"Lembrem-se da Mulher de Ló" - Resenha' : Publicações
Seja Bem-Vindo Testemunhas de Jeová - Ex Testemunhas de Jeová. Clique aqui e cadastre-se para participar


"Lembrem-se da Mulher de Ló" - Resenha'

Um exame crítico sobre as mais diversas publicações da Associação Torre de Vigia, que engloba revistas, livros, folhetos etc.

"Lembrem-se da Mulher de Ló" - Resenha'

Nova mensagempor Cappuccina em 06 Ago 2017 18:42

Tenho que confessar uma coisa a vocês. Eu era ingênua e me surpreendi quando as TJs lançaram o filme do filho pródigo. Achei que depois daqueles antigos, ela tinha parado. Mas eu sou burrinha, estava enganada. Começaram a vir filmes bem feitos, bem filmados. O primeiro foi Filho Pródigo. Muito forte (aka muito apelativo). Vieram outros filmes depois.

Quando lançou o segundo da nova era torreana, mostrando tempos atuais, "Estas palavras têm de estar em seu coração", o hype causado foi grande. O trailer mostrava as cenas mais fortes, pra, no final, o filme não ser tão forte como parecia. Continuava apelativo, mas, particularmente, não tanto como o primeiro. Aí o Corpo Governante se reuniu e discutiram "hm, parece que nossos escra- digo, ovelhas estão se distraindo demais com comédias mundanas. Vamos prendê-los mais e fazer nosso próprio romance".

Nisso lançou aquele filme romântico que...eu esqueci o nome, mas não importa. É ruim. Conseguiu ser pior que os dois e é mais forçado com um roteiro fraquinho.

E aparentemente vai ter um filme por ano, porque filmes prendem as TJs lá, né. Pois nesse ano tivemos... "Lembrem-se da mulher de Ló." E meus amores... Esse foi o pior filme que essa empresa já fez.

O filme tenta ser um filme "Sessão da Tarde", no humor e no visual. A abertura é super infantil e bobona.

Meu, o tio é apresentado como "tio". E só. Mas okay, isso é o menor dos problemas.

O filme começa com uma família tendo problemas financeiros, com muitas contas pra pagar, e a mãe da esposa dizendo que era bom trabalhar um pouco mais para eles não passarem um aperto maior. Duma forma bem escrota, capitalista e ridícula, mas isso não vou dizer que é irreal não. Acontece conversas assim mesmo, particularmente é cansativo ouvir papos assim. Depois de pensar e desobedecer o seu marido (que por sinal, é extremamente estúpido, dá muita raiva de assistir só por causa dele pelo fanatismo extremo e como ele trata a mulher como alguém inferior), ela se torna uma corretora de imóveis, melhorando muito a vida da família e esfriando com a religião. Nada de especial.

Então o pai (eu não sei o nome de ninguém) começa a fazer estudo para converter um ser agressivo, mas gente boa. Ele tem uma família normal, mas retratada como bagunçada, por causa do tom de deboche usado na cena onde aparecem.

Por que a Torre sempre retrata que alguém jogando games é alguém fraco? Me poupe.

Acabam por ir na reunião e gostam do ambiente, mas no final o estudante se desentende com o instrutor (o marido da protagonista), quando se fala do ancião ser sustentado pela congregação, dizendo que estava vivendo nas costas dos outros. O que...não deixa de ser mentira, pois ele morava numa casa decente e tinha um carro na faixa dos seus $20 mil (vindo pra cá seria 100 mil fácil). Mas do nada, na transição do primeiro episódio pro segundo, ele decide ser uma TJ. Assim, do nada, pra nada, aquele pensamento que ele teve morreu num passe de mágica.

Mas eu ainda não falei da parte principal do filme, a esposa desse xarope. Ela é uma personagem que me causou pena e raiva ao mesmo tempo. Pena por ela só querer o melhor pra família, raiva por fazer isso mal feito. A moça mal acaba de ganhar o dinheiro e já começa a gastar, tudo bem! Eu ganhei meu primeiro salário do meu emprego novo e comprei um vestido de 700 reais. É super inteligente, sabe.

Isso só mostra o quão irreal e estúpida é a forma da Torre retratar alguém que só quer um pouco mais de conforto na vida, demonstrando a pessoa sempre se transformando numa materialista.

A atriz faz com que a personagem, através de seu olhar e expressões, seja encarada como a bruxa, alguém que se corrompeu e se tornou uma vilã. É estúpido, irreal.

