Vejam o paralelo : Crenças, Doutrinas e História
Seja Bem-Vindo Testemunhas de Jeová - Ex Testemunhas de Jeová. Clique aqui e cadastre-se para participar


Vejam o paralelo

Debates e discussões acerca das crenças, doutrinas e a história das Testemunhas de Jeová.

Vejam o paralelo

Nova mensagempor Mentalista em 10 Fev 2018 05:16

Nota: o artigo abaixo não foi escrito por mim, apenas modificado. No final coloco os créditos. Removi algumas partes que não serviam para fazer o paralelo, deixando dentro do possível o essencial.

E depois das Testemunhas de Jeová? — O que uma pessoa TJ faz quando ele ou ela se liberta das TJs?

Você deve estar perguntando-se: “Então o que eu faço agora?” Você finalmente libertou-se do “rebanho” das testemunhas de Jeová, mas sente-se agora irremediavelmente perdido e sem direção…

No salão do reino, foi-lhe dito o que pensar, para onde ir, o que fazer e como o fazer. Você tinha as publicações que foram aprovadas pela presidência da organização, para o seu estudo e edificação espiritual. Você manteve a fé junto com a fraternidade e anciãos. Foi-lhe dito para simplesmente seguir o Corpo Governante e tudo seria realizado com toda a certeza. Você tinha um cartão de publicador que monitoravam. Você passou os exames com os anciãos para ser batizado, para ser pioneiro ou o que fosse.

Você memorizou todos os cânticos desde que entrou, memorizou alguns versículos mais usados, vestiu-se como todos os outros nas reuniões e no campo, falou como todos os outros, serviu sem reservas assim como todos os outros. Você era, de fato, um clone vivo de todos os outros TJs.

Você sabia o tempo que os seus horários de reunião duravam e dava importância de estar presente a horas no seu melhor domingo, à medida que se apressava a obter o seu lugar de costuma no SR. Você já sabia quais partes ou privilégios lhe foram designados. Você nunca tinha que pensar o que estava fazendo, porque você fazia o que toda a gente parecia estar fazendo. Você não estava sozinho. Você acreditava existir segurança nos números. Você era oficialmente um dos do “rebanho”. Você queria o que todos estavam querendo, o que era uma garantia de que Deus o amava a si e à sua família e que Ele tinha um lugar para si na eternidade. Você sentiu que a sua quase insanidade devida a inúmeras horas de designações de serviço, era evidência de que estava a fazer tudo o que podia para assegurar a si mesmo um lugar no Reino de Deus. Estarei certo nisto?

Amigo, isto vai ser divertido. Agora que você escolheu ficar livre das tarefas sem sentido que ocupavam tanto do seu tempo, o que irá fazer agora que saiu do comboio? Você não é mais uma abelha-operária TJ, correndo apressadamente de reunião em reunião, tarefa em tarefa, evento em evento. Você era mantido tão ocupado que você nunca tinha estado verdadeiramente livre para pensar por si mesmo. Não existe ninguém que lhe diga o que fazer agora, ninguém a ligar-lhe ao telefone, nenhum ancião aparecendo para lhe fazer outra visita, não mais visitas de pastoreio. Nada! Agora terá de ser você a se virar.

Você agora está livre para pensar. Você está livre para agir responsavelmente. Este novo sentimento de liberdade pode ser um pouco assustador para alguns, contudo ansiosamente abraçado por outros. O seu coração sente-se livre, mas a sua mente e anos de hábitos semanais podem insanamente conduzi-lo a sentir-se compelido a ficar preparado para a próxima reunião, mas não existem reuniões agora. Não existem homens afirmando “autoridade sacerdotal” sobre a sua vida e agressivamente avisando-o do que não fazer, ou lembrando-o da sua responsabilidade, no seu “voto” à seita e não existem mais cansativas viagens de culpa.

