Forista
Forista
 
Mensagens: 68
Data de registro: 26 Mar 2013 21:09

Re: Cultura americana e sua influencia na Torre

Nova mensagempor KOSTA em 08 Fev 2018 12:30

Debora escreveu:Não fique avexado amigo Kosta. Compartilho totalmente do seu ponto de vista sobre o domínio dos "homi" americanos que antes residiam em Brooklin. Vez por outra em meus comentário fiz menção deste monitoramento excessivo dos líderes da seita sobre os escravos, ops....seu seguidores.

Aqui no Brasil, fazemos as coisas darem certo meio que por acaso, agora mesmo, estamos sem verbas para suprir setores essenciais como a segurança, saúde, educação, transporte. Do que presenciei "in loco" e conforme já mencionei em outros tópicos, os americanos estão muitos anos à nossa frente.

Os americanos são patriotas ao extremo, preservam sua história e fazem questão de contar sua história. Veja o caso dos prédios da torre de vigia onde antigamente era o famoso lar de betel, embora já não pertença mais a torre, eles estão lá, intactos, e o seu letreiro pode ser visto de muito longe. É um patriotismo com anseio dominação mundial e os líderes da seita tj tem isto bem arraigado em seus fundamentos doutrinários.

Fiz esta foto da ponte do Brooklin
Imagem


Obrigada, querida Dulci pela foto e por teu comentário. Suponho que foste mesmo tu quem tirou essa foto, "in situ"!!! Ou seja, é mesmo uma foto real e atualizada.

Na minha opinião, sua cultura e maturidade são dignas de admiração, até porque apesar de todo o sofrimento que passaste, conseguiste te reerguer e ser uma verdadeira "mulher de armas".
Recordei aquele teu relato do funeral do dito cujo em que as tjotinhas o lamentaram como se o sacana fosse um santo. Hipócritas! Absolutamente nojento.

Quanto ao letreiro, li numa Sentinela que a Torre fez consideráveis esforços para conservá-lo naquele local estratégico. na altura, estavam em negociações com o comprador.

Gostaria muito de saber como te sentiste tirando essa foto...passando naquele local...

Abraço
K
NÃO TEMAS AQUELES QUE BUSCAM PELA VERDADE, MAS TEME ANTES OS QUE AFIRMAM TEREM A VERDADE
Avatar de usuário
KOSTA
Forista
Forista
 
Mensagens: 3200
Data de registro: 22 Set 2011 20:06
Localização: Portugal

Re: Cultura americana e sua influencia na Torre

Nova mensagempor Galileu em 08 Fev 2018 12:41

Kosta .... Nao fica nervoso...kkkk

Voce tem razão no que diz sobre influencia americana!
Na verdade a influência americana é evidente no mundo todo.

O modo de ser e pensar americano esta nos filmes , empresas americanas como GM , Ford , JP morgan ,Coca Cola , GE , NASA , Citi group , Intel
Microsoft, IBM ......... e JW.ORG estabelecem padrões para o mundo !

No caso da JW.ORG. ela tem sido ferramenta util para os americanos ( Governo ) , no emburecimento de populações com seus dogmas sobre neutralidade , nivel academico , tratamentos de saude , convivio social ...etc...etc..etc.

É o padrão de dominação e capitalização americano abrangendo todos os aspectos da vida de uma pessoa

A. JW é mais uma S/A e tem como produto a salvação e o paraiso para os seus socios !

Nada a ver com DEUS

Abraço !
Não se coloca um remendo novo em uma roupa velha-Jesus Cristo
Avatar de usuário
Galileu
Forista
Forista
 
Mensagens: 1792
Data de registro: 30 Mar 2016 11:47
Localidade: Não quero responder

Re: Cultura americana e sua influencia na Torre

Nova mensagempor KOSTA em 08 Fev 2018 12:54

Galileu escreveu:Kosta .... Nao fica nervoso...kkkk

Voce tem razão no que diz sobre influencia americana!
Na verdade a influência americana é evidente no mundo todo.