As situações são um show de horrores, todas. São super ilisórias, visões deturpadas e maldosas do "sistema". Famílias mundanas sempre retratadas como bagunçadas e com problemas. Colegas de trabalho sempre mau-caráter e agressivos. Há duas ou três referências (zombarias) escrotas contra homossexualidade. Uma a mãe está vendo um programa onde um casal gay é protagonista, e eles são postos de costas pra não dizer em Betel "irmão tal interpretou um gay". A mãe apoia (de jeito ridículo também, dizendo "o mundo mudou". Não falam de amor entre os LGBT, afinal, eles não pregam amor, mas sim ódio e medo). A outra é quando a colega da filha mais velha diz (desnecessariamente, dando a entender que "mundanos se exibem quando são não-héteros") que tem duas mães, e o pai diz aquele discursinho de "seguimos o que está na bíblia". Há uma terceira, porém mais implícita. O colega da esposa sempre fica de costas também, e fala um pouco mais solto. Ouvi pessoas atrás de mim dizendo "ih é boiola", mas na dublagem BR (que sempre foi PÉSSIMA) ele não é tão solto nem fazia gestos femininos. É ridículo, nojento, tendencioso e desnecessário. Queriam mesmo abrir espaço para insultar essas pessoas (na qual eu e outros foristas estamos inclusos) de graça. O filme não mudaria em nada sem essas idiotices. A conversa do ancião com a guria foi desconfortável de se assistir, bem invasivo.

Ah, o estudante se batiza, e bem rápido até. Normal hoje em dia. A segunda parte termina com o marido da esposa ficando desumilde e recusando ajuda do estudante.

O filme dá vontade ver até o fim? Não, não dá vontade de ver até o fim. Estava na metade da segunda parte e já queria que terminasse. Escrevi essa resenha antes de ver a terceira parte e já perdi por absoluto o interesse. O final- aliás, os roteiros torreanos são bem previsíveis: tudo normal, desanda, desaba, meditam e tudo volta a ser feliz como antes num passe de mágica. Digo mágica porque é bem irreal, por exemplo, a irmã mais velha ser aprendido o lógico: o amor, e volta a ser fiel a Torre (voltando a ver coisas normais como erradas), só porque o trabalho era muito puxado e tinha "muita pressão". Como se na Torre não tivesse pressão, né.

Ah sim, a terceira parte tem cenas completamente descartáveis, todo mundo muda num passe de mágica e todo mundo fica feliz. A mulher, ao não faltar à celebração, não perdeu a amizade de Jeová. Que lhindo.

Agora entendi porque minha mãe ficou num ódio mortal quando tive de faltar à celebração pra fazer uma prova. É, o deus todo amoroso vai chegar pra você, juntar os dedos e dizer "corta aqui, não sou mais seu amigo" por não ter ido a comemoração. Que maduro, hein.

Os filmes JW são bem irreais, mas este sem sombra de dúvidas foi o pior. Ele é muito forçado em criar situações, com algumas até aleatórias, como do nada a mãe da moça dizendo que estava com doresne ficando doente, e queria morar com ela. Enfaticamente nada do que ocorre naquele filme se dá de forma natural ou espontânea.

Além disso, o filme retrata muito mal ambos os mundos: o mundo normal (esse nem preciso comentar), e o próprio mundo torreano também. Sabe quando vocês lêem/ouvem "dentro da organização serão felizes, fora, não"? É isso multiplicado por 7, o que faz o filme ser muito ridículo e desinteressante de assistir, levando a pessoa normal (porque os TJs consideram como melhor filme do mundo) a caçoar do filme.

A qualidade da filmagem caiu. Os outros filmes eram bem feitas, me surpreendiam. É isso o que acontece quando decidem fazer filmes todo ano. A única coisa realmente boa e proveitosa que via nos filmes JW eram a qualidade da pós-produção, e nem isso tem mais. Os cortes são desconexos e inconscistentes, com o cara se mexendo duma forma, corta e ele tá numa posição bem diferente. Os ângulos de filmagem são bons até, mas tinha horas que não sabia o que queriam fazer. Falando em "não saber o que queriam fazer", a abertura e efeitos de transição são infantis demais. E quando aconteciam no meio do filme, senti que estavam apressando as coisas porque de fato não é interessante. Mas acontece com frequência, e a transição é mal resolvida nos movimentos. Também não sei o que queriam passar com aquele efeito, imitar seriado americano? Não sei. Ao menos o efeito da moça se tornando estátua de sal foi... Sei lá. A moça é muito bonita, afinal. Mas é bizarro, tenta fazer jumpscares (quando algo assustador pisca do nada na sua tela) e... Achei bonito, mas forçado e bizarro.

