Página 5 de 7

Re: Render o que é devido no casamento

Nova mensagemEnviado: 11 Jul 2017 13:58
por Mentalista
Por outro lado, quando marido e esposa buscam, “não a sua própria vantagem, mas a da outra pessoa”, e rendem o que é devido por amor, não por obrigação, essas relações íntimas fortalecem o casamento. — 1 Cor. 10:24.

Lendo diretamente não dá pra se dizer muita coisa. Mas, conforme o autor do tópico mencionou, lendo nas entrelinhas o real significado dessas palavras é outro.

Aí diz para render o que é devido por amor. Se algo é devido, já se torna uma obrigação. É como dizer que a TJ tem que pregar e depois dizer que por amor. Deixa a TJ deixar de relatar um mês ou dois para ver no que dá: reunião com os anciãos, apelo pra que ela pregue ("por amor"). Já ouvi vários casos de TJs, principalmente mulheres, que só mantinham relações sexuais porque "tinham que render o que é devido". No fim das contas a pessoa que não está com vontade só se sente usada. Por outro lado, o marido que "deve sustentar a casa" muitas vezes sequer trabalha. Acho casamento uma questão tão complicada.

Re: Render o que é devido no casamento

Nova mensagemEnviado: 11 Jul 2017 14:32
por Prior Dissidente
Ainda sobre este assunto, vejam o parágrafo 13 de W08 15/3 pp. 10-11:

13. Que conselho Paulo deu sobre as relações sexuais no casamento?
13 Os cristãos casados precisam evitar práticas que degradam as relações sexuais, como as que são comuns no atual mundo louco por sexo. Sobre isso, Paulo aconselhou: “O marido renda à esposa o que lhe é devido; mas, faça a esposa também o mesmo para com o marido. A esposa não exerce autoridade sobre o seu próprio corpo, mas sim o seu marido; do mesmo modo, também, o marido não exerce autoridade sobre o seu próprio corpo, mas sim a sua esposa.” Depois, Paulo deu esta orientação clara: “Não vos priveis um ao outro disso, exceto por consentimento mútuo, por um tempo designado.” Por quê? “Para que possais devotar tempo à oração e possais ajuntar-vos novamente, a fim de que Satanás não vos tente pela vossa falta de comedimento.” (1 Cor. 7:3-5) Ao mencionar a oração, Paulo mostra as prioridades para o cristão. Mas ele também deixa claro que todo cristão casado deve estar atento às necessidades físicas e emocionais do cônjuge.


Essa coisa de não ter autoridade sobre seu próprio corpo, nos dias de hoje acho que tem outro nome.

Re: Render o que é devido no casamento

Nova mensagemEnviado: 11 Jul 2017 14:36
por KOSTA
Para mim, como homem, não consigo sentir prazer numa relação sexual unilateral.
Se ela nãotá a fim nem sequer começo.

As mulheres são sensitivas.

Eu também!

E repito o ke escrevi anteriormente:
Porque a Torre subentende ke o versiculo somente significa sexo maritral?
Pode significar muitas situaçoes. Amor, carinho, sustento, respeito e entreajuda

Re: Render o que é devido no casamento

Nova mensagemEnviado: 11 Jul 2017 14:42
por Prior Dissidente
Acham que é mais fácil um homem ou uma mulher subjugar o cônjuge e exigir o que lhe é devido?
Para mim, está claro a imposição às mulheres de fazerem sexo mesmo contra a vontade.

Re: Render o que é devido no casamento

Nova mensagemEnviado: 11 Jul 2017 15:19
por KOSTA
Prior Dissidente escreveu:Acham que é mais fácil um homem ou uma mulher subjugar o cônjuge e exigir o que lhe é devido?
Para mim, está claro a imposição às mulheres de fazerem sexo mesmo contra a vontade.

Sim. Está.
Não tenho a menor dúvida ke o incentivo subjacente é esse.

Tal facto (comprovado) revela muito acerca da personalidade dos líderes desta empresa.

Re: Render o que é devido no casamento

Nova mensagemEnviado: 11 Jul 2017 16:06
por Dr. Schultz
Sei lá... não consigo enxergar o machismos nas palavras desses parágrafos. De novo, ressalto que sei que muitos vão interpretar de forma machista, mas os parágrafos citados aqui não entram nessa briga.

