Quem é o "Alfa e o Ômega"? : Crenças, Doutrinas e História
Seja Bem-Vindo Testemunhas de Jeová - Ex Testemunhas de Jeová. Clique aqui e cadastre-se para participar


Quem é o "Alfa e o Ômega"?

Debates e discussões acerca das crenças, doutrinas e a história das Testemunhas de Jeová.

Quem é o "Alfa e o Ômega"?

Nova mensagempor Ademar de Morais em 11 Mar 2011 15:44

A polêmica continua: "Quem é Jeová, quem é Jesus?" Este tópico vai ter uma boa aclamação de pesquisas e refutações. Mas isso é bom, visto que se dá a oportunidade, tanto da "pesquisa" como o direito da réplica. Assim, com essas duas janelas abertas, poderemos nos aprofundar no conhecimento e na concepção dos contras e dos prós. As religiões, não todas elas, pintam um quadro diferente de Deus e de seu Filho, Jesus Cristo. Enquanto a Bíblia Sagrada anuncia um Deus único e uno, a cristandade prorroga um deus trinitário, coexistente em uma "composição" para auto existir. Assim, meu tópico é coerente, visto que por meio dele, se esclarecerá biblicamente a distinção entre o Pai e o Filho. Através do conhecimento por "meio da Bíblia" sobre quem é o "Alfa e o ômega", evidenciará que Jeová não é Jesus, assim como ensinam as religiões, quanto ao "Alfa e o Ômega". Eu tenho meu conceito firmado, mas vou deixar para os participantes abrirem o tópico, depois agirei.
Ademar de Morais
Forista
Forista
 
Mensagens: 365
Data de registro: 12 Fev 2011 19:28
Localização: Araraquara- SP

Re: Quem é o "Alfa e o Ômega"?

Nova mensagempor Poltergeist em 11 Mar 2011 15:51

Jeová é bipolar, por isso é chamado de Alfa e ômega.

Ele vai de assassino de criancinhas a deus de amor em menos de 1000 páginas!
A mentira teme a verdade. Afinal, você já viu "apóstatas" desassociando uma Testemunha de Jeová?

Procurando um assunto específico? Visite o Índice do Fórum: viewtopic.php?f=2&t=3230
Avatar de usuário
Poltergeist
Forista
Forista
 
Mensagens: 7764
Data de registro: 26 Fev 2009 16:57
Localidade: São Paulo

Re: Quem é o "Alfa e o Ômega"?

Nova mensagempor sidhiresus em 11 Mar 2011 15:55

E por favor não se esqueça das fontes e os quotes também. Melhor, esqueça os quotes.
Avatar de usuário
sidhiresus
Administrador
Administrador
 
Mensagens: 8247
Data de registro: 01 Nov 2008 09:15
Localidade: São Paulo

Re: Quem é o "Alfa e o Ômega"?

Nova mensagempor Ben em 11 Mar 2011 15:59

Vc quer dizer algo tipo dr. Jekyll (JC) - :6 -e mr. Hide (O Manda Chuva) - :evil: ?

Pow. Deixa o cara explicar toda a estória prá gente. :2

Poltergeist escreveu:Jeová é bipolar, por isso é chamado de Alfa e ômega.

Ele vai de assassino de criancinhas a deus de amor em menos de 1000 páginas!
"A quantidade de alimentos necessária para cada ser humano é aquela que cabe na concavidade de suas mãos unidas" - Buda
Avatar de usuário
Ben
Desativado a pedido do usuário
 
Mensagens: 4247
Data de registro: 17 Nov 2008 12:05

Re: Quem é o "Alfa e o Ômega"?

Nova mensagempor Poltergeist em 11 Mar 2011 16:11

sidhiresus escreveu:E por favor não se esqueça das fontes e os quotes também. Melhor, esqueça os quotes.


Shiuu, não lembra ele não, Sid! :mrgreen:
A mentira teme a verdade. Afinal, você já viu "apóstatas" desassociando uma Testemunha de Jeová?

Procurando um assunto específico? Visite o Índice do Fórum: viewtopic.php?f=2&t=3230
Avatar de usuário
Poltergeist
Forista
Forista
 
Mensagens: 7764
Data de registro: 26 Fev 2009 16:57
Localidade: São Paulo

Re: Quem é o "Alfa e o Ômega"?

Nova mensagempor Ben em 11 Mar 2011 16:12

Prosseguindo essa estória de "bipolar", uma palavra que sempre estranhei foi "rapinar". Não condiz muito com a filosofia de fazer bem ao próximo.

(1 Samuel 17:52-53) 52 Nisso se levantaram os homens de Israel e de Judá e irromperam em gritos, e foram no encalço dos filisteus até [o] vale e até os portões de Ecrom, e os mortalmente feridos dos filisteus caíam no caminho, desde Saaraim, tanto até Gate como até Ecrom. 53 Os filhos de Israel retornaram depois de terem encarniçadamente perseguido os filisteus e foram rapinar os seus acampamentos.

Acepções
■ verbo
transitivo direto
subtrair (algo) ardilosamente ou com violência; arrapinar, roubar, furtar, rapinhar

Etimologia
rapina + -ar; ver rap-

Sinônimos
arrapinar; ver tb. sinonímia de roubar

Homônimos
rapina(3ªp.s.), rapinas(2ªp.s.)/ rapina(s.f.) e pl.
"A quantidade de alimentos necessária para cada ser humano é aquela que cabe na concavidade de suas mãos unidas" - Buda
Avatar de usuário
Ben
Desativado a pedido do usuário
 
Mensagens: 4247
Data de registro: 17 Nov 2008 12:05

Re: Quem é o "Alfa e o Ômega"?

