Manual de Como Sair da Torre [COMPILADO] : Crenças, Doutrinas e História
Seja Bem-Vindo Testemunhas de Jeová - Ex Testemunhas de Jeová. Clique aqui e cadastre-se para participar


Manual de Como Sair da Torre [COMPILADO]

Debates e discussões acerca das crenças, doutrinas e a história das Testemunhas de Jeová.

Manual de Como Sair da Torre [COMPILADO]

Nova mensagempor Kaarlo Luhtanen em 20 Dez 2014 04:54

Avatar de usuário
Kaarlo Luhtanen
Forista
Forista
 
Mensagens: 3014
Data de registro: 21 Mar 2014 22:04
Localidade: Não quero responder

Folha de Rosto

Nova mensagempor Kaarlo Luhtanen em 20 Dez 2014 04:54

© 2014
FÓRUM BRASILEIRO DAS EX-TESTEMUNHAS DE JEOVÁ
(http://extestemunhasdejeova.net/forum/portal.php)

Todos os direitos reservados

Manual de como sair da Torre

Editores:

Membros do Fórum Brasileiro das Ex-Testemunhas de Jeová
Avatar de usuário
Kaarlo Luhtanen
Forista
Forista
 
Mensagens: 3014
Data de registro: 21 Mar 2014 22:04
Localidade: Não quero responder

Sumário

Nova mensagempor Kaarlo Luhtanen em 20 Dez 2014 04:55

SUMÁRIO


Prefácio....................................................................................................4

1. Como lidar com a descoberta........................................................................5

2. Permanecer, se afastar ou dissociar-se?............................................................7
3. Formas de sair........................................................................................16
3.3 Desassociação........................................................................................20
4. Formas de ajudar a dissidência......................................................................24

Considerações Finais.....................................................................................25
________________________________________________________________________________________________________________
Editado pela última vez por Kaarlo Luhtanen em 20 Dez 2014 05:10, no total de 2 vez
Avatar de usuário
Kaarlo Luhtanen
Forista
Forista
 
Mensagens: 3014
Data de registro: 21 Mar 2014 22:04
Localidade: Não quero responder

Prefácio

Nova mensagempor Kaarlo Luhtanen em 20 Dez 2014 04:57

PREFÁCIO


Este manual foi elaborado pelos membros do fórum brasileiro das Ex-Testemunhas de Jeová com o intuito de ajudar aquelas pessoas que assim como eles foram vítimas das mentiras, injustiças, falsas profecias, transtornos emocionais e familiares e muitas outras atrocidades da Torre de Vigia.

Várias pessoas que passaram por várias situações fizeram questão de deixar a sua contribuição, muitas experiências aqui com certeza serão parecidas ou até mesmo iguais às suas, o que o ajudará a tomar um rumo em relação as suas decisões pós-descobertas de tudo o que havia por trás daquela organização que você acreditava ser a religião verdadeira e do Corpo Governante que era em quem você acreditava ser o canal entre Deus e a humanidade.

Que todos os que tiverem acesso a esse manual possam tirar pleno proveito dele e que isso venha a trazer algo positivo tanto na vida de quem lê, como daqueles que estão a sua volta.

Sumário
4
Avatar de usuário
Kaarlo Luhtanen
Forista
Forista
 
Mensagens: 3014
Data de registro: 21 Mar 2014 22:04
Localidade: Não quero responder

1. Como Lidar Com a Descoberta

Nova mensagempor Kaarlo Luhtanen em 20 Dez 2014 05:01

1. COMO LIDAR COM A DESCOBERTA


Descobrir que foi engano por anos, talvez décadas, pode ser desesperador e frustrante. Um sentimento de revolta e vingança pode surgir. Neste momento nada melhor do que procurar manter a calma. Um amigo chegado que não seja Testemunha de Jeová pode ser de ajuda para desabafar e evitar que você se precipite.

No calor da emoção talvez não seja a melhor hora para expor os erros e mentiras da Torre para seus familiares e amigos.
O ideal talvez seja traçar uma estratégia, tanto sobre se você vai ou não expor o que descobriu quanto para decidir SE e QUANDO você deixará a seita.

"A mentira teme a verdade" - Essa frase me fez cair na real, porque quando estamos dentro da Torre e questionamos algo, somos taxados de rebeldes, criadores de casos etc. Nesse momento, eu me perguntei: “Será que não é hora de ouvir uma opinião diferente?”. Aí pesquisei na internet que era algo que não deveríamos evitar, foi aí que me dei conta o quanto eles estão errados! Percebi que são Testemunhas do Corpo Governante e não de Jeová! Por fim decidi que era hora de sair e não ser mais escravo da Torre!

