Desassociado depois de confessar??? : Crenças, Doutrinas e História
Seja Bem-Vindo Testemunhas de Jeová - Ex Testemunhas de Jeová. Clique aqui e cadastre-se para participar


Desassociado depois de confessar???

Debates e discussões acerca das crenças, doutrinas e a história das Testemunhas de Jeová.

Desassociado depois de confessar???

Nova mensagempor Mente Independente em 12 Jan 2018 09:35

Estive pensando numa coisa: já aconteceu na minha congregação de um irmão ser desassociado pq traiu a esposa (tbm TJ). Acontece q pelo q eu ouvi, ele msm confessou o caso pra esposa dele, e parece q ele msm procurou os anciosos. Em outras palavras, ele tava arrependido do q tinha feito (é oq podemos presumir). Bom, isso é um exemplo de caso onde, na minha opinião, é colocada em xeque a capacidade dos anciãos de julgar outros humanos como eles. Será q é msm o "espírito santo" q ta por trás dessas comissões judicativas? Pelo q eu aprendi, em casos como esse pelo menos (de infração de uma norma bíblica), a TJ só pode ser desassociada se não mostrar arrependimento. Agora, se aquele TJ mostrou arrependimento por confessar ele msm a culpa, pq foi desassociado msm assim? Pode isso, Arnaldo? Oq os foristas acham?
Mente Independente
Forista
Forista
 
Mensagens: 1253
Data de registro: 01 Jan 2014 18:33
Localização: Não quero responder
Localidade: São Paulo

Re: Desassociado depois de confessar???

Nova mensagempor KOSTA em 12 Jan 2018 09:47

Depende.
Se toda a congregação souber do caso com a amante ele tá ferrado mesmo, excepto se tiver muitos bons conhecimentos e souber os podres de outros anciões.
NÃO TEMAS AQUELES QUE BUSCAM PELA VERDADE, MAS TEME ANTES OS QUE AFIRMAM TEREM A VERDADE
Avatar de usuário
KOSTA
Forista
Forista
 
Mensagens: 3064
Data de registro: 22 Set 2011 20:06
Localização: Portugal

Re: Desassociado depois de confessar???

Nova mensagempor T.I.T.J em 12 Jan 2018 09:57

Duas perguntinhas;

Ele se sentiu arrependido de ter "traído" a esposa ou de ter "traído" a Jeová? Ele estava mais pesaroso por ter destruído o seu relacionamento com sua esposa ou com Jeová?

Falo isso porque numa comissão "um" dos "vários" fatores que pode pesar na hora dos anciãos julgarem é se o que a pessoa fala ao confessar gira mais em torno de Jeová, espiritualidade e organização do que nas pessoas propriamente afetadas pelo que ele fez.

É mais ou menos assim: Se ao confessar o sujeito disser primeiro "Eu magoei a Jeová, o traí, vituperei o seu nome, etc" - Ponto positivo!
Agora se a primeira coisa que ele disser for: "Magoei minha esposa, a traí, ela não merecia isso, etc - Ponto negativo! ( O que eles querem saber é se o grau de arrependimento em relação a Jeová e depois, beeeem depois vão querer saber dos afetados...

Não basta só confessar, tem uma série de outras variáveis envolvidas...
"Por vezes as pessoas não querem ouvir a verdade porque não desejam que as suas ilusões sejam destruídas".
Friedrich Nietzsche
T.I.T.J
Forista
Forista
 
Mensagens: 552
Data de registro: 29 Ago 2016 21:24
Localidade: São Paulo

Re: Desassociado depois de confessar???

Nova mensagempor Wesley MF em 12 Jan 2018 12:15

Os anciãos não olham somente o arrependimento por parte do transgressor.
Eles olham também as questões sociais que envolvem a seita, seja com relação aos membros internos, seja com relação a sociedade em volta.