Nova mensagempor jpsouzamatos em 11 Mar 2011 18:39

Ademar sabia que jesus não é o messias, me explique essas profecias messiânicas que ele não cumpriu

Segundo a tradição judaica, o profeta Elias irá reaparecer antes da vinda do Messias (Malaquias 4:5-6).
No Novo Testamento”cristão, Jesus afirma que João Batista era Elias (Mateus 11:13-14, 17: 10-13). Entretanto, quando João Batista foi perguntado sobre o assunto, ele negou (João 1:21). O Evangelho de Lucas 1:17 tenta resolver o problema, afirmando que João Batista apareceu no espírito de Elias. É prudente lembrar que o cristianismo em geral nega com ênfase a doutrina da reencarnação. Isso por si só já é uma contradição, já que o próprio cristianismo lança mão dessa doutrina para justificar o retorno do profeta Elias em João Batista. Independente dessa polêmica, há outras críticas em relação ao mesmo assunto. Vejamos:

O Profeta Malaquias previu que o próprio Elias iria retornar, e não apenas alguém em seu espírito, caso típico da reencarnação. Elias, para quem não sabe, foi o único que subiu aos céus sem morrer segundo o Tanakh (2 Reis 2:11). Por isso, espera-se que o profeta, ao voltar, volte diretamente do céu sem a necessidade de reencarnar.
Ressalte-se que João Batista, além de ter negado ser Elias, não cumpriu a profecia do Tanakh sobre o retorno do profeta Elias. A profecia diz: “E ele [Elias] fará volver o coração dos pais para o Eterno através dos filhos, e o coração dos filhos para o Eterno através dos pais, para que Eu não venha desferir sobre esta terra uma destruição completa” (Malaquias 4:6). Evidentemente João Batista não realizou a profecia. Jerusalém entrou em guerra civil e os romanos destruíram toda cidade, inclusive o segundo templo, após a morte de Jesus.
Segundo o Tanakh, o Messias deve ser descendente do Rei Davi e Salomão. (Jeremias 23:05, 33:17, Ezequiel 34:23-24; 2 Samuel 7:5-13).

Conforme as escrituras cristãs, Jesus não era descendente do Rei Davi. Vejamos:

O Novo Testamento cristão fala sobre a genealogia de José. Entretanto, há um grande problema para os cristãos resolverem: Jesus afirma ter nascido de uma virgem e que José não era seu pai. (Mat. 1:18-23). Em resposta, alega-se que José adotou Jesus, e passou sua genealogia a ele por adoção. De qualquer maneira, tenha ou não adotado, o problema permanece. Vejamos:
Não há base bíblica para a adoção nesses casos. Um pai não pode passar sua linha tribal por adoção. Um sacerdote que adota um filho de outra tribo não pode fazer dele um sacerdote por adoção. Mas, suponhamos que tenha havido a adoção. Mesmo assim, José não poderia dar a Jesus o que ele mesmo não tinha. José é descendente de Jeconias (Mateus 1:11-16). E daí? E daí que os escritores cristãos esqueceram que isso fez José cair na maldição do Eterno que prevê que nenhum dos descendentes de Jeconias se sentaria como rei no trono de Davi. (Jeremias 22:30, 36:30). Ora. Conforme vimos, o messias será necessariamente um rei descendente do Rei Davi e Salomão.

Outra questão: não há provas de que Maria descende de Davi. Mesmo que se pudesse comprovar que Maria é descendente de David, a filiação tribal nos tempos antigos dava-se através do pai e não através da mãe conforme previsto em Números 1:18 e Esdras 2:59. Se Jesus não tinha pai humano, como ficaria então a questão da filiação?
Suponhamos que por uma generosidade de deus a linhagem tribal de José pudesse ser transferida a Jesus por “afinidade”. Em qualquer caso, como José é descendente de Jeconias, Jesus não poderia ser o messias por causa da maldição prevista para os descendentes de Jeconias (Jeremias 22:30 e 36:30).
Mas, o Novo Testamento cristão é confuso em relação à genealogia de José. Enquanto Mateus diz que José é desdente de Jeconias, o amaldiçoado, Lucas discorda e diz que José é descendente de Natã filho de Davi. (Lucas 3:23-31). De qualquer modo, isso é insuficiente para qualificar Jesus como possível messias tendo em vista que é preciso ser descendente de Davi e Salomão. Dessa maneira, a descrição de Lucas é inútil, pois Jesus passa por filho de Natã, não de Salomão.

Além disso, Lucas (3:27) também lista Salatiel e Zorobabel na árvore genealógica de Jesus. Ora, lembremos que os dois também aparecem em Mateus 1:12 como descendentes de Jeconias, o amaldiçoado! Enfim: de qualquer maneira Jesus não preenche os requisitos para ser messias.

Mas deixemos de lado essas questões de genealogia. Não é apenas essa questão que inviabiliza Jesus como o pretendido messias. Há outros pontos. Analisemos:
O messias deve reunir o povo judeu do exílio e devolvê-los a Israel

“E ele deve criar uma bandeira para as nações, e ajuntará os desterrados de Israel, e reunirá os dispersos de Judá dos quatro cantos da terra.” (Isaías 11:12) Quando Jesus estava vivo, nada disso aconteceu. Pelo contrário, surgiu uma religião nova e os judeus foram divididos e dispersos pelo mundo mais ainda!
O Messias vai governar em uma época de paz no mundo inteiro. “E julgará entre muitos povos, e castigará poderosas nações até mui longe, e converterão as suas espadas em enxadas, e as suas lanças em foices: uma nação não levantará a espada contra outra nação, nem aprenderão mais a guerra.”. (Miquéias 4:3).

“O lobo habitará com o cordeiro, e o leopardo se deitará junto ao cabrito; o bezerro, o leão novo e o animal cevado andarão juntos, e um pequenino os guiará. A vaca e a ursa pastarão juntas, e as suas crias juntas se deitarão; o leão comerá palha como o boi.” (Isaías 11:6-7).
Em outras palavras: O messias trará a paz universal e tornará desnecessária a guerra. No entanto, o período que Jesus viveu não pode ser considerado pacífico nem mesmo na região onde ele morava. Revoltas, guerras civis, golpes, matanças sanguinárias e muitas lutas. O próprio Jesus foi morto violentamente e a maioria de seus apóstolos tiveram mortes violentas e seus seguidores foram perseguidos também pela força da violência. Nem mesmo entre os judeus havia paz. Toda essa confusão belicosa por si só já mostra que a profecia não foi cumprida.