Em verdade não é tão fácil sair da organização, cada caso é um caso e assim não existe um padrão a ser seguido. Contudo, podemos dar algumas ideias chave para serem seguidas por todos aqueles que, estando na organização, desejam sair dela, consideraremos alguns pontos importantes:

O primeiro ponto importante é: você tem parentes lá dentro? Irmãos, pai, mãe, tios ou primos?

Se a resposta for não, então será mais fácil sair. Você pode simplesmente escrever uma carta de dissociação, assiná-la (reconhecendo a assinatura no cartório) e entregar para um ancião responsável. Foi assim que fiz. Na verdade, quando eu sai, escrevi duas cartas, sendo que uma era o pedido de dissociação e a outra era uma carta (várias cópias) que entreguei para meus principais amigos na organização, via correio, explicando porque estava saindo. Isso foi muito importante para mim porque “não passei vontade” de dizer a todos porque saí.

Procure, depois de dissociado, evitar o máximo de contato, que seja visual com as Testemunhas de Jeová. Para quem saiu, não é fácil suportar a atitude deles de virarem o rosto, ainda que você tenha certeza de que sua decisão foi correta.

Como complemento, não entre em seu quarto pondo-se a chorar, levante a cabeça e entre para o novo mundo que te espera, fazendo novos amigos, frequentando lugares diferentes etc. Se solteiro, procure arrumar uma companhia, isso ajuda e muito nessas horas.

Claro que não é sensato alguém começar a frequentar um bordel ou um outro ambiente similar. Não é porque saiu da organização que deva se tornar um “porra louca”. Muitas Ex-Testemunhas de Jeová, vendo que teve um grande tempo perdido, se metem em trapalhadas quando sai da organização, mas isso não é bom. Manter o bom senso é essencial.

Mas se a resposta for sim, então a saída é um pouco mais difícil. Como pode uma Ex-Testemunha de Jeová conviver com seus pais, filhos, irmãos ou esposa que constantemente estará a condená-lo por tabela? Que nem ao menos se sentirá mais a vontade para passear ou sequer comer junto com ele à mesa?

Comigo o que funciona é questionar, questionar, questionar sempre. Qualquer argumento da Torre, por muito elaborado que seja, primeiramente é sempre rejeitado por mim. Isso me dá espaço e tempo, mentais, para encontrar opções e outras respostas. É inadmissível, sobre qualquer circunstância ou argumento, eu aceitar alguma suposta "verdade" da Torre que entre em conflito com o fato de eu pensar que se trata duma seita. É uma seita!

Sumário
5/6
Avatar de usuário
Kaarlo Luhtanen
Forista
Forista
 
Mensagens: 3014
Data de registro: 21 Mar 2014 22:04
Localidade: Não quero responder

2. Permanecer, Afastar-se ou Dissociar-se?

Nova mensagempor Kaarlo Luhtanen em 20 Dez 2014 05:03

2. PERMANECER, AFASTAR-SE OU DISSOCIAR-SE?


Tenha certeza de que a vida poderá se tornar ainda pior se permanecer na organização. Então, o que fazer? Lembre-se de que mentalmente falando você já se libertou dos ensinos da torre. E isso, sim, já é 90% do caminho andado. A partir daí, você tem as seguintes sugestões às quais não se aplicam a todos, visto que cada caso tem sua particularidade, mas ajudará você a tomar uma decisão.

Sumário
7
Avatar de usuário
Kaarlo Luhtanen
Forista
Forista
 
Mensagens: 3014
Data de registro: 21 Mar 2014 22:04
Localidade: Não quero responder

2.1 Sugestões – Parte I

Nova mensagempor Kaarlo Luhtanen em 20 Dez 2014 05:05

2.1 Sugestões – Parte I


2.1.1 Pode continuar como uma Testemunha de Jeová ativa, preso em corpo na organização, mas livre em sua mente;

2.1.2 Pode se tornar uma Testemunha de Jeová inativa. Basta ir se esfriando, deixando a “teocracia” de lado, de acordo com suas possibilidades, de preferência deixando até de frequentar o Salão. Arrume um curso ou trabalho para fazer que coincida justamente com o período das reuniões. O que vai acontecer é que você será mal visto pelos irmãos da congregação, tido como uma Testemunha de Jeová fraca, mas não há como fazer uma omelete sem quebrar os ovos;