Mentalista, quanto a render o que é devido por amor é complexo mesmo mas pra mim é um fato. Se eu amo a pessoa que está comigo e sei que ela tem necessidades emocionais que eu sei que posso suprir faço isso não com um senso de obrigação, mas com prazer. Acho que é nesse sentido essas palavras do maluco do Paulo.

Casamento é complicado mesmo e amar alguém também é, na minha visão.

Re: Render o que é devido no casamento

Nova mensagemEnviado: 11 Jul 2017 17:50
por Daniel Sydlik
Sexo é intimidade.
O nome já diz tudo,é intimo.
Intimidade,cada um tem a sua.

Re: Render o que é devido no casamento

Nova mensagemEnviado: 11 Jul 2017 17:55
por Daniel Sydlik
Daqui a pouco terá Ancião querendo saber quantas vezes o casal tem relação.
Vai ficar medindo os casais de acordo com a "frequência".
isso incentiva ao Ancião olhar de maneira lasciva as Irmãs.
Pior,se determinada Irmã tem mais relação com o marido do que este ancião tem com a esposa, ele poderá cobiçar a Irmã.

Re: Render o que é devido no casamento

Nova mensagemEnviado: 11 Jul 2017 20:13
por KOSTA
Daniel Sydlik escreveu:Daqui a pouco terá Ancião querendo saber quantas vezes o casal tem relação.
Vai ficar medindo os casais de acordo com a "frequência".
isso incentiva ao Ancião olhar de maneira lasciva as Irmãs.
Pior,se determinada Irmã tem mais relação com o marido do que este ancião tem com a esposa, ele poderá cobiçar a Irmã.

Só falta inventarem um relatorio.
Nas comissoes judicativas eles babam se todos, parecem cachorro no cio. É a versão playboy dos caras.
Adoram saber porno menores:
Se só entrou a cabecinha, se ejaculou, onde ejaculou, se houve brinquedos, etc

Kem paga o pato são as irmazinhas limpando o banheiro do salão. Saem de lá com as mãos coladas.

Re: Render o que é devido no casamento

Nova mensagemEnviado: 11 Jul 2017 22:56
por Prior Dissidente
KOSTA escreveu:
Daniel Sydlik escreveu:Daqui a pouco terá Ancião querendo saber quantas vezes o casal tem relação.
Vai ficar medindo os casais de acordo com a "frequência".
isso incentiva ao Ancião olhar de maneira lasciva as Irmãs.
Pior,se determinada Irmã tem mais relação com o marido do que este ancião tem com a esposa, ele poderá cobiçar a Irmã.

Só falta inventarem um relatorio.
Nas comissoes judicativas eles babam se todos, parecem cachorro no cio. É a versão playboy dos caras.
Adoram saber porno menores:
Se só entrou a cabecinha, se ejaculou, onde ejaculou, se houve brinquedos, etc

Kem paga o pato são as irmazinhas limpando o banheiro do salão. Saem de lá com as mãos coladas.


Olha colega Kosta, bem se vê que vc não conhece bem como as coisas funcionam no salão.
Tem uma imaginação e tanto.
Acho esta generalização patética e perigosa.
E as irmãzinhas como vc diz, na sua grande maioria, são mulheres corretas, ao menos neste sentido que vc mencionou.
Achei seu comentário desnecessário e desrespeitoso.
Tenho família lá e minha filha é uma das " irmãzinhas".
Mais respeito por favor!