Ironicamente, a Idade Média, onde prevaleceu a mentalidade cristã na Europa, foi uma das épocas mais violentas e insanas da história da humanidade. Basta saber ler para conferir a informação nos livros de história. Só isso, por si só já é suficiente para demonstrar que a era messiânica não tinha chegado. Logo, como o deus não mente, a única conclusão coerente é que Jesus não era o messias.

Quando o messias governar, o povo judeu observará os estatutos do deus judaico. “Meu servo Davi será rei sobre eles, e todos eles terão um só pastor. Devem seguir as minhas ordenanças e ter o cuidado de observar os meus estatutos” (Ezequiel 37:24).

Pelo contrário, os seguidores de Jesus acusam as leis mosaicas de “retrógradas” e “ultrapassadas”. Paulo ficou famoso pelas polêmicas com Pedro por incitar as pessoas a não fazerem circuncisão (Gálatas 5:6 e 6:15, Felipenses 3:2-3). Paulo também lançou polêmica sobre o cumprimento das leis das festas religiosas, de Rosh Codesh (lua nova) e de Shabat (Sábado): (Colossenses 2:16). O próprio Jesus incitava o povo a descumprir as leis da cashrut sobre a alimentação adequada (Mateus 15:11). Algo assim contradiz completamente a profecia de Ezequiel que diz que o Messias levará o povo judeu a observar as leis da Torah e suas Mitzvoth.

Quando o Messias governar, todos os povos servirão ao deus judaico “E virá passar que desde uma lua nova até à outra e desde um sábado a outro, virá toda a carne a adorar perante mim, diz o Eterno” (Isaías 66:23).

Ora, até hoje isso não aconteceu! Pelo contrário, as divisões de fé se multiplicaram. E muitas guerras foram feitas por causa delas. Outro ponto importante é que o messias será um rei terreno, um governante de povos. O reino dele será deste mundo e não do outro mundo como afirmou o próprio Jesus (João 18:36) Isso seria impossível pois o reino messiânico seria uma restauração do reino de israel e todos os reis de israel eram humanos, a capital de israel sempre foi terrestre e os domínios de israel sempre foram desse mundo.
“a terra se encherá de conhecimento do Eterno, como as águas cobrem o mar” (Isaías 11:9).

Isso obviamente não aconteceu.

O reestabelecimento da dinastia David, que jamais cessará.

Fonte: Daniel 7:13-14

Mas Jesus não teve filhos, nem estabeleceu reinado algum, muito menos um que nunca cessaria.

Uma era de paz eterna entre todos os povos e todas ás nações

Fonte: Isaías 2:2-4; Miquéias 4:1-4; Ezequiel 39:9.

Obviamente não temos paz, e infelizmente muitas guerras foram feitas em nome de Jesus.

Todos os povos do mundo serão convertidos ao monoteísmo.

Fonte: Jeremias 31:31-34; Zacarias 8:23; Isaías 11:9; Zacarias 14:9, 16.

O mundo ainda está cheio de idolatria, inclusive idolatrando Jesus como se fosse o próprio Eterno, comportamento antijudaico já que o Eterno ordenou nos seus preceitos que só Ele pode ser adorado. Obviamente, Jesus não é o Eterno. Foi por esse motivo doutrinário e por outras questões políticas que a Igreja Católica Romana separou-se da Igreja Cristã Ortodoxa do oriente, o primeiro “grande cisma” cristão.


Reconhecimento que só o deus judaico é o Eterno D’us.

Fonte: Isaías 11:9

Obviamente isso não aconteceu.

O mundo se tornará vegetariano

Fonte: Isaías 11:6-9

Obviamente o mundo não é vegetariano! Tem dúvidas?

Reunião das doze tribos de Israel

Fonte: Ezequiel 36:20

Infelizmente as dez tribos continuam desaparecidas…

Reconstrução do Templo

Fonte: Isaías 2:2; Ezequiel 37:26-28.

O templo ainda não foi reconstruído. Jesus não teria a possibilidade de cumprir a profecia já que o Segundo Templo nem tinha sido destruído antes dele ser morto pelos romanos.

Na haverá fome no mundo

Fonte: Ezequiel 36:29-30

Não precisamos olhar para a África para perceber que ainda há muita fome no mundo. Basta andar nas ruas e ver as centenas de pessoas que moram nas ruas e debaixo das pontes. E, claro, os milhares de desamparados que existem dentro de nosso grande Brasil.

A morte cessará

Fonte: Isaías 25:8

A morte não cessou. Elas continuam diariamente. E, portanto, é evidente que Jesus não cessou a morte no mundo.

Ressurreição de todos os mortos

Fonte: Isaías 26:19; Daniel 12:2; Ezequiel 37:12-13; Isaías 43:5-6.

Obviamente Jesus não ressuscitou todos os mortos antes de ser morto pelos romanos!

As nações ajudarão materialmente Israel

Fonte: Isaías 60:5-6; 60:10-12

O que vemos são muitas nações querendo destruir Israel, ou no mínimo, prejudicar Israel. Existem nações, como o Irã que prometem destruir Israel. Jesus não cumpriu esta profecia. Pelo contrário, em nome de Jesus, as nações perseguiram os judeus por séculos a fio!

As nações irão até os judeus para buscar orientação espiritual.

Fonte: Zacarias 8:23

Obviamente isto não aconteceu. Em boa medida, os não-judeus querem é converter os judeus para acreditarem em Jesus! E mais, a maioria das religiões criticam os judeus como “péssimos exemplos” a serem seguidos.

Todas as armas serão destruídas

Fonte: Ezequiel 39:9, 12

Jesus não destruiu as armas. Pelo contrário, foi a inspiração de muitas delas, inclusive de ordens religiosas com fins militares. O mundo de hoje está armado até os dentes, inclusive com armas nucleares, químicas e biológicas que podem destruir toda vida no planeta…

O rio Nilo secará

Fonte: Isaías 11:15

Jesus não secou o rio Nilo. Ele continua forte, vigoroso e fluindo como de costume.

As árvores darão frutos mensalmente

Fonte: Ezequiel 47:12.

Isso não aconteceu nem acontece. Duvida? Experimente plantar um pé de manga e colher os frutos mensalmente…

As tribos de Israel receberão de volta as terras herdadas do Eterno.

Fonte: Ezequiel 47:13-13.