Se o " José" se mostra arrependido e confessa uma fornicação que cometeu em outra cidade, com uma pessoa desconhecida de todas, é mais fácil de ser perdoado do que o "Mané" que, igualmente arrependido, confessou ter praticado fornicação com a filha do prefeito daquela cidade pequena onde TODO mundo está sabendo.
Thinking...
Avatar de usuário
Wesley MF
Forista
Forista
 
Mensagens: 1167
Data de registro: 06 Nov 2008 18:44

Re: Desassociado depois de confessar???

Nova mensagempor Rory em 12 Jan 2018 14:42

Conheço o caso de um rapaz TJ que fornicou com a namorada também TJ. Depois de alguns dias ele ficou com a consciência pesada e e confessou tudo para os anciãos. Já a namorada não queria confessar nada e negou por bastante tempo. Detalhe, os pombinhos moravam em cidades diferentes e, consequentemente frequentavam congregações diferentes. Outro detalhe, ele não era ninguém e ela filha de ancião.

Fim da história, ele foi desassociado e ela só recebeu uma repreensão leve.

A verdade é que a confissão ou o fato do pecado ter se tornado público tem algum peso na hora de decidirem se a pessoa vai ser desassociada ou não, mas nada supera as convicções pessoais dos anciãos que estão julgando ou as costas quentes do réu que está sendo julgado.. No fim das contas as comissões judicativas não são nada mais que tribunaizinhos farisaicos.
"If knowledge can create problems, it is not through ignorance that we can solve them" - Isaac Asimov
Avatar de usuário
Rory
Forista
Forista
 
Mensagens: 299
Data de registro: 10 Jan 2013 11:32

Re: Desassociado depois de confessar???

Nova mensagempor Mentalista em 12 Jan 2018 15:46

Conheço bem um caso que ocorreu numa congregação por aqui. Neste caso o garoto negou tudo o que ele e a namorada tinham feito por meses, o que incluía um fingir que ia na reunião do outro sendo que na verdade iam para motéis. No final das contas, ela foi desassociada e difamada, e até a ultima notícia que tive ela não quis mais saber de ir em reuniões. Ele ficou sem poder passar o microfone por um tempo e hoje é ancião. Ah, foi ela que contou tudo aos anciãos, de outra forma eles não saberiam, era tudo muito bem bolado.

Moral da história: quem confessa, se lasca. Não poderão fazer nada, se não houver confissão ou provas.
Avatar de usuário
Mentalista
Moderador
Moderador
 
Mensagens: 3702
Data de registro: 08 Ago 2014 17:25
Localização: Campinas
Localidade: São Paulo

Re: Desassociado depois de confessar???

Nova mensagempor Mente Independente em 12 Jan 2018 17:16

Rory escreveu:Conheço o caso de um rapaz TJ que fornicou com a namorada também TJ. Depois de alguns dias ele ficou com a consciência pesada e e confessou tudo para os anciãos. Já a namorada não queria confessar nada e negou por bastante tempo. Detalhe, os pombinhos moravam em cidades diferentes e, consequentemente frequentavam congregações diferentes. Outro detalhe, ele não era ninguém e ela filha de ancião.

Fim da história, ele foi desassociado e ela só recebeu uma repreensão leve.

A verdade é que a confissão ou o fato do pecado ter se tornado público tem algum peso na hora de decidirem se a pessoa vai ser desassociada ou não, mas nada supera as convicções pessoais dos anciãos que estão julgando ou as costas quentes do réu que está sendo julgado.. No fim das contas as comissões judicativas não são nada mais que tribunaizinhos farisaicos.


É aí q está o ponto q eu queria entrar. Se fosse tdo tão "perfeito" e "divino" como o CG afirma, não teria dessas coisas de parcialidade, ou achismo dos anciosos.
Mente Independente
Forista
Forista
 
Mensagens: 1253
Data de registro: 01 Jan 2014 18:33
Localização: Não quero responder
Localidade: São Paulo

Re: Desassociado depois de confessar???

