Jeová - Um Deus da antiguidade ou atual? : Crenças, Doutrinas e História
Seja Bem-Vindo Testemunhas de Jeová - Ex Testemunhas de Jeová. Clique aqui e cadastre-se para participar


Jeová - Um Deus da antiguidade ou atual?

Debates e discussões acerca das crenças, doutrinas e a história das Testemunhas de Jeová.

Jeová - Um Deus da antiguidade ou atual?

Nova mensagempor kooboo em 26 Ago 2017 21:44

Jeová tem um mérito.
Dos deuses antigos - passando pelo panteão grego, egípcio, nórdico... mais de 5000 anos depois, Ele continua sobrevivendo!
Zeus, Poseidon, Rá, Odin... todos se foram, mas Jeová permanece!
Essa durabilidade divina e sua presença em três grandes vertentes religiosas - judaísmo, cristianismo e islã - fazem de Jeová um Deus único - durável e conhecido. Presente na Torá, Pentateuco, bíblia sagrada e alcorão.
Qual o segrego? - monoteísmo? um conto simples do tipo "e no princípio Deus criou os céus e a terra" seria o segredo? Afinal, os outros deuses envolviam lendas descabidas para se fazerem valer - eram deuses parindo pelo cérebro ou criando mares a partir de lágrimas ou sangue de outros deuses, mas Jeová, vamos dar os méritos - apenas criou. Criou céus, terra, fez luz, criou plantas, bichos e o ser o humano. Bem mais simples que a narrativa grega. Bem mais simples que o complicadíssimo panteão egípcio.
Jeová escolheu um povo, protegeu-os de outros povos, agiu como juiz, julgou seu povo com mão pesada... mandou um resgatador, mostrou-se próximo da humanidade - falando através de seus profetas.
E mais de 5000 anos depois - continua inspirando pessoas a se explodirem por aí.

Além de Jeová temos também um outro Deus tão durável quanto, aliás, a tríade hindu, junto com Krishna talvez seja um pouquinho mais antiga, e embora tenha uma narrativa de criação e pós morte interessante, não conseguiu fazer tanto sucesso quanto Jeová, talvez por conta da mitologia que os cercam, que para os padrões ocidentais deixa um pouco a desejar. Mas temos aí dois deuses de peso e duradouros.

Hoje, quando olhamos os métodos usados por Jeová no passado - batalhas, ordens de matança, um dilúvio global... hummmm, sorry Jeová, mas seus métodos não parecem muito 'divinos' para os padrões atuais. Hoje não toleramos mais um deus que mate criancinhas, pets e que não seja 100% paz e amor.

Mas vamos lá - E se Deus até apareceu para uns e outros e deu algumas diretrizes, mas aí, uma outra galera resolveu sair matando a torto e a direito, dizendo que aquilo era ordem de divina e o tal deus, que não deve nada a ninguém apenas considerou "Já fiz minha parte em dar O recado, se eles querem se matar, me eximo disso!" e sumiu. E os profetas fizeram a festa - escreviam o que queriam.

De repente houve um Deus que criou tudo, que ama a humanidade, que se importa com tudo... mas a fantasia humana resolveu colocá-lo no meio de suas guerras.
Se foi assim, então o VT tem muito pouco de Deus. O NT talvez tenha um pouco mais. E talvez o Gita e os Vedas tenham outro tanto.
Se foi assim, então não precisamos de livros sagrados para encontrar Deus, pois Ele não estaria no meio da violência.

Se formos aceitar o Deus bíblico, temos de aceitar o kit violência que o acompanha. Se desprezamos a violência, então não podemos aceitar deus daquela forma, pois aquele deus seria fruto de homens, de homens que só queriam justificar suas proezas bélicas.

Se Deus não está na bíblia, então Deus não está no cristianismo - nem no judaísmo, nem no islã e nem tampouco no mormonismo.
Se Deus está na bíblia, tal como descrito, então é violento e demasiado humano. incoerente!