Isso não aconteceu nos tempos de Jesus. Começou a acontecer agora no séc. XX com o retorno dos Judeus para Israel. Mesmo assim, os não-judeus querem tomar a terra de Israel. As outras 10 tribos de Israel ainda continuam desaparecidas e dispersas pelo mundo.

As nações da terra reconhecerão suas injustiças contra Israel.

Fonte: Isaías 52 e 53

Isso não aconteceu. E até mesmo o holocausto, esse poço inominável de brutalidade que marcou o séc. XX não comoveu todas as nações. O Irã nega o holocausto constantemente e promete “varrer Israel da face da terra”.

Se o suposto messias descumprir apenas um desses vários requisitos citados (e não citamos todos!), ele não poderá ser considerado o messias, pois segundo a teologia judaica o deus não mente! No caso de Jesus, ele descumpriu praticamente todos os requisitos. Portanto, Jesus só poderia ser considerado messias por quem não era judeu ou nada conhecia do Tanakh.

Fonte: http://www.matutando.com/2010/05/22/por ... os-judeus/
Clique para: Ver
jpsouzamatos
Forista
Forista
 
Mensagens: 2220
Data de registro: 04 Jan 2011 22:14
Localidade: Não quero responder

Re: Quem é o "Alfa e o Ômega"?

Nova mensagempor Ademar de Morais em 12 Mar 2011 15:27

jpsouzamatos escreveu:Ademar sabia que jesus não é o messias, me explique essas profecias messiânicas que ele não cumpriu

Segundo a tradição judaica, o profeta Elias irá reaparecer antes da vinda do Messias (Malaquias 4:5-6).
No Novo Testamento”cristão, Jesus afirma que João Batista era Elias (Mateus 11:13-14, 17: 10-13). Entretanto, quando João Batista foi perguntado sobre o assunto, ele negou (João 1:21). O Evangelho de Lucas 1:17 tenta resolver o problema, afirmando que João Batista apareceu no espírito de Elias. É prudente lembrar que o cristianismo em geral nega com ênfase a doutrina da reencarnação. Isso por si só já é uma contradição, já que o próprio cristianismo lança mão dessa doutrina para justificar o retorno do profeta Elias em João Batista. Independente dessa polêmica, há outras críticas em relação ao mesmo assunto. Vejamos:

O Profeta Malaquias previu que o próprio Elias iria retornar, e não apenas alguém em seu espírito, caso típico da reencarnação. Elias, para quem não sabe, foi o único que subiu aos céus sem morrer segundo o Tanakh (2 Reis 2:11). Por isso, espera-se que o profeta, ao voltar, volte diretamente do céu sem a necessidade de reencarnar.
Ressalte-se que João Batista, além de ter negado ser Elias, não cumpriu a profecia do Tanakh sobre o retorno do profeta Elias. A profecia diz: “E ele [Elias] fará volver o coração dos pais para o Eterno através dos filhos, e o coração dos filhos para o Eterno através dos pais, para que Eu não venha desferir sobre esta terra uma destruição completa” (Malaquias 4:6). Evidentemente João Batista não realizou a profecia. Jerusalém entrou em guerra civil e os romanos destruíram toda cidade, inclusive o segundo templo, após a morte de Jesus.
Segundo o Tanakh, o Messias deve ser descendente do Rei Davi e Salomão. (Jeremias 23:05, 33:17, Ezequiel 34:23-24; 2 Samuel 7:5-13).

Conforme as escrituras cristãs, Jesus não era descendente do Rei Davi. Vejamos

O Novo Testamento cristão fala sobre a genealogia de José. Entretanto, há um grande problema para os cristãos resolverem: Jesus afirma ter nascido de uma virgem e que José não era seu pai. (Mat. 1:18-23). Em resposta, alega-se que José adotou Jesus, e passou sua genealogia a ele por adoção. De qualquer maneira, tenha ou não adotado, o problema permanece. Vejamos:
Não há base bíblica para a adoção nesses casos. Um pai não pode passar sua linha tribal por adoção. Um sacerdote que adota um filho de outra tribo não pode fazer dele um sacerdote por adoção. Mas, suponhamos que tenha havido a adoção. Mesmo assim, José não poderia dar a Jesus o que ele mesmo não tinha. José é descendente de Jeconias (Mateus 1:11-16). E daí? E daí que os escritores cristãos esqueceram que isso fez José cair na maldição do Eterno que prevê que nenhum dos descendentes de Jeconias se sentaria como rei no trono de Davi. (Jeremias 22:30, 36:30). Ora. Conforme vimos, o messias será necessariamente um rei descendente do Rei Davi e Salomão.

Outra questão: não há provas de que Maria descende de Davi. Mesmo que se pudesse comprovar que Maria é descendente de David, a filiação tribal nos tempos antigos dava-se através do pai e não através da mãe conforme previsto em Números 1:18 e Esdras 2:59. Se Jesus não tinha pai humano, como ficaria então a questão da filiação?
Suponhamos que por uma generosidade de deus a linhagem tribal de José pudesse ser transferida a Jesus por “afinidade”. Em qualquer caso, como José é descendente de Jeconias, Jesus não poderia ser o messias por causa da maldição prevista para os descendentes de Jeconias (Jeremias 22:30 e 36:30).
Mas, o Novo Testamento cristão é confuso em relação à genealogia de José. Enquanto Mateus diz que José é desdente de Jeconias, o amaldiçoado, Lucas discorda e diz que José é descendente de Natã filho de Davi. (Lucas 3:23-31). De qualquer modo, isso é insuficiente para qualificar Jesus como possível messias tendo em vista que é preciso ser descendente de Davi e Salomão. Dessa maneira, a descrição de Lucas é inútil, pois Jesus passa por filho de Natã, não de Salomão.

Além disso, Lucas (3:27) também lista Salatiel e Zorobabel na árvore genealógica de Jesus. Ora, lembremos que os dois também aparecem em Mateus 1:12 como descendentes de Jeconias, o amaldiçoado! Enfim: de qualquer maneira Jesus não preenche os requisitos para ser messias.