2.1.3. Se maior de idade, pode propor a se mudar para outra cidade ou bairro, se afastando dos parentes de primeiro grau. Em sua nova rotina, pode se declarar meio frio espiritualmente e deixar de frequentar o salão. Claro que sempre irá levar puxões de orelha de um ou outro familiar, mas contra isso infelizmente não tem remédio. Tudo estará em sua mente em saber como levar no banho-maria;

2.1.4. Pode pedir dissociação, mas ai será um caso extremo. Você estará livre da torre, de fato, mas não estará livre dos seus parentes de primeiro grau. Isso seria muito pessoal, cabendo somente a você optar por esse recurso ou não;

2.1.5 Observações: se sua esposa ou marido for Testemunha de Jeová, então a melhor alternativa pode ser o ponto 2.1.1, a menos que queira terminar o casamento;

2.1.6 Jamais comente sobre assuntos apóstatas com seus parentes/amigos na organização. Isso só irá atrapalhar seus planos, caso queira se afastar. As pessoas verão você como um apóstata, esperando só a hora certa para dar o bote, e isso não seria nem um pouco legal. Você já se sentiria um desassociado sem o ser;

2.1.7 E na pior das hipóteses? O que fazer se não consegue sair da organização de forma nenhuma por causa do circulo social a que pertence e, pior, não conseguindo levar “de boa”? Isso pode fazer alguns se sentirem sufocados, sentindo-se sozinhos no mundo, mesmo estando rodeado de “amigos”. Situações assim exigem atitudes extremas, e uma deles seria reunir material “apóstata” na internet, fazendo uma mini cartilha. Pegue todos os endereços das Testemunhas de Jeová de sua congregação e mande para todos (via correio ou entrega anônima) uma cópia dessa cartilha, inclusive para você mesmo. Qual será o resultado disso? Provavelmente haverá um grande “auê” na congregação e, quem sabe, algumas dissociações por motivos de consciência, onde você possa até “pegar carona”.

2.1.8 Ao invés de uma mini cartilha, mandando material de uma só vez, pode-se mandar várias cartas contendo assuntos diferentes para serem entregues em diferentes datas, tipo uma ou duas cartas por mês.

2.1.9 A melhor forma de sair da Torre ou a “menos pior” é quando damos tempo para fazer nossa vida fora dela. É necessário adquirirmos amizades fora da organização, atividades, se empenhar ainda mais nos estudos, trabalhos e ao mesmo tempo, se afastar aos poucos das Testemunhas de Jeová, o que inclui familiares. Dessa forma, não existirá aquele choque repentino e a situação difícil da pessoa se ver em uma realidade completamente diferente de uma hora para outra. O tempo fará com que tenhamos coragem e preparação emocional e psicológica para enfrentar as perdas, que com certeza teremos. Mas quem sai da organização ganha muito mais que perde, vemos em todos os relatos de pessoas que saíram o quanto não se arrependem, mesmo que tenham sofrido muito.

2.1.10 O segredo então é esse: ter prazos em mente e segui-los, dando tempo, alguns mais, alguns menos, dependendo de cada realidade, para refazer a vida, passo a passo. Digo por experiência própria. Há 2 anos, estou largando aos poucos a vida de Testemunha de Jeová e hoje já não tenho mais cargos, já não vou ao serviço de campo, e tenho uma vida já formada fora da organização. Sinto que a cada dia a libertação plena está mais fácil. A única coisa que não aconselho é a pessoa ficar em corpo na organização. Não há como ser feliz dessa forma. A vida passa rápido, e apenas fazer o gosto das pessoas sem ao menos ser respeitado não vale a pena.

2.1.11 “Não ter pressa de sair!” - Esse foi um erro meu. Não quis nem saber e fui logo jogando areia no ventilador. Resultado? Quando cai no mundo, estava só. Sem amigos e locais para frequentar. Uma vez que uma Testemunha de Jeová tem seu mundo somente dentro da torre, precisa de um tempo para começar a fazer a vida lá fora, e isso pode, e deve levar um longo tempo, no mínimo um ano.

2.1.12 Se for possível, acho que a melhor coisa é a pessoa simplesmente sumir do mapa. Mudar para outro bairro ou cidade e começar uma vida completamente nova. Os antigos "amigos" se esquecem da gente rapidinho, em 8 anos de desaparecimento não fui procurada pessoalmente por ninguém, uma vez a cada 500 anos é que aparece algum e-mail ou recadinho em alguma rede social, mas se não respondemos eles desistem na primeira tentativa.