O modo de ser e pensar americano esta nos filmes , empresas americanas como GM , Ford , JP morgan ,Coca Cola , GE , NASA , Citi group , Intel
Microsoft, IBM ......... e JW.ORG estabelecem padrões para o mundo !

No caso da JW.ORG. ela tem sido ferramenta util para os americanos ( Governo ) , no emburecimento de populações com seus dogmas sobre neutralidade , nivel academico , tratamentos de saude , convivio social ...etc...etc..etc.

É o padrão de dominação e capitalização americano abrangendo todos os aspectos da vida de uma pessoa

A. JW é mais uma S/A e tem como produto a salvação e o paraiso para os seus socios !

Nada a ver com DEUS

Abraço !


Acho que a palavra chave é mesmo essa que escreveste acima: EMBURRECIMENTO.

A ideia deles é a de uma pequena elite dominar as massas...
Um exemplo histórico:
Nem Hitler emburreceu a população. Tenho estudado o tema 2ªguerra e descobri coisas incríveis.
Por exemplo, quem declarou guerra a quem? Quem verdadeiramente iniciou a guerra? Quem sabia que existia campos de trabalho e cortou os acessos de abastecimento aos mesmos levando milhões de judeus, ciganos, homossexuais à fome? Quem inventou a propaganda em hollywood afirmando que foram os americanos os heróis da guerra mundial? (foram os russos os primeiros a chegar a Berlim, mesmo assim, eram mais cruéis que os alemães).
A história é escrita pelos vencedores.
NÃO TEMAS AQUELES QUE BUSCAM PELA VERDADE, MAS TEME ANTES OS QUE AFIRMAM TEREM A VERDADE
Avatar de usuário
KOSTA
Forista
Forista
 
Mensagens: 3200
Data de registro: 22 Set 2011 20:06
Localização: Portugal

Re: Cultura americana e sua influencia na Torre

Nova mensagempor Galileu em 08 Fev 2018 13:04

É verdade .....kkkkk .....Emburrecimento. e não, emburecimento , como digitei ! .....rsrs

Desculpe pela burrice....rss acho que é efeito colateral....


Abraço amigo Kosta !
Não se coloca um remendo novo em uma roupa velha-Jesus Cristo
Avatar de usuário
Galileu
Forista
Forista
 
Mensagens: 1792
Data de registro: 30 Mar 2016 11:47
Localidade: Não quero responder

Re: Cultura americana e sua influencia na Torre

Nova mensagempor Ex Tejotiano Roxo em 08 Fev 2018 15:42

É lógico que a seita JW em todo mundo tem traços da cultura americana, assim como toda empresa americana e assim como uma empresa brasileira tem traços brasileiros na forma como é gerida. Mas o que eu não concordo é querer associar a Torre a um modelo de "capitalismo religioso" como alguns aqui querem, a Torre é muito mais parecida com o modelo comunista/coletivista do que qualquer outra coisa. 1) Há uma ditadura interna que impede as pessoas de pensarem por si e quem tenta sair da caverna é expulso - experimenta questionar o regime norte-coreano por exemplo. 2) Todos são obrigados a reverenciar os líderes da seita quase como deuses, a imagem que é passada deles (Corpo Governante) é sempre de bonzinhos que querem ajudar as pessoas a ter uma vida melhor mas não passa de balelas que visam escravizar mentalmente os pobres desavisados - total semelhança com a imagem que os regimes socialistas passam de seus líderes para o povo e quem ousar questionar morre. 3) Os TJs são obrigados a darem o máximo de si em prol do que o Corpo Governante diz ser verdade, enquanto muitas vezes passam dificuldades financeiras por isso - de novo semelhança com os regimes totalitários socialistas que escravizam seu povo mas os grandes líderes e membros do Partido Comunista vivem no luxo. 4) Não há individualidade na Torre como muito se fala aqui, todas as regras são impostas a tudo e a todos sem respeitar as particularidades de cada pessoa - bem igual ao coletivismo pregado pelos socialistas, pra eles o que importa não é o indivíduo e sim o coletivo; lembrem-se capitalismo = individualismo e Comunismo/totalitarismo = coletivismo. Enfim a Torre é nada mais nada menos do que uma cópia fiel de um regime socialista/totalitário em que o povo é escravizado e os líderes vivem no bem bom as custas do suor alheio, assim como nos regimes comunistas. A única semelhança que essa empresa disfarçada de religião tem com o capitalismo é que os velhos de Warwick amam as benesses do capitalismo (vivem no luxo), igual aos líderes socialistas tb :lol: :lol: Capitalismo pra mim mas socialismo pra você!
Avatar de usuário
Ex Tejotiano Roxo
Forista
Forista
 