O fato é que Jeová é durável e essa durabilidade faz com que se torne crível. Sim, muitos dizem que Ele é verdadeiro por isso - pelo poder da tradição, por não ter se sucumbido à história.
Sem dúvida alguma, gostando ou não, temos de respeitar o poder - ou da tradição ou de Deus - pois a história o tem mantido vivo e poderoso.
[]'s
kooboo

Imagem
Avatar de usuário
kooboo
Moderador
Moderador
 
Mensagens: 11858
Data de registro: 01 Nov 2008 13:22
Localidade: Minas Gerais

Re: Jeová - Um Deus da antiguidade ou atual?

Nova mensagempor OliverQueen em 26 Ago 2017 22:33

Perfeito, Kooboo, meu amigo.

Esses questionamentos são os meus. O que quero transmitir com minhas críticas é exatamente o que expôs aqui. Deus, o verdadeiro - a meu ver - não está nas páginas da bíblia. Ao menos, não 100%. Deus tem que ser muito mais evoluído do que eu e você e a sociedade. Mas o Jeová é um sanguinário desmedido, vingativo, nervoso, descontrolado e totalmente maluco. É alguém com muito poder e pouco autocontrole.

Não se trata de questionar se Deus existe, se trata exatamente da forma como ele foi retratado. Será que deturparam tudo e cometeram crimes no passado - como o fazem hoje - em seu nome e isso foi parar nas páginas da bíblia? É uma pergunta válida e não, essa pergunta não merece ser respondia com achismos. É exatamente para isso que tento apontar.

Eu tenho convicção que adorar o deus do VT é totalmente incoerente com os ensinos que Jesus passou. Para mim, esse livro está deturpado, ele foi alterado e manipulado. Os que compilaram o que temos em mãos, o fizeram com intenções de obter benefícios específicos. E misturaram as coisas, sujaram tudo, mancharam a história toda. Sendo isso uma possibilidade real, o que teríamos hoje é totalmente espúrio.

É minha visão.
"A única razão [pela qual] você diz que eu estou na escuridão como um apóstata, é porque eu não sigo a sua marca [mentirosa], nunca mais. [Simples assim!]"
Avatar de usuário
OliverQueen
Forista
Forista
 
Mensagens: 217
Data de registro: 25 Ago 2016 21:46
Localidade: Não quero responder

Re: Jeová - Um Deus da antiguidade ou atual?

Nova mensagempor KOSTA em 26 Ago 2017 22:54

Amigos
Perdoem minha falta de cultura mas..
Alá é Javé?

O relato do Koboo dá a entender ke sim.

Quanto à crueldade de alguns relatos biblicos do AT temos de perceber que Israel sempre foi perseguido. Só tiveram paz kuando aquela zona ficou um deserto e perdeu importancia. Hoje ganhou destaque devidp à sua posição militar estratégica.
Ao contrário do ke a mídia propaga sempre houve judeus na Palestina. Viraram minoria perante a crescente islamização.

De facto existe uma tendencia islamica em denegrir os judeus. Eles sao menos de vinte milhoes mas os caras sao espertos. Até Einstein era judeu e foi por causa disso ke fugiu para a América.

Realmente, conforme Koboo disse, o Pai de Jesus (seja lá kual seu nome) sobrevive na memória coletiva da humanidade.

Só tenho pena ke algumas empresas usem seu Nome para ganhar dinheiro. A Torre monopolizou um nome híbrido para antropormofizar Deus, cuja natureza está além de nossa compreensao.
A Torre cada vez mais prospera menos talvez evidencia dos abusos que comete em nome Dele.
Produz pessoas frias e arrogantes, depressivas e condiciona a vida pessoal e familiar. Mete o bedelho em tudo.
Não admira muitos aqui no forum estarem magoados com Jeová.