Sumário
8/9
Avatar de usuário
Kaarlo Luhtanen
Forista
Forista
 
Mensagens: 3014
Data de registro: 21 Mar 2014 22:04
Localidade: Não quero responder

2.2 Sugestões – Parte II

Nova mensagempor Kaarlo Luhtanen em 20 Dez 2014 05:07

2.2 Sugestões – Parte II


2.2.1. Se tiver cargos entregue-os;

2.2.2. Fique inativo por pelo menos um ano assistindo às reuniões de vez em nunca;

2.2.3. Não tente dar uma de “propagandista apóstata”, tente esclarecer discretamente a alguns amigos ou parentes;

2.2.4. Faça amigos fora da organização;

2.2.5. Pare de ler as publicações;

2.2.6. Não confesse pecados como fornicação, por exemplo, não dê muita pinta se estiver fornicando ou comemorando natal, seja discreto;

2.2.7. Em visitas de pastoreio com anciãos bem como se questionado por parentes e amigos Testemunhas Jeová sobre as razões de você estar inativo e faltando às reuniões jamais mencione argumentos apóstatas, diga apenas que está desanimado ou que tem muito trabalho, mas que ainda acredita na "organização”. Diga que irá à próxima reunião e não vá. Ou seja, minta, pois eles não merecem a sua franqueza;

2.2.8. Corte relações de dependência emocional com a mamãe, papai, tios, primos, amigos Testemunhas de Jeová. Você pode amá-los sem ficar grudado neles. Chega uma hora que todo adulto deveria cortar esse simbólico "cordão umbilical" com familiares e amigos de infância;

2.2.9. Peça dissociação sem fazer longas cartas com argumentos que pra eles são considerados apóstatas, pois eles não serão lidos. Se tiver conjugue e ele for Testemunha de Jeová demais, dessas cascudas, oculte dele (a) o motivo. Se perceber que não há mais amor no casamento não hesite em pedir divórcio, somente evite ficar traindo seu cônjuge;

2.2.10. Substitua a subliteratura da Torre por uma leitura realmente útil: literatura (poesia e prosa) e ciências (incluídas aí as humanas). Se possível, faça um curso superior. Não limite suas dúvidas e críticas à Torre, mas expanda-as para o próprio cristianismo e toda e qualquer forma de religiosidade possível. Se algo ficar depois disso, vivencie sua experiência com o sagrado da forma que achar mais conveniente, mas sem se entregar demais. Peça dissociação, faça novos amigos, aceite que o sofrimento existe e quando não for possível evitá-lo ou enquanto não pode saná-lo, viva seu luto e tire alguma aprendizagem disso, desapegue-se, divida, some.

Sumário
10
Avatar de usuário
Kaarlo Luhtanen
Forista
Forista
 
Mensagens: 3014
Data de registro: 21 Mar 2014 22:04
Localidade: Não quero responder

2.3 Sugestões – Parte III

Nova mensagempor Kaarlo Luhtanen em 20 Dez 2014 05:10

2.3 Sugestões – Parte III


2.3.1 Arrume alguma atividade para fazer no horário da reunião de semana - um curso de línguas, faculdade, horas-extras;

2.3.2 Da mesma maneira para o sábado de manhã, nada de campo, vá cuidar da sua vida, faça comprar, vá pra praia, arrume um curso para fazer;

2.3.3 Comece a ler outros tipos de literatura, livros ou revistas que não sejam da torre;

2.3.4 Pare de preparar as reuniões;

2.3.5 Chegue na reunião em cima da hora e saia logo que disserem o amém final;

2.3.6 Programe pequenas viagens para os fins de semana, arrume outras formas de lazer para você e sua família;

2.3.7 Chame um colega de trabalho mundano com a esposa para jantar na sua casa no dia de reunião;

2.3.8 Ao invés de comprar gravatas, ternos ou roupas sociais, invista em roupas de lazer;

2.3.9 Comece a assistir os filmes que você não viu por ser Testemunha de Jeová;

2.3.10 Chame a sua esposa ou o seu esposo para dançar no dia de reunião (e faça um bom sexo!);

2.3.11 afrouxe cada vez mais seu passo no salão até que não sintam mais a sua falta.