Nova mensagempor Mente Independente em 12 Jan 2018 17:24

T.I.T.J escreveu:Duas perguntinhas;

Ele se sentiu arrependido de ter "traído" a esposa ou de ter "traído" a Jeová? Ele estava mais pesaroso por ter destruído o seu relacionamento com sua esposa ou com Jeová?

Falo isso porque numa comissão "um" dos "vários" fatores que pode pesar na hora dos anciãos julgarem é se o que a pessoa fala ao confessar gira mais em torno de Jeová, espiritualidade e organização do que nas pessoas propriamente afetadas pelo que ele fez.

É mais ou menos assim: Se ao confessar o sujeito disser primeiro "Eu magoei a Jeová, o traí, vituperei o seu nome, etc" - Ponto positivo!
Agora se a primeira coisa que ele disser for: "Magoei minha esposa, a traí, ela não merecia isso, etc - Ponto negativo! ( O que eles querem saber é se o grau de arrependimento em relação a Jeová e depois, beeeem depois vão querer saber dos afetados...

Não basta só confessar, tem uma série de outras variáveis envolvidas...


Bom, isso eu não posso saber, mas oq eu sei é q ele era bem aplicado, e era conhecido msm como teocrático. Eu já fiquei mais de uma vez com ele no campo e posso dizer q o cara era msm espiritual.
Mente Independente
Forista
Forista
 
Mensagens: 1253
Data de registro: 01 Jan 2014 18:33
Localização: Não quero responder
Localidade: São Paulo

Re: Desassociado depois de confessar???

Nova mensagempor Mente Independente em 12 Jan 2018 17:25

KOSTA escreveu:Depende.
Se toda a congregação souber do caso com a amante ele tá ferrado mesmo, excepto se tiver muitos bons conhecimentos e souber os podres de outros anciões.


Pelo q eu saiba, o caso só ficou conhecido depois da desassociação msm.
Mente Independente
Forista
Forista
 
Mensagens: 1253
Data de registro: 01 Jan 2014 18:33
Localização: Não quero responder
Localidade: São Paulo

Re: Desassociado depois de confessar???

Nova mensagempor KOSTA em 12 Jan 2018 18:39

Também um conheço um caso bastante peculiar. O desassociado era ancião, cornou a esposa TJ. Foi ele quem se denunciou. Tanto ele como a nova "esposa" frequentavam TODAS as reuniões, ele com ela juntos, cara podre mesmo em frente de todo o mundo.

Foi readmitido na empresa passados uns dois anos.
NÃO TEMAS AQUELES QUE BUSCAM PELA VERDADE, MAS TEME ANTES OS QUE AFIRMAM TEREM A VERDADE
Avatar de usuário
KOSTA
Forista
Forista
 
Mensagens: 3064
Data de registro: 22 Set 2011 20:06
Localização: Portugal

Re: Desassociado depois de confessar???

Nova mensagempor Magoo em 12 Jan 2018 20:24

Depende de quem está na comissão jugando e quem está sendo julgado. Eu ví um caso em que 2 Tjs foram juntos em uma casa da luz vermelha, não me recordo se 2 foram para as vias de fato mas o filho do ancião não concluiu o serviço por dificuldade técnica :5 , conclusão: o filho do SM foi desassociado, o filho do ancião foi repreendido e jogou tudo nas costas do outro. Não existem regras muito definidas, a sentença depende dos anciãos da comissão, como já dito pelos outros colegas, o discurso do moribundo pode definir a sentença.
"Под гитарный жесткий рок, который так любил" :8
Avatar de usuário
Magoo
Novo (a) Forista
Novo (a) Forista
 
Mensagens: 49
Data de registro: 27 Nov 2017 13:04
Localidade: São Paulo

Re: Desassociado depois de confessar???