Você pode lutar aceitar o fato de que tem permissão para pensar por si mesmo outra vez. Contudo, você tem uma mente e finalmente agora está a usá-la. O pontapé da autoridade foi agora embora. Existe apenas você e Deus. Percebe?

Existem tantas emoções que um Ex-TJ sente quando ele ou ela abandona o caminho das TJs. Sentimentos de traição, raiva, desconfiança, medo, depressão e confusão são apenas o início de uma lista que pode continuar por aí a fora. Contudo, cada pessoa que começa a pensar por si mesma começará a experimentar um sentimento de liberdade e um sentimento de se sentir perdido, sem direção, ao mesmo tempo.

Abra os olhos e veja a vida como deveria ser. Se você se sentir perdido, é apenas porque era-lhe dito como saltar, quando saltar e qual a altura que deveria saltar, de modo a receber a sua “glória” no Reino de Deus. Mas não estão as suas pernas um pouco cansadas agora? As minhas estavam! Deus nunca colocou jogos de saltos na terra que exigissem que as pessoas passassem por coisas tão tolas para receberem um pouco do real paraíso espiritual. Assim, pare de saltar! Você não mais precisa de jogar ao jogo “O mestre mandou”.

O Corpo Governante designou a si mesmo como o canal para influência religiosa. As pessoas usam esta roupa chique, memorizaram textos e sofreram uma lavagem cerebral interna na crença de que elas tinham herdado potencialmente os seus status como “mensageiros de Deus”, sendo destinados a viver felizes para sempre. Entretanto, os ungidos gozaram os privilégios da sua autoridade auto-designada, status religioso e posição, dinheiro, e crescimento imobiliário da organização.

É absolutamente inacreditável, mas nós fomos enganados! Pare de ler as publicações, de modo a descobrir por si mesmo que a história não é o que os outros querem que você acredite que seja. Não acredite na minha palavra. Faça a sua própria pesquisa da verdade e verá que a comida espiritual que o Corpo Governante serviu não é mais deliciosa. O CG não foi tudo o que a organização quis fazer crer que ele foi. Nós estamos tão felizes que tenha decidido pousar o garfo e retirar o guardanapo. O seu primeiro desafio é parar de usar essas vestes loucas! Não existe mais a necessidade de andar de maiô na praia ou com aquela gravata no domingo de manhã. Desfrute a sua liberdade e seja ousado! Escolha roupas que lhe caiam bem e veja como se sente amanhã. Seja finalmente livre!

Uma das coisas que você terá de enfrentar é o fato de que os seus amigos na organização não irão entender a sua nova liberdade. Eles não compreenderão como você deixou esta “eterna salvação” escorregar dos seus dedos. Eles irão perguntar: “O que foi que aconteceu com a tua fé?” Você tem de compreender de que eles ainda estão agarrados à história de “felizes para sempre” do final do livro de contos das TJs. Talvez, mais tarde você os possa ajudar a questionar as suas crenças e seja um instrumento em conduzi-los para fora da “corrida de ratos”. Por agora, eles irão olhá-lo com olhos simpáticos e perguntar-se o que aconteceu consigo.

Você não quer ser tão miserável como eles? Eles agora sentem-se traídos por si, à medida que têm de carregar os fardos sozinhos, sem a sua ajuda. A infelicidade gosta de companhia, e agora você não está lá. Eles simplesmente não permitem a si mesmos alcançar a ideia de que não existe um verdadeiro “canal de Deus” ali, mas apenas um “Corpo Governante” da empresa. Pense nisto: “Quando foi a última vez que eles tiveram quaisquer novas revelações significativas?

Assim, não se preocupe com jargões que ninguém de fora entende, vestir roupas especiais ou manter uma certa aparência de modo a impressionar pessoas ou Deus.


Você leu esse texto e achou que foi escrito por uma TJ? Na verdade eu preguei um truque. O texto foi escrito por um ex-mórmon, e deste texto eu removi algumas partes, mas, nas partes que sobraram, apenas troquei as palavras "igreja" por salão e assim por diante para parecer um texto TJ. Notou as semelhanças?