Mas deixemos de lado essas questões de genealogia. Não é apenas essa questão que inviabiliza Jesus como o pretendido messias. Há outros pontos. Analisemos:
O messias deve reunir o povo judeu do exílio e devolvê-los a Israel

“E ele deve criar uma bandeira para as nações, e ajuntará os desterrados de Israel, e reunirá os dispersos de Judá dos quatro cantos da terra.” (Isaías 11:12) Quando Jesus estava vivo, nada disso aconteceu. Pelo contrário, surgiu uma religião nova e os judeus foram divididos e dispersos pelo mundo mais ainda!
O Messias vai governar em uma época de paz no mundo inteiro. “E julgará entre muitos povos, e castigará poderosas nações até mui longe, e converterão as suas espadas em enxadas, e as suas lanças em foices: uma nação não levantará a espada contra outra nação, nem aprenderão mais a guerra.”. (Miquéias 4:3).

“O lobo habitará com o cordeiro, e o leopardo se deitará junto ao cabrito; o bezerro, o leão novo e o animal cevado andarão juntos, e um pequenino os guiará. A vaca e a ursa pastarão juntas, e as suas crias juntas se deitarão; o leão comerá palha como o boi.” (Isaías 11:6-7).
Em outras palavras: O messias trará a paz universal e tornará desnecessária a guerra. No entanto, o período que Jesus viveu não pode ser considerado pacífico nem mesmo na região onde ele morava. Revoltas, guerras civis, golpes, matanças sanguinárias e muitas lutas. O próprio Jesus foi morto violentamente e a maioria de seus apóstolos tiveram mortes violentas e seus seguidores foram perseguidos também pela força da violência. Nem mesmo entre os judeus havia paz. Toda essa confusão belicosa por si só já mostra que a profecia não foi cumprida.

Ironicamente, a Idade Média, onde prevaleceu a mentalidade cristã na Europa, foi uma das épocas mais violentas e insanas da história da humanidade. Basta saber ler para conferir a informação nos livros de história. Só isso, por si só já é suficiente para demonstrar que a era messiânica não tinha chegado. Logo, como o deus não mente, a única conclusão coerente é que Jesus não era o messias.

Quando o messias governar, o povo judeu observará os estatutos do deus judaico. “Meu servo Davi será rei sobre eles, e todos eles terão um só pastor. Devem seguir as minhas ordenanças e ter o cuidado de observar os meus estatutos” (Ezequiel 37:24).

Pelo contrário, os seguidores de Jesus acusam as leis mosaicas de “retrógradas” e “ultrapassadas”. Paulo ficou famoso pelas polêmicas com Pedro por incitar as pessoas a não fazerem circuncisão (Gálatas 5:6 e 6:15, Felipenses 3:2-3). Paulo também lançou polêmica sobre o cumprimento das leis das festas religiosas, de Rosh Codesh (lua nova) e de Shabat (Sábado): (Colossenses 2:16). O próprio Jesus incitava o povo a descumprir as leis da cashrut sobre a alimentação adequada (Mateus 15:11). Algo assim contradiz completamente a profecia de Ezequiel que diz que o Messias levará o povo judeu a observar as leis da Torah e suas Mitzvoth.

Quando o Messias governar, todos os povos servirão ao deus judaico “E virá passar que desde uma lua nova até à outra e desde um sábado a outro, virá toda a carne a adorar perante mim, diz o Eterno” (Isaías 66:23).

Ora, até hoje isso não aconteceu! Pelo contrário, as divisões de fé se multiplicaram. E muitas guerras foram feitas por causa delas. Outro ponto importante é que o messias será um rei terreno, um governante de povos. O reino dele será deste mundo e não do outro mundo como afirmou o próprio Jesus (João 18:36) Isso seria impossível pois o reino messiânico seria uma restauração do reino de israel e todos os reis de israel eram humanos, a capital de israel sempre foi terrestre e os domínios de israel sempre foram desse mundo.
“a terra se encherá de conhecimento do Eterno, como as águas cobrem o mar” (Isaías 11:9).

Isso obviamente não aconteceu.

O reestabelecimento da dinastia David, que jamais cessará.

Fonte: Daniel 7:13-14

Mas Jesus não teve filhos, nem estabeleceu reinado algum, muito menos um que nunca cessaria.

Uma era de paz eterna entre todos os povos e todas ás nações

Fonte: Isaías 2:2-4; Miquéias 4:1-4; Ezequiel 39:9.

Obviamente não temos paz, e infelizmente muitas guerras foram feitas em nome de Jesus.

Todos os povos do mundo serão convertidos ao monoteísmo.

Fonte: Jeremias 31:31-34; Zacarias 8:23; Isaías 11:9; Zacarias 14:9, 16.

O mundo ainda está cheio de idolatria, inclusive idolatrando Jesus como se fosse o próprio Eterno, comportamento antijudaico já que o Eterno ordenou nos seus preceitos que só Ele pode ser adorado. Obviamente, Jesus não é o Eterno. Foi por esse motivo doutrinário e por outras questões políticas que a Igreja Católica Romana separou-se da Igreja Cristã Ortodoxa do oriente, o primeiro “grande cisma” cristão.


Reconhecimento que só o deus judaico é o Eterno D’us.

Fonte: Isaías 11:9

Obviamente isso não aconteceu.

O mundo se tornará vegetariano

Fonte: Isaías 11:6-9

Obviamente o mundo não é vegetariano! Tem dúvidas?

Reunião das doze tribos de Israel

Fonte: Ezequiel 36:20

Infelizmente as dez tribos continuam desaparecidas…

Reconstrução do Templo

Fonte: Isaías 2:2; Ezequiel 37:26-28.

O templo ainda não foi reconstruído. Jesus não teria a possibilidade de cumprir a profecia já que o Segundo Templo nem tinha sido destruído antes dele ser morto pelos romanos.

Na haverá fome no mundo

Fonte: Ezequiel 36:29-30

Não precisamos olhar para a África para perceber que ainda há muita fome no mundo. Basta andar nas ruas e ver as centenas de pessoas que moram nas ruas e debaixo das pontes. E, claro, os milhares de desamparados que existem dentro de nosso grande Brasil.

A morte cessará

Fonte: Isaías 25:8

A morte não cessou. Elas continuam diariamente. E, portanto, é evidente que Jesus não cessou a morte no mundo.