Sumário
11
Avatar de usuário
Kaarlo Luhtanen
Forista
Forista
 
Mensagens: 3014
Data de registro: 21 Mar 2014 22:04
Localidade: Não quero responder

2.4 Sugestões – Parte IV

Nova mensagempor Kaarlo Luhtanen em 20 Dez 2014 05:12

2.4 Sugestões – Parte IV


2.4.1 Após a saída, cuide de si mesmo;

2.4.2 Cuide do seu corpo e de sua mente;

2.4.3 Estabeleça regras de comportamento que sejam socialmente inofensivas;

2.4.4 Procure conhecer um pouco mais sobre a história do pensamento humano e suas ideologias;

2.4.5 Mantenha amizade apenas com pessoas que realmente demonstram que gostam de você e que se preocupam com o seu bem estar;

2.4.6 Se possível, crie o hábito de visitar lugares diversos: cinemas, bibliotecas, centros culturais, teatro, museus, parques ecológicos, locais turísticos em sua cidade;

2.4.7 Não se limite culturalmente, amplie o seu leque de percepção das atividades humanas;

2.4.8 Lute contra os seus próprios pré-conceitos. Aprenda o novo. Busque o desconhecido;

2.4.9 Leia, brinque, dance, divirta-se;

2.4.10 Se achar conveniente, faça o possível pra não depender financeiramente de outra pessoa;

2.4.11 Se desejar, envolva-se ativamente em algum projeto social;

2.4.12 Mantenha-se ocupado.

Sumário
12
Avatar de usuário
Kaarlo Luhtanen
Forista
Forista
 
Mensagens: 3014
Data de registro: 21 Mar 2014 22:04
Localidade: Não quero responder

2.5 Sugestões – Parte V

Nova mensagempor Kaarlo Luhtanen em 20 Dez 2014 05:13

2.5 Sugestões – Parte V


2.5.1 O jeito mais fácil de sair da Torre sempre foi e sempre será: Saia! Sem justificativas, sem cartas e sem lamúrias, os anciãos perdem o chão quando isso acontece porque eles simplesmente não estão preparados para isso, eles estão preparados para atuar contra quem sai por apostasia, fornicação etc, mas não contra quem simplesmente sai;

2.5.2 Quando saí, as poucas pessoas com quem mantive contato nos 3 primeiros meses me perguntavam: “O que aconteceu?” e eu simplesmente dizia: "Nada. Já estava na hora.", esse é o pior choque que podem receber. Não se dá munição pra fofoca, pra conversa e nem pra reuniões.

Sumário
13
Avatar de usuário
Kaarlo Luhtanen
Forista
Forista
 
Mensagens: 3014
Data de registro: 21 Mar 2014 22:04
Localidade: Não quero responder

2.6 Sugestões – Parte VI

Nova mensagempor Kaarlo Luhtanen em 20 Dez 2014 05:14

2.6 Sugestões – Parte VI


2.6.1 Invista em coisas que você não teve;

2.6.2 Fazer coisas que você não fez, que são lícitas, mas a torre dizia que não (aniversários, baladas, festas, namorar);

2.6.3 Descubra coisas legais para fazer nas manhãs dos fins de semana, nem que seja dormir até mais tarde ou passear num parque;

2.6.4 Veja os filmes e shows que você não curtiu porque era Testemunha de Jeová;

2.6.5 Leia livros e revistas que antes você não lia;

2.6.6 Entre numa igreja católica para ver arte sacra sem culpa;

2.6.7 Assista cultos de outras religiões (budistas e hare krishna, por exemplo) só pra saber como é;

2.6.8 Mate sua curiosidade;

2.6.9 Leia Nietzsche;

2.6.10 Procure novos sentidos para a frase "amar ao próximo" que não seja entregar folhetos e revistas em troca de contribuições;

2.6.11 Descubra que você realmente é;

2.6.12 Faça novos amigos, esteja aberto!

Sumário
14
Avatar de usuário
Kaarlo Luhtanen
Forista
Forista
 
Mensagens: 3014
Data de registro: 21 Mar 2014 22:04
Localidade: Não quero responder

2.7 Sugestões – Parte VII

Nova mensagempor Kaarlo Luhtanen em 20 Dez 2014 05:15

2.7 Sugestões – Parte VII


2.7.1 Use métodos não dramáticos, tentando preservar relações com familiares que são Testemunhas de Jeová fanáticas;

2.7.2 Deixe de assistir reuniões com tanta regularidade. Quando assistir, tente transmitir desconforto e desânimo em seu semblante (não é difícil, estando em MAIS UMA reunião);