Só digo uma coisa, o filme é um show de horrores e um show de horrores amador. ×

------------

Olá pessoas. Gostaria de dar uma breve notícia de como estou, pois eu gosto de vocês. Estou melhorando de tudo, aos poucos.

Finalmente esse show de horrores acabou. Que tortura, física, mental e emocional. Os congressos (sexta e sábado) estão começando uma hora mais cedo e acabando uma mais tarde. Eu não aguentaria uma semana.

Eu tive que ir pro banheiro pra chorar duas vezes, pois teve discursos que forsm cruéis, como "ajude os órfãos", pois... Foi pelo mesmo motivo da Prior, e daquilo que comentei no tópico dela sobre alienação parental (se alguém pôr o link, agradeço). Mas no geral foi idiota tudo. Bem, alguns pontos me chamaram atenção:

- TODAS as situações difíceis retratadas nos vídeos são magicamente resolvidas lendo um texto.

- Bateram palmas no cântico! Eu acabei rindo de tão tosco. Igual igreja evangélica, e minha família estranhou também.

- "O Corpo Governante ama vocês, ora por vocês. Pega na mão de vocês e diz 'Não desista'". Que estúpido.

O resto vocês já sabem. Eu acho.


Bem, eu estava bem mal. Esse congresso me deixou bem mal, porque sabia que mãe iria usar tudo isso contra mim.

Mas na volta desse domingo, ela me disse algo surpreendente.

"Se Jeová cismar destrói essa organização e cria outra, é muita estupidez que vi".

Meu, eu realmente não acreditei ao ouvir essas palavras. Sério mesmo.

Depois de ouvir ela questionando sobre sangue, e agora isso... Me dá... Esperanças. Poucas, mas já é algo.

Pelo que percebo, ela é bem bem fiel à Deus. Uma vez ela me perguntou "somos de que congregação, Mimimi ou Kikiki?" E respondi rindo "mãe, do tempo que estamos na congregação e tu esqueceu?". Ela: "sou de Jeová, não de congregação".

O lance das gerações que não passará deve causar intriga nela. Ela é uma mulher inteligente. Já vi ela falando mais de uma vez sobre o anel do Corpo Governante. Honestamente, não sei se ela sabe que o Escravo é o CG. Quando falei da agressividade de Rutherford, ela já disse que sabia só de olhar pro rosto dele. Quis falar de Beth-Sarim, mas não ousei.

Ainda vai ser muito muito difícil fazê-la me aceitar trans. Talvez se eu me afastar, vai ser um choque, mas se eu explicar, ela vai ter o mesmo choque que senti: decepção com a organização.

Isso fez me sentir melhor, além de não partir pra estratégia arriscada que já pensei em tomar passando o congresso: me rebelar, dizendo não à ordens teocráticas, pois ela nunca se satisfazia quando eu fingia ser leal. Bem, eu vou me afastar aos poucos, e tentar fazer ela perceber, como venho fazendo com meu irmão, que não é desinteresse, e sim decepção. Quem sabe assim me respeitam mais fácil.



Bem, sorry o texto enoooooorme, e a resenha...um tanto técnica. Obrigada a tudo que fizeram por mim.
"Nada é mais importante que sua felicidade. Se você consegue fazer o que ama e ser quem você é, você é feliz."
Avatar de usuário
Cappuccina
Forista
Forista
 
Mensagens: 654
Data de registro: 27 Jan 2017 18:46
Localização: Com o Boli'
Localidade: Não quero responder

Re: "Lembrem-se da Mulher de Ló" - Resenha'

Nova mensagempor BrunoBernardes em 06 Ago 2017 19:17

:fr1end:

Até hoje tendo decifrar o, Com o Boli'. :lol:

Parabéns Capuccinna seus textos são muito bons.
Resposta padrão para agradar a todos: "Talvez" sim "talvez" não.
O que esta oculto cria um certo interesse, o que é revelado apaga o brilho (não se iluda comigo).
Não me iludo, tudo permanecerá do jeito que tem sido (Gilberto Gil).
Avatar de usuário
BrunoBernardes
Forista
Forista
 
Mensagens: 1746
Data de registro: 29 Jul 2016 17:21
Localidade: Não quero responder

Re: "Lembrem-se da Mulher de Ló" - Resenha'

Nova mensagempor Cappuccina em 06 Ago 2017 19:22

BrunoBernardes escreveu::fr1end:

Até hoje tendo decifrar o, Com o Boli'. :lol:

Parabéns Capuccinna seus textos são muito bons.