Ressurreição de todos os mortos

Fonte: Isaías 26:19; Daniel 12:2; Ezequiel 37:12-13; Isaías 43:5-6.

Obviamente Jesus não ressuscitou todos os mortos antes de ser morto pelos romanos!

As nações ajudarão materialmente Israel

Fonte: Isaías 60:5-6; 60:10-12

O que vemos são muitas nações querendo destruir Israel, ou no mínimo, prejudicar Israel. Existem nações, como o Irã que prometem destruir Israel. Jesus não cumpriu esta profecia. Pelo contrário, em nome de Jesus, as nações perseguiram os judeus por séculos a fio!

As nações irão até os judeus para buscar orientação espiritual.

Fonte: Zacarias 8:23

Obviamente isto não aconteceu. Em boa medida, os não-judeus querem é converter os judeus para acreditarem em Jesus! E mais, a maioria das religiões criticam os judeus como “péssimos exemplos” a serem seguidos.

Todas as armas serão destruídas

Fonte: Ezequiel 39:9, 12

Jesus não destruiu as armas. Pelo contrário, foi a inspiração de muitas delas, inclusive de ordens religiosas com fins militares. O mundo de hoje está armado até os dentes, inclusive com armas nucleares, químicas e biológicas que podem destruir toda vida no planeta…

O rio Nilo secará

Fonte: Isaías 11:15

Jesus não secou o rio Nilo. Ele continua forte, vigoroso e fluindo como de costume.

As árvores darão frutos mensalmente

Fonte: Ezequiel 47:12.

Isso não aconteceu nem acontece. Duvida? Experimente plantar um pé de manga e colher os frutos mensalmente…

As tribos de Israel receberão de volta as terras herdadas do Eterno.

Fonte: Ezequiel 47:13-13.

Isso não aconteceu nos tempos de Jesus. Começou a acontecer agora no séc. XX com o retorno dos Judeus para Israel. Mesmo assim, os não-judeus querem tomar a terra de Israel. As outras 10 tribos de Israel ainda continuam desaparecidas e dispersas pelo mundo.

As nações da terra reconhecerão suas injustiças contra Israel.

Fonte: Isaías 52 e 53

Isso não aconteceu. E até mesmo o holocausto, esse poço inominável de brutalidade que marcou o séc. XX não comoveu todas as nações. O Irã nega o holocausto constantemente e promete “varrer Israel da face da terra”.

Se o suposto messias descumprir apenas um desses vários requisitos citados (e não citamos todos!), ele não poderá ser considerado o messias, pois segundo a teologia judaica o deus não mente! No caso de Jesus, ele descumpriu praticamente todos os requisitos. Portanto, Jesus só poderia ser considerado messias por quem não era judeu ou nada conhecia do Tanakh.

Fonte: http://www.matutando.com/2010/05/22/por ... os-judeus/

Olá caríssimo Souza Matos! Uma boa matéria, mas muito irrefletida. Não vou me ater a todas as questões aqui levantadas por voce hoje, mas vou me dedicar exclusivamente na parte que abrange "Genealogia". Também, não vou fazer isso aqui, visto que sua matéria foi um pouco extensa, assim, eu vou comentar sobre sua tese abrindo um tópico. Busque ele, é Genealogia de Jesus- "FOI JESUS CRISTO DESCENDENTE DE DAVI"?
Te espero lá!
Editado pela última vez por Poltergeist em 13 Mar 2011 03:43, num total de 1 vezes
Razão: Remoção da cor que dificulta a leitura do texto
Ademar de Morais
Forista
Forista
 
Mensagens: 365
Data de registro: 12 Fev 2011 19:28
Localização: Araraquara- SP

Re: Quem é o "Alfa e o Ômega"?

Nova mensagempor jpsouzamatos em 12 Mar 2011 15:35

Ademar46 escreveu:Olá caríssimo Souza Matos! Uma boa matéria, mas muito irrefletida.


Não concordo.

Ademar46 escreveu:Não vou me ater a todas as questões aqui levantadas por voce hoje, mas vou me dedicar exclusivamente na parte que abrange "Genealogia".


Mas se ele não cumpri todas as profecias ele não é o messias.

Ademar46 escreveu:Busque ele, é Genealogia de Jesus- "FOI JESUS CRISTO DESCENDENTE DE DAVI"? Te espero lá!


cadê o link desse tópico.
Clique para: Ver
jpsouzamatos
Forista
Forista
 
Mensagens: 2220
Data de registro: 04 Jan 2011 22:14
Localidade: Não quero responder

Re: Quem é o "Alfa e o Ômega"?

Nova mensagempor Ademar de Morais em 12 Mar 2011 16:29

jpsouzamatos escreveu:
Ademar46 escreveu:Olá caríssimo Souza Matos! Uma boa matéria, mas muito irrefletida.


Não concordo.

Ademar46 escreveu:Não vou me ater a todas as questões aqui levantadas por voce hoje, mas vou me dedicar exclusivamente na parte que abrange "Genealogia".


Mas se ele não cumpri todas as profecias ele não é o messias.

Ademar46 escreveu:Busque ele, é Genealogia de Jesus- "FOI JESUS CRISTO DESCENDENTE DE DAVI"? Te espero lá!


cadê o link desse tópico.


esse é o link : extestemunhasdejeova.net/forum/viewtopic.php?f=20&t=7754

Agora tenho que trabalhar, amanhã estou aqui de novo, ok?
Ademar de Morais
Forista
Forista
 
Mensagens: 365
Data de registro: 12 Fev 2011 19:28
Localização: Araraquara- SP

Re: Quem é o "Alfa e o Ômega"?