Por favor metam uma coisa na cabeça: Jeová não é a Organização! Nem nunca será.
NÃO TEMAS AQUELES QUE BUSCAM PELA VERDADE, MAS TEME ANTES OS QUE AFIRMAM TEREM A VERDADE
Avatar de usuário
KOSTA
Forista
Forista
 
Mensagens: 2804
Data de registro: 22 Set 2011 20:06
Localização: Portugal

Re: Jeová - Um Deus da antiguidade ou atual?

Nova mensagempor Arlequina em 26 Ago 2017 23:13

É um Deus da antiguidade e pessoas tentam encaixá-lo no mundo contemporâneo.
Eu, Prior, tenho certa reverência ainda pelo nome Jeová. Deve ser resquício pós torre. Ainda fico confusa qto à existência de Deus ou não. Mas não tenho nenhuma dúvida que se houver Deus ou Jeová, não imagino que ele seja como a Bíblia o retrata. Para mim a Bíblia, o alcorão e outros livros tidos como sagrados não o são.
Só sei dizer que o que sobrou de Jeová para mim está cada vez mais distante do que eu acreditava anteriormente.
E se, para acreditar em Jeová eu preciso aceitar o pacote, com a Bíblia e as tradições, então eu não acredito mais nele.
O meu Jeová está além dos conflitos e da tradição.
É um Jeová criado por mim, que serve pra mim, que pode existir ou não, que não tem a pretensão de convencer ninguém de coisa alguma.
Mas hj em dia, simplesmente é irracional vc ficar doente e dizer que a doença foi enviada por Deus como castigo ou punição. Ou que uma catástrofe natural seja demonstração da fúria divina. Ou ainda que Deus incite atos de violência.
A Bíblia diz muita coisa. Mas falar até papagaio fala.
Eu prefiro viver minha vida, fazer o bem, agir corretamente e honestamente, errando muito, acertando também. Enfim, vivendo.
A tradição de todas as gerações mortas oprime como um pesadelo o cérebro dos vivos.
-MARX
Avatar de usuário
Arlequina
Desativado a pedido do usuário
 
Mensagens: 771
Data de registro: 03 Jan 2017 12:34
Localidade: Não quero responder

Re: Jeová - Um Deus da antiguidade ou atual?

Nova mensagempor KOSTA em 26 Ago 2017 23:44

Priorzinha

Vovê é demais!

Concordo contigo. Gostava que Ele(a) fosse mais interventivo mas.. Talvez um dia saibamos o porquê. Quem sabe, o futuro será mais belo.do ke jamais possamos imaginar.

Talvez seja melhor concentrar nossas energias no aqui e no agora.
O resto virá por acréscimo. Um dia saberemos o que se passa no mundo espiritual. Ou então...adormeceremos para sempre.
NÃO TEMAS AQUELES QUE BUSCAM PELA VERDADE, MAS TEME ANTES OS QUE AFIRMAM TEREM A VERDADE
Avatar de usuário
KOSTA
Forista
Forista
 
Mensagens: 2804
Data de registro: 22 Set 2011 20:06
Localização: Portugal

Re: Jeová - Um Deus da antiguidade ou atual?

Nova mensagempor kooboo em 27 Ago 2017 07:51

KOSTA escreveu:Amigos
Perdoem minha falta de cultura mas..
Alá é Javé?

O relato do Koboo dá a entender ke sim.

Quanto à crueldade de alguns relatos biblicos do AT temos de perceber que Israel sempre foi perseguido. Só tiveram paz kuando aquela zona ficou um deserto e perdeu importancia. Hoje ganhou destaque devidp à sua posição militar estratégica.
Ao contrário do ke a mídia propaga sempre houve judeus na Palestina. Viraram minoria perante a crescente islamização.

De facto existe uma tendencia islamica em denegrir os judeus. Eles sao menos de vinte milhoes mas os caras sao espertos. Até Einstein era judeu e foi por causa disso ke fugiu para a América.

Realmente, conforme Koboo disse, o Pai de Jesus (seja lá kual seu nome) sobrevive na memória coletiva da humanidade.