2.7.3 Vá baixando progressivamente sua média de horas. Baixando, baixando até chegar a uma hora, sendo que baixar o número de horas não necessariamente significa sair à pregação;

2.7.4 Se tiver partes, designações e privilégios, simplesmente não apareça, não atenda as chamadas de anciãos;

2.7.5 Passado um mês vá à reunião, inevitavelmente você será abordado por anciãos "preocupados", diga que está desanimado porque [mencione ou invente um problema], diga que esse problema está drenando sua alegria em servir a Jeová e consumindo sua espiritualidade, diga que não há alternativa, que você precisa mudar de "ambiente" (e congregação);

2.7.6 Diga aos seus familiares Testemunhas de Jeová que você está na congregação X para não se preocuparem com sua ausência;

2.7.7 No início vá a algumas reuniões na nova congregação, mas não deixe o povo se habituar à sua presença regular, assista cada vez menos;

2.7.8 Se tiver filhos ainda jovens, comesse por minar a confiança deles na organização, com pequenas frases e críticas, do tipo, precisamos passear, ter mais lazer, a ida ao campo todos os finais de semana não faz bem a nossa saúde mental e, afinal, o irmão x e y vivem no campo e estão com depressão, diga que tudo precisa ter equilíbrio e a organização por ter uma direção humana que peca nessa questão;

2.7.9 Dessa maneira os filhos jovens desenvolvem seu sendo crítico e ficarão mais livres e sem fanatismo, e quando o adulto sair de lá, pai ou mãe, eles o acompanharão sem problemas;

2.7.10 De preferência, não se envolva com mais alguma religião ao sair definitivamente da Torre, viva a sua vida livre de regras e imposições. Seja feliz!

Sumário
15
Avatar de usuário
Kaarlo Luhtanen
Forista
Forista
 
Mensagens: 3014
Data de registro: 21 Mar 2014 22:04
Localidade: Não quero responder

3. Formas de Sair

Nova mensagempor Kaarlo Luhtanen em 20 Dez 2014 05:16

3. FORMAS DE SAIR


O que se segue é uma explanação geral sobre os meios de sair definitivamente da Torre ou parcialmente dela, dependendo da situação de cada pessoa envolvida.

Dentre elas está a inatividade, a dissociação e a desassociação, às quais será explicada de forma breve a maneira como se deve proceder ou qual procedimento eles usam.

Sumário
16
Avatar de usuário
Kaarlo Luhtanen
Forista
Forista
 
Mensagens: 3014
Data de registro: 21 Mar 2014 22:04
Localidade: Não quero responder

3.1 Afastamento Por Inatividade

Nova mensagempor Kaarlo Luhtanen em 20 Dez 2014 05:18

3.1 AFASTAMENTO POR INATIVIDADE

Geralmente progressivo. O irmão ou irmã deixa de ir às reuniões, deixa de ir ao campo e simplesmente se afasta. Se está seguro de que realmente não deseja voltar e tiver condições, mude de endereço sem avisar a congregação. Se esse rompimento mais incisivo não for possível, terá de lidar com a pressão familiar e com visitas eventuais dos anciãos. Recomenda-se só ouvir os anciãos e não manifestar quaisquer dúvidas em relação à organização ou ao Corpo Governante. Se quiser manter a situação morna, diga a eles o que querem ouvir, diga que a organização é o canal exclusivo de Jeová na Terra, diga que o corpo governante é o Escravo Fiel e discreto que dá o alimento espiritual no tempo certo. Essa postura não contestadora significará mais sossego familiar para você. A pressão familiar e congregacional tende a diminuir com o tempo, à medida que se acostumam com seu estado de "fraqueza" espiritual.

Por outro lado essa mesma postura têm como negativo o fato de que não estará realmente livre da Torre que Vigia. Mas talvez possa ter uma vida boa assim, dependendo de sua personalidade. Talvez consiga um bom ponto de equilíbrio entre seus interesses pessoais e a paz familiar. Poderá manter contato normal com sua família, sem o rompimento causado pela desassociação ou pela dissociação.

Sumário
17
Avatar de usuário
Kaarlo Luhtanen
Forista
Forista
 
Mensagens: 3014
Data de registro: 21 Mar 2014 22:04
Localidade: Não quero responder

Próximo

Retornar para Crenças, Doutrinas e História

Quem está online

Usuários vendo este fórum: Nenhum usuário registrado online e 47 visitantes