Manual de Como Sair da Torre [COMPILADO] : Crenças, Doutrinas e História - Page 5
Seja Bem-Vindo Testemunhas de Jeová - Ex Testemunhas de Jeová. Clique aqui e cadastre-se para participar


Manual de Como Sair da Torre [COMPILADO]

Debates e discussões acerca das crenças, doutrinas e a história das Testemunhas de Jeová.

Re: 2.1 Sugestões – Parte I

Nova mensagempor Mendonça em 12 Abr 2017 11:30

Kaarlo Luhtanen escreveu:
2.1 Sugestões – Parte I


2.1.1 Pode continuar como uma Testemunha de Jeová ativa, preso em corpo na organização, mas livre em sua mente;

2.1.2 Pode se tornar uma Testemunha de Jeová inativa. Basta ir se esfriando, deixando a “teocracia” de lado, de acordo com suas possibilidades, de preferência deixando até de frequentar o Salão. Arrume um curso ou trabalho para fazer que coincida justamente com o período das reuniões. O que vai acontecer é que você será mal visto pelos irmãos da congregação, tido como uma Testemunha de Jeová fraca, mas não há como fazer uma omelete sem quebrar os ovos;

2.1.3. Se maior de idade, pode propor a se mudar para outra cidade ou bairro, se afastando dos parentes de primeiro grau. Em sua nova rotina, pode se declarar meio frio espiritualmente e deixar de frequentar o salão. Claro que sempre irá levar puxões de orelha de um ou outro familiar, mas contra isso infelizmente não tem remédio. Tudo estará em sua mente em saber como levar no banho-maria;

2.1.4. Pode pedir dissociação, mas ai será um caso extremo. Você estará livre da torre, de fato, mas não estará livre dos seus parentes de primeiro grau. Isso seria muito pessoal, cabendo somente a você optar por esse recurso ou não;
Na verdade eu simplesmente abandonei, depois que me separei, me disseram que depois de um tempo eles mesmo dão o desligamento ou a dissossiação, pois já fazem 22 anos
2.1.5 Observações: se sua esposa ou marido for Testemunha de Jeová, então a melhor alternativa pode ser o ponto 2.1.1, a menos que queira terminar o casamento;

2.1.6 Jamais comente sobre assuntos apóstatas com seus parentes/amigos na organização. Isso só irá atrapalhar seus planos, caso queira se afastar. As pessoas verão você como um apóstata, esperando só a hora certa para dar o bote, e isso não seria nem um pouco legal. Você já se sentiria um desassociado sem o ser;

2.1.7 E na pior das hipóteses? O que fazer se não consegue sair da organização de forma nenhuma por causa do circulo social a que pertence e, pior, não conseguindo levar “de boa”? Isso pode fazer alguns se sentirem sufocados, sentindo-se sozinhos no mundo, mesmo estando rodeado de “amigos”. Situações assim exigem atitudes extremas, e uma deles seria reunir material “apóstata” na internet, fazendo uma mini cartilha. Pegue todos os endereços das Testemunhas de Jeová de sua congregação e mande para todos (via correio ou entrega anônima) uma cópia dessa cartilha, inclusive para você mesmo. Qual será o resultado disso? Provavelmente haverá um grande “auê” na congregação e, quem sabe, algumas dissociações por motivos de consciência, onde você possa até “pegar carona”.

2.1.8 Ao invés de uma mini cartilha, mandando material de uma só vez, pode-se mandar várias cartas contendo assuntos diferentes para serem entregues em diferentes datas, tipo uma ou duas cartas por mês.

2.1.9 A melhor forma de sair da Torre ou a “menos pior” é quando damos tempo para fazer nossa vida fora dela. É necessário adquirirmos amizades fora da organização, atividades, se empenhar ainda mais nos estudos, trabalhos e ao mesmo tempo, se afastar aos poucos das Testemunhas de Jeová, o que inclui familiares. Dessa forma, não existirá aquele choque repentino e a situação difícil da pessoa se ver em uma realidade completamente diferente de uma hora para outra. O tempo fará com que tenhamos coragem e preparação emocional e psicológica para enfrentar as perdas, que com certeza teremos. Mas quem sai da organização ganha muito mais que perde, vemos em todos os relatos de pessoas que saíram o quanto não se arrependem, mesmo que tenham sofrido muito.

2.1.10 O segredo então é esse: ter prazos em mente e segui-los, dando tempo, alguns mais, alguns menos, dependendo de cada realidade, para refazer a vida, passo a passo. Digo por experiência própria. Há 2 anos, estou largando aos poucos a vida de Testemunha de Jeová e hoje já não tenho mais cargos, já não vou ao serviço de campo, e tenho uma vida já formada fora da organização. Sinto que a cada dia a libertação plena está mais fácil. A única coisa que não aconselho é a pessoa ficar em corpo na organização. Não há como ser feliz dessa forma. A vida passa rápido, e apenas fazer o gosto das pessoas sem ao menos ser respeitado não vale a pena.