Nova mensagempor Ademar de Morais em 13 Mar 2011 13:46

Ademar escreveu:Vou aqui dar continuidade ao assunto do jpsouzamatos. Na sua matéria, ele embossa várias discussões, e estas precisam ser discutidas à parte. Eu coloquei em análize sobre a Genealogia de Jesus, na qual foi refutada por jp, fiz minha réplica e todos podem veri´ficá-la. Pois bem, agora vou dar seqüência em responder ao jpsouzamatos sobre "As profecias referentes ao Messias". jp alega que Jesus não era o Messias, muito menos o Jesus bíblico, por não tercumprido as Profecias referentes a Ele. Mas vejamos.

jpsouzamatos- "O messias deve reunir o povo judeu do exílio e devolvê-los a Israel: “E ele deve criar uma bandeira para as nações, e ajuntará os desterrados de Israel, e reunirá os dispersos de Judá dos quatro cantos da terra.” (Isaías 11:12) Quando Jesus estava vivo, nada disso aconteceu. Pelo contrário, surgiu uma religião nova e os judeus foram divididos e dispersos pelo mundo mais ainda!

Voce age qual judeus daqueles dias! Or agirem assim é que rejeitaram a ele, queriam que tais Profecias fosse para seus dias, quando estas tem respaldos em outras profecias, que ocorreriam "FUTURAMENTE". Pensaram assim tmabém os discípulos de Jesus, mas estes foram corrigidos por Ele, e eles aceitaram a correção. Isaías não alega que Jesus reuniria a "todos os judeus" como um todo, visto que nem todos eram na verdade "judeus no sentido espiritual", e aos a quem Jesus chamava de "víboras", "serpentes" ou "hipócritas", eram todas pessoas judias, eram judeus. A profecia não se dirige à judeus na nacionalidade(por nascença), mas quais servos dedicados de Deus. Assim, deve-se notar a construção gramatical em que o texto é construído, ver o tempo das ações, verbos e tudo mais. Vejamos algumas coisas que passaram despercebidas por voce. A profecia declara que "há de levantar um sinal" de aviso para (as nações) e ajuntar os dispersos de Israel, e reunirá os espalhados de Judá desde as quatro extremidades da terra. Logicamente, os judeus não abrangem toda a terra, o que mostra que judeus aqui na profecia, se diz respeito a todos que se tornam judeus, não na carne, mas no coração, são servos de Deus. Isto se harmoniza com o restante das Escrituras sobre esse ajuntamento. Mas em parte alguma a Profecia taxou uma data fixa para tal cumprimento. Os judeus pensavam que seria naquele dia, achavam que Jesus seria um rei terrestre e tiraria eles do jugo tirano daqueles dias. Mas isto não era assim, portanto, Jesus deixou isso claro: “Meu reino não faz parte deste mundo. Se o meu reino fizesse parte deste mundo, meus assistentes teriam lutado para que eu não fosse entregue aos judeus. Mas, assim como é, o meu reino não é desta fonte.”(João 18:36) Jesus deixou claro que não reinaria aqui na terra, como homem carnal, seu reino seria celestial. Eu não me lembro agora qual é o texto, mas os discípulos também pensavam que jesus restabeleceria seu reino naqueles dias e perguntaram a Jesus: "Senhor, é neste dia que estabeleces o reino?" Jesus lhes disse que não, mas disse que ocorreriam grandes calamidades no mundo, e estes seriam sinais de sua investida no "poder" do reino. Quanto aos judeus entenderem de que Jesus reuniria a todos naqueles dias, estavam enganados. Jesus deixou claro que a Profecia é no futuro: “Quando o Filho do homem chegar na sua glória, e com ele todos os anjos, então se assentará no seu trono glorioso. 32 E diante dele serão ajuntadas todas as nações, e ele separará uns dos outros assim como o pastor separa as ovelhas dos cabritos."(Mateus 25: 31) Esta profecia ainda está em andamento, Jesus está fazendo a separação, está "reunindo os seus ao seu lado direito e isto se dá por meio da evangelização. Aos que aceitam de coração, passam a estar ao lado direito de Jesus. Não é verdade que ocorreu o contrário, que em vez de ter uma só religião, criaram-se mais. A verdadeira religião permanece, os que criaram outras religiões são "apóstatas". Bem, a profecia só se concretizará no futuro, no "Milênio de Cristo Jesus". Finalizando, eu concordo com sua visão quanto ainda não ter cumprido a profecia. Mas discordo quando voce diz que são falsas, e que Jesus não as cumprirá. O que voce e os judeus incrédulos devem perceber, é que nada se resume apenas num ponto profético, uma profecia se cumpri mediante outra. Várias já se cumpriram quando Jesus esteve aqui, e várias estão em andamento para se cumprir. Se eu usar apenas tal texto profético e me ancorar somente nel, não entenderei a profecia e nem saberei se estão sendo mesmo verdade, ficarei néscio, assim como ficaram os judeus da época.
Não preciso replicar a voce em toda a sua matéria, visto que as demais coisas citadas por voce, carece de uma pesquisa mais a fundo sobre os cumprimentos das profecias. Fazer da Bíblia uma "harmonia", é não deixar as coisas pela metdade. Assim sendo, não será como uma pessoa pegando o bonde andando, desconhecendo as coisas vistas no início da viagem. Um discurso observado inicinado "pela metade" não coloca o espectador em conhecimento desde o início, nem da parte de onde começou e muito menos do fim dele. É preciso partir do início e verificar o andamento de tal pronunciação.


Ademar de Morais
Forista
Forista
 
Mensagens: 365
Data de registro: 12 Fev 2011 19:28
Localização: Araraquara- SP

Re: Quem é o "Alfa e o Ômega"?

Nova mensagempor jpsouzamatos em 13 Mar 2011 14:33

Ademar46 escreveu:Voce age qual judeus daqueles dias! Or agirem assim é que rejeitaram a ele, queriam que tais Profecias fosse para seus dias, quando estas tem respaldos em outras profecias, que ocorreriam "FUTURAMENTE".


Olá amigo Ademar, nem todos os judeus achavam que as profecias se cumpririam nos dias deles e sim todas se cumpririam na mesma época.

Ademar46 escreveu:A profecia não se dirige à judeus na nacionalidade(por nascença), mas quais servos dedicados de Deus.


Ademar eu sei que a profecia também se aplica a judeus convertidos(pois eles tambem são considerados tão judeus como os outros).

Ademar46 escreveu:Logicamente, os judeus não abrangem toda a terra, o que mostra que judeus aqui na profecia, se diz respeito a todos que se tornam judeus, não na carne, mas no coração, são servos de Deus. Isto se harmoniza com o restante das Escrituras sobre esse ajuntamento.