Só tenho pena ke algumas empresas usem seu Nome para ganhar dinheiro. A Torre monopolizou um nome híbrido para antropormofizar Deus, cuja natureza está além de nossa compreensao.
A Torre cada vez mais prospera menos talvez evidencia dos abusos que comete em nome Dele.
Produz pessoas frias e arrogantes, depressivas e condiciona a vida pessoal e familiar. Mete o bedelho em tudo.
Não admira muitos aqui no forum estarem magoados com Jeová.

Por favor metam uma coisa na cabeça: Jeová não é a Organização! Nem nunca será.


Sim, Kosta, Alá e Jeová são o mesmo Deus.
Alah significa Senhor.
Alah é uma referencia ao Deus de Abraão. Para os crentes em Alah, eles são os descendentes de Abraão com Agar (Ismael).

Sobre minhas ponderações, não as fiz pensando exclusivamente na Torre, mas na presença/personalidade de Jeová em qualquer culto moderno.
[]'s
kooboo

Imagem
Avatar de usuário
kooboo
Moderador
Moderador
 
Mensagens: 11858
Data de registro: 01 Nov 2008 13:22
Localidade: Minas Gerais

Re: Jeová - Um Deus da antiguidade ou atual?

Nova mensagempor kooboo em 27 Ago 2017 09:00

Prior Dissidente escreveu:É um Deus da antiguidade e pessoas tentam encaixá-lo no mundo contemporâneo.
Eu, Prior, tenho certa reverência ainda pelo nome Jeová. Deve ser resquício pós torre. Ainda fico confusa qto à existência de Deus ou não. Mas não tenho nenhuma dúvida que se houver Deus ou Jeová, não imagino que ele seja como a Bíblia o retrata. Para mim a Bíblia, o alcorão e outros livros tidos como sagrados não o são.
Só sei dizer que o que sobrou de Jeová para mim está cada vez mais distante do que eu acreditava anteriormente.
E se, para acreditar em Jeová eu preciso aceitar o pacote, com a Bíblia e as tradições, então eu não acredito mais nele.
O meu Jeová está além dos conflitos e da tradição.
É um Jeová criado por mim, que serve pra mim, que pode existir ou não, que não tem a pretensão de convencer ninguém de coisa alguma.
Mas hj em dia, simplesmente é irracional vc ficar doente e dizer que a doença foi enviada por Deus como castigo ou punição. Ou que uma catástrofe natural seja demonstração da fúria divina. Ou ainda que Deus incite atos de violência.
A Bíblia diz muita coisa. Mas falar até papagaio fala.
Eu prefiro viver minha vida, fazer o bem, agir corretamente e honestamente, errando muito, acertando também. Enfim, vivendo.


Todos os Jeová(s) são assim!
Para cada profeta do VT, Jeová era uma pessoa diferente - Se estavam cativos, Jeová era o libertador, se era um General de guerra, era o Jeová dos Exércitos, se passavam necessidades, Jeová era o provedor, se pecavam, Jeová era o punidor.
Todos criaram um Jeová para lhes suprir. Escreveram sobre isso e séculos depois - ficção ou realidade - seguiu unica e exclusivamente como realidade.

Imagine o seguinte Prior - Você está passando por um momento turbulento na vida, e aí escreve sua história dizendo como Jeová lhe amparou, como Ele lhe ajudou a conseguir superar e como seus opressores caíram um a um. Você pega sua história, dobra e põe dentro de um exemplar da bíblia.
Daqui há mil anos, só existe aquela bíblia na face da terra e junto com ela o seu relato... Um historiador futuro com tendência a crer na bíblia, poderia dizer que seu relato é prova da ação de Jeová na vida das pessoas no ano 2017. Quem sabe você poderia até ser canonizada como a última santa? :D1