Nova mensagempor Aquiles de Troia em 12 Jan 2018 20:50

Isso de confessar e mesmo assim ser desassociado, independente de qualquer coisa não é bíblico. Ancião nenhum tem o poder de examinar o coração de alguém, só Deus tem esse poder. O fato de a pessoa superar o medo e a vergonha e revelar (confessar) seus pecados a outra pessoa, já é um GRANDE (enorme) indício de arrependimento. Já demonstra que reconheceu o erro.

Tiago 5:14-16: "14 Há alguém doente entre vocês? Que ele chame os anciãos da congregação, e que eles orem por ele, colocando óleo nele em nome de Jeová. 15 E a oração de fé fará que o doente fique bom, e Jeová o levantará. Também, se ele tiver cometido pecados, será perdoado. 16 Portanto, confessem abertamente os seus pecados uns aos outros e orem uns pelos outros, para que sejam curados. A súplica do justo tem um efeito poderoso.*

Lucas 23:40: "Em resposta, o outro o censurou, dizendo: “Você não tem nenhum temor de Deus, agora que recebeu o mesmo julgamento? 41 E no nosso caso isso é justo, pois estamos recebendo o que merecemos pelas coisas que fizemos. Mas este homem não fez nada errado.” 42 Então ele disse: “Jesus, lembre-se de mim quando entrar no seu Reino.” 43 E ele lhe disse: “Em verdade, eu lhe digo hoje: Você estará comigo no Paraíso.”

1Corintios 4:5: Portanto, não julguem nada antes do tempo devido, até que venha o Senhor. Ele trará da escuridão para a luz as coisas secretas e revelará as intenções dos corações, e então cada um receberá o seu louvor da parte de Deus.

Romanos 8:27 No entanto, aquele que examina os corações sabe a intenção do espírito, porque este intercede a favor dos santos em harmonia com a vontade de Deus.

Durante a comissão judicativa não tem nada que analisar se a pessoa está realmente arrependida, se a pessoa confessou seus pecados, não tem nada que ver como isso afeta outros. Não tem nada disso.
Cuidado para não serem enganados, pois muitos virão em meu nome, dizendo: ‘Está próximo o tempo devido’. NÃO VÃO ATRÁS DELES." - Jesus Cristo (Lucas 21:8)
Avatar de usuário
Aquiles de Troia
Forista
Forista
 
Mensagens: 135
Data de registro: 23 Set 2017 17:14
Localização: Tróia
Localidade: Não quero responder

Re: Desassociado depois de confessar???

Nova mensagempor Nobre Endividada em 12 Jan 2018 22:05

Aquiles de Troia escreveu:Isso de confessar e mesmo assim ser desassociado, independente de qualquer coisa não é bíblico. Ancião nenhum tem o poder de examinar o coração de alguém, só Deus tem esse poder. O fato de a pessoa superar o medo e a vergonha e revelar (confessar) seus pecados a outra pessoa, já é um GRANDE (enorme) indício de arrependimento. Já demonstra que reconheceu o erro.

Tiago 5:14-16: "14 Há alguém doente entre vocês? Que ele chame os anciãos da congregação, e que eles orem por ele, colocando óleo nele em nome de Jeová. 15 E a oração de fé fará que o doente fique bom, e Jeová o levantará. Também, se ele tiver cometido pecados, será perdoado. 16 Portanto, confessem abertamente os seus pecados uns aos outros e orem uns pelos outros, para que sejam curados. A súplica do justo tem um efeito poderoso.*

Durante a comissão judicativa não tem nada que analisar se a pessoa está realmente arrependida, se a pessoa confessou seus pecados, não tem nada que ver como isso afeta outros. Não tem nada disso.