2.1.11 “Não ter pressa de sair!” - Esse foi um erro meu. Não quis nem saber e fui logo jogando areia no ventilador. Resultado? Quando cai no mundo, estava só. Sem amigos e locais para frequentar. Uma vez que uma Testemunha de Jeová tem seu mundo somente dentro da torre, precisa de um tempo para começar a fazer a vida lá fora, e isso pode, e deve levar um longo tempo, no mínimo um ano.

2.1.12 Se for possível, acho que a melhor coisa é a pessoa simplesmente sumir do mapa. Mudar para outro bairro ou cidade e começar uma vida completamente nova. Os antigos "amigos" se esquecem da gente rapidinho, em 8 anos de desaparecimento não fui procurada pessoalmente por ninguém, uma vez a cada 500 anos é que aparece algum e-mail ou recadinho em alguma rede social, mas se não respondemos eles desistem na primeira tentativa.

Sumário
8/9
Mendonça
Novo (a) Forista
Novo (a) Forista
 
Mensagens: 35
Data de registro: 21 Mar 2017 16:15
Localidade: São Paulo

Re: Manual de Como Sair da Torre [COMPILADO]

Nova mensagempor Mendonça em 12 Abr 2017 11:32

Na verdade eu abandonei a torre, logo depois que me separei, me disseram uma vez que eles depois de um certo tempo me desligariam ou me considerariam um dissossiado, pois já fazem 22 anos.
Mendonça
Novo (a) Forista
Novo (a) Forista
 
Mensagens: 35
Data de registro: 21 Mar 2017 16:15
Localidade: São Paulo

Re: 3.3.2 Os critérios de desassociação

Nova mensagempor Mendonça em 17 Abr 2017 11:52

[quote="Kaarlo Luhtanen"]
3.3.2 Os critérios de desassociação


Os critérios para desassociar, ou não, são bastante subjetivos. Alguns cometem erros graves, mas tem muita amizade com os anciãos e se mostram superficialmente arrependidos, então não são desassociados. Já outros, por muito menos, são desassociados. De congregação para congregação, o tratamento dispensado pela comissão pode variar bastante. Varia conforme a cabeça dos homens da comissão. O ponto é que os mesmos pecados podem ser tolerados num lugar e banidos em outros. E pecados mais leves podem ser banidos num lugar ao passo que pecados mais graves são tolerados em outros. Os irmãos nem sonham com essa realidade, eles acham que tudo ocorre de forma igual para todos, com julgamentos isentos de preferências e favoritismos, isentos de critérios duplos (dois pesos e duas medidas) e ambíguos. Essa deve ser uma das razões porque mantém todos os julgamentos em total segredo.

Pior do que tudo isso é que há testemunhos que indicam que a comissão pode procurar motivos para desassociar uma pessoa que não é mais desejada na organização. Isso mesmo, procura-se formas de acusar essa pessoa para que, de qualquer forma, ela seja expulsa. Geralmente isso ocorre porque o irmão manifesta dúvidas em público quanto a doutrinas ou quanto ao Corpo Governante. Não importa se essa pessoa tem a conduta irrepreensível. Não importa se é pessoa amorosa e bem quista por todos, eles vão vasculhar como lobos a vida dela e a menor razão será suficiente para que a expulsem sem dó, nem piedade.

Sumário
22
[/qu

Verdade, me lembro de duas "irmazinhas" que viram uma moça, filha de um ancião que estava noiva em uma atitude bem "caliente" com outro rapaz que não era o noivo em questão, um servo ministerial zeloso e chifrudo, as pobrezinhas foram falar com ela que debochou das duas dizendo: se elas gostaram da cena que viram, mas tarde delataram para os anciãos, resultado? nada aconteceu com a moça filha do ancião e as duas ainda passaram a ser perseguidas.
Mendonça
Novo (a) Forista
Novo (a) Forista
 
Mensagens: 35
Data de registro: 21 Mar 2017 16:15
Localidade: São Paulo

Re: Manual de Como Sair da Torre [COMPILADO]

Nova mensagempor Torre de Marfim em 30 Set 2017 13:15

d:7 d:7 d:7 d:7
Avatar de usuário
Torre de Marfim
Novo (a) Forista
Novo (a) Forista
 
Mensagens: 20
Data de registro: 08 Ago 2017 17:15
Localidade: Rio de Janeiro

Anterior

Retornar para Crenças, Doutrinas e História

Quem está online

Usuários vendo este fórum: Yahoo [Bot] e 27 visitantes