Pois é, existe uma seita bem semelhante à das TJs por aí, com prejuízo também despercebidos pela população dos países em que estão. Penso que a dissidência das duas poderia ter maior impacto social se houvesse uma união.

Texto original: http://www.4mormon.org/pt-pt/e-depois-do-mormonismo/
Avatar de usuário
Mentalista
Moderador
Moderador
 
Mensagens: 3786
Data de registro: 08 Ago 2014 17:25
Localização: Campinas
Localidade: São Paulo

Re: Vejam o paralelo

Nova mensagempor Jackass em 10 Fev 2018 06:35

A infelicidade gosta de companhia, e agora você não está lá.


Acho que essa frase resume muito bem vários aspectos de nossa vida, mesmo fora do círculo TJ.

Fora isso o texto é exatamente aquilo que passa ou está passando a maioria de nós aqui.
Avatar de usuário
Jackass
Forista
Forista
 
Mensagens: 121
Data de registro: 23 Dez 2017 18:44
Localidade: Não quero responder

Re: Vejam o paralelo

Nova mensagempor kooboo em 10 Fev 2018 07:47

Perfeito esse texto. Traduz com perfeição o que acontece com a maioria dos que saem.
Fácil se sentir perdido.
[]'s
kooboo

Imagem
Avatar de usuário
kooboo
Moderador
Moderador
 
Mensagens: 12228
Data de registro: 01 Nov 2008 13:22
Localidade: Minas Gerais

Re: Vejam o paralelo

Nova mensagempor Samurai Kazuo-San em 10 Fev 2018 09:06

... Uma das coisas que você terá de enfrentar é o fato de que os seus amigos na organização não irão entender a sua nova liberdade. Eles não compreenderão como você deixou esta “eterna salvação” escorregar dos seus dedos. Eles irão perguntar: “O que foi que aconteceu com a tua fé?” Você tem de compreender de que eles ainda estão agarrados à história de “felizes para sempre” do final do livro de contos das TJs. Talvez, mais tarde você os possa ajudar a questionar as suas crenças e seja um instrumento em conduzi-los para fora da “corrida de ratos”. Por agora, eles irão olhá-lo com olhos simpáticos e perguntar-se o que aconteceu consigo.

Well... Na verdade, são raras as TJs que se atrevem a "me olhar nos olhos". A maioria desvia o olhar, isso sim. Ou, até trocam de calçada (passeio) ou atravessam a rua para me evitar, rrss... Apenas um ancião vizinho de 2 quadras (70 e poucos anos) às vezes pega no meu pé para voltar. Detalhe: o salão do reino fica a 2 minutos de caminhada na praça onde moro.
No mais, é bem assim mesmo como diz o texto. E olha que quase abracei o "mormonismo" quando comecei a estudar com as TJs. Teria trocado "alhos por bugalhos"...
継続は力なり
---> Keizoku wa chikara nari...
(A Perseverança se transforma em Poder)
Avatar de usuário
Samurai Kazuo-San
Forista
Forista
 
Mensagens: 264
Data de registro: 09 Dez 2016 15:41
Localidade: São Paulo

Re: Vejam o paralelo

Nova mensagempor TJ RENOVADO em 10 Fev 2018 10:01

d:4 Gostei da pegadinha, Mentalista. Isso mostra como é o padrão das seitas. Uma fábrica de robôs.
A Torre de Vigia é mui parecida com os Mórmons.
Essa tal liberdade é uma verdadeira angústia para as vítimas.
TJ RENOVADO
Forista
Forista
 
Mensagens: 169
Data de registro: 27 Abr 2017 00:02
Localidade: Bahia


Retornar para Crenças, Doutrinas e História

Quem está online

Usuários vendo este fórum: Nenhum usuário registrado online e 20 visitantes