Foi assim que surgiu o culto - foram atribuindo fatos a Jeová, foram escrevendo sobre eles, outras pessoas criam nesses relatos e atribuíam os sucessos de suas vidas a Jeová... e o culto surgiu.
Atribuíram a Jeová que Ele mandou saquear, atribuíram a Jeová que ele mandou saquear, atribuíram ao criador do universo que a felicidade era espatifar crianças contra o rochedo, atribuíram a Jeová que um massacre feito por ursas foi sua obra... e Jeová era temido por tudo - por mortes, lepra na testa, raios, guerras, cativeiros...
E talvez, a única coisa que Deus tenha feito foi a natureza e o ser humano.
[]'s
kooboo

Imagem
Avatar de usuário
kooboo
Moderador
Moderador
 
Mensagens: 11858
Data de registro: 01 Nov 2008 13:22
Localidade: Minas Gerais

Re: Jeová - Um Deus da antiguidade ou atual?

Nova mensagempor Arlequina em 27 Ago 2017 10:47

Kooboo,
Acho que vc não entendeu o que eu quis dizer.
Primeiro, a maneira como vejo Deus é muito diferente do que vc entendeu.
Não atribuo a Deus nada, nem bom nem mal, do que acontece a minha volta.
Não tenho a pretensão de influenciar outros a pensarem como eu.
E NÃO, todos os Jeovás não são assim.
Eu tenho uma visão de Deus que é só minha.
Não o vejo como pessoa. Não o vejo pequeno. Não o vejo como as religiões o veem.
Tem horas que não acredito, que duvido...mas ele nem se importa com isto.
Ele pode ser sim um amigo imaginário, uma fuga psicológica, e daí?
Ele se importa?
Eu me importo?
Não meça o que eu digo acreditar pelo que os outros acreditam ou pelo que vc acredita.
Não existe verdade absoluta.
Existe a verdade de cada um.
A tradição de todas as gerações mortas oprime como um pesadelo o cérebro dos vivos.
-MARX
Avatar de usuário
Arlequina
Desativado a pedido do usuário
 
Mensagens: 771
Data de registro: 03 Jan 2017 12:34
Localidade: Não quero responder

Re: Jeová - Um Deus da antiguidade ou atual?

Nova mensagempor kooboo em 27 Ago 2017 10:50

Prior Dissidente escreveu:Kooboo,
Acho que vc não entendeu o que eu quis dizer.
Primeiro, a maneira como vejo Deus é muito diferente do que vc entendeu.
Não atribuo a Deus nada, nem bom nem mal, do que acontece a minha volta.
Não tenho a pretensão de influenciar outros a pensarem como eu.
E NÃO, todos os Jeovás não são assim.
Eu tenho uma visão de Deus que é só minha.
Não o vejo como pessoa. Não o vejo pequeno. Não o vejo como as religiões o veem.
Tem horas que não acredito, que duvido...mas ele nem se importa com isto.
Ele pode ser sim um amigo imaginário, uma fuga psicológica, e daí?
Ele se importa?
Eu me importo?
Não meça o que eu digo acreditar pelo que os outros acreditam ou pelo que vc acredita.
Não existe verdade absoluta.
Existe a verdade de cada um.


Claro que entendi Prior.
Só usei o seu post para exemplificar outra coisa.
[]'s
kooboo

Imagem
Avatar de usuário
kooboo
Moderador
Moderador
 
Mensagens: 11858
Data de registro: 01 Nov 2008 13:22
Localidade: Minas Gerais

Re: Jeová - Um Deus da antiguidade ou atual?

Nova mensagempor kooboo em 27 Ago 2017 11:07

No passado, haviam 12 tribos, uma era sacerdotal e as outras 11 lhes pagavam o dízimo (10% de tudo o que produziam).
Logo, eles ficam com 10% x 11. Se todos produzissem igual, eles ficariam com 110% e os doantes com 90%.

A tribo de Levi era portanto a mais rica e sem precisar trabalhar. Olha só que facilidade!