Boli é nome do meu gatinho. -q

E obrigada. :3
"Nada é mais importante que sua felicidade. Se você consegue fazer o que ama e ser quem você é, você é feliz."
Avatar de usuário
Cappuccina
Forista
Forista
 
Mensagens: 654
Data de registro: 27 Jan 2017 18:46
Localização: Com o Boli'
Localidade: Não quero responder

Re: "Lembrem-se da Mulher de Ló" - Resenha'

Nova mensagempor KOSTA em 07 Ago 2017 03:15

Capuccina

Nao deixe de postar. Tenho 40anos e muuuuuuita sensibilidade para perceber ke postaste em jeito de adeus.

Tua resenha está linda mas vou te dizer algo muito pessoal:

Os ultimos paragrafos, depois do sepaarador(-----) revelam uma pessoa com uns sentimentos e honestidade incrivelmente inspiradores.
Desde ano passado tens postado e tocado o coração de muitos foristas e visitantes. És prova viva ke este forum não descrimina ninguem (com troll a conversa já é outra mas por vezes tenho saudade dum belo trolll só para diversão).

Tua mãe está abrindo os olhos. Ela parece estar saturada de tanta mudança. Pouco a pouco ela conscientemente talvez sinta que o CG se coloca acima do proprio Jeová, tanto é, que ela diz que só pertence a Ele. Logo, dá para ver ke ela sente a tal "intrusão indevida" e ke a religião está se metendo demais na vida de tua familia.
Tambem acho ke ela já sabe de tua situação...mas por enquanto deixa andar o barco.

Quanto ao filme é para meter medo. A biblia diz ke ela se transformou em sal. Não será antes uma alegoria? Uma metãfora? Afinal de contas é naquela zona que está o mar morto. Como sabes, o mar morto é muito salgado. Talvez Jeová tenha usado alguma forma de ataque quimico a fim de destruir as duas cidades. Sabias ke havia uma cidade no meio das duas e ke sobreviveu incólume? Pois é garota o ataque foi mesmo local e seletivo!

Nao peças desculpa por comentarios longos. São os meus preferidos.
Bom, é somente minha opinião. Desde que vi uma empresa fazer um filme onde mistura a mulher d Ló com corretora imobiliária e faz clara apologia ao machismo acredito até num porco andar de bicicleta!

Abraço garota
Porta te bem!
NÃO TEMAS AQUELES QUE BUSCAM PELA VERDADE, MAS TEME ANTES OS QUE AFIRMAM TEREM A VERDADE
Avatar de usuário
KOSTA
Forista
Forista
 
Mensagens: 2804
Data de registro: 22 Set 2011 20:06
Localização: Portugal

Re: "Lembrem-se da Mulher de Ló" - Resenha'

Nova mensagempor KOSTA em 07 Ago 2017 03:21

Cappuccina escreveu:
BrunoBernardes escreveu::fr1end:

Até hoje tendo decifrar o, Com o Boli'. :lol:

Parabéns Capuccinna seus textos são muito bons.

Boli é nome do meu gatinho. -q

E obrigada. :3

Cumprimentos ao gato.
NÃO TEMAS AQUELES QUE BUSCAM PELA VERDADE, MAS TEME ANTES OS QUE AFIRMAM TEREM A VERDADE
Avatar de usuário
KOSTA
Forista
Forista
 
Mensagens: 2804
Data de registro: 22 Set 2011 20:06
Localização: Portugal

Re: "Lembrem-se da Mulher de Ló" - Resenha'

Nova mensagempor Sra Winchester em 07 Ago 2017 08:26

Que notícia boa sua mãe estar questionando/estranhando as doutrinas. Como você disse, pode ser pouca, mas da alguma esperança. Desejo sorte a você. :fr1end:
Avatar de usuário
Sra Winchester
Forista
Forista
 
Mensagens: 167
Data de registro: 06 Fev 2017 09:53
Localidade: Paraná

Re: "Lembrem-se da Mulher de Ló" - Resenha'

Nova mensagempor BrunoBernardes em 07 Ago 2017 08:55

Cappuccina ainda bem que o Boli não é TJ e é seu amigo...

Olha a deixa aí: "Se Jeová cismar destrói essa organização e cria outra, é muita estupidez que vi". - "sou de Jeová, não de congregação"..

Cappuccina:

Mãe realmente somos de Jeová e devemos fazer como os Bereanos e nos certificar se as instruções estão vindo realmente do escravo ou a organização esta querendo tomar o lugar de Jeová.