Concordo com seu argumento Aquiles..
No Israel antigo havia uma forma de perdoar pecados - “Porque nesse dia se fará a expiação por vós, para que vos purifiqueis e sejais livres de todos os vossos pecados diante do Senhor”. Levítico 16:30.
E Jesus deu esta instrução e autoridade aos Apóstolos -“Depois dessas palavras, soprou sobre eles dizendo-lhes: Recebei o Espírito Santo. Àqueles a quem perdoardes os pecados, ser-lhes-ão perdoados; àqueles a quem os retiverdes, ser-lhes-ão retidos”. João 20:22,23.
O Texto de Tiago 5:14-16 é uma prova de que os Apóstolos e seus sucessores executaram o que Jesus disse; eles serviam como sacerdotes ajudando aos Cristãos a suportar o peso do pecado por lhes garantir o perdão de Deus mediante oração, instrução e revigoramento ao refletir o espírito de misericórdia de Cristo.
As TJs deviam riscar estes textos da Bíblia delas, pois eles ignoram este costume dos primeiros cristãos. Dentro do pastoreio da Torre, existe confissão e disciplina (ou perde privilégios ou é desassociado), para os Cristãos havia confissão e perdão.
Reconhece a queda e não desanima, Levanta sacode a poeira e dá a volta por cima ♪♫ - Noite Ilustrada.
Avatar de usuário
Nobre Endividada
Forista
Forista
 
Mensagens: 280
Data de registro: 16 Jun 2016 23:03
Localidade: Não quero responder

Re: Desassociado depois de confessar???

Nova mensagempor Mente Independente em 14 Jan 2018 20:01

Aquiles de Troia escreveu:Isso de confessar e mesmo assim ser desassociado, independente de qualquer coisa não é bíblico. Ancião nenhum tem o poder de examinar o coração de alguém, só Deus tem esse poder. O fato de a pessoa superar o medo e a vergonha e revelar (confessar) seus pecados a outra pessoa, já é um GRANDE (enorme) indício de arrependimento. Já demonstra que reconheceu o erro.

Tiago 5:14-16: "14 Há alguém doente entre vocês? Que ele chame os anciãos da congregação, e que eles orem por ele, colocando óleo nele em nome de Jeová. 15 E a oração de fé fará que o doente fique bom, e Jeová o levantará. Também, se ele tiver cometido pecados, será perdoado. 16 Portanto, confessem abertamente os seus pecados uns aos outros e orem uns pelos outros, para que sejam curados. A súplica do justo tem um efeito poderoso.*

Lucas 23:40: "Em resposta, o outro o censurou, dizendo: “Você não tem nenhum temor de Deus, agora que recebeu o mesmo julgamento? 41 E no nosso caso isso é justo, pois estamos recebendo o que merecemos pelas coisas que fizemos. Mas este homem não fez nada errado.” 42 Então ele disse: “Jesus, lembre-se de mim quando entrar no seu Reino.” 43 E ele lhe disse: “Em verdade, eu lhe digo hoje: Você estará comigo no Paraíso.”

1Corintios 4:5: Portanto, não julguem nada antes do tempo devido, até que venha o Senhor. Ele trará da escuridão para a luz as coisas secretas e revelará as intenções dos corações, e então cada um receberá o seu louvor da parte de Deus.

Romanos 8:27 No entanto, aquele que examina os corações sabe a intenção do espírito, porque este intercede a favor dos santos em harmonia com a vontade de Deus.

Durante a comissão judicativa não tem nada que analisar se a pessoa está realmente arrependida, se a pessoa confessou seus pecados, não tem nada que ver como isso afeta outros. Não tem nada disso.


Boa d:7 d:7 d:7 d:7
Mente Independente
Forista
Forista
 
Mensagens: 1253
Data de registro: 01 Jan 2014 18:33
Localização: Não quero responder
Localidade: São Paulo


Retornar para Crenças, Doutrinas e História

Quem está online

Usuários vendo este fórum: Beatrice Prior, feliciapink, Lourisvaldo Santana, sidhiresus, Van GoguedeMagoge e 55 visitantes