Hoje o exemplo permanece nas igrejas evangélicas - São milhares de fiéis doando 10% ou até mais! Sim, mais! pois a teologia da prosperidade incentiva que quanto mais for doado, mais a pessoa ganhará de Deus.
"Jeová" era um bom negócio para os levitas e é um negócio melhor ainda para os pastores atuais. Eles seguem levando a vida em seus jatinhos particulares, mansões, carrões, grana... grana suficiente para fazer uma réplica do templo de Salomão.
Ao longo da história a classe sacerdotal sempre lucrou (basta pensar no vaticano ou nos campos de petróleo que o EI quer dominar).
Aliás, por falar em EI, este é um bom exemplo de como guerras e religiões são um ótimo negócio para enriquecer. A nação israelense que vive pegando território dos palestinos que o diga.

O ponto é esse - durante toda a história Jeová sempre foi um bom argumento para guerrear e arrecadar. - Todos se escondem atrás de IHVH para cometerem seus atos egoístas - A história desse Deus foi escrita em sangue, no início era Deus contra os humanos, depois o povo de Deus contra tribos opostas, depois Deus contra o seu povo, depois três facções que levam o nome do mesmo Deus lutando entre si e contra outros.
Judeus x Palestinos, Islã x Cristãos, Cristão x Gays, Todos pela Moralidade, ... e é claro, que se o criador que leva tal nome, realmente existisse, iria se posicionar do alto do seu trono e dizer quem apoia... ou é um baita de um sádico que se diverte enquanto o povo se trucida em seu nome.
[]'s
kooboo

Imagem
Avatar de usuário
kooboo
Moderador
Moderador
 
Mensagens: 11858
Data de registro: 01 Nov 2008 13:22
Localidade: Minas Gerais

Re: Jeová - Um Deus da antiguidade ou atual?

Nova mensagempor BrunoBernardes em 27 Ago 2017 11:09

Direito de ser ateu ou de ter fé e quando a lógica não basta lançarmeei de joelhos e entoarei meus velhos cânticos.

E assim vou seguindo ambulante e metamórfico.

Na dúvida prefiro seguir em pé em venerar o que talvez seja fruto da minha imaginação.

Ah, a poesia que encanta e muitas vezes engana.
Resposta padrão para agradar a todos: "Talvez" sim "talvez" não.
O que esta oculto cria um certo interesse, o que é revelado apaga o brilho (não se iluda comigo).
Não me iludo, tudo permanecerá do jeito que tem sido (Gilberto Gil).
Avatar de usuário
BrunoBernardes
Forista
Forista
 
Mensagens: 1746
Data de registro: 29 Jul 2016 17:21
Localidade: Não quero responder

Re: Jeová - Um Deus da antiguidade ou atual?

Nova mensagempor Arlequina em 27 Ago 2017 11:16

Bruno...nem tudo é lógico!
O amor por exemplo, qual a lógica do amor?
Tem gente que acredita. Tem gente que não.
Tem gente que o vê de maneira física e biológica.
Enfim, quem tá certo?
Por amor tem gente que morre e mata.
Tem gente que se doa e tem gente que se aproveita do outro.
Tudo tem que ter uma lógica?
Tudo tem que ser provado cientificamente ou matematicamente?
Há quem diga que sim.
Eu digo que não.
A tradição de todas as gerações mortas oprime como um pesadelo o cérebro dos vivos.
-MARX
Avatar de usuário
Arlequina
Desativado a pedido do usuário
 
Mensagens: 771
Data de registro: 03 Jan 2017 12:34
Localidade: Não quero responder

Re: Jeová - Um Deus da antiguidade ou atual?

Nova mensagempor BrunoBernardes em 27 Ago 2017 11:18

kooboo escreveu:No passado, haviam 12 tribos, uma era sacerdotal e as outras 11 lhes pagavam o dízimo (10% de tudo o que produziam).
Logo, eles ficam com 10% x 11. Se todos produzissem igual, eles ficariam com 110% e os doantes com 90%.

A tribo de Levi era portanto a mais rica e sem precisar trabalhar. Olha só que facilidade!