Mensagens: 65
Data de registro: 10 Mai 2017 13:33
Localização: Fortaleza
Localidade: Ceará

Re: Cultura americana e sua influencia na Torre

Nova mensagempor lobo guará em 08 Fev 2018 17:00

Uma coisa interessante sobre o crescimento das TJs após a Segunda Guerra é que ele aconteceu nos países em que os EUA buscavam ter uma presença forte (plano Marshall/Doutrina Truman): Europa Ocidental, Japão, América Latina, Oceania e África do Sul.

Além da ajuda econômica, fazia parte da política americana da época influenciar esses países culturalmente, justamente onde entram as TJs e outras religiões de origem americana, como os Mórmons, por exemplo. Essas religiões tem algumas coisas em comum: 1. a visão de mundo bem americanizada, como apresentada nas publicações, 2. o ideal de salvamento do mundo, 3. a forte herança teológica da escola adventista da costa leste americana e 4. a noção de que esse mundo é algo temporário, que está perto do fim.

Uma coisa engraçada que eu sempre notei nas publicações (até antes de mudar a linguagem em anos recentes) é que eles usavam um jeito meio "inglês" de se falar (talvez devido às ferramentas de tradução), como, por exemplo, colocando os adjetivos primeiro e usando palavras comuns na língua inglesa, como "tais". Muitos irmãos falam assim até hj.
Freedom is the freedom to say that two plus two make four. If that is granted, all else follows.
Avatar de usuário
lobo guará
Forista
Forista
 
Mensagens: 353
Data de registro: 30 Abr 2017 13:26
Localidade: Não quero responder

Re: Cultura americana e sua influencia na Torre

Nova mensagempor Siamese_Dreamer em 08 Fev 2018 17:07

A Torre de Vigia certamente possui influências de sua cultura, afinal todos nós temos. A própria ideia de interpretação Sola Scriptura foi exatamente difundida nos EUA, visto que dos estados modernos os EUA foi o primeiro país a levar realmente a sério o Estado Laico*, sendo bem diferente do estado da Suécia por exemplo, que até hoje está intimamente ligado à Igreja Luterana, ou da Grã-Bretanha, muito ligada à Igreja Anglicana, visto que os Pais Fundadores americanos temiam que a religiosidade específica do Estado levasse os EUA ao surgimento de uma monarquia, o que lutavam contra.

Honestamente, discordo de você quando diz que os EUA podem “ajudar a humanidade. Todavia não fazem”. Em minha observação, os EUA (governo) obviamente não podem fazer isso, não podem sequer ajudar os próprios americanos que necessitam melhorar a qualidade de vida trabalhando para outros cidadãos e empreendedores em geral, não através do governo. Um dos mitos sobre os EUA citado no seu artigo aponta exatamente o oposto disso, onde mostra que per capita os EUA são o país que mais doa dinheiro a outros e que mais possui iniciativas de cidadãos para combater problemas sociais dentro do país e fora também (item 3 do artigo que você citou).