Re: Render o que é devido no casamento

Nova mensagemEnviado: 12 Jul 2017 00:11
por Agnostico Reverente
Prior Dissidente escreveu:Ainda sobre este assunto, vejam o parágrafo 13 de W08 15/3 pp. 10-11:

13. Que conselho Paulo deu sobre as relações sexuais no casamento?
13 Os cristãos casados precisam evitar práticas que degradam as relações sexuais, como as que são comuns no atual mundo louco por sexo. Sobre isso, Paulo aconselhou: “O marido renda à esposa o que lhe é devido; mas, faça a esposa também o mesmo para com o marido. A esposa não exerce autoridade sobre o seu próprio corpo, mas sim o seu marido; do mesmo modo, também, o marido não exerce autoridade sobre o seu próprio corpo, mas sim a sua esposa.” Depois, Paulo deu esta orientação clara: “Não vos priveis um ao outro disso, exceto por consentimento mútuo, por um tempo designado.” Por quê? “Para que possais devotar tempo à oração e possais ajuntar-vos novamente, a fim de que Satanás não vos tente pela vossa falta de comedimento.” (1 Cor. 7:3-5) Ao mencionar a oração, Paulo mostra as prioridades para o cristão. Mas ele também deixa claro que todo cristão casado deve estar atento às necessidades físicas e emocionais do cônjuge.


Essa coisa de não ter autoridade sobre seu próprio corpo, nos dias de hoje acho que tem outro nome.


Começo a perceber os valores invertidos não só da Torre, mas do próprio Cristianismo em si: um casal jovem apaixonado não pode fazer amor, porque não tem um papel do cartório autorizando isso. Na intimidade do que gostem, sexo oral e outras formas estão vetadas. Contudo, uma mulher que não ama mais, não suporta e não tem tesão pelo marido, é obrigada a se submeter a um "estupro consentido" porque Paulo disse isso há 2 mil anos.

Re: Render o que é devido no casamento

Nova mensagemEnviado: 12 Jul 2017 00:36
por KOSTA
Prior Dissidente escreveu:
KOSTA escreveu:
Daniel Sydlik escreveu:Daqui a pouco terá Ancião querendo saber quantas vezes o casal tem relação.
Vai ficar medindo os casais de acordo com a "frequência".
isso incentiva ao Ancião olhar de maneira lasciva as Irmãs.
Pior,se determinada Irmã tem mais relação com o marido do que este ancião tem com a esposa, ele poderá cobiçar a Irmã.

Só falta inventarem um relatorio.
Nas comissoes judicativas eles babam se todos, parecem cachorro no cio. É a versão playboy dos caras.
Adoram saber porno menores:
Se só entrou a cabecinha, se ejaculou, onde ejaculou, se houve brinquedos, etc

Kem paga o pato são as irmazinhas limpando o banheiro do salão. Saem de lá com as mãos coladas.


Olha colega Kosta, bem se vê que vc não conhece bem como as coisas funcionam no salão.
Tem uma imaginação e tanto.
Acho esta generalização patética e perigosa.
E as irmãzinhas como vc diz, na sua grande maioria, são mulheres corretas, ao menos neste sentido que vc mencionou.
Achei seu comentário desnecessário e desrespeitoso.
Tenho família lá e minha filha é uma das " irmãzinhas".
Mais respeito por favor!

Prior
Meu comentário teve como base o facto de o machismo roçar o ridiculo. Eles rebaixam muito as mulheres.
Foi força de expressão.
E sim, sei de casos em que anciãos saem de comissão judicativa e a primeira coisa ke fazem apos o final da mesma é ir no banheiro fazer sabe se lá o quê.
Desrespeitoso é convocar uma mulher para um julgamento com tres homens à porta fechada. A pessoa ke eu amo passou por isso.
Desrespeitoso é pedir pormenores sobre a relaçao.
Desrespeitoso é não ter uma mulher presente nesses assuntos delicados.
Desrespeitoso é invadirem minha intimidade
Desrespeitoso é eu saber ke eles não são melhores ke ninguem e arvorarem se em donos da vida dum casal
Desrespeitoso foi durante anos meterem o bedelho no meu casamento por eu ser mundanio
Desrespeitoso foi proibirem ela sequer de me telefonar porque "poderia levar a outras coisas" (mal sabem eles...)
Desrespeitoso é ...
Poderia contiinuar mas como gosto de si, e nota se ke voce é muito inteligente e já percebeu o ponto ficarei por aqui mesmo.

Nota: mãos coladas é uma expressão portuguesa cujo significado é ficar estático, parado. Algo ke não adianta. Nem sempre escrevo em brasileiro...