Hoje o exemplo permanece nas igrejas evangélicas - São milhares de fiéis doando 10% ou até mais! Sim, mais! pois a teologia da prosperidade incentiva que quanto mais for doado, mais a pessoa ganhará de Deus.
"Jeová" era um bom negócio para os levitas e é um negócio melhor ainda para os pastores atuais. Eles seguem levando a vida em seus jatinhos particulares, mansões, carrões, grana... grana suficiente para fazer uma réplica do templo de Salomão.
Ao longo da história a classe sacerdotal sempre lucrou (basta pensar no vaticano ou nos campos de petróleo que o EI quer dominar).
Aliás, por falar em EI, este é um bom exemplo de como guerras e religiões são um ótimo negócio para enriquecer. A nação israelense que vive pegando território dos palestinos que o diga.

O ponto é esse - durante toda a história Jeová sempre um bom argumento para guerrear e arrecadar. - Todos se escondem atrás de IHVH para cometerem seus atos egoístas - A história desse Deus foi escrita em sangue, no início era Dus contra os humanos, depois o povo de Deus contra tribos opostas, depois Deus contra o seu povo, depois três facções que levam o nome do mesmo Deus lutando entre si e contra outros.
Judeus x Palestinos, Islã x Cristãos, Cristão x Gays, Todos pela Moralidade, ... e é claro, que se o criador que leva tal nome, realmente existisse, iria se posicionar do alto do seu trono e dizer quem apoia... ou é um baita de um sádico que se diverte enquanto o povo se trucida em seu nome.


Cara conheço uma música do Leo Jaime que casa bem com isso: Ow ow ow ow, nada mudou.

Uns dias atrás você postou um vídeo de um cara explicando Marx que ao me ver também casaria.
Resposta padrão para agradar a todos: "Talvez" sim "talvez" não.
O que esta oculto cria um certo interesse, o que é revelado apaga o brilho (não se iluda comigo).
Não me iludo, tudo permanecerá do jeito que tem sido (Gilberto Gil).
Avatar de usuário
BrunoBernardes
Forista
Forista
 
Mensagens: 1746
Data de registro: 29 Jul 2016 17:21
Localidade: Não quero responder

Re: Jeová - Um Deus da antiguidade ou atual?

Nova mensagempor BrunoBernardes em 27 Ago 2017 11:27

Entendo você Prior, só não deixe a fé tomar conta de toda a lógica.

Os poetas, músicos, artistas, etc... Devem sempre existir.
Resposta padrão para agradar a todos: "Talvez" sim "talvez" não.
O que esta oculto cria um certo interesse, o que é revelado apaga o brilho (não se iluda comigo).
Não me iludo, tudo permanecerá do jeito que tem sido (Gilberto Gil).
Avatar de usuário
BrunoBernardes
Forista
Forista
 
Mensagens: 1746
Data de registro: 29 Jul 2016 17:21
Localidade: Não quero responder

Re: Jeová - Um Deus da antiguidade ou atual?

Nova mensagempor Arlequina em 27 Ago 2017 11:36

BrunoBernardes escreveu:Entendo você Prior, só não deixe a fé tomar conta de toda a lógica.

Os poetas, músicos, artistas, etc... Devem sempre existir.


Fé não toma nunca conta da lógica.
Fé é uma coisa, lógica é outra.
E eu não estava falando de fé, mas de percepções individuais, da variação de pensamento que existe, nas muitas maneiras de se ver o divino.
Por que a necessidade de polarizar?
A tradição de todas as gerações mortas oprime como um pesadelo o cérebro dos vivos.
-MARX
Avatar de usuário
Arlequina
Desativado a pedido do usuário
 
Mensagens: 771
Data de registro: 03 Jan 2017 12:34
Localidade: Não quero responder

Próximo

Retornar para Crenças, Doutrinas e História

Quem está online

Usuários vendo este fórum: Altair Rocha, Estudante 2000, Truman Burbank e 70 visitantes