Sugestão...

Se sua mãe sabe usar o computador tente conduzir a pesquisa para o site do mentes bereanas.

Converse com ela antes e repita muitas vezes mentes bereanas, mentes bereanas...

Sua função é apenas deixar ela na página inicial do Google e ensinar ela a fazer pesquisa por palavras.

Imagina a pesquisa membros do corpo governante que resulta em Raymond Franz que resulta em Crise de Consciência.

Bom, essa é uma das formas que pode levar a algum resultado.

Abraço, pra você e o Boli.
Resposta padrão para agradar a todos: "Talvez" sim "talvez" não.
O que esta oculto cria um certo interesse, o que é revelado apaga o brilho (não se iluda comigo).
Não me iludo, tudo permanecerá do jeito que tem sido (Gilberto Gil).
Avatar de usuário
BrunoBernardes
Forista
Forista
 
Mensagens: 1746
Data de registro: 29 Jul 2016 17:21
Localidade: Não quero responder

Re: "Lembrem-se da Mulher de Ló" - Resenha'

Nova mensagempor Cappuccina em 07 Ago 2017 13:45

Obrigada a todos. De verdade.

KOSTA escreveu:Os ultimos paragrafos, depois do sepaarador(-----) revelam uma pessoa com uns sentimentos e honestidade incrivelmente inspiradores.
Desde ano passado tens postado e tocado o coração de muitos foristas e visitantes. És prova viva ke este forum não descrimina ninguem (com troll a conversa já é outra mas por vezes tenho saudade dum belo trolll só para diversão).

Uau... Eu nem sei o que dizer a isso, sinceramente. De verdade.

Sra Winchester escreveu:Que notícia boa sua mãe estar questionando/estranhando as doutrinas. Como você disse, pode ser pouca, mas da alguma esperança.

Bruno Bernardes escreveu:Mãe realmente somos de Jeová e devemos fazer como os Bereanos e nos certificar se as instruções estão vindo realmente do escravo ou a organização esta querendo tomar o lugar de Jeová.

Sugestão...

Se sua mãe sabe usar o computador tente conduzir a pesquisa para o site do mentes bereanas.

Converse com ela antes e repita muitas vezes mentes bereanas, mentes bereanas...

Sua função é apenas deixar ela na página inicial do Google e ensinar ela a fazer pesquisa por palavras.

Imagina a pesquisa membros do corpo governante que resulta em Raymond Franz que resulta em Crise de Consciência.

Bom, essa é uma das formas que pode levar a algum resultado.

Eu também fico feliz, mas é uma montanha russa. Ainda me dói ouvir ela sendo hiper homofóbica e transfóbica.

Bem, ela deve estranhar. Sinceramente não sei se ela acha que o CG é o Escravo guiado por Deus, e tenho medo de perguntar.

Ela não pega no meu PC, mas fica muito no celular. Porém acredito que seja perigoso pra mim apelar logo pra sites.

Bem, obrigada!
"Nada é mais importante que sua felicidade. Se você consegue fazer o que ama e ser quem você é, você é feliz."
Avatar de usuário
Cappuccina
Forista
Forista
 
Mensagens: 654
Data de registro: 27 Jan 2017 18:46
Localização: Com o Boli'
Localidade: Não quero responder

Re: "Lembrem-se da Mulher de Ló" - Resenha'

Nova mensagempor Lehh em 07 Ago 2017 15:19

Parabéns por suportar isso, querida

Que bom que a sua mãe está ponderando mais, tomara que ela enxergue cada vez mais. Ela, assim como as pessoas da minha família, enxerga falhas da organização, mas permanece lá por amor a jeová, acreditam que ele escolheu este povo.


:fr1end:
"Pensei o quanto desconfortável é ser trancado do lado de fora; e pensei o quanto é pior, talvez, ser trancado no lado de dentro"-
Virginia Woolf
Avatar de usuário
Lehh
Forista
Forista
 
Mensagens: 1070
Data de registro: 09 Fev 2017 14:03
Localidade: Não quero responder

Re: "Lembrem-se da Mulher de Ló" - Resenha'

Nova mensagempor Angelli em 07 Ago 2017 18:00

Capuccina (por que?) Muito bom, mesmo. Escreve muito bem...
Angelli
Novo (a) Forista
Novo (a) Forista
 
Mensagens: 2
Data de registro: 07 Jul 2016 18:53
Localidade: Não quero responder


Retornar para Publicações

Quem está online

Usuários vendo este fórum: Nenhum usuário registrado online e 18 visitantes