Re: Render o que é devido no casamento

Nova mensagemEnviado: 12 Jul 2017 00:46
por KOSTA
Logo no inicio do paragrafo da Sentinela aqui postado, e bem, pela Prior reza:
"...neste mundo ATUAL louco por sexo"

Atual???? E naquele tempo? Ke dizer das orgias gregas e romanas? Que dizer do dever obeigatorio dos espartanos terem sexo uns com os outros a fim de fortalecer os vinculos emocionais durante as batalhas?

Atualmente o mundo sexualmente está muito melhor ke no passado.

Na opiniãi do CG somos pior ke coelhos no cio...
Desconfio ke são eles mesmos kem são "loucos por sx".
Aliás têm todos os traços de psicopatia.

Re: Render o que é devido no casamento

Nova mensagemEnviado: 12 Jul 2017 07:33
por Prior Dissidente
Agnostico Reverente escreveu:
Prior Dissidente escreveu:Ainda sobre este assunto, vejam o parágrafo 13 de W08 15/3 pp. 10-11:

13. Que conselho Paulo deu sobre as relações sexuais no casamento?
13 Os cristãos casados precisam evitar práticas que degradam as relações sexuais, como as que são comuns no atual mundo louco por sexo. Sobre isso, Paulo aconselhou: “O marido renda à esposa o que lhe é devido; mas, faça a esposa também o mesmo para com o marido. A esposa não exerce autoridade sobre o seu próprio corpo, mas sim o seu marido; do mesmo modo, também, o marido não exerce autoridade sobre o seu próprio corpo, mas sim a sua esposa.” Depois, Paulo deu esta orientação clara: “Não vos priveis um ao outro disso, exceto por consentimento mútuo, por um tempo designado.” Por quê? “Para que possais devotar tempo à oração e possais ajuntar-vos novamente, a fim de que Satanás não vos tente pela vossa falta de comedimento.” (1 Cor. 7:3-5) Ao mencionar a oração, Paulo mostra as prioridades para o cristão. Mas ele também deixa claro que todo cristão casado deve estar atento às necessidades físicas e emocionais do cônjuge.


Essa coisa de não ter autoridade sobre seu próprio corpo, nos dias de hoje acho que tem outro nome.


Começo a perceber os valores invertidos não só da Torre, mas do próprio Cristianismo em si: um casal jovem apaixonado não pode fazer amor, porque não tem um papel do cartório autorizando isso. Na intimidade do que gostem, sexo oral e outras formas estão vetadas. Contudo, uma mulher que não ama mais, não suporta e não tem tesão pelo marido, é obrigada a se submeter a um "estupro consentido" porque Paulo disse isso há 2 mil anos.


Com toda a certeza meu amigo é isto o que acontece.
Ainda mais quando usam um livro antigo e ensinam às meninas e às mulheres que elas devem ser submissas, honrar e respeitar o marido, e que até mesmo usam versículos dizendo que o marido é dono da esposa ou que tem autoridade para mandar.
Por amor, como vc e o Schultz comentou, blz.
Mas sabemos que não é o que ocorre de fato, visto que a única opção que é dada aos casados é manter o casamento mesmo que seja um casamento infeliz e sem amor.

Re: Render o que é devido no casamento

Nova mensagemEnviado: 12 Jul 2017 09:17
por RafaelCioran
Se as TJ são machistas?? Bem... O fato de uma irmã solteira passar por uma comissão judicativa sozinha diante de 3 homens já diz tudo.
Com respeito ao casamento. Com certeza a mulher leva a pior. O brasileiro é machista, a religião é machista, as vezes até a mãe do sujeito é machista. O resultado só pode ser um.
O que mais tem aqui em Ribeirão são casais infelizes. E o número de casais se separando, e o número de um dos cônjuges sendo desassociado está bem alto por aqui.
O cristão mal namora e já casa. Ou geralmente namora poucas pessoas, porque se namorar "bastante" já ficará mal visto. Se namorar muito tempo sem intenção de casar, ficará mal visto.
Casa sem saber nada de sexo, totalmente imaturo (me refiro aos que sempre estiveram dentro dos muros da Torre).
As chances de se ter um casamento frustrante são grandes...
Esse é um assunto complicado mesmo.