Quanto à Torre de Vigia acabo divergindo por tabela, creio que parte de sua cultura seja advinda da cultura americana por motivos óbvios, afinal a cultura cristã da qual a ideia de Sola Scriptura foi formada, e o cristianismo em si, é muito forte na América no âmbito cultural. Em termos estruturais, a Torre de Vigia é exatamente oposta à cultura nos estados unidos. A Torre de Vigia possui uma estrutura de tomada de decisão centralizadora, enquanto que os americanos tem culturalmente uma noção muito descentralizadora de tomada de decisão e poder, por isso os Estados possuem em diversos termos muito mais poder do que o poder executivo central, e as cidades muita autonomia sobre os Estados, o que explica a existência atual das chamadas “cidades santuário” dentro de estados terminantemente contra essa política. Na cultura americana há o conceito de família e comunidade muito fortes, especialmente nas cidades rurais, o que na mente de muitos americanos devem ser uma barreira à centralização de poder. Outro conceito cultural muito forte é o que chamam de “do it yourself”, onde o governo não deve dizer como gastar seu dinheiro, como te obrigar a pagar por exemplo por um sistema de saúde estatal(conforme mostra seu artigo), e o poder central não dizer a você ou sua comunidade como viver (por isso a federalização muito forte), e você que precisa ir atrás de fazer suas coisas do jeito que desejar. Na Torre de Vigia é o oposto, caso você queira realizar alguma mudança estrutural abrupta, sempre é importante buscar a orientação de uma pessoa acima, e as orientações advindas do poder central devem ser prontamente acatadas.

KOSTA escreveu:No fundo, o CG é um produto de seu próprio ambiente. Não tem nada de espiritual. É capitalismo religioso puro e duro levado ao extremo. Ainda por cima, é parasitário porque a Torre não consegue sobreviver sem estar em permanente simbiose com o "mundão" que tanto criticam.


A questão de a Torre de Vigia ser "capitalismo religioso puro e duro levado ao extremo", acho bem esquisita e contradizente. O capitalismo é simplesmente uma organização espontânea da sociedade onde a alocação de recursos pode ser feita com base na busca de quem queira lucrar provendo serviços a outras pessoas que volutariamente estejam dispostos a pagar por eles. Como em meu caso sou Testemunha de Jeová, honestamente não vejo uma vontade de lucro em cima de mim, no meu caso, se eu somar o que já contribuí em minha congregação de donativos e o que tenho acesso em termos de livros, os acessos que possuo através da estrutura de servidores mensalmente e manter desenvolvedores de software no Site JW e outras pessoas que são mantidas com o dinheiro dos donativos, a produção do Broadcasting, dentre outras coisas que faço uso no salão do reino e em outras esferas, com certeza estou em déficit levando em consideração o que dou e o que individualmente faço uso. Ainda assim, caso alguém se sinta “lucrado” em cima disso, os donativos são voluntários, então se alguém tem a sensação de estar sendo “lucrado”, é livre pra diminuir a quantidade de donativos e até extingui-la, portanto não considero a Torre De Vigia um “capitalismo religioso puro e duro levado ao extremo”, pelo contrário, vejo a socialização de recursos através do voluntarismo.

*Entende-se Estado Laico por sua significância original, não a impossibilidade de membros da esfera pública concorrerem por motivos religiosos (1ª emenda americana) ou crenças pessoais que levam em conta em tomar decisões na hora de votar, mas sim a impraticabilidade do Estado estar ligado a uma instituição religiosa específica.
Siamese_Dreamer
Novo (a) Forista
Novo (a) Forista
 
Mensagens: 7
Data de registro: 19 Jan 2018 17:20
Localidade: Não quero responder

Próximo

Retornar para Publicações

Quem está online

Usuários vendo este fórum: Nenhum usuário registrado online e 10 visitantes