Exatamente mas quem tem que cumpri essa profecia é o messias não o movimento sionista :lol: (perdão pela piada).

Ademar46 escreveu:Mas em parte alguma a Profecia taxou uma data fixa para tal cumprimento.


Exato.

Ademar46 escreveu:Os judeus pensavam que seria naquele dia, achavam que Jesus seria um rei terrestre e tiraria eles do jugo tirano daqueles dias. Mas isto não era assim, portanto, Jesus deixou isso claro: “Meu reino não faz parte deste mundo. Se o meu reino fizesse parte deste mundo, meus assistentes teriam lutado para que eu não fosse entregue aos judeus. Mas, assim como é, o meu reino não é desta fonte.”


Entendo sua opinião mas não concordo, o messias como vc sabe teria que restaurar o reino de davi, todos os domínios do reino davidico eram terrestres, todos os reis de israel de saul a zedequias eram desse mundo, a capital do reino davidico sempre foi desse mundo, por isso eu encaro essa passagem como uma desculpa teológica criada pelos evangelistas para justificar o não cumprimento das profecias messiânicas.

Ademar46 escreveu:Jesus lhes disse que não, mas disse que ocorreriam grandes calamidades no mundo, e estes seriam sinais de sua investida no "poder" do reino.


Grandes calamidades existem desde a antiguidade, a unica diferença é que agora as noticias chegam mais rápido por causa dos meios de comunicação.

Ademar46 escreveu:Bem, a profecia só se concretizará no futuro, no "Milênio de Cristo Jesus".


Em nenhum lugar da tanakh diz que o messias viria duas vezes e esse milênio se baseia exclusivamente no novo testamento para tentar explicar porque jesus não cumpriu todas as profecias messiânicas.

Ademar46 escreveu:Finalizando, eu concordo com sua visão quanto ainda não ter cumprido a profecia.


Exato, Mas se não cumpriu como pode ser o messias?

Ademar46 escreveu:Mas discordo quando voce diz que são falsas, e que Jesus não as cumprirá.


Quanto a questão da veracidade vamos deixar para depois, mas se jesus já morreu como ele pode cumprir as profecias.

Ademar46 escreveu: Várias já se cumpriram quando Jesus esteve aqui, e várias estão em andamento para se cumprir.


O problema é vc convencer um judeu que o messias virar 2 vezes para cumprir as profecias aos pedacinhos.
Clique para: Ver
jpsouzamatos
Forista
Forista
 
Mensagens: 2220
Data de registro: 04 Jan 2011 22:14
Localidade: Não quero responder

Re: Quem é o "Alfa e o Ômega"?

Nova mensagempor TimWils em 13 Mar 2011 15:19

Os dois tem ideias fixa que de certa forma estao certos; porque os dois tem como fonte um livro, a Biblia.

Homens eloquentes e bons em criar historias foram os responsaveis por tanta discusoes do certo e do errado, mas se examinarem afundo as Escrituras, eles te apoia em todo que quiser, basta saber usar. Seja um Homem sabio e aceite da biblia so o que lhe for bom e que vc esta afim de realizar, o resto seria como um livro QUALQUER BEM CRIATIVO.
"Quem me dera pelo menos uma vez, ter de volta todo ouro que entreguei a ?Quem?"
Avatar de usuário
TimWils
Desativado a pedido do usuário
 
Mensagens: 47
Data de registro: 20 Dez 2010 11:26
Localização: Minas Gerais

Re: Quem é o "Alfa e o Ômega"?

Nova mensagempor Ademar de Morais em 13 Mar 2011 15:29

Esta briga ficará entre os judeus, afinal tem duas classe de judeus, não me referindo aos gentios. Ou seja, a mim e a outros que não são judeus por nacionalidades. Tem entre os judeus naturais, os que são verdadeiros seguidores de Jesus e tem os que o repudiam. Isto é óbvio desde os dias de Jesus. Os judeus infiéis (já eram rebatidos )lá naquele tempo e não conseguiram prevalecerem, o que não mudará nos dias de hoje. Não cabe aos judeus de coração impôr nada para eles agreditarem, eles próprios é que tem de trabalhar para provar suas teses, o que nos dias de hoje, prevalece os judeus no coração. Tentar provar o Messias a tais, é expôr novamente a Cristo ao opróbrio, o que não fariam seus seguidores leais. É interessante que todos do fórum estão calados, quando se mantenhem calados, é sinal de aprovação, pois até agora, somente voce, qualificativo judeu a se manisfestar. Não seria surpresa da manifestação, pois o assunto levantado lhe "aguilhoou". Quando se falar em Deus neste fórum, será sempre uma "alfinetada" em voce.
Ademar de Morais
Forista
Forista
 
Mensagens: 365
Data de registro: 12 Fev 2011 19:28
Localização: Araraquara- SP

Re: Quem é o "Alfa e o Ômega"?

Nova mensagempor jpsouzamatos em 13 Mar 2011 15:30

TimWils escreveu:Homens eloquentes e bons em criar historias foram os responsaveis por tanta discusoes do certo e do errado, mas se examinarem afundo as Escrituras, eles te apoia em todo que quiser, basta saber usar.


Me lembrei de uma frase "Com uma bíblia na mão e uma ideia na cabeça na cabeça vc prova qualquer coisa".

TimWils escreveu:Seja um Homem sabio e aceite da biblia so o que lhe for bom e que vc esta afim de realizar, o resto seria como um livro QUALQUER BEM CRIATIVO.


O antigo testamento eu só uso para fins antropológicos e do novo testamento eu só aproveito a parábola do bom samaritano e parte do sermão do monte(não tudo por aquela parte de cortar o membro que te desvia não dar certo e o pai nosso e aqueles conselhos sobre oração eu não uso porque oração não funciona mesmo).
Clique para: Ver
jpsouzamatos
Forista
Forista
 
Mensagens: 2220
Data de registro: 04 Jan 2011 22:14
Localidade: Não quero responder

Próximo

Retornar para Crenças, Doutrinas e História

Quem está online

Usuários vendo este fórum: Nenhum usuário registrado online e 18 visitantes